quinta-feira, maio 26, 2022

Saab Naval

Ministério da Defesa de Taiwan: exercícios da China perto da ilha podem se tornar invasão em 2025

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Defesa taiwanesa lança relatório detalhado hoje (13) descrevendo como a China poderia atacar Taiwan e ressaltando os pontos fortes e fracos da possível investida chinesa. Na visão do governo da ilha, Pequim planeja atacar Taipei até 2025

Segundo relatório divulgado pelo Ministério da Defesa de Taiwan e citado pelo The South China Morning Post nesta segunda-feira (13), a China pode realizar um ataque surpresa em Taiwan, transformando seus exercícios conjuntos perto da ilha autônoma em operações de combate em grande escala.

De acordo com o documento, tal medida estaria de acordo com a meta de Pequim de invadir Taiwan até 2025.

O documento relata ainda que o Exército de Libertação Popular (ELP) da China provavelmente adotaria uma abordagem multifacetada, a qual incluiria operações de desembarque e ataques conjunto, sendo o objetivo final tomar a ilha com perdas mínimas.

Usando o pretexto de organizar jogos de guerra envolvendo sua Força Aérea, Marinha e Exército nas costas leste e sul da China continental perto da ilha, o ELP pode aumentar sua intimidação do público taiwanês.

“[…] Então, serão enviados vários tipos de seus navios de guerra para o oceano Pacífico como um meio de repelir quaisquer forças estrangeiras que venham em auxílio de Taiwan e para impor um cerco estratégico para desencorajar as forças estrangeiras de virem ajudar”, diz o texto do documento.

Ainda de acordo com o ministério da Defesa taiwanês, a China transformaria seus exercícios em operações de combate reais, que incluiriam o lançamento de mísseis balísticos e de cruzeiro contra várias posições de defesa aérea, estações de radar e centros de comando taiwaneses.

Para concluir a investida, após estabelecer a supremacia marítima e aérea, o ELP despacharia navios anfíbios, aviões de transporte e helicópteros para as tropas atacarem bases militares importantes da ilha.

O vice-ministro da Defesa de Taiwan, Wang Hsin-lung, disse que o ministério dedicou anos pesquisando possíveis abordagens de invasão do ELP.

“Temos controle total sobre a força e a fraqueza de suas abordagens”, disse o ministro antes da sessão legislativa desta segunda-feira (13).

Porta-helicópteros Type 075

Pontos fracos da investida chinesa

Olhando os possíveis ataques chineses por todos os ângulos, o Ministério da Defesa taiwanês também considerou quais seriam os pontos fracos do ELP.

Segundo o relatório, o Exército chinês não seria capaz de desembarcar todas as suas forças de uma vez e teria que contar com navios não padronizados que precisariam usar instalações portuárias e aviões de transporte para decolar de aeroportos.

Ao mesmo tempo, com as forças da ilha fortalecendo a defesa de portos e aeroportos, o ELP provavelmente teria dificuldade para ocupar essas instalações em um curto espaço de tempo, tornando suas operações de desembarque altamente arriscadas.

Os militares da ilha também poderiam usar sua vantagem geográfica no estreito de Taiwan para interceptar as operações chinesas e cortar seus suprimentos.

Além dos pontos citados, existe o fato de os EUA e do Japão terem bases militares perto de Taipei, e qualquer ação do ELP seria monitorada de perto, segundo o relatório, fazendo com que o Exército chinês talvez tivesse que lidar com uma possível intervenção de forças estrangeiras.

O relatório pediu aos legisladores taiwaneses que apoiassem o orçamento especial do ministério para adquirir uma variedade de armas a fim de fortalecer suas missões de “defesa aérea, contra-ataque, controle aéreo e controle marítimo”.

O gabinete da ilha aprovou no mês passado um orçamento adicional de defesa de US$ 8,54 bilhões (R$ 48,5 bilhões) para melhorar as capacidades aéreas e navais, incluindo mísseis antinavio e sistemas antiaéreos baseados em terra e projetos de drones de ataque.

FONTE: Sputnik News

- Advertisement -

65 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
65 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
RPiletti

Tudo parte da pergunta: “O que de prático os EUA farão?”. Aí que entra a inteligência chinesa, se errarem, terão sérios problemas.
Algo que é certo, sem ajuda externa, Taiwan cairá…

Hcosta

É sempre a mesma questão. Pode derrotar Taiwan mas conseguirá controlar o país após o ataque inicial?
Iraque e Afeganistão são bons exemplos disso.

