quarta-feira, junho 29, 2022

Saab Naval

O que muda com a lei que cria a BR do Mar de incentivo à cabotagem

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou hoje (10/1) uma lei que cria o BR do Mar, um programa que incentiva a cabotagem — um tipo de navegação que é realizado entre portos de um mesmo país, normalmente perto da costa.

Segundo o governo, entre os objetivos está incentivar a concorrência e a indústria naval, melhorando a qualidade do serviço prestado. Atualmente, só empresas brasileiras com navios próprios podem operar o serviço no Brasil. Pela lei da BR do Mar, o mercado seria aberto a companhias sem frota própria, que poderiam apenas alugar embarcações estrangeiras.

A medida é criticada por caminhoneiros, que afirmam que as novas regras vão prejudicar motoristas que fazem viagens de longa distância, já que os produtos acabariam sendo levados por navios.

O governo nega que haverá prejuízos aos caminhoneiros, defendendo que o transporte terrestre continuará necessário para levar mercadorias até os portos ou para o interior do continente, “em trechos menores e mais rentáveis aos caminhoneiros”.

Leia notícia completa no UOL, clicando aqui.

- Advertisement -

109 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
109 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Up The Irons

“A medida é criticada por caminhoneiros, que afirmam que as novas regras vão prejudicar motoristas que fazem viagens de longa distância, já que os produtos acabariam sendo levados por navios.”

Mas a intenção é essa mesma: poder levar centenas de vezes mais carga por um custo menor, sem ficar refém de apenas uma opção.
Ótima iniciativa!

Henrique

Caminhoneiro só tente a ganhar com isso… as distancias dos fretes vão diminuir na média ja que é possível levar mais carga perto do centro consumidor.
.
Caminhoneiro vai ganhar em qualidade de vida ja que o trabalho vai tá perto da onde ele mora

Alex Barreto Cypriano

Tostines é fresquinho porque vende mais ou vende mais porque é fresquinho? O pensamento pendular, aquele que acredita que a causalidade do levantamento de um prato da balança decorre da descida do outro, obscurece o entendimento de que a balança não é tudo…

ROBERT

Homi…… não complica!

Salomon

Se fosse assim não poderia ter avião porque prejudica os ônibus de passageiros, que também não poderiam existir para não prejudicar os táxis… Cabotagem no Brasil não dá certo, misteriosamente, apesar de tanto litoral e rios navegáveis. Uma observação: essa medida precisa ser acompanhada por modernização tarifária e operacional, eliminando as máfias dos portos. Não sei agora, mas no meu tempo, até 2002, existiam nada menos do que 9 (NOVE) sindicatos envolvidos e metendo o bico numa simples operação de carga e descarga, eja de que tipo for. Até concentrado de laranja tem de pagar para os sindicatos de arrumadores… Read more »

Marcos10

“Não sei agora, mas no meu tempo…”
A coisa continua. Ineficiência, tarifas e todo mundo quer levar algum.

João Augusto

Troque sempre “caminhoneiros” por “transportadoras”. A representatividade da categoria já há tempos é patronal.

thiago

Exatamente, ganhamos todos, uma vez que os produtos tendem a chegar com menos custos a casa do consumidor e a concorrência trata de fazer os fornecedores abaixarem o preço final a fim de continuarem no mercado, os caminhoneiros por sua vez transportam para trechos mais curtos, porém em algumas partes do país ainda continuaram uma baita viagem, como retirar de Santos e levar para o Mato Grosso do Sul e visse e versa.
Valeu amigo

Hellen

Vc acredita nesse papo que o produto chegara mais barato para o consumidor ??? Vc está no brasil !!!!!
Isso so vai servi pra alguem ganhar muito dinheiro e nada sera repassado ao consumidor,que ja ta acostumado a pagar caro em tudo.
O brasil nao é para amadores !!!!

Alessandro

Up The Irons

“Mas a intenção é essa mesma: poder levar centenas de vezes mais carga por um custo menor, sem ficar refém de apenas uma opção”

exatamente, essa lei é uma das várias tentativas de diminuir o CUSTO BRASIL, mas ainda falta muita coisa.

sidney pereira

Concordo plenamente nesse ponto.

