quinta-feira, maio 13, 2021

Saab Naval

Grupo brasileiro quer impedir venda do ex-porta-aviões São Paulo para empresa turca

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O Defense News noticiou que dois grupos esperam fazer um último esforço para salvar o porta-aviões brasileiro aposentado que está planejado para ser sucateado. Um quer transformar o navio em museu. O outro, um navio de treinamento da Marinha Turca.

O Instituto São Paulo/Foch no Brasil está tentando impedir o porta-aviões São Paulo de seguir para a Turquia para desmontagem e, em vez disso, espera transformá-lo em um museu.

O porta-aviões, originalmente conhecido como Foch quando entrou em serviço na Marinha Francesa em 1963, era o segundo navio da classe Clemenceau. A construção começou em 1957.

O navio foi desativado em 2000, quando a Marinha Francesa recebeu o porta-aviões Charles de Gaulle. Em seguida, foi transferido para o Brasil e renomeado São Paulo, com o acordo bilateral para o navio estipulando o Brasil como seu “usuário final”. O NAe São Paulo entrou ao serviço da Marinha do Brasil em novembro de 2000.

Depois que o Brasil descomissionou o navio em 2018, o governo iniciou o processo de venda, enquanto o Instituto São Paulo/Foch buscava convertê-lo em museu. O governo não conseguiu encontrar um comprador no ano passado, mas depois vendeu o navio para a empresa turca Sok Denizcilik em um leilão no mês passado por cerca de 10,55 milhões de reais (US$ 1,85 milhão) para desmontá-lo.

Mas o Instituto São Paulo/Foch não desistiu.

“Nossa história ainda não terminou com a venda do navio”, disse Emerson Miura, presidente do instituto, ao Defense News. “O descomissionamento do porta-aviões São Paulo deixou muita gente descontente. O porta-aviões São Paulo (ex-Foch) continua sendo o último navio de sua categoria e um dos mais antigos do mundo. Nosso instituto foi proibido de participar da compra porque o edital do leilão especificava a venda para corte”.

Ele acrescentou que a entidade está preparando uma nova proposta para adquirir o navio e transformá-lo em museu.

“Seria muito mais lucrativo e benéfico do que desmontar o navio. Aproximadamente 600 toneladas de amianto – perigoso para a saúde humana e a natureza – estão encapsuladas no navio. Tal acordo diminuiria as despesas de desmantelamento do navio, e transportar o navio para o Mediterrâneo seria muito caro. Estamos tentando entrar em contato com a Sok Denizcilik”, disse ele.

Enquanto isso, um almirante da reserva da Marinha Turca quer ver o São Paulo reequipado e usado para treinar militares, em vez de ser desmontado para a sucata. O processo de desmontagem terá lugar nas instalações de reciclagem de navios do distrito de Aliaga.

O almirante aposentado Cihat Yayci, que atualmente administra um centro de estratégia global na Universidade Bahcesehir, recentemente apresentou a ideia de reativar o porta-aviões para treinamento naval.

“Em vez de desmontar este navio, devemos equipá-lo com diferentes sistemas que são usados ​​atualmente e iniciar o treinamento do pessoal de porta-aviões com visão de futuro hoje. É fundamental iniciar o treinamento de pessoal para o futuro porta-aviões. Não importa a idade de São Paulo, ela deve ser pensado como um material educativo na forma de quebra-cabeças, desmontagem, uso e desgaste. Nesse ponto, o importante é treinar o pessoal da Marinha nesta plataforma e adquirir o hábito de trabalhar com um porta-aviões”, disse Yayci.

Navio-Aeródromo São Paulo
Navio-Aeródromo São Paulo

- Advertisement -

183 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
183 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Paulo Sollo

Já ultrapassou as raias do patético esta obsessão destes caras em transformarem em museu um navio que logrou acumular apenas um histórico nefasto na MB. É até uma afronta à memória dos marinheiros brasileiros que morreram neste navio. A passagem do São Paulo na MB é uma página a ser rasgada e esquecida. Um erro que jamais deve se repetir. Se fosse com o Minas Gerais seria louvável. Que se dane ser o último de sua categoria. Transformar um navio em museu em qualquer lugar do mundo não se baseia neste tipo de coisa, mas num histórico operacional destacado e… Read more »

Alfredo Araujo

Uma coisa é um navio-museu… Outra coisa é um navio que “sedia” um museu.
Digo isso concordando com o seu ponto. O São Paulo não tem potencial de virar um navio-museu… Ele tem um histórico de serviço ruim com a MB.
Agora… Um porta-aviões é um porta-aviões ! Só a possibilidade de você entrar em um navio desse tipo é algo atraente, do ponto de vista turístico. Se você coloca duas dúzias de aviões ali então… Atraca ele ali na Praça Mauá, ao lado do Museu do Amanha… Sucesso garantido ! rs

Wellington R. Soares

Lembrando que isso geraria empregos e renda para nosso país.

João Carlos

Geraria empregos sim, mas empregos públicos, mais um cabideiro desses que não cansam de aparecer … não dá.

Pedro Bó

Existem vários museus privados no Brasil.

Pedro ESIE

Vários, mas poucos. Os museus ”atraentes” no Brasil são os museus públicos.

José Augusto

Masp…

Fabrício

Privado mas dependente de financiamento público. Até o prédio do Masp foi construído pela prefeitura de São Paulo. E as grandes exposições sempre dependeram de financiamento público.

O fomento à cultura sem o apoio do Estado seria ridiculamente pequena, insignificante.

m. wolf

nem a Latam consegiu manter um museu aberto imagine a Marinha

Fabrício

A sanha contra o serviço público eventualmente é tão irracional que dá nisto. Que tal logo privatizar as forças armadas?