André Macedo

Iraque e Afeganistão são muito maiores que Taiwan, a ilha está a pouquíssimos km de distância então a logística chinesa seria muito facilitada, isso sem contar fatores como terreno (que ajudaram MUITO a resistência) e o fato de que enfrentaram apenas uma pequena parcela das forças de ocupação, não era uma anexação, mas sim um “auxílio” ao recém formado governo local.

Hcosta

E os muitos exemplos de focos de resistência durante a 2GM (os partisan), as guerra coloniais (tem o exemplo da Guiné Bissau), e outros?.
Não é uma questão de geografia ou de quem tem mais armas. É uma questão de ter a população do seu lado, ou pelo menos a maior parte.

Toda a gente se lembra que Bush declarou vitória sobre o Iraque. O problema foi o que veio depois.

carcara_br

Que analogia tosca….
Serviria pra Portugal se tivesse tentado controlar Macau, uma cultura totalmente alienígena.
China controlando Tawian, é o equivalente da administração russa na crimeia, ossétia do sul ou donetsk.

WSilva

Pouco mudará na vida dos chineses em Taiwan pos reunificação, vai mudar sim para os vassalos, traidores etc, esses serão presos ou aniquilados se resistir.

carcara_br

Wsilva,
é… matar o amiguinho não é legal rsrsrs. políticas draconianas não fazem muito sentido, acho que isso já foi superado.

Thiago A.

Você parte da premissa que o taiwanês é cooperativo e anseia a “libertação” chinês tanto quanto o separatista filo-russo …

carcara_br

Diz pra mim ai Thiago A. como os jovens taiwaneses se sentiram com a notícia do Rover chinês em marte, ou da estação espacial, ou das pesquisas com fusão nuclear, computadores quânticos, construção de caças de quinta geração? Dei esses exemplos porque é a parte do softpower chinês que mais chega aqui. Mas e a parte cultural como está?

WSilva

”Você parte da premissa que o taiwanês é cooperativo e anseia a “libertação” chinês tanto quanto o separatista filo-russo …” Nenhum povo que se acha independente é cooperativo frente a uma possível invasão, porém o mais forte acaba prevalecendo, vide o que aconteceu com o Mexico, perdeu quase 50% do seu território para os EUA. Claro que a China não será tão brutal como foi os EUA, mas aqueles que não aceitar o destino da ilha de Taiwan poderão se mudar, já os traidores e vassalos esses terão que ser julgados, já os que atacar de volta infelizmente terão que… Read more »

André Macedo

Sim, é fácil citar governos em frangalhos, a China já está consolidada faz tempo, não há sequer grupos de resistência ativos no seu território, nem atentados terroristas por lá.

francisco

Só saberemos quando houver uma invasão. Se a guerra durar mais do que o previsto e começar a faltar alimentos no continente, o partidão implode. Nenhum pais com uma população do tamanho da China está isento de dessgostosos.

Nascimento

Existiam protestos favoráveis a anexação na Crimeia e na Ossétia do Sul, não há o mesmo em Taiwan.

Não acho que seja tão simples assim, ainda mais pra um país pesadamente armado como Taiwan, e com poucos terrenos disponíveis para uma invasão anfíbia. A questão nunca foi conseguir vencer a China mas ser dissuasivo, conseguir impor tantas perdas a ponto de uma invasão se tornar inviável.

carcara_br

‘Existiam protestos favoráveis a anexação na Crimeia e na Ossétia do Sul, não há o mesmo em Taiwan. Num território de 24 milhões de pessoas devem ter umas 6 mi que são favoráveis. não é maioria, mas também não é desprezível, a questão é que com políticas certas a china consegue mudar esses números ao seu favor, sem a necessidade de guerra é até provável que ocorra. “Não acho que seja tão simples assim, ainda mais pra um país pesadamente armado como Taiwan, e com poucos terrenos disponíveis para uma invasão anfíbia. A questão nunca foi conseguir vencer a China… Read more »

