terça-feira, dezembro 7, 2021

Saab Naval

JMSDF opera com grupos de ataque dos porta-aviões HMS Queen Elizabeth, USS Carl Vinson e USS Ronald Reagan

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A Força Marítima de Autodefesa do Japão conduziu treinamento multilateral com a Marinha dos EUA, Reino Unido, Holanda, Canadá e Nova Zelândia

De 2 a 3 de outubro, os navios JS Ise, JS Kirishima e JS Yamagiri da Japan Maritime Self-Defense Force (JMSDF) participaram de um treinamento multilateral com o HMS Queen Elizabeth Carrier Strike Group, o USS Carl Vinson Strike Group e o USS Ronald Reagan Carrier Strike Group nas águas a sudoeste de Okinawa, para melhorar habilidades táticas e interoperabilidade com as marinhas participantes.

O Comandante da Flotilha de Escolta 2, contra-almirante KONNO Yasushige, afirmou que “além dos dois grupos de ataque de porta-aviões da Marinha dos Estados Unidos, sinto-me muito honrado por poder treinar com o grupo de ataque de porta-aviões mais avançado da Marinha Real, que é uma experiência extremamente valiosa. Este treinamento, que reúne três CSG, incorpora a forte vontade dos países participantes de realizar um Indo-Pacífico Livre e Aberto. A JMSDF trabalhará em estreita colaboração com marinhas aliadas e amigas, que compartilham os mesmos objetivos, para responder aos desafios globais e defender a ordem marítima com base no Estado de Direito.”

O comandante do Carl Vinson CSG, contra-almorante Dan Martin, afirmou que “este é o quarto exercício do grupo de ataque do Carl Vinson com aliados e parceiros desde a entrada na 7ª Frota, e continuamos a melhorar nossa capacidade de conduzir operações imediatas e sustentadas no mar com mais força móvel, ágil e flexível. A interoperabilidade entre plataformas aéreas, para incluir a adição da Ala Aérea do Futuro, é apenas uma maneira de integrar as operações para aumentar a letalidade, a prontidão e a capacidade de manobra de nossas forças coletivas”.

O comandante do Ronald Reagan CSG, contra-almirante Will Pennington, afirmou que “adicionar o fantástico grupo Vinson a esta força potente exibe dinamicamente nossas capacidades em todos os domínios, mantendo-nos prontos para responder a uma série de desafios marítimos.”

Além disso, o Comandante do Queen Elizabeth CSG, contra-almirante Steve Moorhouse, afirmou que “o Carrier Strike Group do Reino Unido oferece a maior ala aérea de 5ª Geração à tona hoje e trabalha com nossos aliados próximos para desenvolver procedimentos e capacidades operacionais enquanto simultaneamente mostra a agilidade da aviação baseada em terra e em porta-aviões no Indo-Pacífico, demonstrando nosso compromisso com a região.”

Apesar do COVID-19, a Força de Autodefesa do Japão permanece responsiva e se integra a países amigos e aliados, salvaguarda a paz e a segurança do Japão e contribui para apoiar a estabilidade na região Indo-Pacífico.

FONTE: JMSDF

- Advertisement -

53 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
53 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Thom

É inegável que os porta aviões americanos são um grande poder de dissuasão. Imponentes e belos.

Agressor's

Contra republiquetas sub-armadas que não tem com o que se defender com certeza são um grande poder de dissuasão, mas pra potências bélicas como a Rússia, China e até mesmo a Coreia do Norte e o Irã não passam de grandes, imponentes e belos alvos…São como grandes couraçados Bismarcks. São como os Bismarcks de hoje e numa guerra entre potências bélicas serão as primeiras coisas a serem destruídas. Na verdade até facilita para o inimigo, pois torna necessária toda uma força tarefa de escolta pra ter que proteger uma banheira dessas…Fazendo com que toda uma frota fique concentrada num comboio… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Agressor's
JagdVerband#44

Caro tonho, a china está preocupada em construir NAEs, desta forma, sugiro você alertá-los sobre este problema.