É cabideiro de gente que se aposenta até com 33 anos e que, bizarro, é promovida no ato da aposentadoria e ganha salário integral, coisa que não acontece em nenhum outro país do mundo.

Bora contratar a Academi (antiga Blackwater) e acabar com a mamata.

Surreal.

Marcelo Andrade

E eu que achava que nunca iria ler tamanha irracionalidade!!!

Agressor's

Nossa classe dirigente convence as massas de que o Estado é o mau na terra, mas os que pregam isso são justamente os que vivem dele. O Estado é apenas uma ferramenta do inimigo, não o inimigo. É como culpar uma Ak-47 por ter sido usada por um Terrorista. Enquanto pensar assim(O ESTADO PRECISA SER DESTRUÍDO), só AFUNDAREMOS MAIS!!! As nações mais ricas do mundo não são as que tem mais OURO ou Petróleo…são as que o POVO LOCAL AMA suas raízes, história, cultura, idioma e nacionalidade…Além de ser AMANTES DE SEUS DIREITOS NO ESTADO….

Marcelo Andrade

Que emprego público cara?O Museu será privado. Não tem nada da Marinha nele.

João Augusto

Falou pouco, mas falou bosta. Deve ser mais um ressentido por não ter passado em concurso público que fica por aí falando mal de uma classe enorme de gente trabalhadora que o serve diariamente, direta ou indiretamente.

Agressor's

A nossa classe dirigente/política atua a serviço de interesses alienígenas. E a orientação dessa gente é dirigida pra que se mantenha o país na miséria, no atraso e no subdesenvolvimento, propiciando os que estão por detrás deles nos parasitem…

Rogério Loureiro Dhierio

É capaz de a cozinha do restaurante do “navio-museu” explodir enquanto turistas curtem o passeio e morrer uns 10 para aumentar o trágico histórico dessa carcaça.

Matheus Moraes

Paulo Sollo, entendo a sua opinião e concordo em muitas coisas contigo, mas não acho patética a ideia de transformar o São Paulo em museu, pelo contrário, acho louvável essa mobilização e temos que valorizar todo o esforço deles, já que nós brasileiros não preservamos nada. A história do A12 na marinha está longe de ser a melhor, mas ela tem que ser lembrada sim e servir de exemplo para nunca mais cometermos esse erro absurdo, jamais deve ser rasgada e esquecida como você sugere. O histórico operacional dele em nossa marinha é horrível, porém o museu que seria criado… Read more »

Paulo Sollo

Contar a história da MB e da aviação naval utilizando uma plataforma que se caracterizou pelo fracasso e pela tragédia considero absurdo.
Houveram muitas possibilidades com outros navios que mereciam ser conservados e ninguém se interessou.
Esta ideia aí com o S. Paulo parece megalomania de alguns.

Glasquis 7

Esta ideia aí com o S. Paulo parece megalomania de alguns.”

É o tal “Deslumbramento” de alguns.

Matheus Moraes

Exatamente, vários outros navios mais importantes em nossa história não foram salvos, mas porque ninguém apareceu para salvá-los? Porque ninguém aqui no Brasil pelo menos tentou preservar o Minas Gerais? Já que nada foi feito por eles, temos que usar o que temos no presente. Isso não é megalomania, a China comprar e preservar dois porta-aviões soviéticos que não tem nenhuma história com aquele país ou a MB querer um porta-aviões sem ter dinheiro para construir escoltas, isso sim é megalomania. Agora se preservar um navio da nossa marinha é megalomania, explica muito porque temos tão poucos navios museus. O… Read more »

Glasquis 7

Um museu pra lembrar o que a MB não deve fazer nunca mais?

Leandro Costa

Pode ser também, Glasquis. Museus não servem apenas para mostrar glórias e conquistas. Existem museus que servem apenas para lembrar do que o ser humano é capaz de fazer, como os diversos Museus do Holocausto, por exemplo. É se fosse diferente, os diversos aviões problemáticos feitos Mundo afora não estariam em museus hoje em dia. Com a História se aprende de tudo, até lembrar de decisões erradas.

Glasquis 7

Até entendo seu ponto de vista mas, neste momento, o Brasil e sua Marinha, precisam de médios, não de museus.

Leandro Costa

De meios, eu concordo. Mas essa proposta é de uma entidade privada, e não incorreria qualquer custo à Marinha.

Matheus Moraes

Sim, porque não? A escravidão foi um erro e hoje temos o museu da escravidão e da liberdade. Como o próprio Leandro falou, algumas coisas servem para mostrar nossa capacidade e o que não deve se repetir. No caso do São Paulo, as pessoas teriam orgulho de ver que o brasil já operou um porta-aviões, mas saberiam que ele foi um grande erro.

