terça-feira, novembro 30, 2021

Saab Naval

EUA e China operam porta-aviões no Mar da China Meridional enquanto as tensões aumentam

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A atividade militar no Mar da China Meridional aumentou no fim de semana quando um porta-aviões chinês entrou na região e um grupo de ataque expedicionário da Marinha dos EUA encerrou os exercícios.

Enquanto isso, os EUA e as Filipinas estavam se preparando para exercícios conjuntos, ao mesmo tempo em que o secretário de defesa dos EUA propunha maneiras de aprofundar a cooperação militar entre Washington e Manila, depois que a China concentrou navios em águas disputadas.

O jornal estatal chinês Global Times disse no domingo que o primeiro porta-aviões do país, o Liaoning, navegou no Mar da China Meridional no sábado (10/4), após completar uma semana de exercícios navais em torno de Taiwan. Não houve anúncio oficial da posição de Liaoning, mas o tabloide chinês citou imagens de satélite publicadas pela mídia americana The War Zone.

A chegada do Liaoning ao Mar da China Meridional ocorreu depois que um grupo de ataque expedicionário da Marinha dos EUA, liderado pelo porta-aviões USS Theodore Roosevelt e o navio de assalto anfíbio USS Makin Island, realizaram exercícios no Mar da China Meridional um dia antes. Os dois grandes navios de guerra foram acompanhados por um cruzador, destróieres e navios anfíbios menores.

USS Makin Island (LHD-8) e USS Theodore Roosevelt (CVN-71) no Estreito de Luzon

Os navios também transportam centenas de fuzileiros navais da 15ª Unidade Expedicionária da Marinha, bem como seus helicópteros de apoio e caças F-35.

“Esta força de ataque expedicionária demonstra plenamente que mantemos uma força com credibilidade em combate, capaz de responder a qualquer contingência, deter a agressão e fornecer segurança regional e estabilidade em apoio a um Indo-Pacífico livre e aberto”, disse em um comunicado o capitão da Marinha dos EUA Stewart Bateshansky, Comodoro, Esquadrão Anfíbio 3.

O Global Times citou um especialista militar chinês, Wei Dongxu, dizendo que os exercícios da Marinha dos EUA foram uma provocação.

Os exercícios do transportador chinês “podem estabelecer posições defensivas marítimas mais amplas, salvaguardar as regiões costeiras da China e manter as atividades militares dos EUA sob controle”, disse o relatório, citando Wei.

Mas um analista dos EUA descreveu a presença de Liaoning no Mar da China Meridional como normal para a primavera, quando as condições meteorológicas favorecem o treinamento. “O Liaoning vai até lá nesta época do ano (para praticar) defesa aérea e treinamento de tiroo real”, disse Carl Schuster, ex-diretor de operações do Centro de Inteligência Conjunto do Comando do Pacífico dos Estados Unidos.

Rotas dos porta-aviões Liaoning e Theodore Roosevelt no Mar da China Meridional

FONTE: CNN e canais de OSINT no Twitter

- Advertisement -

113 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
113 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nilo

A medida que portaviões chineses forem entrando em operação, tende aumentar a tensão. O mar da China vai ficar pequeno.

Antoniokings

E bom os americanos tirarem uma foto para ficar de lembrança do Mar da China Meridional.
E andem rápido, caso contrário, vão perder o foco para uma boa foto..

Bardini

Tu deveria contar alguma vantagem é quando os chineses tiverem capacidade de sair daquele mar ali sem ser triturados em um conflito aberto.
.
Americanos não entram.
Chineses não saem.
Grande vantagem essa aí…
.
A JMSDF ainda seria capaz de conter a PLA Navy e provocar severas percas aos chineses. Se somar a US Navy…
.comment image

Last edited 7 meses atrás by Bardini
Alison

O problema amigo é que num “conflito aberto” como diz vc, Japão seria destruido como Estado antes de pensar em dizer ai… Um pais minusculo desses seria destruidos em horas numa chuva de misseis… Era so questao de atacar primeiro…

Bardini

A deve ser, pq a China não seria atingida por nada.

sergio

Do jeito que eles falam, parace que as cidades chinesas vão criar pernas e sair andando do lugar, a china vai acertar tudo e os outro não vão acertar nada rsrsrsrsr

Antoniokings

Alison

Acho que esse pessoal não sabe o que seria uma guerra contra um País gigantesco como a China.
Não há como enfrentá-la.
E a cada dia que passa se torna mais forte militar e economicamente.
De resto, é o ‘jus sperniandi’ dos americanos.
Não vai sair disso.

Bardini

Blábláblá, pipipi, popopo…
.
Não vai sair disso.