Nascimento

”deve ter uma 6 mi favoráveis a anexação” Isso é dado tirado daonde? Do CarcaraBope? A própria Primeira Ministra Taiwanesa disse que a política de um país e dois sistemas deu errado, logo não acredito que os Taiwaneses caiam no mesmo erro que Hong Kong caiu, não atoa a elegeram. ”É pesadamente armado em relação a quem? qual seria a janela de oportunidade de empregar tal armamento? Por quanto tempo teriam armas pra lutar? O quanto de dano conseguiriam aguentar?” Vejo certo desconhecimento da maioria acerca do poder militar de Taiwan, principalmente seu nível de preparo e prontidão. Não foi… Read more »

J. Ricardo

Excelente explanação sem devaneios ou opção política de A ou B. Como seria bom e importante se todos os comentários da trilogia fossem desse nível…

carcara_br

Vamos lá, Você que subestima e muito o tamanho chinês Sei, então pra você tawian sobrepuja a China em meios defensivos e é relativamente mais barato pra eles manter e gastar esse material? Claro que não! é justamente o oposto! pra cada estação de radar a china dispara 20 YJ-91 e ainda sai barato!Não entendo muito de planejamento de operação anfíbias, eu entendo mais das capacidades de saturação de uma força de foguetes ou mísseis rústicos relativamente baratos apoiado por ataques mais precisos de UAVs, mísseis de cruzeiro e aeronaves de ataque. Veríamos os patriots e F-16, pra ter alguma… Read more »

Nascimento

”Você que subestima e muito o tamanho chinês” Se eu subestimasse não diria que venceriam, mas com muitas perdas, isso é falácia do espantalho, interpretou o que eu escrevi ao menos?  ”então pra você ”TaWiAn” sobrepuja a China em meios defensivos? Pra cada estação de radar a china dispara 20 YJ-91 e ainda sai barato!”  Se Taiwan possui diversas bases escondidas no meio das montanhas e das selvas, de onde tirou que é fácil os chineses saberem a localização exata de todos esses meios? E o pior, esses sistemas são muitos aeromóveis, principalmente os sistemas AAW produzidos em Taiwan, que… Read more »

Last edited 5 meses atrás by Nascimento
Matheus S

“Se a única solução para o PLA— segundo você próprio — é bombardear completamente o país, então qual seria a vantagem de invadir Taiwan, cidadão? Pensa um pouco. Se você detonou completamente toda a infraestrutura do país, todo o capital físico e humano, e principalmente todo o sistema bancário, então o que você conseguirá de positivo ao se apossar de todo um território montanhoso formado agora só por escombros e cadáveres?…”

Copiando meu comentário? Pilantra. kkkk

Brincadeira. Pode copiar.

https://www.aereo.jor.br/2020/09/27/em-vitoria-apertada-suicos-aprovam-compra-de-novos-cacas/

Nascimento

Essa parte é excelente.

Na verdade Matheus eu havia lido esse comentário no fórum defesa brasil há um ano atrás, copiei ele imediatamente pro meu documento e o tenho até hoje. Provavelmente alguém copiou seu comentário para o fórum ou você é membro do fórum defesa brasil. Abraços.

Matheus S

Rlx e aproveite. Tenho conta lá, mas só comentei uma única vez e não foi sobre isso. Ótimo debate, por sinal. Mas nessa vou ficar ausente. Abç

carcara_br

Sim, você continua subestimar, quem controlaria o campo de batalha é a china, a quantidade de baixas estaria sob controle deles. Você por outro lado acha que existem milhões de soldados suicidas dispostos a morrer do lado tawianes, de onde você tirou isso? Se você esta postando fotinha de base imagine a inteligência chinesa, e outra, é secreta até começar a logística de guerra né? Olha, o que será aqueles caminhões sumindo na montanha? vamos bombardear pra ver né. Até no seu cenário é uma força na defensiva e sem iniciativa saindo dos esconderijos e rezando pra não serem descobertos.… Read more »

Nascimento

”Sim, você continua subestimar, quem controlaria o campo de batalha é a china, a quantidade de baixas estaria sob controle deles. ” Baseado em que você fala isso? Zero argumentos. NUNCA em toda a história humana um país teve ”controle sob baixas”. Ainda mais contra um adversário pesadamente armado e que pode sim impor perdas pesadas, desencorajando assim um ataque.   ”Você por outro lado acha que existem milhões de soldados suicidas dispostos a morrer do lado tawianes, de onde você tirou isso? Se você esta postando fotinha de base imagine a inteligência chinesa, e outra, é secreta até começar… Read more »