Bruno

Eu ia comentar também sobre a falta de respeito com a família das vítimas deste navio maldito! Quem discorda não tem empatia. As “tradições” da Marinha do Brasil sempre jogam para debaixo do tapete a morte de suas praças. Vergonha

Teropode

Com a devida “vênia” me permita dizer : Bem antes de ventilarem a possibilidade de reaproveitarem o excelente estado do casco para montar um “novo” vetor , eu levantei aqui esta hipóteses , só quem tem muita grana ou muita soberba para desperdiçar um material destes , no nosso caso não foi por ter grana ou soberba , foi por causa da incompetência crônica mesmo , aliás falávamos desta transformação aqui no Brasil mesmo , houve choro e ranger de dentes ,mas Tailândia havia sondado esta possibilidade antes , com aval francês , os turcos entraram na “raça” e o… Read more »

Matheus Moraes

Teropode, essa história de outros países quererem o NAe São Paulo não é nova. Quando a marinha anunciou a sua desativação em fevereiro de 2017, a Nigéria sondou a possibilidade de comprá-lo para operações no Golfo da Guiné, o mais interessante desse plano seria que ele só ficaria fundeado operando apenas helicópteros, já que a Nigéria não tinha orçamento para um reforma. E agora tem a possibilidade da Turquia ao invés de desmontar a embarcação, usar o São Paulo como navio de treinamento e o primeiro porta-aviões da marinha turca. Ambas as informações foram dadas pelo jornalista Roberto Caiafa em… Read more »

eggfilho

vende logo este entulho de ferro!!! só se for para lembrar da mediocridade da compra

Jorge F

O Velho caso do povo sem cultura que odeia história.

É essa mesma galera que quando vai para Washington passa pelo Smithsonian, vai no museu aeroespacial, no de história natural e não perde a oportunidade de ir em Nova York para visitar o intrepid.

Se tiver prognóstico de lucro um museu só faz bem…

PAULO DE OLIVEIRA RIBEIRO

O Minas Gerais merecia muito mais ter sido um museu do que o São Paulo, tinha muito mais história na Marinha e foi um verdadeiro marco.

Allan Lemos

Exato, o Minas Gerais serviu bem à Marinha e merecia ter tido um destino melhor. Se fosse convertido em um museu, talvez pudesse ter contribuído para que a população se interessasse um pouco mais pela defesa do país.

Pedro ESIE

A população se interessa sim! Não é atoa que as Forças Armadas tem um alto índice de aprovação, o que impede das forças armadas terem equipamentos de ponta são os 90% do orçamento para salários e pensionistas.

Allan Lemos

O que tem a ver uma coisa com a outra? O fato das forças armadas serem bem vistas não quer dizer que a população se interessa pela defesa. Pergunte a qualquer brasileiro o que é o Gripen, e pouquíssimos saberão dar-lhe uma resposta certa, agora pergunte aos americanos o que é o F-35 e a maioria saberão dizer que ele é um caça.

Glasquis 7

Concordo

Santos

Acho muito interessante o que vc pontua no comentário, mas levando em conta que história não se faz só com vitórias, quem sabe o São Paulo com suas histórias de fracasso posso deixa uma lembrança de caminhos a não ser seguido, caminhos esses que custou a vida de militares.

A Permanência do São Paulo será uma vergonha na cara da nossa briosa. Por que o que custou barato para o bolso da marinha, custou muito cara para a vida dos militares.

Rogério Loureiro Dhierio

O Minas teria até um destino mais honroso se tivesse servido de alvo do que o SP virar museu.

Nilo

O mundo esta ano a ano mais exigente e consciente quanto a proteção, o direito, a tutela ao meio ambiental. A-12 já não é problema nosso.

Last edited 1 mês atrás by Nilo
Esteves

Não tem um prefeito cortando mato. Em qualquer cidade o mato toma conta de ruas,vias, calçadas, lotes, parques.

Estamos voltando à era do mato.

Sincero Brasileiro da Silva

“O preço deste navio é de US$ 1,9 milhão, enquanto um simulador semelhante custa mais de US$ 30 milhões. ” Bye bye Brasil, beijim, beijim, beijim…

SmokingSnake 🐍

A Turquia vai fazer o que o Brasil deveria ter feito há tempos mas não faz. Querem fazer o mesmo que a China fez, compraram um porta aviões velho e aprenderam a construir o próprio porta aviões.

Por aqui a discussão é transformar em museu… seria um museu sem história, a única história é que ficou quebrado pela maior parte do tempo e matou gente.

Mensageiro

Se ele ficar aqui como museu pelo menos dá para os engenheiros entrarem e fazerem pesquisas, tirar dúvidas.

Caio

Infelizmente muitas pessoas,aqui mesmo neste fórum, acham engenharia reversa , um pecado mortal; para eles devemos aprender do zero, ou seja, mania de reinventar a roda.

Esteves

Reverter é bom. Não há problema em refazer. No caso desse porta-aviões ele é propriedade dos franceses. Copiar e refazer partindo de um produto com propriedade industrial e intelectual de terceiros é crime. A França iria reagir fortemente. Mas a China faz. Faz. Mas os russos fazem. Fazem. Mas os americanos também copiam e colam. Sim. Mas são gente grande. Podem protestar e fica nisso mesmo. O único caminho é fazer o que os indianos fazem. Compra o projeto, o produto, o artigo, os direitos e bora montar linhas logísticas e indústrias. Montar parque metalúrgico. Não basta uma ICN. Precisaria… Read more »

Esteves

Poderíamos fazer um acordo com os franceses. Eles permitiriam a reversão, a atualização e a modernização do projeto em troca de comprarmos a ala aérea deles.

Mas…seria também conversa de gente grande com envolvimento de diplomacias e compensações.

Helio Mello

O navio ficou 2 décadas na nossa Marinha e hoje não se sabe nem os volumes dos tanques. Alguns anos atrás estavam estudando fazer um escaneamento 3D pois não faziam ideia nem dos arranjos das redes de tubulação a bordo. Engenharia reversa custa dinheiro, e muito. O que deu para ser aprendido já foi, o resto é ilusão. Para aprender com um navio do tipo, já temos o Atlântico, que é consideravelmente mais moderno. E será que temos tanto a aprender com um navio dos anos 60 movido a vapor? Não tem dinheiro pra completar 2 navios patrulha pela metade,… Read more »

Esteves

Pois é.