Last edited 7 meses atrás by Bardini
Antoniokings

Interessante estudo da Marinha que mostra o desenvolvimento chinês, a característica anterior onde predominavam os ‘continentalistas’ e a atual visão de expansão do poder naval
Não vai dar pra América encarar, não.
Pode preparar o lombo.

https://www.marinha.mil.br/egn/sites/www.marinha.mil.br.egn/files/CPEM019%20CMG%20BELARMINO.pdf

carvalho2008

Escreva o que digo….os Americanos serão obrigados a montar uma nova pseudo “OTAN”….na realidade acho que exagero meu, mas eles serão obrigados a montar ou disputar alianças com países. Sem isto, nada será possível. O mesmo ocorrerá para a China. O mundo quer o dinheiro dela mas quer ao mesmo tempo breca-la. Todos tem medo de extremo poder global na mão de uma ditadura. Nos EUa, se vc não gosta do Trmp voce tira o Trump, na China não…. Então, o que ocorre com duas potencias ( ou mais com Russia, India, Indonesia, etc) crescendo? As alianças de equilibrio serão… Read more »

Antoniokings

O problema é que vc tira o Trump entra o Biden e a política externa não muda muito. Outro problema, esse para os EUA, é que poucos países estão dispostos a criar uma ‘OTAN’ para brecar a China, pelo simples fato que dependem muito do capital chinês. Veja o QUAD, por exemplo. Seus integrantes dependem totalmente do comércio com a China e a Austrália, tentou uma ‘gracinha’ apoiando as políticas de Trump e agora está ‘estrangulada’ com o corte de importações chinesas. https://valor.globo.com/opiniao/coluna/quad-e-suas-hesitacoes-diante-da-china.ghtml Não há muito como fugir quando o assunto é grana. Falam muito, mas vão lá comprar e… Read more »

Agressor's

“Antoniokings
Visitante

Reply to  carvalho2008
2 horas atrás

O problema é que vc tira o Trump entra o Biden e a política externa não muda muito.”

Como diria o Homer Simpson: “O bom de votar nos Democratas é que eles se comportam como Republicanos”.

Antoniokings

Perfeito.
Verdade.
Só que dessa vez, metade do Mundo (ou mais) percebeu e não cai mais no conto do vigário.

Esteves

Alianças. Isso já está sendo feito. Medo na China não é o problema. O problema é não entender a China. Ou a Rússia. São regimes comunistas. O comércio e a diplomacia estão impedidos por conta disso? Russos e norte-coreanos sofrem embargos. O Iran também. Isso dificulta as relações políticas e comerciais por conta das sanções. Isso também exige maiores artes diplomáticas. Nos anos 1970 fomos fazer ou tentar fazer negócios no Iraque. No governo do ex nos aproximamos da Turquia. Os Brics são palco. O que tem faltado aos Brics é o dono do circo. Não faltam malabaristas e palhaços.… Read more »

Bardini

Tu leu esse TCC aí?
.
Parece que não, eimm!
.
Americanos não entram.
Chineses não saem.
.
Preciso encher essa seção de comentários com recortes desse TCC pra te mostrar isso?

Last edited 7 meses atrás by Bardini
Antoniokings

Bem.
Se os próprios inimigos afirmam que a China está se fortalecendo e aumentando a capacidade de afastar os EUA do Pacífico Ocidental, não sou eu que vou desdizer.
Segundo a reportagem abaixo, o equilíbrio da ‘primeira cadeia de ilhas’ (mencionada no artigo da MB acima) foi rompido.
E o grande fortalecimento do poder naval chinês mostra claramente que a expansão será maior.
Acho que vc deveria ficar tão preocupado quanto estão americanos e japoneses.

https://www.japantimes.co.jp/news/2021/03/20/national/japan-china-us-military/

Bardini

Tu é tanso ou faz força pra parecer? . Eu tô falando até agora disso: os americanos não vão mais entrar ali em um conflito direto. Não vai ser nada fácil. Mas contrário é válido. O conceito de A2/AD pode ser aplicado em todos os estreitos que rodeiam a China, pra negar a saída da PLA Navy e da sua frota mercante de dentro dessas mesmas cadeias de ilhas. . Estoura um conflito… O Japão tem uma força menor mas pode inviabilizar o uso do estreito de Bohai. Malaca é um matadouro. Como sair para o Índico? Como ir para… Read more »

Antoniokings

Cara.
Eu não costumo me interessar pelo que leigos acham.
Coloque a opinião de um especialista, um artigo de uma revista do ramo.
Qualquer coisa bem embasada.
A gente lê um monte de material acerca do crescente poderio chinês em todos as áreas de atuação militar, aí vem o Bardini para contestar.
Dá um tempo, né camarada!
Com todo respeito e consideração.
Ok?

Antoniokings

Em tempo. Leia artigos sobre as ‘suspeitas’ de construção de instalações chinesas em países aliados como Camboja e Laos, pertinho da Malásia, quando Málaca estará ao alcance de suas tropas. Leia sobre as rotas de suprimentos terrestres que os chineses estão construindo através da Ásia Central para evitar Málaca já saindo no Paquistão e no Irã. Aí vc acha que os chineses estão preocupados com Málaca e com os japoneses em Bohai. Japoneses em Bohai. Vc está de saca, né? Os japoneses estão com receio das reivindicações chinesas sobre as Ilhas Senkaku, Diayou e outras e vc acha que os… Read more »

José Antonio de Abreu Xavier

Tem razão. Tipica confusão daquelas que aconteciam na escola: “Xinga a minha mãe pra tu vê”. E o outro responde: Xinga a minha primeiro pra tu vê”. E não sai disso,o máximo que acontece é alguém dar uma cusparada no mar e o outro responde do mesmo jeito.