Agressor's

São tão grandes em poder de dissuasão que passam com distância da Coreia do Norte quando navegam por aquelas bandas…. 😀

Victor Filipe

Os EUA procuram navegar pelo oque é reconhecido internacionalmente como águas internacionais, mas sei que a china e seus apoiadores não entendem esse conceito.

Allan Lemos

Kkkkkk os caras se superam.

Terpode

Ótima análise 👏👏👏👏

Jacinto

Bom, se for usar arma nuclear é seguro afirmar que a resposta também será nuclear e ai… boa noite a todos.

Agressor's

É por isso mesmo que hoje só tem poder de dissuasão pra projetar força contra republiquetas corruptas e nações mais fracas de terceiro mundo…

Victor Filipe

Quem olha assim até acha que você entende de alguma coisa… Chega a ser ridículo ler textos falando que encouraçados eram ultrapassados na segunda guerra mundial quando a realidade é que até pouco depois de midway Porta Aviões eram vistos como uma força de suporte que seria usada para apoiar a Battle Line e atacar alguns alvos, mas que a destruição da frota inimiga seria relegada por completo a Battle Line de Battleships em si. Os próprios americanos só fizeram extensivo uso dos Porta aviões porque grande parte da sua Battle Line estava sendo resgatada do fundo da baia de… Read more »

JagdVerband#44

Ui….
Essa doeu

Antoniokings

Os couraçados tiveram, sim., seu ‘canto de cisne’ na 2ª Guerra Mundial.
Vários deles foram afundados, inclusive por armas aéreas.
Yamato, Bismarck (inutilizado por um simples biplano), Gneisenau (avariado por aviões) e outros.
A perspectiva da guerra naval mudou para sempre.
Os que sobraram fizeram, quando muito, operações de suporte com bombardeios contra países sem recursos.
Não é concebível, há décadas, imaginar um couraçado estacionado ao largo para bombardear posições.
Atualmente, navios maiores no máximo como cruzadores, são utilizados como plataformas sofisticadas de lança-mísseis.

Adriano RA

Faz setenta anos que grandes frotas lideradas por PAs não são realmente postas a prova. Há quase quarenta anos atrás os comandantes Britânicos sentiram arrepios ao lutar contra os bravos, mas totalmente sub-equipados, argentinos. Tivessem estes últimos capacidade revo e mais mísseis exocet, e os inglesees teriam voltado envergonhados para casa. Então, na minha estupidez prefiro acreditar que não temos (ninguém) a menor ideia de como os PAs realmente desempenhariam em uma guerra simétrica entre superpotências. Na real, prefiro não saber.

Victor Filipe

Não posso dizer que você está errado. mas vale lembrar que a Inglaterra também não tinha nenhum porta aviões de verdade no conflito, por isso ficou limitado aos Harriers.

Dito isso, existe uma enorme diferença entre seu comentário que crava incerteza e aquele que respondi e diz com toda a razão (que ele não detém) e crava que Porta Aviões são armas do passado.

Guilherme Gabriel Lins

isso não é nada diante da artilharia 200mm da Coréia do Norte e dos Sukhoi made in china nos maravilhosos classe Kuznetzovs e derivados…

Koke

Isso e verdade, diz a minha neta de cinco anos de idade.

Guilherme Lins

Não só sua neta viu, muitos aqui…( O modo irônico estava ligado no meu comentário, viu amigo!?)

Jagdverband#44

Nova Zelândia é?
Mais uma pedrinha no sapado da…

Mk48

Muito bonito. Belas fotos.
.
Mas…… O que será que o contribuinte Brtânico acha disso ? As fotos são lindas, mas custam muito caro.
.
No mais, a China deve estar muito satisfeita tendo a oportunidade de gravar as assinaturas acústicas dos meios mais modernos da RN, “de gratis”.
.
😂😂😂😂

João Carlos

Realmente, os chineses estavam comendo lagosta e coçando ate a RN passar perto e eles poderem gravar as assinaturas acústicas… bem pensado.

Mk48

Você estava lá para afirmar isso ?