Joli Le Chat

Torcendo para que dê certo.
E no futuro, que dê certo o transporte ferroviário.

Last edited 5 meses atrás by Joli Le Chat
Thrash Metal

Não tem como dar errado, pode ter certeza. Ficar refém de uma categoria (caminhoneiros e empresas de logística rodoviária), e da regulamentação estatal, isso é a receita para o fracasso.
Mais Mises e Friedman, menos Marx e Keynes.

Bruno Vinícius

Colocar Keynes ao lado de Marx é indicativo de que você nunca leu nada dele. Keynes defendia um aumento dos gastos públicos durante os períodos de crise mas austeridade em épocas normais. Também não li nada dele defendendo uma regulamentação excessiva e predatória como temos no Brasil (se você tem alguma fonte dizendo o contrário adoraria lê-la). Vale lembrar que Keynes é considerado um liberal e o pai da macroeconomia, além de ter tido um papel fundamental na criação do FMI e do Banco Mundial.

Last edited 5 meses atrás by Bruno Vinícius
Thrash Metal

Cara, ou você está com sérios problemas de interpretação ou está lendo doutrinas socialistas que distorcem o que é liberalismo. Keynes é progressista, defende o intervencionismo, a proteção estatal e alguma liberdade econômica
https://www.mises.org.br/article/3032/assim-como-o-socialismo-o-keynesianismo-tambem-ira-cometer-suicidio–mas-e-preciso-paciencia

Bruno Vinícius

Instituto Mises como fonte é de chorar

José de Souza

Num é? Cada uma!…

Thrash Metal

Mais um socialista de carteirinha que para manter a tradição sempre tenta distorcer o que é liberalismo…sofrem do efeito Dunning-Kruger “da confusão mental à desinformação”

ROBERT

Bruno, despois de ler o seu comentário chequei a concluso que você ler demais! … em compensação depois de ler o comentário do Alex Barreto Cypriano acima fiquei foi com dor de cabeça…. :o(

Adriano Luchiari

E haja incentivo em parcerias público-privadas para construção de silos de armazenamento, principalmente de grãos. Hoje, além de transportar, caminhões também servem como armazém.

Thrash Metal

Muito bom! Isso se chama liberdade econômica, mesmo que tímida, que esse governo ficou devendo e muito, pois não é um governo liberal. Por menos interferência do Estado na economia.

Alex Barreto Cypriano

Liberdade pros estrangeiros que vão explorar o serviço quebrando a espinha dorsal da distribuição de mercadorias nacional, o transporte rodoviário. Liberalismo econômico só existe dentro de um Estado pros seus cidadãos empreendedores; liberdade econômica pra estrangeiro é um tiro no pé da nação. A China sabe disso, como antes o soube a Espanha, a França, etc, e hoje, a Inglaterra e os EUA redescobriram. Inacreditável como poucos atinam com isso, ficando apenas com os clichês do dia…

Fernando

durante todo esse tempo antes da sanção dessa lei empresas brasileiras com navios próprios podiam explorar esse serviço. As estrangeiras não.

Baita oportunidade de negócios não é? Quantas empresas fazem navegação de cabotagem hoje? Quantos navios mercantes de bandeira brasileira existem?

Se não tem brasileiro interessado, fazer o que, abre para os estrangeiros.

João Adaime

Caro Alex
Li várias vezes, em várias fontes, inclusive do próprio governo, e não vi que empresas estrangeiras possam participar deste modal. O que pode é alugar navio estrangeiro. Mas a empresa precisa ter CNPJ.
Uma coisa que poucos estão observando é que poderá ser criada a Empresa Brasileira de Investimento na Navegação (EBN-i), acredito que com capital privado, que seria como as empresas de leasing para aviação, onde esta compraria os navios e os alugaria para as empresas brasileiras de navegação (EBNs). O texto fala em “empresas brasileiras de navegação”.
Aguardemos
Abraço

Fernando

Eu vi essa parte da lei, a imprensa está chamando de “Petrobrás dos mares” (o que é irônico visto que a Petrobrás já opera no mar).
Se isso for feito com capital privado ainda que estrangeiro mas encomendando navios a serem fabricados no Brasil, aí sim será uma grande notícia para o setor de construção naval.