Fernando C. Vidoto

A bala de prata da USAF:

B2 Spirit
L

B-2-Underside.jpg
Antoniokings

Não vai dar em nada.
Chinês e Rússia também estão desenvolvendo seus modelos.
Não será por aí que os EUA terão alguma vantagem sobre as duas outras superpotências militares.
Esqueça isso.

Fernando C. Vidoto

Como abater um bombardeiro estrategico stealth?

Quando a China desenvolver o seu “B2”. Os Eua ja estarao com o B21:

“huc venit malum”

Antoniokings

Falaram o mesmo quando tinham o F-22 e ‘lançaram’ o F-35.
Segue o jogo, camarada!

Paulo Drusnam

esse só fala “caca”

Marcelo

A resposta americana seria devastadora para china ne meu amigo somente um submarino classe Ohio acabaria com a china em minutos. Quem tem não usa pois sabe que não haverá vencido nem vencedor só poeira.

Agressor's

“Nunca planeje causar pequenos danos à seus inimigos ” Sun Tzu.

Defensor da liberdade

Ah tah, como se a China não tivesse submarinos com mísseis nucleares também.

Carlos Campos

é mesmo? explica aí o fato de chorarem toda venda de armas para Taiwan e ate hoje não tomarem uma mísera ilha.

Defensor da liberdade

Já ouviu falar em blefar? Já jogou poker?

Antoniokings

Mise en scéne.

Taiwan está ganhando fortunas com seu irmão gigante ao lado.
Mas, não se preocupe.
Logo será ‘caixa único’.

Xinhua, 10 de abril de 2021
Exportações de Taiwan para a parte continental da China atingiram um recorde histórico em marçohttp://www.china.org.cn/business/2021-04/10/content_77394164.htm

TheNavigator

Alison, eu sei que o Brasil (ou a China) são países imensos, mas chamar minusculo a um país com 380.000Km2 e quase 130 milhões de habitantes parece-me algo excessivo não?

paulino

Contra as Forças de Autodefesa Japonesas, A China não precisa despachar navios de guerra, As dezenas de milhares de mísseis balísticos convencionais da China podem destruir completamente as bases militares e cidades do Japão (portos e aeroportos serão destruídos). Se o Japão tomar a iniciativa de entrar em conflito com a China novamente, Esse seria o início da destruição completa do Japão. Se houver uma guerra, será o início da vingança da China, É melhor o Japão não provocar a China.

Leandro Costa

Se a China usar armamento nuclear contra o Japão, a China seria destruída em seguida pelos EUA. Pode ser que a Rússia entre na onda e jogue uns mísseis contra a China também, mas acho extremamente improvável. A Rússia vai torcer para eles se destruírem e a deixarem sozinha lá no canto dela. China vai lançar contra os EUA também, e talvez a Coréia do Norte aproveite a ocasião para disparar convencionalmente contra a Coréia do Sul e nuclearmente contra os EUA. No final das contas toda aquela região vai estar completamente destruída. Mas para a sorte do Mundo, a… Read more »

Antoniokings

Vc já começou mal o seu texto e parei aqui: “Pode ser que a Rússia entre na onda e jogue uns mísseis contra a China também”

Coloque uma coisa na sua cabeça.
China e Rússia são inimigas dos EUA e estão trabalhando conjuntamente para dilapidar a posição americana.
E não é que estão conseguindo?

Leandro Costa

De novo com essa ladainha? Rússia e China tem seus próprios objetivos que ora se alinham, ora se distanciam. No momento, não há controvérsia entre ambos, mas em uma troca nuclear entre China e EUA, nada impede de que a Rússia simplesmente faça o mínimo para ter certeza de que não sobrarão competidores no futuro, apesar de eu achar isso improvável por simplesmente não ser necessário no cenário em questão. Mas vamos supor que Rússia e China consigam quebrar os EUA daqui a alguns anos. O que você acha que vai acontecer entre Rússia e China? Vão continuar sendo miguxos… Read more »

Antoniokings

Artigo da BBC de Londres.

‘Como aproximação ‘sem precedentes’ entre Rússia e China materializa pesadelo dos EUA.’
https://www.bbc.com/portuguese/internacional-48561016

Acho que vc não está percebendo as mudanças que estão ocorrendo no Mundo.

Agora, o que vai acontecer depois da Rússia e China quebrarem os EUA, eu não sei.
Uma coisa de cada vez.

Antoniokings

Em tempo.
A China está construindo um hub para importação de minério de ferro de seus novos projetos na África.
A expectativa é anular totalmente as importações da Austrália que, se não me engano, é de quem os chineses mais compram minério de ferro.
A Austrália pagou para ver e se deu mal.