Mk48

Eu levantei a bola sim, mas quem escreveu besteira foi você. Tentou lacrar, né ?? 😂
.
Desculpe, mas só respondo seriamente quem pergunta seriamente.
.
Abs

Last edited 2 meses atrás by Mk48
Allan Lemos

Pois é, e ainda por cima o cara realmente acha que pensou em uma possibilidade que os comandantes militares britânicos e americanos não calcularam. É cada comentário que a gente lê por aqui. Só dando risada mesmo.

Antoniokings

Mais do mesmo.
É só isso que os EUA conseguem na região.
E ‘lamba os beiços’.

Foragido da KGB

Então, mediante seu raciocínio, nos tupiniquins pagadores de impostos economizamos dinheiros em belas fotos, pois, não temos meios navais para participar de um treinamento nesse nível… sobra mais pras lagostas e vinhos premiados pros almirantes, eles agradecem.

Mk48

Sim .

Agradecem as suas custas!
.
Se qualifique , mostre seu conhecimento se quiser ter uma resposta séria e tecnica.
.
Abs

Foragido da KGB

“Agradecem as suas custas!”, ora bolas, só as minhas custas ?! O sr não paga impostos não ???

“Se qualifique , mostre seu conhecimento se quiser ter uma resposta séria e técnica.” , hummm, é, sou um desqualificado ignorante que não deseja nenhuma reposta seja de que tipo for, de vossa sapiência… corrigi a falta de acentuação em “técnica” pra você, ok ?!

Magoou?
Abs.

Last edited 2 meses atrás by Foragido da KGB
Rafael

Funcionário público falar que recolhe tributo é igual o pai descontar um valor da mesada do filho e o pimpolho acreditar que contribui com as contas de casa.

Pedro Bó

Existe a possibilidade de a USN, a RN e a JMSDF aumentarem propositalmente a assinatura acústica de suas embarcações para confundir os chineses?

Mk48

Não sei.
.
Pergunte para os especialistas do blog que opinam desde campeonato de bola de gude até mísseis hipersônicos.

João Carlos

Foi vc que levantou essa bola, agora quer devolver cabeceando? Belo especialista…

Mk48

Nunca me intitulei especialista de nada.
.
Você precisa se informar melhor a meu respeito.
.
Abs

JagdVerband#44

Calma cocada.
A china já dispõe de uma biblioteca digital dos meios da RN….
E vice versa.

Terpode

Toda vez que sai uma notícia sobre estes exercícios de coalizão que visam conter a China vc fica desesperado , dando piti , atacando os comentaristas e digitando um monte de besteiras , 🤣🤣🤣🤣🤣🤣, acalme-se , tá ridículo este seu desespero disfarçado de arrogância , aprenda com o xings , zoe a rapaziada sem ofensas , que aliás eh uma perda de tempo em função de sua importância para o blogue …..

mazzeo

É uma solução binária. Ou você não treina e, portanto não testa suas soluções de problemas, reconhece diferenças de salinidade, correntes, características biológicas do meio ambiente, etc e mostra parte de suas capacidades (ninguém usa 100 % das capacidades perto do inimigo). Ou não treina, não aprende nada das táticas do inimigo (mesmo degradadas) e no evento de um confronto vai com base no que a inteligência conseguiu, o famoso NHS, Na Hora Sai. São escolhas. Sempre dá pra degradar seu desempenho, usar um modo de radar menos eficaz, menos energia. Quanto a assinaturas acústicas, são importantes para identificar um… Read more »

Terpode

Te garanto que o contribuinte Britânico tem mais motivos para se orgulhar de sua Armada do que os brasileiros da MB , entre vários motivos para não se orgulhar da capenga Marinha ainda tem que tolerar reformados piadistas infantis ……

Luiz Carlos Brandão Brandão Junior

Meu caro ezpezialiste….
A Estratégia Nacional de Defesa apresenta dentre suas metas o desenvolvimento de uma mentalidade de defesa na sociedade.
Nesse sentido, os blogs da “trilogia” Forças de Defesa (http://www.fordefesa.com.br) têm como objetivo estimular o debate e a reflexão sobre a Defesa Nacional como Política Pública, divulgando as notícias mais revelantes sobre a Indústria de Defesa e Forças Armadas, explorando suas conexões com a Geopolítica, Geoestratégia e as Relações Internacionais.