Rogério Loureiro Dhierio

O máximo que vão tirar serão fotos.

Leandro Costa

SmokingSnake, até onde eu sei, a Marinha do Brasil já fez seu dever de casa em relação à isso quanto ao São Paulo. O navio foi muito bem estudado.

Bardini

Vão arranjar um lote pra capinar…

Rogério Loureiro Dhierio

Boa kkkkkkkkk

Glasquis 7

Não inventa não que vão abrir licitação pra enxada, contratar uma siderúrgica francesa pra comprar com TOT e construir as instalações no Rio pra desenvolver enxada localmente.

Thiago A.

Prezadissimo, pode não ser o ideal mas é melhor que certas situações de alguns países da região onde era rotina emitir faturas falsas para supostas aquisições de material bélico ou serviços e utilizar os recursos dessa fraude para bancar luxos de todos os tipos- até apostas milionárias em casinos- de oficiais das forças armadas.
Isso sim é megalomania, com o valor gasto na última década por esses oficiais dava pra bancar 1 PROSUB e meio !

Thiago A.

E o pior está por vir. Por conta disso perderam credibilidade e os famosos recursos extraordinarios sem qualquer tipo de fiscalização.

Thiago A.

O futuro tá osso ! O modelo brasileiro pode não ser o melhor, mais não troco TOT por meios surrados só para bancar apostas de oficiais em cassinos. Pelo menos por aqui algo vai ficar e lá só Deus sabe…

Last edited 1 mês atrás by Thiago A.
glasquis 7

“não troco TOT por meios surrados “ É verdade. Deve dar uma alegria em vc ver as novíssimas e flamantes Niterói e os subs estacionados. Deve dar também uma inveja naqueles que só tem umas Adelaide surradas, umas M class e umas Type 23 com um prçamento que não chega nem a um sexto do de outros países da região. “Pelo menos por aqui algo vai ficar…” Já ficou. Tu não viu com ficou São Paulo, o Ceará, a frota de subs, e a frota de Niteroi? É, tudo é uma questão de preferencias. Tem quem prefira uma marinha que navegue…… Read more »

glasquis 7

Agora, vamos voltar pro tema do debate, quem sabe tu clareia um pouco esse teu “DESLUMBRAMENTO”.

Thiago A.

Esse é que tu afirma ser um baixo orçamento, chegou a ser quase 4 % do PIB , mas acabou a mamata :

Screenshot_20210414-103749.png
Thiago A.

Boa leitura:

Screenshot_20210413-123453.png
Thiago A.

Espero que você entenda o que significa percepção, difícil a população ter percepção de alguma coisa com uma mentalidade chauvinista ainda mais quando a máquina pública é feita propositalmente para esconder e perseguir quem tenta investigar.

Thiago A.
Glasquis 7

Ainda assim, com um orçamento de menos de 1/6 do orçamento da MB, a ARCh tem mais e melhores fragatas operacionais, mais e melhores submarinos operacionais, mais e melhores sistemas de defesa antiaérea de zona, mais e melhores missileiras, etc.

Imagina só. Aqui que não tem corrupção nas FAs, estão assim, mesmo tendo um orçamento 6 vezes maior.

Glasquis 7

Espero que vc leia a reportagem sobre a entrega dos OPV da ARA e aproveite de ler também, os comentários. Quem sabe assim vc acorda do seu “deslumbramento” e começa a olhar pra realidade.

Thiago A.

Aproveitei bem muito e todos lacradores sem argumentos e ou falsas premissas, comparação estapafúrdias. Olha tinha postado várias respostas aqui de contraponto as suas falsas declarações, a partir do orçamento que você colocou que na última década foi entre os mais altos da região, em porcentagem nem se compara, sem mencionar a falta de qualquer supervisão e controle. MILI CO GATE . PACO GATE . ETC

Thiago A.

Muitos comentários, materias e links que postei ficaram retidos pela moderação.

Thiago A.

Teu orçamento baixo e boa gestão :

Screenshot_20210414-104034.png
Rui Chapéu

Super história!!

Só deu prejuízo, não navegava, matou uns tripulantes e virou rainha de hangar.

Faz virar lata de nescau esse treco ai e já era.

Leandro Costa

Rainha de pier hehehehe

Rogério Loureiro Dhierio

Para com isso. Lata de Nescau custa caro, o conteúdo é bão, da até gosto comprar.

Já essa banheira aí…me diz. Tem qual valor? Achei sua comparação de muito mal gosto.

Peça desculpas ao fabricante do achocolatado.

Satyricon

Prezado Rui.
Eu acho uma pena a MB vender o A12 agora. Deveriam, pelo menos, aguardar a chegada dos S2 Traders, para colocá-los todos sobre o convés e tirar uma foto.
Aí sim o quadro da (nossa) imbecilidade estaria completo.
Poderiam até fazer um filme…

Pedro

Vamos vender e fazer dinheiro, que não seja mais um bode expiatório para vermos nosso dinheiro público sendo gasto com algo que não irá nos levar a frente. Já basta de corrupção e gastos não planejados!

Gabriel BR

Torço pelo sucesso da fundação , o museu ficará fantastico.

Antonio Cançado

Ah, é, ‘fantástico’…rsrsrsrsrs

João Carlos

Como museu seria um belo cabide de empregos… Porque certamente acabaria sendo incorporado a algum órgão estadual ou federal… Pronto, aí estava lindo prós parentes de algum político… E os trouxas aqui pagando mais imposto pra sustentar estes carrapatos. Eita Banania!

guilardo

Por falar em desastres, alguém pode dar notícia do submarino Riachuelo que quase afundou sem ter entrado em serviço ? Houve danos relevantes ? Foi proveniente de quê ? já apuraram as responsabilidades ? Diferentemente do São Paulo, não se pode debitar à idade nem defeitos senis.