Last edited 5 meses atrás by Nascimento
Nascimento

Aliás, eu tentei postar algumas imagens sobre a infraestrutura de artilharia de Taiwan mas acho que não apareceu. Ou talvez haja um limite de imagem por comentário.
comment image?v=1600674064
comment image
comment image.pagespeed.ic.DCmPPmnsn0.webp
comment image

Last edited 5 meses atrás by Nascimento
Hcosta

carcara_br

…verborragia… “Se tiver sucesso nisso, a China terá que romper a segunda camada do plano de defesa” Romperiam a primeira e segunda em poucas horas. Estações de radar e bateria de mísseis seriam transformadas em pó bem como a infraestrutura de comando militar, bases, quarteis, aeroportos, navios, lanchas e postos de comunicação, o simples esforço de contenção de mísseis viabilizaria a detecção e engajamento e ataque destes alvos. A terceira linha depende da boa vontade chinesa em realizar a invasão de imediato ou de exaurir os recursos aos poucos da ilha por meio de um bloqueio naval. Controlando assim a… Read more »

Last edited 5 meses atrás by carcara_br
Nascimento

Falácia do espantalho, não disse que os chineses perderiam, falei que teriam perdas. Logo prove que não teriam perdas com argumentos, esse comentário é mera opinião sua. ”Eu acho isso, eu acho aquilo” independente dos fatos apresentados.

Na sua cabeça, os chineses usando uma varinha mágica, falariam plin*plin* e a localização exata de todos os sistemas de Taiwan seria exposta, sem precisar usar vetores de alerta aéreo antecipado.

ARREGO CARCARA

Last edited 5 meses atrás by Nascimento
WSilva

”Na sua cabeça, os chineses usando uma varinha mágica, falariam plin*plin* e a localização exata de todos os sistemas de Taiwan seria exposta, sem precisar usar vetores de alerta aéreo antecipado.” As perdas chinesas seriam fora do seu território o que é aceitável para atingir reunificação. Agora se Taiwan ousar atacar o Mainland, Taiwan sofrerá consequências horripilantes em toda a ilha e toda a classe politica e o comando militar da ilha serão torturados e depois fuzilados em praça publica assim que a China tomar a ilha. Pelo que conheço do covarde DPP, eles nem chegariam perto dessa ousadia, mesmo… Read more »

Nascimento

Pelo menos o senhor admitiu que ocorreriam perdas. Não vou me ater a questão política da questão WSilva. O valor também é estratégico, não atoa frisei isso no meu último parágrafo. Até.

J-20

Você tá comentando sobre uma guerra entre dois sistemas econômicos e, principalmente, políticos e não quer falar de questão política? Entender a dinâmica entre os partidos chineses pré-guerra fria e a nova onda de partidos em Taiwan é essencial para essa conversa.

Nascimento

Isso é você que diz, a discussão foi militar, não política. Em nada a questão política interfere nos meus argumentos.

carcara_br

Não é mágica é uma infraestrutura várias vezes maior que a taiwanesa em radares, mísseis, aeronaves, navios e satélites. Sim teriam muitas perdas uns 6 meses de produção industrial pra repor que terrível, a ilha está protegida.

Nascimento

Então admitiu meu ponto. Haveria muitas perdas chinesas, fim. Até.

carcara_br

Sim, taiwan também é china, então seria bastante dano na ilha.

francisco

É muito fácil, então porque não fizeram ainda? Falar com informações colhidas só na internet e achismos é fácil.
Em uma guerra dessas que não seria rápida e com altas perdas por parte do invasor, como alimentar a força invasora e os cidadãos chineses no continente?
Se os USA resolvem fazer um bloqueio naval impedindo o abastecimento de comida ao continente, como ficaria?
Os chineses, mais do que ninguem, sabem de suas dificuldades, portanto, não adianta ficarem torcendo por um lado ou outro.
Se fosse fácil e certo já teria sido feito.

Hcosta

Tem aí um pormenor que se esquece. Os favoráveis à reunificação defendem uma transição pacífica e democrática. Depois de Hong Kong e no caso de um ataque, não me parece que tenham a mesma opinião.

SmokingSnake ?

Tinham que fazer que nem a Suíça e distribuir fuzil para a população toda, assim a ocupação fica inviável.

Matheus S

Distribuir não adianta se não souberem usar. Ainda mais, os militares da reserva de Taiwan sequer tem treinamento adequado para resistir a uma invasão chinesa, isso afirmado por um próprio militar de Cingapura que treina recorrentemente com soldados de Taiwan.

