sábado, maio 28, 2022

Saab Naval

Barcos queimados, frutos do mar apreendidos na repressão à pesca estrangeira ilegal em águas australianas

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

As autoridades entraram em ação nas águas do norte da Austrália, destruindo barcos ilegais da Indonésia e apreendendo centenas de quilos de equipamentos de pesca e frutos do mar.

A Australian Border Force (ABF) divulgou fotos que mostram os pequenos barcos coloridos queimando no mar após a operação de três dias perto do Rowley Shoals Marine Park, na costa norte da Austrália Ocidental.

As ações acontecem depois que operadoras de turismo locais alertaram sobre dezenas de barcos estrangeiros na área, dizendo temer pirataria durante as viagens recentes.

O contra-almirante Mark Hill, que chefia o Comando da Fronteira Marítima, disse que três barcos foram destruídos e outros 13 foram escoltados para fora das águas australianas.

“Tivemos um fim de semana agitado, em que encontramos 16 embarcações pescando ilegalmente e respondemos em conjunto com a WA Fisheries”, disse ele.

“Isso demonstra a determinação que temos de combater a pesca ilegal, não apenas na área de Rowley Shoals, mas em todo o norte do país.”

Fatores econômicos

O equipamento de pesca foi apreendido dos barcos antes de serem retirados das águas australianas, e um total de 630 kg de trepang – ou pepino do mar – foi confiscado.

O almirante Hill disse que os pescadores indonésios não pareceram surpresos com a interceptação.

“Eles estão acostumados porque, infelizmente, vemos alguns reincidentes”, disse ele.

“Em geral, os pescadores são bastante dóceis – eles não são beligerantes e fazem o que pedimos.”

Nenhum dos pescadores foi detido ou processado, apesar de ser uma opção anteriormente perseguida pelas autoridades.

O almirante Hill disse que o aumento da pesca ilegal foi impulsionado por fatores econômicos na Indonésia, ao invés de qualquer redução na fiscalização pelas autoridades australianas devido a preocupações com a segurança do COVID.

Os oficiais ainda estavam embarcando em embarcações ilegais quando necessário, disse ele, mas usando EPI para minimizar o risco de transmissão de COVID.

Esforço sustentado necessário

A operação foi bem recebida pelos pescadores australianos, embora alguns digam que as autoridades demoraram a agir e só o fizeram após publicidade na mídia.

Grant Barker, diretor da Northern Wildcatch Seafood Australia, disse que há algum tempo tem se preocupado com o aumento do número de embarcações de pesca ilegais.

“Temos cinco barcos operando nessa pescaria, então interagimos com pescadores ilegais com bastante frequência”, disse ele.

“Passamos muito tempo trabalhando com a Border Force, AFMA [Australian Fisheries Management Authority] e WA Fisheries, tentando mantê-los sob controle.”

Barker saudou a notícia de que 16 navios foram interceptados, com três destruídos.

“Trabalhar juntos para mitigar esse problema e levar essas pessoas para longe dos recifes oceânicos e de volta para suas águas”, disse ele.

“Acho que é um esforço fantástico.”

Mas ele estava preocupado porque o esforço era muito lento e só veio depois que os pescadores comerciais e operadores de fretamento procuraram a mídia.

“A ABC divulgou essa história … algumas semanas atrás, e acho que isso levou o governo e as autoridades a colaborar e mitigar o problema”, disse Barker.

“Não deveríamos ter que fazer isso, deveríamos ser melhores do que isso.”

O almirante Hill rejeitou a alegação, dizendo que a vigilância e as interceptações estavam em andamento.

“Estou desapontado em saber que as pessoas pensam que nosso tempo de resposta ao aumento da atividade em Rowley Shoals foi lento”, disse ele.

“Às vezes, apenas em virtude da geografia, leva algum tempo para mover um navio de um ponto da costa para outro.”

Barker disse que proteger a pesca no norte da Austrália exigiria um esforço contínuo das autoridades e um maior apoio às pessoas afetadas por desastres naturais na Indonésia.

“O aumento das incursões e de mais crimes é resultado do ciclone que atravessou aquela área do sul da Indonésia”, disse ele.

“Isso é um problema para o governo indonésio, eles precisam fornecer ajuda ao seu povo quando eles tiveram aqueles desastres naturais.

“Não cabe à Austrália reduzir suas fronteiras e deixá-los entrar em nossas águas, violar e saquear o sistema de recifes.”

FONTE: ABC News

- Advertisement -

17 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
jorge domingos

AUSTRÁLIA : UM EXEMPLO PARA NOSSA MARINHA

Luiz Trindade

O sistema político deles tb!

Carlos Campos

Monarquia Parlamentarista? Apoio

Victor Filipe

Sei que o pacifico é um mar mais calmo, mas essa galera fica em mar aberto com uns barcos bem medíocres, ainda mais se considerar que eles estão bem longe de casa

Hcosta

Se é nas águas a norte da Austrália, não estão assim tão longe.

WSilva

Ahhhh se fosse uma China ou Rússia fazendo isso. rs

Alex Barreto Cypriano

A Rússia eu não sei, mas a China faz isso à larga. Não publicam mais por determinação do comissário local do partidão, que aliás vai passar uma borracha na sua própria história (a dos desastres do Mao, por exemplo) e elevar Xi Jinping ao novíssimo panteão dos pais fundadores: Mao, Deng e Xi… Decisão histórica, ou decisão estórica? Com a palavra os historiadores e os romancistas, os devotos de Heródoto e de Homero… 😉

Last edited 6 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
WSilva

Tipo os desastres/atrocidades que os ocidentais/japoneses passaram a borracha? rs

Alex Barreto Cypriano

Lá, a borracha apaga fundo, aqui, superficialmente. Tanto é que você não esqueceu, certo?

MestreD'Avis

O quê? Pescar em águas territoriais de outrso países?

Alex Barreto Cypriano

Sim, senhor, só que a China acha que a água é dela na nine dash line. A propósito, Rowley Shoal Marine Park fica a trezentos quilômetros da cidade costeira de Broome, de onde partem excursões turísticas para pesca naqueles recifes.

sagaz

Até a Marinha Argentina já encheu de chumbo pesqueiro chinês pescando ilegal. Criminoso é criminoso, independente da bandeira

Mauro S

Por aqui existe uma regra que permite ao fiscais do IBAMA atearem fogo em equipamentos flagrados em crimes ambientais e cuja remoção seja muito onerosa. Mas o atual governo não concorda com isto e prefere passar pano pra criminoso

Ted

Apoiado! Toca fogo em carro de som do Msttt e barracas com bandeira vermelha em cima. Confisca as foice, deixa só de chinelo e camiseta.

Mauro S

Faça a sugestão ao seu deputado federal. Mas por enquanto não rola, diferentemente do caso citado por mim.

carcara_br

Tocaram o terror num bando de pescador ferrado. Sei lá…

Alex Barreto Cypriano

Bem observado. Fica o elogio já que o botão da curtida não tá funcionando…

Last edited 6 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
- Publicidade -
Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

EUA pretendem restringir a China moldando seu entorno, diz Blinken

O secretário de Estado dos EUA deu um vislumbre da estratégia confidencial do presidente Biden sobre a China, na...
- Advertisement -