quinta-feira, janeiro 27, 2022

Saab Naval

Submarino nuclear ‘Perm’ será o primeiro equipado com mísseis hipersônicos Zircon

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Segundo a fonte, a transferência do submarino para a Marinha Russa está prevista para 2025

MOSCOU/TASS/. O submarino Perm com propulsão nuclear Projeto 885M (Yasen-M) será o primeiro transportador regular de mísseis de cruzeiro hipersônicos Zircon (Tsirkon) na Marinha Russa, disse uma fonte da indústria de defesa à TASS na terça-feira (2/11).

“Entre os submarinos nucleares do Projeto 885M, o quinto submarino Perm será o primeiro portador regular de mísseis Tsirkon e será ligeiramente diferente de seus predecessores estruturalmente”, disse a fonte.

Segundo a fonte, a entrega do submarino Perm à Marinha russa está prevista para 2025.

A TASS não tem confirmação oficial desta informação.

Atualmente, o Estaleiro Sevmash (parte da United Shipbuilding Corporation) está construindo seis submarinos nucleares do Projeto 885M. Os submarinos principais do Projeto 885 e do Projeto 885M, o Severodvinsk e o Kazan, estão operacionais na Marinha Russa, enquanto o primeiro submarino de construção serial do Projeto 885M, Novosibirsk, está passando por testes. O submarino está programado para ser entregue à Marinha Russa até o final deste ano.

Em 4 de outubro, o submarino Severodvinsk testou os mísseis hipersônicos de cruzeiro Zircon pela primeira vez a partir de posições submersa e de superfície no Mar Branco.

Concepção em 3D do míssil hipersônico Tsirkon 3M22 (SS-N-33)

Míssil Zircon vai entrar em serviço em 2022 na Marinha Russa

Os testes do míssil de cruzeiro hipersônico Zircon da Rússia estão quase concluídos e as entregas para a Marinha começarão em 2022, disse o presidente Vladimir Putin na quarta-feira (3/11).

O movimento faz parte de uma tentativa de Moscou de seguir em frente em uma corrida com os Estados Unidos e outros países para implantar a próxima geração de armas de longo alcance que são mais difíceis de detectar e interceptar.

Fragata lançando o míssil hipersônico Zircon

FONTE: TASS / Reuters

- Advertisement -

34 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
34 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Allan Lemos

E o gap tecnológico só aumenta.

Hcosta

Já se sabe qual será o “gap” tecnológico em 2025?

Antoniokings

Maior do que é hoje?

Bosco

Hcosta, Se o Zircon for realmente um míssil de cruzeiro hipersônico dotado de um motor aspirado (do tipo scramjet ) ?????, isso pode configurar uma vantagem tecnológica pontual russa (salvo se o SR-72 for colocado em operação primeiro rrrrsssssssssrssss, mais um pouquinho de rs e ss: rrrsssssssss) já que os EUA não devem ter um míssil cruise hipersônico em menos de 5 anos, mas os EUA estão com vantagens pontuais em alguns outros setores da tecnologia militar e aeroespacial. A saber: 1- recuperação e reutilização de estágios de foguetes orbitais (Falcon 9, Falcon Heavy); 2- recuperação e reutilização de veículos… Read more »

Bosco

O mundo realmente não é um lugar justo.

Dalton

E também Bosco como você já sabe a Boeing já está construindo nova fábrica para fabricação do “Stingray” aeronave não tripulada com quase o tamanho de um “Hornet” para reabastecimento em voo, estima-se que o primeiro destacamento de 4 a 6 unidades estará operacional em 2025 possivelmente a bordo dos USSs Dwight Eisenhower e/ou George H W Bush. . Outras novidades no campo de aviação naval embarcada em NAes incluem a conversão do Super Hornet Block II para Block III com mais algumas dezenas de unidades novas de fábrica a continuação da substituição dos 4 E-2C por 5 E-2D com… Read more »

Agressor's

Até a Coreia do Norte tem o míssil…Aqui no braziu nóis tem o bolsunaro e lula…

Rogério Loureiro Dhiério

Esta pequena ou ligeira diferença estrutural é passível de ser realizada nas demais unidades do Projeto 885M (Yasen-M) no futuro de modo a padronizar a utilização do míssil ás demais unidades?

Matheus S

É passível, sim. Mas eu acho que essa questão vai depender de como o Zircon será implementado em escala na Marinha Russa, até o momento, informações dão conta de que será implementado nos cruzadores, fragatas e corvetas assim como nos submarinos, dependendo de como ele será padronizado nas outras classes de navio, seria desnecessário converter e receber atualização dos submarinos mais antigos do projeto 885M para acomodar o Zircon. Vale lembrar que ainda não noticiado aqui, fontes oficiais de militares russos confirmaram que o submarino 949AM receberá atualização e receberão os mísseis Zircon. O Zircon foi projetado para caber nos… Read more »

Matheus

Achava que eles já usavam o Brahmos nos subs deles?
Se bem que dizem que o Brahmos é uma versão de exportação do Zircon.

Evgeniy (RF).

Brahmos é uma localização indiana do míssil Yakhont, que por sua vez é uma versão de exportação do míssil Onyx. Este não é Zircon.