Alex Barreto Cypriano

Nada de irônico: a cabotagem no Brasil transporta 11% das cargas nacionais (contra 64% em transporte rodoviário) e destas muito de petróleo e minério como bauxita. Tá todo mundo achando que o TEU da caçamba vai pro porão do feeder (o porto de Manaus tem calado de dez metros), né?

Felipe Morais

décadas atrás a geração de energia por termoelétricas representavam o maior percentual da matriz elétrica brasileira. Se o Brasil ficasse preso a pensamentos como o seu hein? Nenhuma hidrelétrica teria sido construída no Brasil. Energia nuclear? Jamais. Energia eólica, solar, biomassa? Nem pensar. É engraçado quando uma categoria econômica se fecha em seu mundinho e acha que as coisas nunca irão mudar. Vimos isso, recentemente, com os taxistas. 10 anos atrás, nunca imaginariam que teriam algum tipo de concorrência para o seu, em grande parte, péssimo serviço prestado. Mas a realidade moderna e tecnológica bateu às portas. E o transporte… Read more »

Adriano Luchiari

Se você ler direito o texto entenderá que somente empresas brasileiras com navios próprios podiam operar o serviço no Brasil. Pela lei da BR do Mar, o mercado será aberto a companhias sem frota própria, que poderão apenas alugar embarcações estrangeiras, ou seja, empresas que desejam explorar o modal sem necessidade de investir em frota própria.

Bruno Vinícius

A China só é o que é hoje por causa do investimento estrangeiro. Não é um bom exemplo para defender o contrário.

Claudio Moreno

Interferência para tentar romper as correntes do “mais do mesmo” implantado no país desde FHC.

Mas concordo que ficou devendo. Especialmente por deixar o STF, Senado e Congreso deitar e rolar… Os caras até se acham habilitados a se meter em assuntos de regulação medicamentosa! Porra, então eu pergunto: _Pará quê serve a ANVISA mesmo? Ahhhhh verdade para julgar casos no STF é claro…

CM

André Macedo

A mesma Anvisa cujos técnicos estão sofrendo ameaças de morte depois dos ataques do seu presidente e do rebanho de fanáticos? Kkkkkkkk que piada.
A especialidade do presidente também não é recomendar tratamento médico, ainda mais se for remédio pra verme e malária ineficaz contra covid.

Em tempo: Seu presidente acabou de editar um decreto permitindo aos ministros e alguns servidores voar na classe executiva.

Claudio Moreno

Dizer que sofre ameaças qualquer um idiota pode, veja por exemplo o senhor, após minha replica, você pode alegar que está sofrendo ameaças do Sgt Moreno, que ele está invadindo meu PC, que há um ou mais que um carro me seguindo nas ruas etc. A verdade que muito se vende, pouco se deve comprar.

CM

José de Souza

Pode até dizer que tomou facada…

André Macedo

Se eu fosse chegado em inventar mentiras e fake news, eu estaria concordando com você, afinal é seu presidente que é perseguido pelo petê, comunismo, guvernadores, ICMS e afins.

Engraçado você ter assumido a autoridade da Anvisa, mas no momento que o mito fala contra, ai a Anvisa está inventando feiki nius.

Last edited 5 meses atrás by André Macedo
Fernando

Vai dizer que um elemento mandar um e-mail ameaçando um técnico anexando um vídeo onde ele mata seu próprio cachorro é só uma brincadeira de adolescente?

Essa gente é ruim, compactuam com nazismo, não deveriam sequer ser ouvidas e serem tratadas como se trata nazistas: Dica, Bastardos Inglórios.

Chevalier

Esse aí só repete as fakenews da mídia de que o tratemento precoce ñ funciona. Dezenas de estudos no mundo mostram que funciona. Mas esse gente prefere esconder remédio do povo para lucrar politicamente. A que ponto chegamos.