Esteves

Tá amarrado.

cerberosph

Amarrado de atracado ou Amarrado de estar com encosto ???

Esteves

Se soltar…

Marcus Vinicius

Que deserviço cara…

Antonio Cançado

Essa discussão toda é de um ridículo vergonhoso…Vende logo essa porcaria que nunca serviu pra absolutamente coisa nenhuma…

Welington S.

A venda do porta-aviões para a Turquia não pode trazer problemas na parceria militar (Marinha) entra Brasil-França futuramente?

Nilo

Vendeu para desmanche.
Se a Turquia quiser da França assessoria ou compra de equipamentos para Porta-Aviões, pode acreditar que não terá oposição.

Carlos Campos

A França já está em relação ruim com o Brasil, então sua preocupação já acontece, e vendemos para ferro velho se eles usam para outra coisa aí não é nossa culpa

Nilo

Porta Aviões da Marinha na conjuntura que se apresenta.

portaavião portugues.jpg
Esteves

Que vida horrorosa.

Paulo Sollo

Você foi muito otimista pondo um F-14 aí. O negócio é A-4 Vietnã Hawk com lança foguetes e bombas burras.

Glasquis 7

Os “deslumbrados” (Alexandre, Montenegro, Thiago e afins) dizem que que os A 4 da MB Lançam Harpoon e bombas Acauã que caem pra cima e que com dois deles acabam com as marinhas de Toda América do Sul.

Eu até fiquei com medo.

Paulo Sollo

Se nas Malvinas já eram alvos suicidas, apesar de lograrem alguns acertos, atualmente estes pterodáctilos não servem nem como um esquadrão kamikaze frente às defesas AA modernas.

Thiago A.

Prezado se você tem mania de persecução problema seu mas não atribua palavras a minha pessoa, nunca afirmei isso e desafio você achar e postar aqui um meu comentário com esse conteúdo. Não preciso usar pseudônimos para postar o que eu penso, sigo a trilogia desde o FX . O que acontece é que você é um lacrador- até aí tudo bem, deixo até passar quando são meus compatriotas ( direito deles e meu)- que aproveita para tirar sarro ou denigrir a imagem das FAs e BID brasileiras enquanto sempre enaltece as próprias.

Thiago A.

Já saquei sua rotina . Sempre tenta denegrir, colocar em dúvida ou desmerecer nossas conquistas. Exemplos do seu modus operandi , exemplos não faltam, e isso eu tenho provas e posso postar aqui todas as vezes que você chega de fininho para insinuar deméritos e falhas …
Quem não te conhece que te compre, os meus compatriotas infelizmente são muitos xenofilos e acolhedores, vivem muitas vezes a síndrome de que tudo que é de fora é bom e passam pano para a sua atitude… Eu não !

glasquis 7

“Sempre tenta denegrir, colocar em dúvida ou desmerecer nossas conquistas. Exemplos do seu modus operandi , exemplos não faltam, e isso eu tenho provas e posso postar aqui todas as vezes que você chega de fininho para insinuar deméritos e falhas …” Então poste. Mostre a sua verdade e me diga aonde eu “denegri ou desmereci as suas conquistas. Mas mostre mesmo, que seu colega Alexandre?Montenegro até criou um novo nick pra se apoiar e até hoje não mostrou onde ofendi ou denegri a suas forças. Mostrar falhas é mostrar a realidade e nada mais. Mas fico aqui no aguardo… Read more »

Thiago A.

Os teus oficiais fazem o que além de fraudar o Estado, espionar jornalistas e aplicar golpes na CODELCO para sustentar garotas de programas e cassinos??? Com o dinheiro que foi fraudado na última década dava para bancar o PROSUB brasileiro e sobrava ainda, teu país poderia ter adquirido capacidadês semelhantes mas não, o dinheiro se foi em GP, apostas, bebidas e o futuro não é muito promissor … então antes de abrir a boca cuida da tua casa .

glasquis 7

“Com o dinheiro que foi fraudado na última década dava para bancar o PROSUB brasileiro e sobrava ainda, “ E quanto foi o valor fraudado? e o Valor do PROSUB? “ teu país poderia ter adquirido capacidadês semelhantes mas não,” KKK O meu país não tem capacidades semelhantes, aliás, nenhuma força Naval na região tem capacidades semelhantes. De uma estudada nas capacidades, nos médios e principalmente, nos orçamentos de ambas forças. Aliás, poderia me dizer qual foi o orçamento da MB pra este ano? O da ARCh foi de U$D 556 milhões é daí que segundo vc foi fraudado o equivalente ao… Read more »

Thiago A.
glasquis 7

Os teus oficiais fazem o que”

Os meus oficiais? KKK Não tenho nenhum e se teve-se, não é o tema aqui abordado KKK

que aproveita para tirar sarro ou denigrir a imagem das FAs e BID brasileiras enquanto sempre enaltece as próprias.

KKK eu nem tinha falado do Chile. Quem coloca o Chile como tema é vc. seu deslumbrado ressentido KKK

Vai gostar do Chile assim na China KKK

Thiago A.

Aproveita, boa leitura!

Screenshot_20210414-103340.png
Leandro Costa

Seu exemplo foi infeliz. Os A-4 fizeram alguns do primeiros ataques (senão efetivamente o primeiro ataque) com armamento guiado durante a Guerra do Vietnã.

Mas concordo com a foto é super otimista!