André Macedo

HAHAHAHAHA sim, Taiwan vai fazer o código de dinheiro infinito do GTA, vai distribuir fuzis, equipamento, treinamento e munição pra todos os seus 23 milhões de habitantes. Assim como Suíça que nunca distribuiu fuzil pra ninguém.

Matheus S

Lembrando que a Suíça na época da SGM e, ainda hoje, todos os habitantes tem treinamento militar, isso porque a população realiza vários torneios de tiro e é um esporta nacional e cada cidadão é obrigado a ter um treinamento militar quando atinge uma certa idade.

Matheus S

Anos de invasão da ilha:

2020, 2021, 2022, 2025, 2027, 2030, 2035…

Alguém ai quer apostar nesse bolão?

Heaven_Edge

2027 maybe

ADM

Mar-Mai/2024…

Matheus S

“Além dos pontos citados, existe o fato de os EUA e do Japão terem bases militares perto de Taipei, e qualquer ação do ELP seria monitorada de perto, segundo o relatório, fazendo com que o Exército chinês talvez tivesse que lidar com uma possível intervenção de forças estrangeiras.”

Não existe, “talvez”. É certo de que o PLA terá que lidar com forças estrangeiras. Isso é uma piada, só pode ser. As recorrentes invasões da ADIZ de Taiwan por forças aéreas do PLA deixam claro de que o treinamento em si é visando a defesa contra forças estrangeiras auxiliares.

carcara_br

Será Matheus? Como se daria essa interferência de forças estrangeiras? Tentariam atacar as forças invasoras dentro do continente chinês? Ou apenas aquelas que desembarcarem na ilha (estilo malvinas)? Se for o japão estaria arriscando o próprio pescoço, muito além de apenas os meios militares. Os americanos poderiam atuar com risco bem menores, mas correm o risco de perderem bases e influencia na Ásia e no prior dos casos uma guerra total nuclear.

Matheus S

Com certeza e a maioria dessas incursões visam o Canal de Bashi e o Estreito de Miyako.

Leia aqui que você irá entender: https://thediplomat.com/2021/06/understanding-chinas-aerial-incursions-into-taiwans-adiz/

Eu tenho uma análise ainda mais aprofundada com imagens muito detalhada sobre essas incursões, sinceramente, acho que não vou conseguir achar, mas caso eu encontre, eu vou postar aqui. Essa aí de cima é uma boa introdução.

carcara_br

Vlw boa dica, entendi o contexto do comentário. Logicamente os militares chineses trabalham com a pior hipóteses e na realidade nem tem tawian como alvo na grande maioria das vezes…

Matheus S

Correto.

Matheus S

Uma das melhores análises disponíveis no youtube que aborda a invasão de Taiwan: https://www.youtube.com/watch?v=ulPO_PRtqj8&ab_channel=BattleOrder

Salomon

A pergunta é: para que? Para obter matérias primas baratas e mão de obra simples? Não precisam, é mais barato importar do Brasil e dos estados pobres da Ásia e OM. Aumentar território? Já tem de monte na África e, em breve, na Argentina. Posição geopolítica? Talvez. Plantas industriais e tecnologia? Já são muito melhores.
Tem mais coisa nesse jogo de gato e rato.

André Macedo

É uma questão de orgulho nacional pra eles, mas acredito que uma invasão mesmo que “fácil” não se concretiza, está bom pros chineses o fato de que o principal oponente deles sequer tem a audácia de reconhecer Taiwan oficialmente.

fewoz

Salomon, Taiwan é, sobretudo, uma questão de honra para os chineses e está além da compreensão comum ocidental. Para eles, é vergonhoso que um gigante econômico e militar como a China tenha presença em todo o Mar da China e no resto do mundo, mas não consiga controlar sua própria “província rebelde”. E até onde eu sei, Taiwan ainda está na frente da China com relação a semicondutores, com sua gigante TSMC. Além destes dois pontos, isso é uma demonstração de força/ aviso/ propaganda para o mundo. Se sanções não abalaram a Rússia, imagine se vão alterar a China. EUA… Read more »

WSilva

”Salomon, Taiwan é, sobretudo, uma questão de honra para os chineses e está além da compreensão comum ocidental. Para eles, é vergonhoso que um gigante econômico e militar como a China tenha presença em todo o Mar da China e no resto do mundo, mas não consiga controlar sua própria “província rebelde”. E até onde eu sei, Taiwan ainda está na frente da China com relação a semicondutores, com sua gigante TSMC. Além destes dois pontos, isso é uma demonstração de força/ aviso/ propaganda para o mundo.”