Global Times – 05/04/2021

‘China diversifica as fontes de minério de ferro em meio a laços tensos com a Austrália’

‘Austrália pediu que as relações bilaterais voltem ao normal para seu próprio benefício’

https://www.globaltimes.cn/page/202104/1220245.shtml

Leandro Costa

Interessante… Sabia que dependendo da fonte, o ‘tom’ da matéria é outra? “Australia remains vital for China’s iron supply A suggested response to China’s trade restrictions has been to stop sending Australian iron to China. It’s really the one export Australia has that China needs – for all its economic and political strength, the Chinese state will not easily replace 60% of its iron ore supply. China’s other major supplier is Brazil, which has been struggling with Covid-19 infections in its mining sector, as well as high-profile mining accidents that have undermined confidence in the industry in recent years. Theoretically,… Read more »

Carvalho2008

Mas é verdade. Os chineses tambem fazem isto com o Brasil. Quando o Brasil aperta, eles barram aqui e pegam carne na australia e vice versa…. a isto sem contar os americanos que também são concorrentes. Para apertar a China teria de uma Opep das comoditties com Brasil, Australia, Argentina e Estados Unidos. No entanto por óbvio, alguem tem de pagar a conta e financiar isto e novamente por óbvio, ou eles pagam por isto ou deixa quieto…nos ganhariamos por manter as commodoties em alta, mas sem a união, um fica concorrendo com o outro e a China circulando pelos… Read more »

Antoniokings

Continuo acreditando que vc ainda não se ligou no tamanho que a China tem hoje e o que ela será daqui a 15, 20 anos.
Segure-se na cadeira que vem tempestade pela frente.

Antoniokings

Em tempo.
A China zerou nesse ano de 2021 as importações de carvão australiano.
Como dito acima, a próxima área será o minério de ferro.
Eu acho bom a Austrália colocar as barbas de molho.

Esteves

Não acredito nisso.

Existem os interesses revolucionários dos velhos comunistas, os próprios partidões, mas não creio que os russos iriam muito mais adiante para proteger a China.

A saída da Rússia é pela Europa e pelo Ártico.

Agressor's

Essa união das 2 potências bélicas é muito importante para a manutenção da paz no mundo. É o melhor meio de dissuasão para que ninguém queira impor suas vontades a força num mundo onde a soberania dos países estão sendo violadas…

Antoniokings

Enquanto a Rússia dá uma no cravo (Ártico, Europa, OM),a China dá outra na ferradura (Ásia).
Acho que os EUA não aguentam.

Max

Fato. A gente tem problema para dimensionar a China, pq nunca se viu nada parecido. A saida Irã-Afganistão-Tayikistão já está costurada, mas isso é apenas uma parte. EUA estão tomando uma canseira. China só medindo o tamanho do caixão…

Carlos Campos

A India ia invadir o Tibete, o Paquistão ia ficar parado para poder sobreviver.

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Até por que os destroyeres, submarinos, porta aviões e fragatas japoneses vão todos ficar atracados nos portos, só esperando a tal chuva de mísseis da China né…..

Carlos Campos

a sim o Japão ia ficar vendo parado, ia ter míssil de cruzeiro de um lado pro outro, o que Japão fez em Pearl Harbor ia ser brincadeira perto que aconteceria com os portos e estaleiros chineses, ia ter F35 voando em Xangai.

paulino

O fraco Japão pode enfrentar a China? O Japão não possui submarinos nucleares, A China tem 20 submarinos nucleares na proa, Os submarinos convencionais só podem mergulhar por 40 dias, O submarino nuclear chinês estabeleceu um recorde para o mergulho mais longo de 92 dias (o submarino nuclear chinês apareceu uma vez no Havaí, Não foi descoberto pelos militares dos EUA). Como os submarinos convencionais japoneses lutam contra os submarinos nucleares chineses?

Leandro Costa

É…

facepalm.jpg
Carlos Campos

Eles ficam no estreito de Malaca e afundam os navios Chineses lá, podem também atuar danificando portos, pegando navios militares perto da China, o Japão não precisa ir longe, o Japão não quer conquistar o mundo, seu maior inimigo é bem do lado, Eu não quero uma guerra, o Japão não vence a China, mas se arrumarem uma guerra com o Japão, e tchau para ambição de passar os EUA.

carvalho2008

E se já estiverem fora….com as bases que pretendem montar fora da China…já estariam fora….. Não acho que jamais haveria uma vias de fato entre duas super potencias, pois isto levariam o vencedor e vencido a posição de 20o do ranking….a globalização economica já não permite mais isto…. Por outro lado, o ponto de ruptura para EUA fazerem isto já foi a uns 20 anos atras…enquanto a China ainda apenas começava… O maior problema americano sempre será o economico….a produção americana comparativamente está muito cara….Chineses com o mesmo valor constroem muito mais….e parece que será assim por bons anos….apesar de… Read more »

paulino

Já que a China derrotou os Estados Unidos na Guerra da Coréia, O Japão nunca terá a chance de derrotar a China, O Japão agora é uma colônia dos Estados Unidos, O Japão é um país derrotado, Ainda está sob ocupação dos militares americanos, É apenas um cachorro de estimação nos Estados Unidos. O Japão não tem o direito de fazer guerra, A China é agora o país industrial mais poderoso, O valor da produção industrial da China é a soma dos três países Estados Unidos / Alemanha / Japão. A China agora pode fabricar todas as armas. Se enfrentar… Read more »