Paulo Sollo

Sua interpretação foi equivocada. Refiro-me às capacidades dos exemplares da MB.
E a sua informação reforça minha piada. Os pterodáctilos da MB não são capazes de fazer nem o que seus avós do Vietnã fizeram, lançar armamento guiado.

Leandro Costa

Capazes eles são. Só não temos o armamento heheheheh

Rogério Loureiro Dhierio

Sou descendente de português más confesso que ri depois que vi a foto e logo em seguida a bandeira dos conterrâneos.

Piada de mal gosto.

João Bosco

Para mim,é uma grande besteira e gasto desenecessário com esse navio,seja para ressucitá-lo, como quer o Almirante aposentado da Turquia , como transformar em museu – em um país que não valoria a sua história, deixando a maioira dos seus museus à mingua ou serem queimados, como aquele museu no Rio de Janeiro.

Wellington R. Soares

Eu sou da seguinte opinião, transformar esse navio em Museu e abrir ao público vai gerar lucro e empregos para nossa Nação?
Se sim, sou totalmente a favor.
Independente de ele ter prestado bons serviços para marinha ou não, eu com certeza como um cidadão civil pagaria para poder visitar.
Agora se for pra ficar no cais juntando ferrugem, que mandem logo embora.

Last edited 1 mês atrás by Wellington R. Soares
Mensageiro

Quem não iria querer entrar num monstro desses? Alem de servir pra pesquisas. Marinha é tola se vender barato pra Turquia, vende barato pra algum empresário fazer dinheiro aqui e valorizar nossa história e ciência.

Esteves

Agência Brasil. ”Museus são prédios históricos, de arquitetura clássica, destinados a oferecer conhecimento sobre determinado assunto e preservar e comunicar a história de seu próprio acervo” “ “Os próprios prédios de alguns museus costumam intimidar algumas pessoas. Outra questão decorrente da escolarização é que as visitas dificilmente se repetem.” “Quem visita museu não volta. Visitante (mais de 80%) de museu tem renda de classe A e B.” Qual a história do A12? Vão contar que é o último e…? O empesteado de amianto tem acervo de, de conhecimento de…? Essa gente do museu vai pagar a despesa que mantém o navio? Ou vai fazer museu no lombo da MB? Bora… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Esteves
Rafaelsrs

Mas o amianto usado em caixas d’água e telhas Brasil afora é o compactado, super seguro de se usar DESDE QUE não se faça furos e nem cortes sem a devida proteção respiratória, os usados em isolamentos térmicos estão em forma de malha, quase que um “algodão” de amianto, esse sim é muito perigoso pois faz poeira muito facilmente. Na minha opinião o SP seria um ótimo alvo para comissionamento e adestramento dos sistemas de tiro dos subs novos da MB. Manda torpedo nessa joça e acabou! Sobre ser museu: o espaço da MB aqui na praça XV não tinha… Read more »

Marcus Vinicius

Fácil, compram levam pra barra e depois façam o que acharem melhor mas tirem este elefante branco do arsenal…

Flanker

Se esse instituto brasileiro quer transformar o A-12 em um museu, então que a MB faça um contrato colocando prazo para o navio ser transformado em museu, bem como a obrigação do mesmo ser mantido 100% como entidade privada. Caso o instituto não aceite ou não consiga cumprir o contrato, o navio seria vendido como sucata. Quanto à ideia dos turcos, o Brasil deve ter a certeza e a garantia de que o navio não poderá ser usado para outro fim que não o desmanche, pois quando foi comprado, foi com a condição de que seria ele, Brasil, o usuário… Read more »

Mk48

Acompanho o relator.

Leandro Costa

Exato. Eu realmente gostaria de ver o São Paulo como museu, contanto que nem um centavo saísse dos cofres públicos para implantar e manter esse museu. Pode até ter apoio material da Marinha em relação à peças para exibição, mas deveria ser feito exatamente da forma citado por você, Flanker, tudo em contrato, especificado numa boa. Se bobear pode até se conseguir algum investimento Francês, inclusive com envio de peças (Super Étendards, F-8’s, etc. para exposição) Uma pena não ser o Mingão, mas tudo bem ser o São Paulo. Que se conte toda a História da Aviação Naval Brasileira, e… Read more »

Defensor da liberdade

“Quanto à ideia dos turcos, o Brasil deve ter a certeza e a garantia de que o navio não poderá ser usado para outro fim que não o desmanche”

Ah tah, vou dizer o que o pessoal faz com as mangas e uvas que eu produzo agora…

Flanker

Oh, inteligente……quando o navio foi comprado pelo Brasil, foi assinado um Termo de Usuário Final, praxe em transações de equipamentos militares. Nesse Termo, o comprador se compromete a não vender à outro país o equipamento, para ser usado na função para a qual foi fabricado. Só pode vender como sucata ou para virar museu ou qualquer outra coisa que envolva seu uso militar, mesmo que para treinamento.
Quanto às tuas quitandas, o que tem a ver o c* com as calças? São produtos muito semelhantes e com mesma finalidade, né? Pqp……

Flanker

Que NÃO envolva seu uso militar*

Foxtrot

“Em vez de desmontar este navio, devemos equipá-lo com diferentes sistemas que são usados ​​atualmente e iniciar o treinamento do pessoal de porta-aviões com visão de futuro hoje. É fundamental iniciar o treinamento de pessoal para o futuro porta-aviões. Não importa a idade de São Paulo, ela deve ser pensado como um material educativo na forma de quebra-cabeças, desmontagem, uso e desgaste. Nesse ponto, o importante é treinar o pessoal da Marinha nesta plataforma e adquirir o hábito de trabalhar com um porta-aviões”, disse Yayci.” Além de ex Almirante ele também da aulas de estratégia global em uma faculdade Turca.… Read more »

Mk48

Acompanho o relator.