André Macedo

Amigão, você vive num conto de fadas mas vou te mandar a real: Se esse lixo funcionasse, os países ricos que investem 20 vezes mais em pesquisa que o Brasil comprariam até o último comprido, iria faltar pros países pobres justamente como a vacina, ‘dezenas de estudos’ mostram mas nenhum país sério utiliza. Vocês precisam de um motivo pra ser “contra o sistema” pra poder mover a máquina de inventar bichos papões como o comunismo, a “cristofobia”, o globalismo e por ai vai.

Fernando

Mostra pra gente aí as dezenas de estudos que mostram que remédio de verme funciona pra covid. Mas tem que ser estudo sério, duplo cego, revisado por pares. Corrente de zapzap não se qualifica.

Daqui a pouco aparece gente dizendo que aquele maluco que mandou beberem urina também tem razão e funciona.

Leandro Costa

Chevalier, dezenas de estudos podem muito bem mostrar isso sim. Porém, milhares de estudos mostram o contrário. Simplesmente não há qualquer evidência que isso possa ser verdade.

C M

Tratamento precoce?

Impressionante como vocês engolem qualquer asneira que este cidadão fala para vocês, não importa o que seja…

Adriano Luchiari

Então os ministros foram rebaixados de classe porque sempre foi prerrogativa deles e dos oficiais superiores e generais viajarem em primeira classe…

Felipe Morais

Concordo totalmente com a conduta totalmente equivocada, pra não dizer outros termos, do PR em querer prescrever medicação. Agora, a crítica à viagem na classe executiva, não concordo. É uma medida que se pode controlar totalmente (espero que assim seja feito) quem usa, quando usa e para qual finalidade, por meio dos sistemas utilizados para aquisição dessas passagens. Portanto, sendo uma das autoridades prevista no decreto, nos casos das viagens previstas em seu texto e para fins de representação do Brasil internacionalmente, qual o problema? Realmente deve ser extremamente cansativo voar na classe econômica, com toda a questão do fuso,… Read more »

Fernando

Seu ponto é razoável. Existem inúmeras outras fontes de desperdício de dinheiro público que devem ser combatidas, e essa seria pequena frente as outras (auxílio moradia, auxílio paletó, verba de gabinete…) No entanto, uma vez que você aceitou o cargo, já sabe onde está se metendo. Num governo que prometeu “acabar com a mamata” o que se vê é que a mamata está mais forte do que nunca. Se o ministro quiser desfrutar do conforto da classe executiva, nada o impede. O salário dele é muito bom de modo que ele pode perfeitamente pagar pelo upgrade. Se eu tenho que… Read more »

Felipe Morais

Parece que quem não está sabendo o papel da Anvisa e desrespeitando, totalmente, seus integrantes não é o “STF, senado e congresso” hein?
Parece que você não tem acompanhado muito o noticiário nacional.

Carlos Campos

o governo bem que queria, mas o PR achava que podia governar sem dar nada para os Deputados e Senadores, passou dois anos patinando.

Claudio Moreno

Bom dia Senhores camaradas do Naval! Parabéns pela acertada iniciativa. Chega de servos reféns dos “irmãos da estradas”! Desde Juscelino somos obrigados a ficar nas mãos dos interesses dos caminhoneiros. Eu reconheço a enorme contribuição que a classe dá ao país, entretanto, no vivemos mais nos anos 50/60, necessitamos reavivar o transporte fluvial e ferroviário. Existe espaço para todos e como dito pelo governo, não existirá prejuízos à classe caminhoneiros… Me recordo da greve que realizam antes da pandemia, movidos por cordas políticas contrárias ao interesse nacional e coletivo. As mesmas cordas políticas que seguem atuando para derrubar o projeto… Read more »

Slow

Caminhoneiros que fizeram campanha em 2018 não estão gostando ? ???

Eu acho que é pouco aproveita e coloca o logo nos caminhão pra esse ano ..

Henrique

Só caminhoneiro solteiro e bitolado do zap que gosta de pegar frete 5000km ta odiando isso
.
Qualquer outra pessoa lucida e não B*** percebe que a cabotagem não prejudica caminheiros… até pq o navio não vai chegar no mercadinho e entregar um container de 40 pés)

Alex Barreto Cypriano

Pois é, porque o caminhoneiro é a saúva que está destruindo o Brasil, né?