Leandro Costa

É… de novo…

facepalm.jpg
Dalton

Durante os dois últimos anos da Guerra da Coreia o que se viu foi um impasse, até que finalmente concordou-se em um cessar fogo e a fronteira permaneceu inalterada, como era em junho de 1950. . O Japão é um aliado dos EUA e sua posição geográfica estratégica próximo da China, Coreia e Russia favorece a permanência de grande número de militares e plataformas dos EUA. . A Espanha por exemplo, compartilha sua principal base naval com os EUA, onde estão baseados 4 Arleigh Burkes, com possibilidade de mais dois e em breve um esquadrão de helicópteros será baseado lá,… Read more »

paulino

Antes do Natal de 1950, os Estados Unidos estavam prestes a ocupar toda a Coreia do Norte, Os Estados Unidos quase eliminaram o exército norte-coreano, Quando os americanos estão ansiosos para acabar com a guerra e voltar para casa no Natal, As tropas chinesas entraram na Coreia do Norte e intervieram na guerra. A participação da China na guerra pegou os Estados Unidos de surpresa, O exército americano foi derrotado até o fim, O exército chinês já ocupou Seul, a capital da Coréia do Sul, O exército chinês expulsou os americanos da Coreia do Norte, Ajudou a Coreia do Norte… Read more »

Dalton

A China não conseguiu expulsar os EUA da Coreia do Sul e sofreu um número muito maior de baixas e não valeria a pena os EUA enviar ainda mais reforços para prolongar a guerra.
.
No fim das contas China e EUA concordaram em cessar as hostilidades e a consequência é que a Coreia do Sul foi preservada e tornou-se um país respeitado enquanto a Coreia do Norte era e continua sendo um pária.
.

paulino

O objetivo estratégico da China é manter a divisão da península coreana, Não há necessidade de a China eliminar a Coreia do Sul, Não há necessidade de expulsar os americanos da Península Coreana. Manter a divisão na península coreana é melhor para a China, Seja a unificação da Coreia do Sul com a Coreia do Norte. Seja a unificação da Coreia do Sul com a Coreia do Norte, Esta situação não beneficia a China, Um país poderoso é uma ameaça para a China, Um país unificado exigirá território da China.

Mondelo

paulino, do jeito que você escreve da a entender quem começou a guerra da Coreia foram os americanos. O pessoal aqui está caçado de explicar para você sobre esse conflito (assim como diversos outros temas).

Os norte coreanos financiados pelos seus aliados soviéticos e chineses, invadiram o Sul com a intenção de dominar toda a península. Os americanos interviram com o intuito de expulsar os norte coreanos do Sul. Os norte coreanos conseguiram dominar a península depois da guerra? NÃO, então os americanos não perderam essa guerra.

Sds.

Mondelo

De novo essa historia da China vencer a guerra da Coreia, esse paulino e uma figura mesmo.

paulino

A população do Japão está envelhecendo seriamente / a taxa de natalidade é muito baixa, Os japoneses são adequados apenas para fazer carros, Todos os caças japoneses são adquiridos nos Estados Unidos, Não consegue nem fabricar lutadores qualificados de terceira geração e lutadores de quarta geração, O Japão não pode fabricar caças stealth, Fabricar caças stealth só pode ser um sonho para o Japão (a indústria de aviação do Japão não é tão boa quanto a da Coreia do Sul). O Japão depende muito dos Estados Unidos para obter armas, O território do Japão é muito pequeno, Não tem potencial… Read more »

Carvalho2008

Mestre Paulino, o Japão não tem mais armas por decisão própria. Rescaldo de auto constrangimento pela guerra provocada. Mas eles tem tecnologia de sobra. Apenas não investiram por decisão politica. Mesmo assim, saiba que seus aviões mesmo os modelos americanos, são produzidos localmente desde os antigos F4 e numa escala de nacionalização e sistemas próprios muito maior do que os Israelenses. Não existe produção mais robotizada do que a Japonesa. E disciplina então nem vou falar…parece que os caras vieram de Marte. O que um pais levar mes para arrumar, eles fazem em uma semana. O que outro fizer em… Read more »

paulino

A indústria do cinema pornográfico no Japão é muito desenvolvida. Existem muitos jovens nesta indústria, Jovens japoneses gostam de anime. Os homens japoneses são muito femininos / têm muitos otakus. Em 1985, os Estados Unidos forçaram o Japão a assinar o Plaza Accord. Depois que o acordo foi assinado, o iene teve uma valorização acentuada. Levando ao estouro total da bolha imobiliária japonesa, Desde então, a economia japonesa experimentou 35 anos de estagnação, A vida de hoje no Japão é cara. Levam a uma grande pressão na vida, Um grande número de pessoas no Japão opta por cometer suicídio todos… Read more »

Carlos Campos

olha a única vdd nesse comentário é que os EUA sacanearam o Japão não só com o Plazza, mas com o BOJ não fazendo o que podia para economia do Japão se recuperar, se recuperasse a China ia ter pior ainda pq a Potência dominante do Mundo seria o Japão.

Carvalho2008

Bom, não é o que vimos no Tsunami…reconstruiram tudo em uma semana

Nao confunda disciplina com mansidão….pode haver uma mola encolhida ali com muita energia.