Portanto aproveite bastante pois parece ter que estudar muito o assunto DEFESA.
Forte abraço

Matheus S

“De 2 a 3 de outubro, os navios JS Ise, JS Kirishima e JS Yamagiri da Japan Maritime Self-Defense Force (JMSDF) participaram de um treinamento multilateral com o HMS Queen Elizabeth Carrier Strike Group, o USS Carl Vinson Strike Group e o USS Ronald Reagan Carrier Strike Group nas águas a sudeste de Okinawa, para melhorar habilidades táticas e interoperabilidade com as marinhas participantes.”

Foi a sudoeste de Okinawa. Vamos colocar mais lenha nessa fogueira ai.

https://www.mod.go.jp/msdf/release/202110/20211004.pdf

Up The Irons

Bastante imponente!
E isso não é nem 10% do poder bélico que os Estados Unidos e seus parceiros militares possuem!

sub urbano

O porta aviões é uma arma obsoleta da II guerra mundial. Estamos na era dos mísseis balísticos antinavio como o DF21D com uma ogiva de meia tonelada a mach 4 pode afundar um navio desses lançado a partir do deserto de Gobi. Um chinês, confortavelmente, tomando uma caipirinha debaixo de um guarda sol no deserto, aperta um botãozinho qualquer e afunda um navio.

São opalões 6 cilindros, bonitos, impõe respeito, mas é obsoleto, mulher nem gosta.

Thom

Afundou navio, os americanos apertam um botãozinho vermelho e seja bem vindo ao cataclisma.

Terpode

Afundar navio não dá motivo para apertar botão vermelho , a não ser que o afundamento seja por arma nuclear , aí sim teremos uma escalada interessante .

Doug385

Se missil balístico antinavio servisse para projetar poder, a própria marinha chinesa não estaria planejando operar cerca de meia dúzia de porta-aviões

Terpode

Doug , certamente ele nutre uma fé que só a China possui estes brinquedos , só esta fé para justificar as asneiras .

Willber Rodrigues

“O porta aviões é uma arma obsoleta da II guerra mundial.”
Alguem tem que dizer isso pros EUA, China, Índia e Royal Navy. Eles estão gastando bilhões todos os anos pra construir e operar essas supostas “armas obsoletas” todos os anos…mas como são burrinhos o pessoal dessas Marinhas, viu…

mazzeo

A solução de tiro de uma arma que vai longe é muito mais complicada do que “apertar um botão” Satélites não se prestam a isso. A AV-MF Russa tinha os enormes e perigosos RORSAT para achar as frotas da OTAN, mas a solução ainda dependia dos Bear D localizarem com precisão os alvos usando seus radares Big Bulge gigantes. Ainda existem muitas duvidas a respeito da capacidade de um balístico manobrar usando um sensor próprio para a guiagem final, já que navios não são alvos estacionários e os satélites DSP (em processo de substituição pelo sistema SBIRS) podem detectar o… Read more »

Andre

Deve ser por isso que os Chineses estão construindo porta-aviões….

Pedro Bó

Como o JS Ise fica pequeno perto dos CVN e do QE. E ele é só seis metros menor que o PHM Atlântico.

Hcosta

Estes são mais pequenos do que os Izumo.
Mas mesmo assim especulam que poderão utilizar os F35B, com modificações.

Terpode

Seria trabalhoso as modificações e no fim não teriam uma relevância razoável eh mais racional encomendar um terceiro IZUMO .

Nelson Junior

Isso sim é uma esquadra de respeito !!!

mazzeo

Podem falar o que quiserem dos Japoneses, mas eles projetem navios bonitos hein !

Pessoalmente só acho feios os PA´s da Segunda Guerra.

E menos eficazes que os PA Americanos que eram seus contemporâneos

Heinz Guderian

Força imponente, belos navios!

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

China planeja base militar na costa atlântica da África

A China está procurando criar sua primeira presença militar permanente no Oceano Atlântico, na costa da pequena nação africana...
- Advertisement -