sexta-feira, maio 27, 2022

Saab Naval

Marinha realiza Operação Aspirantex/2022

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A Marinha do Brasil (MB) realiza, até o dia 27 de janeiro, a Operação “Aspirantex/2022”, na área marítima compreendida entre os estados do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, com previsão de visita aos portos de Rio Grande (RS), Itajaí (SC) e Paranaguá (PR).

O propósito da “Aspirantex” é contribuir para o incremento do adestramento dos meios navais e aeronavais da Esquadra, e para a familiarização dos Aspirantes da Escola Naval sobre a vida no mar, com ênfase na orientação para os alunos do 2º ano na opção de Corpo e na escolha da sua área de Habilitação.

A Operação está dividida em seis fases, dentre pré-comissão, fases de mar, fases de porto e regresso. Durante as fases de mar, serão realizados diversos exercícios de caráter estritamente militar, relacionados às tarefas básicas do Poder Naval, e ação de presença nas Águas Jurisdicionais Brasileiras. Nas fases de porto, em cumprimento aos protocolos estabelecidos pelas autoridades sanitárias e às medidas de prevenção à proliferação da Covid-19, os navios não serão abertos à visitação pública.

O Comandante da 1ª Divisão da Esquadra, Contra-Almirante Marcelo Menezes Cardoso, será o Comandante do Grupo-Tarefa, responsável pelo planejamento e execução das atividades relacionadas à “Aspirantex”, que contará com a participação dos seguintes meios navais, aeronavais e Organizações Militares: Navio-Aeródromo Multipropósito “Atlântico”, Navio Doca Multipropósito “Bahia”, Fragata “Liberal”, Fragata “Independência”, Submarino “Tikuna”, Navio-Patrulha Oceânico “Amazonas”, Navio de Apoio Oceânico “Mearim”, Grupamento de Mergulhadores de Combate, Carros Lagarta Anfíbio, e aeronaves “Super Cougar”, Seahawk”, “Bell Jet Ranger III”, “Esquilo”, “Skyhawk”, além das pertencentes à Força Aérea Brasileira, “Orion” e “Bandeirante Patrulha”.

FONTE: Marinha do Brasil

- Advertisement -

13 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
13 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ivan herrera

Não sabia que o tikuna tinha voltado ao setor operacional, legal.

Dalton

Retorno do Tikuna, incorporação próxima do Riachuelo, novo NSS, 2022 promete ser um ano bem melhor para a Força de Submarinos.

Aviation

Inclusive visitei o NSS Alte Guilhobel e o navio é muito confortável, além de novíssimo. Esta passando por algumas homologações e acertos operacionais, mas acredito dar grandes alegria ao serviço da armada.

Dalton

Também acredito nisso !

Grozelha Vitaminada Milani

Tem que usar antes que quebrem e virem as Rainhas Sereias do Cais do Porto!

Rafael Costa

Só resta a saudade de ver o S-31 Tamoio participando da operação Aspirantex, triste ver este gigante no AMRJ inoperante.

Carlos Eduardo Oliveira

A Corveta Barroso não está operando?
Não está nessa operação e nem esteve na do ano passado.

Dalton

É possível que esteja passando por “PMG” originalmente planejado para iniciar em junho de 2020 com duração de 2 anos cuja data de início não pôde ser cumprida então é possível que o início tenha sido adiado para 2021 e consequente retorno em 2023.

Johan

Tenho visto ela no Arsenal, tenho quase certeza que se trata de PMG, aliás, ela empurrou muita água desde que foi comissionada, muitas das vezes carregando o piano devido a disponibilidade de demais meios de escolta.

Dalton

Verdade Johan até então a “Barroso” parecia estar em toda parte. Torçamos para que não ocorram muitos atrasos no período de manutenção.

Leo Costa

Boas lembranças da Aspirantex/96 a bordo do NTrT Custódio de Melo, vulgo “todinho”. Bravo Zulu.

Dalton

Pegando um “gancho” no seu comentário Leo, muitos anos atrás fui acometido por uma dúvida: o “Custódio” no início trazia o indicativo NTr 1 logo mudado para G 15. Em seguida foi reclassificado como “NE” e o indicativo mudado para U 26 quando inclusive na década de 1960 meu pai o visitou no México encontrando a bordo um velho amigo então aspirante. . Quando o “Custódio” foi substituído na função “NE” pelo “Brasil” em meados da década de 1980, teve o indicativo alterado para G 20 não retornando ao G 15. . Com o tempo descobri que em 1972 a… Read more »

Flanker

Estranha a ausência dos Wild Lynx nesta comissão. Falando nisto, como anda a entrega desses helicópteros? Se bem me lembro, agora em 2022 os últimos modernizados serão recebidos, não é?

- Publicidade -
Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

GRÁFICO: Marinha Chinesa em 2025

No gráfico abaixo, os principais navios de guerra de superfície da Marinha do Exército de Libertação Popular (PLA Navy),...
- Advertisement -