Afonso

Se a compra e administração do navio/museu, forem 100% privadas, não há mal nenhum em efetivar a venda, para a instituição.

Como comentado, não é de longe um dos navios com mais história da MB Brasileira, mas pode ser para muitos, a única chance de visitar, quem sabe almoçar com os filhos, e um porta aviões dessa magnitude.

Se for desta forma, apoio e irei visita-lo sem dúvidas.

Mk48

Acompanho o relator.

Matheus Moraes

Penso da mesma maneira! Não sei qual o problema para efetivar a venda para o instituto já que é uma iniciativa privada. É uma oportunidade única, já que o São Paulo pode ser o último porta-aviões da nossa marinha. Acompanho o relator rs

Dalton

Bom, nos EUA o comprador de um navio descomissionado deve atender uma série de exigências, como garantir junto ao Estado e/ou cidade local apropriado para visitação, verbas para conversão e manutenção, inclusive depois de um certo número de anos, o reboque para uma doca seca, pessoal adequado, muitas vezes voluntários, etc. . Em alguns casos, depois de anos, esses objetivos não foram todos alcançados o que levou os grupos responsáveis pelas propostas de converter os NAes “Ranger” e “John F. Kennedy” em museus, perderem a batalha, assim, como também perderam os interessados em preservar o “Illustrious” que acabou desmantelado na… Read more »

Paulo Sollo

Estes fatos que citou dão conta da tremenda dificuldade de se levar a cabo uma aventura desta, mesmo em países ricos e com população que valoriza estas coisas. As pessoas deste instituto devem imaginar que obterão retorno financeiro suficiente para manter o NAe museu. É uma suposição sem garantias. E se não houver o retorno necessário? Como disse outro comentarista, a tendência é que a maioria dos visitantes só irão uma vez e não voltem mais. E aí quando as dificuldades financeiras prevalecerem o navio vai ser abandonado e se desintegrar num porto, causando gigantescos transtornos cuja solução que terá… Read more »

Afonso

Isso de visitar uma vez é extremamente relativo, irá depender totalmente das atrações do NAe. Se tratando de iniciativa privada, as possibilidades são infinitas. Como eu mencionei, um bom restaurante, em uma boa localização (no Rio de Janeiro por exemplo), traria público cativo. Poderiam acontecer eventos sazonais específicos, “domingo das crianças com teatro”, cinema ao ar livre no deck, jogos de airsoft nas instalações (igual aos jogos feitos na Base Área de Santos), shows e infinitas atividades esportivas que podem acontecer no Deck. Imagina a possibilidade de cenários, salas, finalidades que um NAe tão grande teria… Seria visitado não só… Read more »

Dalton

Comprar é a parte fácil Paulo. Tive oportunidade de visitar vários navios museus nos EUA , alguns dos quais constantemente necessitando de ajuda mesmo contando com voluntários. . Seria bom ter o “São Paulo” como museu, mesmo sem grande significado histórico para a marinha brasileira, tem significado para a história marítima e uma grande conquista da engenharia humana, mas, nem os britânicos conseguiram preservar um. . O “Bauru” e o “Riachuelo” estão sob as asas da marinha, como está o “Nautilus” nos EUA então seguem bem preservados e o “Laurindo Pitta” em que pese as muitas modificações pelas quais passou… Read more »

Pedro ESIE

O Nae São Paulo não representou o Brasil em nada! Não temos nenhuma conquista e história com esse navio. Temos sim, só histórias de tragédia. Falta de respeito com aqueles que morreram com esse navio, não morreram em combate, mas por falhas desse navio velho!

Heitor

Estou pra ver gente que gosta de sucata…

carvalho2008

carvalho2008

carvalho2008
carvalho2008
carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

claudio rodrigues do couto

Olha, eu não vejo nenhum sentido em transforma-lo em museu. Não fez nenhum feito digno na Marinha do Brasil para isso.
Se nem os franceses, que realmente se utilizaram da embarcação em ações de combate, se preocuparam com isso, por que nós iriamos?
É desperdício de dinheiro e de até mesmo de espaço na doca.
Deixa os turcos fazerem o seu “Liaoming” em paz!

carvalho2008

Nilo

Mestre Carvalho2008, sumido.
Não temos tradição de respeito a nossa história. Triste.

museunacional inccendio.png
Nilo

200 anos – acervo extraordinário perdido.
Motivo do desastre. Desinteresse da sociedade, guerra ideológica (reduto de ideológia reacionária).

museunacional aposinccendio.png
Last edited 1 mês atrás by Nilo
leonidas

Museu? O Minas Gerais poderia ser um museu por si mesmo, mas além disso teve décadas de serviço ativo (ao contrario do São Paulo) e foi humilhado da forma que todos testemunharam. Sobre o São Paulo sediar um museu (e não ser necessariamente um) museus no Brasil inteiro estão caindo aos pedaços, nosso museu mais importante ardeu em chamas consumindo todo um acervo insubstituível por absoluta incompetência administrativa, em São Paulo o segundo museu mais importante (Ipiranga) não foi fechado para reformas, foi interditado por risco altíssimo de desabamento, e só depois de exposta essa vergonha o governo resolveu reforma-lo… Read more »

Marcelo R

Se a marinha da Turquia REFORMAR o porta aviões FOCH. PROPULSAO….GERACAO DE ENERGIA….SENSORES……. E COLOCAR no seu convés caças F 18 SUPER HORNET…. PARA “”””TREINAMENTO “””….
Vai pro ar para o mundo todo A
INCOMPETENCIA E A INERCIA… dos BRASILEIROS….