100nick-Elã

Deixe os “especialistas em Rússia” daqui falarem as asneiras deles e delirarem a vontade. Uns juravam que a Rússia estava falida. Muito hilário.

Hcosta

E a economia Russa é um exemplo para outros países?
Ela tem relevância mundial para além dos recursos naturais e armamento?

Hélio

Além de ser uma das economias menos endividadas do mundo? São extremamente relevantes em informática, indústria pesada,, agricultura, setor financeiro e muito mais.
Não ache que a realidade se limita a sua ignorância, porque não se limita não.

Hcosta

E que relevância essas empresas têm para a economia mundial?
Quando foi a última vez que utilizou um produto informático, um banco, etc… que fosse russo?
Quantas empresas são competitivas fora da Rússia?
Com os recursos naturais, o 57º PIB (PPC Per Capita), o 12º PIB absoluto e o 49º per capita.
Realmente a economia vai bem, o problema são os Russos que estragam a média.

Antoniokings

Essa é a ‘palavra final’.
Submarinos nucleares com mísseis hipersônicos manobráveis.
Não há como se contrapor a isso.

Bosco

Enquanto os russos não disponibilizam uma foto do Zircon o jeito é continuar representando ele como sendo idêntico ao X-51 da Boeing.comment image

Agressor's

Cochilou o cachimbo cai. Rússia, China e Coreia do Norte a frente dos EUA nos mísseis hipersônicos. Realmente vemos aqui a curva de Gauss. Acho que até o braziu está na frente dos EUA nesse projeto…

Bosco

Não esqueça que a Rússia também está na frente em relação a torpedos tsunâmicos radioativos e mísseis de cruzeiro de propulsão nuclear de alcance ilimitado. Lembra?
Os russos podem vencer qualquer guerra só com seus milhares e milhares de imparáveis mísseis hipersônicos mas não custa ter algumas outras cartas na manga. *O seguro morreu de velho!

Munhoz

Neste ponto eu concordo.

Muito estranho mesmo, imagina se eles não iam postar um vídeo pelo menos de um alvo ou navio sendo atingido,

Bosco

Munhoz,
Os russos anunciam com grande pompa, alarde e circunstância uma série de armas mas de modo estranho não as mostram.
Por exemplo:
HGV Avangard,
míssil 40N6
mísseis do sistema S-500

Já outras não tem problema nenhum:
míssil Kinzhal;
torpedo Tsunâmico Poseidon;
míssil de propulsão nuclear Burevestnik

viniciussmomesso@gmail.com

Mas o X-51 é “cego” e mono direcional; uma “bala de fuzil gigante”.

Last edited 2 meses atrás by viniciussmomesso@gmail.com
Antoniokings

Apenas mais um projeto que não deu certo.
E a lista vai aumentando.

Vinicius Momesso

Mas o X-51 é “cego” e mono direcional; uma “bala de fuzil gigante”.

Bosco

O X-51 foi um veículo de teste.

Bosco

Na verdade o X-51 foi um veículo “demonstrador de conceito” e do ponto de vista de credibilidade foi o primeiro e único que demonstrou publicamente a capacidade de voo hipersônico (Mach 5.1) propulsado de longa duração, dotado de um motor scramjet que funcionou por 240 segundos a mais de 20 km de altura, em 2013, o que lhe permitiu um alcance de 740 km.
Foi tão significativo para demonstrar a possibilidade de voo supersônico propulsado de longa duração que serve de modelo para o “tímido” Zircon que teima em não aparecer.

Bosco

Correção: Foi tão significativo para demonstrar a possibilidade de voo HIpersônico propulsado de longa duração que serve de modelo para o “tímido” Zircon que teima em não aparecer.

Slow

Ta nervous ? Kkkkkkkkkkkkkk ta passando tanto pano que a cada uma resposta vc manda 3 correção ..

Antoniokings

Nervoso?
Está é surtado!
Entrou em ‘looping’.
kkkkkkk

gus
Moacyr Cirilo

A verdade é que fala das vantagem da Rússia e da China em armamento de ultima geração, enquanto os estados unidos estão só observando os acontecimento, sem propaganda, vai levando tudo no segredo, porque o segredo é a alma do negocio, só na hora H é que eles os americano vão mostra o seu potencial bélico, o que será uma surpresa para o inimigo…

Adilson

Estados Unidos é quem faz propaganda enganosa a todo momento

Wagner

A Rússia possui nesse instante 70 Naves militares em construção para sua Marinha.

Além disso tem os quebra gelos, tugs, auxiliares e as naves armadas da guarda costeira.

A economia Russa está crescendo e vai bem em geral, apesar da inflação estar alta.

Se fulano não usa equipamento russo, isso não significa que a Rússia não tem produtos.

Orlando Rios

Russia divulga com alarde mísseis pra lá e pra cá, mas não mostra ou prova nada. Chega de mentirinhas fajutas. Americanos dizem que terão em 2022 e terão mesmo.

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Construção da primeira fragata classe ‘Tamandaré’ deve começar em setembro

Em 20 de janeiro, na parte da manhã, como parte da Operação “ASPIRANTEX/2022”, o Comandante de Operações Navais, Almirante...
- Advertisement -