Pampapoker

Se eles não tem futuro. O que sobra para nós????

paulino

Haha, os japoneses são muito disciplinados? Por causa da incompetência do governo japonês e da falta de disciplina do povo, Os japoneses ainda não conseguiram controlar o coronavírus, Mais de 500.000 pessoas foram diagnosticadas com o vírus, Houve 9433 mortes, Mais de 2.000 pessoas são infectadas com o vírus todos os dias, 24 pessoas morrem todos os dias, A população do Japão é de apenas 126 milhões. O número de pessoas infectadas com o vírus excede em muito o da China. A China conteve a epidemia em 4 meses, Japoneses e chineses são mais disciplinados? A chamada disciplina forte no… Read more »

Mondelo

paulino os seus comentários e que são uma piada. Nem a Europa e nem a América conseguiram conter o vírus chinês, isso não e um problema apenas japonês e um problema que o mundo inteiro está passando e só para te lembrar que o principal culpado pela disseminação do vírus foram seu heróis do partido comunista chinês.

A grande pergunta que fica no ar, como eles conseguiram controlar tão rapidamente esse vírus, que se espalhou no mundo por culpa deles? Essa historia está no mínimo mal contada.

Carvalho2008

Estes numeros sao excelentes no ranking de paises com covid, quer seja em absolutos ou por milhar de habitantes. Quanto a China, é ogual Venezuela, ninguem tem noticia de casos tamanha manipulação estatal dos numeros.

Carlos Campos

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk engoli o F2 então, o Japão tem uma indústria aeronáutica de ponta, engoli o Shinshin X2, o demostrador furtivo do Japão, enquanto a Coreia do Sul chorou para ter a tecnologia de radar aesa para seu caça, o Japão já tinha desde a década de 80…. e mais uma coisa, se o Japão voltar a ter ódio da China e tratar ele como no passado, jogariam Plutonio nas cidades Chinesas, mas acho melhor jogar uma bomba mesmo.

paulino

Os generais e políticos japoneses são as pessoas mais estúpidas, Eles não têm pensamento estratégico militar, Sua estupidez foi a razão de perder a Segunda Guerra Mundial, O Japão é um país que costuma cometer erros. Invada a China / Sudeste Asiático sendo tolo, Também invadiu o território russo, Também atacou Pearl Harbor nos Estados Unidos. A invasão da China por um país tão tolo está fadada ao fracasso, Os japoneses invadiram a China sem ganhar um centímetro de território. Eles nem encontraram petróleo na China (mais tarde a China descobriu o campo de petróleo Daqing no Nordeste). Após a… Read more »

Mondelo

Os japoneses são adequados apenas para fazer carros”, paulino desculpa eu falar isso mas você escreve besteira pra caramba.

Allan Lemos

A JMSDF ainda seria capaz de conter a PLA Navy e provocar severas percas aos chineses. Se somar a US Navy…

Por um tempo, mas no longo prazo os esforços do Japão estariam fadados ao fracasso. A população do japonesa é mais ou menos 9% da chinesa, esse número seria traduzido em manpower e uma capacidade industrial gigantesca. Some isso ao fato do Japão ser um país minúsculo e conhecidamente sem recursos naturais. Qualquer perspectiva de vitória do Japão seria nula e o que aconteceu na WWII acabaria se repetindo e o país seria engolido pelo poderio industrial chinês.

Carlos Campos

aí é que tá, o Japão não vence a China, o Japão sabe, a China sabe, nós sabemos, o que acontece é que o Japão ia fazer um estrago gigante destruindo navios mercantes e militares, estaleiros e fábricas, A China só agora tem capacidade de tomar Taiwan, mesmo assim ainda não tomou pq sabe que só é fácil na cabeça do Xings.

Defensor da liberdade

Primeiro de Abril já passou Bardini. Essa frota japonesa vira coral artificial logo nas bases, com um ataque em massa de mísseis chineses.

Guizmo

Bardini, muito interessante esse infográfico. Seria interessante a MB adquirir 2 unidades de um DDG…..As classes Takaname e Murasame seriam perfeitas…Mas até os 2 Hatazakes já são um upgrade de armamento AAW

Bruno

A china é só retórica, morre de medo dos americanos, quando aparece um porta aviões desses eles ficam desesperados. O que nunca veremos é um porta aviões chinês na costa americana. Eles não tem coragem para isso.

Reis

Imaginem como deve estar a movimentação submersa, uma hora pode dar merla

Paulo Sollo

Bem lembrado. Vemos estas demonstrações de músculos de ambas as partes na superfície, mas debaixo d’água está apinhado de tubarões colados nos rastros de seus hélices, prontos para despachar seus torpedos pra cima destes alvos gigantes.

Dalton

Na verdade nunca se viu tão “poucos” submarinos americanos no Pacífico como atualmente, alguns inclusive estão na costa leste para manutenção por conta de congestionamento em estaleiros na costa oeste e mesmo o esquadrão de 4 unidades baseados em Guam encontra-se reduzido a três unidades. . Se do lado americano está havendo uma redução no número de submarinos o que se espera será corrigido na próxima década e também uma menor disponibilidade por conta de manutenções e atrasos que estão ocorrendo, do lado chinês ainda não se tem um número razoável de submarinos de propulsão nuclear, então, não há como… Read more »

Esteves

Dalton,

Esteves leu sobre essas manobras entre marinhas britânicas e norte-americanas. Mas não entendeu. O que são essas manobras PhotoEx?