By Hoje no mundo moleque militar.

Sinto muito, mas essa explicação não procede.

Rogério Loureiro Dhiério

fewoz.

Como ficará a relação comercial de todo o mundo ocidental com Taiwan caso a China de fato invista na retomada de Taiwan??

De aliados, EUA e Europa, além dos demais países que apoiam e investem em Taiwan, fariam automaticamente sanções econômicas, diplomáticas, comerciais, militares e de todos os níveis possíveis visando desestabilizar a China.

fewoz

Boa pergunta, Rogério. Obviamente que veremos muitas sanções, mas aqui temos uma coisa interessante: a China já é o maior parceiro comercial de mais de 123 nações, até mesmo da poderosa UE. Se você fosse presidente de algum destes países, será mesmo que, a pedido dos EUA, que já não seria mais seu maior parceiro comercial, você aplicaria sanções à China, arriscando uma possível retaliação, sobretudo na área tecnológica, onde todos somos tão dependentes? Sobre Taiwan, apenas 13 países possuem relação diplomática formal com eles, então, de certa forma, já estão isolados há muito tempo. Duvido que muitos países sacrifiquem… Read more »

Johan

O que tem a mais é a cobiça, ganância! Não que seja algo inerente somente do Chinês, mas do maior predador que já existiu na face da terra: o homem. Portanto, não estou fazendo uma crítica contra a China, mas apenas uma constatação do ser humano.

Teropode

Bobagem , isto não vai dar em nada ….

Rogério Loureiro Dhiério

Neste contexto mundial em que se assiste ameaças daqui e acolá, eu acredito que Rússia e China estão jogando juntos para deixarem os EUA e Europa sem reação. Rússia com tropas em direção à Crimeia. China com tropas em direção a Taiwan. Por mais que esbravejem, tanto os EUA quanto a Europa não possuem condições de vencerem estas duas frentes. Ou aceitam e no máximo enviam armas para as forças de resistência assim como fizeram e fazem na Síria (Laboratório para os grandes e futuros cenários de guerra), ou, guerra total. E ai, a segunda opção ninguém quer. Afinal não… Read more »

MIGUEL

Cansado de fake news, a China vai invadir a qq momento, depois do abandono do Afganistão o caminho ficou aberto para os países com regimes totalitários (China + Rússia) , cada um vai querer fazer a sua própria invasão (Ukrania pela Rússia e Taiwan para a China), lembrando que historicamente essas terras já pertenceram a esses países , algures no tempo uma parte Ulkrania foi da URSS/Rússia e Taiwan foi da China, agora resta os EUA reforçar as suas posições e rever os seus objetivos globais. Espero que prevaleça o bom senso entre todos os envolvidos e que não haja… Read more »

Red Pill - 红色药丸

Taiwan será anexada sem um único tiro.

737-800RJ

Lembra daquela famoso texto que o André Rizek postou antes de levarmos 7 a 1 da Alemanha na Copa de 2014?

“Coragem, Felipão! O meio-campo da Alemanha não marca muito. Escala o Willian. Deixa os 3 volantes para depois. Joga sem medo. Como Brasil…”

Eu digo o mesmo: Coragem, China! Os taiwaneses não vão reagir. Vão com tudo de uma vez só pra cima deles. Não pensem 2 vezes. Vão sem medo. Como China…

Agora falando sério: você realmente acha que vai ser fácil assim ou é só wishful thinking?

WSilva

Talibã mandou um abraço.

Red Pill - 红色药丸

Existe defesa contra os exércitos e as armas, mas não contra o dinheiro.

Marcos

Sem arma nuclear, sem chance de sobrevivência.

Pablo Maroka

Taiwan extremamente importante para economia mundial, maior produtora de semicondutores do mundo.

Pode ocorrer algo até parecido a guerra do golfo e gerar uma coalização porque pode dar merda na produção mundial de produtos eletrônicos.

- Publicidade -
Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

Navios de guerra britânicos podem ser enviados para quebrar o bloqueio de Putin aos portos do Mar Negro

A Grã-Bretanha está coordenando com seus aliados um plano potencial para enviar navios de guerra ao porto de Odessa,...
- Advertisement -