QUE MICO GIGANTESCO….

carvalho2008

Se eles atuarem como os Chineses, farão atalhos. O estaleiro Turco de desmontagem é gigantesco e possui maquinario especializado. No momento é apenas uma hipótese. No entanto, caso se concretize seria extremamente curioso o orçamento que será dispendido. Minhas fichas é que caso façam, será por menos da metade do orçado pela MB. Mágica? Não. Provavel seria convertido em Stobar, não somente para baratear a alternativa, mas por opções de complemento aéreo. Os candidatos de Asa fixa seriam Chineses, Russos ou quem sabe, até uma versão autoctone Turca de seu desenvolvimento de caça stealth ( embora improvavel pois precisaria de… Read more »

FABRÍZIO AMORIM DE MENEZES

Eu comentei aqui tempos atrás dessa possibilidade turca para treinamento. Neguinho não acreditou.

Dalton

Pelo que li trata-se da opinião de um almirante da reserva,diferentemente de se ter uma unanimidade quanto a usar o “São Paulo” como navio de treinamento, mesmo que estático.

carvalho2008

Sim, pode ser. Apenas uma fala mais alta do que veio a cabeça em face dos desejos do oficialato Turco.

Mas sabemos que chegando lá. Duvido que não fique intocado por dias, semanas ou meses sendo esmiuçado…seria um contra senso se não fizerem ao menos isto….

mas se depois de esmiuçado perceberem que tem aproveitamento ali….duvido que desmontem e não vá parar num dique…

Guilherme

A princípio não vejo nenhum problema em se manter o navio aqui e transformá-lo em qualquer empreendimento que seja, desde que nenhuma verba pública estivesse envolvida.
Faltou justamente isso na matéria: especificar a origem do dinheiro com o qual o tal Instituto São Paulo/Foch pretende tornar o PA um museu. Sendo dinheiro dos próprios membros do tal instituto, por que não?
Agora, é dinheiro público? Então essa gente que vá catar coquinho!

carvalho2008

Não é publico. Esta hipótese é de um empreendimento privado.

Cabe a iniciativa privada decidir se é rentável e sustentável ou não.

O que cabe ao poder público, é se garantir da destinação final, ambiental e de uso.

luizmachado

Meus deus….
Deixem esse lixo ir embora em paz!

Emerson Miura

Agradecemos a todos os comentários, sejam eles acalorados devido a falta de conhecimento de nosso propósito ou positivos.
Sempre nos colocamos a disposição para tirarem as duvidas, mas infelizmente são poucas a pessoas que realmente nos contatam a fim de entender do que se trata o projeto do museu. Em nenhum momento politizados nosso trabalho. Mas vê-se que alguns comentários levam a este lado.
É lamentável não ver a flexibilidade na maneira de ver as coisas.
De qualquer forma, publicamos muitas matérias sobre o projeto e estão disponíveis para que possam ter acesso.

Desde já agradecemos a todos.

carvalho2008

Aproveite o espaço Mestre Emerson.

Infelizmente a web democratizou o like e dislike como institucionalização da preguiça do exercicio argumentativo e reflexivo.

Por favor, embora a diversidade, é sempre uma oportunidade de enriquecer a informação.

Emerson Miura

O comentários tem sido um ponto importante para possamos entender como é a opinião pública.
Não somos contra críticas, pelo contrário, elas ajudam a melhorar o que pode estar ruim. O problema é fazer críticas com base em tendências políticas. Isso não faz progresso.

Emerson Miura

Gratidão 🙏🏻

Nilo

Empreendedor, Criador e atual presidente do Instituto”São Paulo” – Museu Aeronaval São Paulo/Foch.
https://twitter.com/naespaulofoch

Last edited 1 mês atrás by Nilo
Leandro Costa

Emerson, desejo-lhe todo o sucesso nessa empreitada. Espero poder visitar o São Paulo novamente, mas dessa vez como um Museu.

Nilo

rsrsrs, respeite um leal guerreiro, de uma boa causa, quando tiver a sorte de encontrar um.

Emerson Miura

Gratidão 🙏🏻

Leandro Costa

Concordo totalmente, Nilo 🙂

Emerson Miura

Gratidão 🙏🏻

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

Last edited 1 mês atrás by carvalho2008
carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

Rogério Loureiro Dhierio

Já pensaram que cômico seria o São Paulo revitalizado operando na marinha Turca e sendo afundado por um Rafale da força aérea Helênica?

Deixem os turcos revitalizarem, seria um final tragicômico.

Zé Rato

Será que a Turquia quer analisar a estrutura do navio e fazer a engenharia reversa de alguns dos seus componentes, para construir um ou dois porta-aviões no futuro? Como europeu, fico preocupado com este renascer do nacionalismo turco, onde alguns políticos mais radicais até já sonham com a reconstrução do antigo Império Otomano. E neste momento a Turquia está a participar nas guerras civis da Síria e da Líbia, apoiou o Azerbaijão na sua curta guerra contra a Arménia, também interveio na guerra civil do Iraque e no último ano andou a fazer prospeção de hidrocarbonetos nas zonas económicas exclusivas… Read more »

Marcelo R

Ze Rato…

Se a Turquia mostrou interesse no casco… é para reformar e colocar tudo para funcionar, num rapido espaço de tempo….

A Turquia tem uma Marinha bastante atuante….

Pode ser ate que o porta avioes FOCH se SE CHAME no futuro….

TCG YAVUZ SULTAM SELIM ….

Leandro Costa

Por mim poderia se chamar TCG Yahoo Sultans of Swing.

Flanker