Dalton

Oi Esteves, entenda como “exercício fotográfico” quando também se tiram fotos das unidades envolvidas inclusive submarinos navegando na superfície.
.
Um exemplo recente que recordo foi o USS Key West SSN 722 baseado em Guam que em 2019 apareceu com o USS Ronald Reagan CVN 76 e o USS Wasp LHD 1 próximo à Australia.

Esteves

Li sobre incluindo a participação de 1 DDG 1000. Mas não haviam detalhes.

O pessoal tira fotos…nos anos da guerra e do pós guerra penso que tirar fotos era um bom exercício…lembro de um japonês no bairro que não largava da Kodak Rio400…uma máquina bem moderna.

Mas hoje…tirar fotos…bem, deve ter seu valor naval ou não fariam.

Grato pela atenção.

Paulo Sollo

Devemos considerar também os outros participantes deste teatro que também operam subs.
E neste caso há uma vantagem óbvia para os EUA já que tem vários aliados por ali com estes meios e a China está Só.
Então esta menor disponibilidade dos EUA não necessariamente se traduz em uma lacuna operacional, a nível de coalizão, diga-se.

A China é quem precisa aumentar tremendamente o número de subs para poder contar sempre com uma quantidade em operação para fazer frente aos vários adversários.

Dalton

Apenas os EUA, entre “outros” possuem submarinos de propulsão nuclear, que são mais adequados para certas tarefas e com pelo menos 5 SSNs atualmente na costa leste para complexas manutenções e submarinos novos ainda passando por ajustes pós comissionamento também na costa leste a situação não está fácil e irá piorar antes de melhorar. . A US Navy está sim com uma “lacuna operacional”, mas, por enquanto a China não conta com um número de SSNs significativo daí meu comentário que o oceano ao redor dos 2 NAes, não está “coalhado” de submarinos e nem há necessidade disso. . Em… Read more »

Paulo Sollo

Não estou me referindo apenas a subs nucleares, mas a todos os modelos, pois o comentário inclusive é sobre subs de ataque espreitando navios.

Apesar da menor capacidade de permanência em ação, os diesel elétricos da China e adversários da região estão bem perto de suas bases.
E sobre a menor quantidade de subs americanos atuando não estabelecer uma lacuna operacional, eu me refiro “a nivel de coalizão” especificamente nesta região, considerando os subs de países aliados cobrindo esta lacuna.
Certamente que a nível de sua atuação global individual isto cria lacunas para os EUA.

Dalton

Por mais próximos que estejam de suas bases, seja “perseguindo” ou torcendo para que um navio atravesse seu caminho , ainda vale o conceito de que para cada submarino no mar, outro está em manutenção, outro em treinamento, outro em transito, etc. . Veja, por exemplo, que dos 6 submarinos australianos conforme tenho lido ao longo de anos normalmente apenas um está operando distante e não há grandes motivos para se reunir os “poucos” submarinos que estejam no mar por conta dessas manobras envolvendo o “Liaoning” e o “Theodore Roosevelt”, já que há muita área a ser coberta. . Daqui… Read more »

Pedro

Também acho que isso de superfície seja apenas para uma distração, para assim os subs se movimentarem.

Maurício.

Só um aviso, essas tensões entre americanos e chineses ainda estão um pouco longe das tensões entre americanos e soviéticos, portanto, não se assuste, não vai ter guerra entre eles.
Só para lembrar como eram as tensões de verdade do passado…
https://m.youtube.com/watch?v=SME4w037FgA&feature=youtu.be

Paulo Sollo

Os russos sempre tiveram c#lhões para peitar os americanos e fizeram isto aí outras vezes.
Vale ressaltar também que houveram abates de aeronaves por ambas as partes mantidos em segredo ao longo da guerra fria, e muitas outras coisas que não sabemos devem ter acontecido.

Os americanos não temem aos chinos da mesma forma que aos russos.
Se os chinos se atreverem a um chega prá lá deste as consequências podem ser bem mais graves que uma nota de protesto.

Maurício.

Paulo Sollo, eu duvido muito que a postura americana mude em relação ao chineses, americanos e soviéticos ficaram anos nessa lenga-lenga, vai acontecer o mesmo com americanos e chineses, mas claro, posso estar errado.

carvalho2008

Ombrada na cara dura….

Maurício.

Carvalho, e a tripulação só analisando a situação, a adrenalina reveria estar a mil, parece aquele racha entre blindados americano e russo na Síria esses tempos atrás.

Carvalho2008

Ja pensou alguem inventa de colocar aquelas laminas de bigas romanas e rasga o casco do outro? Na guerra do Paraguai nossas fragatas tinham desenho reforçado das proas para colidir com o adversário

João da Lua

Como outros foristas apontaram, deve-se prestar atenção ao que acontece debaixo d’água.

Zé Rato

Duvido que a China tente invadir militarmente Taiwan nos próximos anos. Os líderes chineses atuais são bastante inteligentes e pragmáticos, há que o reconhecer. Eles sabem que uma guerra aberta em larga escala só iria fazer a China arriscar-se a perder muito do que alcançou nas últimas décadas. As decisões bruscas e quentes dos tempos maoistas já pertencem ao passado. Possivelmente irá optar por uma estratégia económica de paciência, tentando enfraquecer e isolar a economia de Taiwan, pressionando os principais países e grandes empresas parceiros de negócios com a “ilha rebelde” a cancelarem muitos negócios mútuos, ao mesmo tempo que… Read more »

Carvalho2008

Se invadir, nao havera guerra aberta com qualquer outro país. EUA não irá, Britanicos também não, nem Franceses que já estão com interesses centrados no Mediterrâneo Libia e Chipre x Turquia ….na realidade, acho que o gato ja subiu no telhado e a coisa vai ser resolvida em menos de 3 anos. Todos os eventuais países que poderiam intervir já estão com problemas demais a resolver…

Esteves

Esteves está bloqueado.

Carvalho2008

Eu estou ate hoje no aereo. Coloquri ate o sinal ortografico e ele bloqueia o usuario. O bloqueio foi no usuario. E a moderacao nao responde

Carvalho2008

Ja testei colocando apenas “ . “ e o sistema bloqueia… nao sao palavras é o usuário

Esteves

Mestre,

Tem o algoritmo. Juntou e-mail do Esteves+Esteves+nome de presidente+ismos+nome próprio+cópia e cola do wiki…e não precisa estar tudo junto = block.

Mestre,
Bloquear o usuário…Esteves já ficou de castigo, mas reconheço que exagerei no modo piadinhas.

O Mestre publicou muitas imagens?

Last edited 7 meses atrás by Esteves
Filipe

Como eu já comentei várias vezes a Marinha Americana esta aproveitando os últimos momentos de vantagem numérica sobre o pacífico e o mar do sul da china, daqui a pouco a superioridade quantitativa será dos chineses com os seus 360 navios concentrados nesses mares ( 2 CVN Type 004 + 2 CVA Type 003 + 1 CVF Type 002 Shandong + 1 CVF 001 Lioning + 33 CCG Type 055 Nanchang + 60 DDG Type 052 Luyang + 66 FFG Type 054 Jiangkai + 75 FFL Type 056 Jiangdao+ 12 LHD Type 075 Yushen + 15 LPD Type 071 Yuzhao… Read more »

Marcelo Andrade

Quanta baboseira geopolítica, os dois países navegando em águas internacionais. Um tirando foto do outro e vida que segue….. Quem viveu a década de 80 como eu via isso toda hora, s que era a Marinha Soviética no lugar da China.

Zorann

Tempestade em copo de água… Só isso

guilardo

Tem razão caro Zorann. Em poucas palavras definiu tudo. A situação estratégica global não passará pelas armas dos países envolvidos. O que era dúvida na década passada, hoje é uma realidade dura e inexorável para o ocidente. Como poderá um devedor contumaz e confesso, como os EEUU, se opor à China. Os chinos são o maiores credores dos americanos, e se apresentarem a conta Tio San não tem como pagá-la. Essas movimentações de tropas e esquadras são meros jogos de guerra, para manter os contribuintes ocidentais arcando com as consequências. Não haverá invasão à Taiwan nem guerra nuclear. A verdadeira… Read more »

Elias

Se aqui no atlântico sul os chineses passam por cima de pescadores brasileiros em águas internacionais imagina no mar da China. E tem gente que defende este regime ….

João das Botas

Quem tem…tem medo! Vê lá se os comunas foram mais ao sul intimidar as Philipinas ou o Vietnan! O que mudaria hoje numa batalha de Porta-aviões com os dois lados utilizando satélites em órbita?

Last edited 7 meses atrás by João das Botas
Dario

Last edited 7 meses atrás by Dario
Victor Filipe

Eu penso que caso aconteça uma guerra no pacífico ela vai ter o começo igual a segunda guerra mundial. A US Navy vai jogar uma guerra de contenção. Caso as tenções aumentem de mais eu imagino a US Navy recuando os principais meios dela para Guam visando proteger eles. Se a guerra estourar e a china tentar destruir a infraestrutura americana na região isso significa ataques contra Filipinas, Japão e Coreia do Sul. (Principalmente) essas 3 marinhas podem atuar em conjunto com a US Navy tentando impedir que a PLA Navy saia do pacífico enquanto a marinha da OTAN vem.… Read more »

Esteves

Forças antagônicas fazem Passex?

angelo bigalli

Isso me lembra o velho jogo de fundão de sala de aula: batalha naval. Agua/acertou/agua…..etcetc

Douglas Falcão

A administração Biden é pró China. Isso tudo é jogo de cena. A clássica operação de de desinformação para o público ocidental.

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Brasil receberá kits de atualização para torpedos leves MK 54 antissubmarino

A Raytheon deve produzir kits de peças comuns e componentes de torpedo sobressalentes para o MK 54 Lightweight Torpedo...
- Advertisement -