Henrique

Serio… to muito interessado, mas MUITOOOOOOOOO interessado em saber que argumento você vai ter que inventar pra justificar a cabotagem do jeito que estava na lei anterior… pq o cara tem fazer um tratado do tamanho do frete/Km Manaus-São Paulo passado pela Br139 esburacada pra justificar os moldes da cabotagem como era antes

Slow

Eu acho bom mas se você pensa que isso não vai afetar o valor do frete deles eu duvido ..

Henrique

esse lei é pra afetar mesmo… tomada que vire 60% cabotagem e 11% caminhão ir no mercado e ver um evergreen trancando a rua

Slow

Ao invés de criar empregos vai gerar desemprego ?? então tá agora o Brasil decola como diz o Guedes já faz 3 anos ..

sagaz

Essa discussão é igual manter um ser humano cortando cana ao contrário de utilizar uma máquina. Manter o emprego.

Defendam então o fim da indústria e que tudo volte a ser artesanal.

Henrique

ahhh sim kkkkkkkkk baratear frete vai gerar desempregos sim… confia kkkkkkk
.

.

Alessandro

“Ao invés de criar empregos vai gerar desemprego ?? então tá agora o Brasil decola como diz o Guedes já faz 3 anos .”

Pandemia GLOBAL mandou um abraço pra você Slow.

Last edited 5 meses atrás by Alessandro
Bruno Vinícius

Henrique, que isso vai reduzir a quantidade de trabalho disponível aos caminhoneiros é um fato (que eu não acho negativo). A quantidade de caminhões necessária para transportar a carga do porto ao destino final é muito menor do que a quantidade necessária para transportar as cargas durante 3000 km de viagem.

Last edited 5 meses atrás by Bruno Vinícius
Willber Rodrigues

“A medida é criticada por caminhoneiros, que afirmam que as novas regras vão prejudicar motoristas que fazem viagens de longa distância, já que os produtos acabariam sendo levados por navios.”

Os caminhoneiros que me desculpem, mas…
Cada um com seus problemas.
Tomara que aquele projeto de liberar construção de ferrovias pela iniciativa privada saia logo do papel.
Falta de ferrovias é, de longe, o maior gargalo do país.

Leandro Costa

Seria ótimo se todos esses portos fossem integrados à malhas ferroviárias regionais, que por sua vez se ligassem à uma grande malha ferroviária que pudesse integrar todas as regiões. Sonhar não custa nada…

Wellington Rossi Kramer

É isso mesmo o que está acontecendo.

Welington S.

Excelente iniciativa! E tenho quase 100% de certeza de que os caminhoneiros citados na matéria, são os que fazem parte do sindicato, certeza, por que caminhoneiros mesmo que estão na rodagem diuturnamente, aplaudem essa iniciativa do Governo. Todo mundo sabe o quanto os caminhoneiros se sacrificam por pouco, percorrendo não sei quantos quilômetros por dia, correndo risco de acidentes, assaltos e etc., pra chegar no ponto destino, e só descarregar uma caçamba.

EduardoSP

Sim, são os dos sindicatos. Os mesmos que fizeram o movimento de 2018 e apoiaram o atual presidente. Isso é que é irônico.

Felipe Morais

Sindicatos de trabalhadores no Brasil (não sei se é assim no resto do mundo), são instituições que tem, como objetivo primordial, defender o status quo das coisas. Se anunciar que cada caminhoneiro vai receber um repasse de 5 mil por mês do governo, vai ter sindicato fazendo nota contra. Se anunciar que todas as estradas do país serão duplicadas e reformadas, vai ter sindicato fazendo nota contra. Não digo que os sindicados são inúteis, pois não são. Mas se posicionam de uma forma totalmente deturpada, estando, na maioria das vezes, contra qualquer coisa que se fale que interfira no status… Read more »

Moriah

Empresas nacionais alugando navios estrangeiros, está certíssimo, pois, o que temos aqui disponível? Já foi o tempo da cabotagem brasileira com navios nacionais que viraram até novela. Quando a indústria naval voltar a fornecer, muda-se para a embarcação nacional. Já o setor de transporte rodoviário terá de mudar mesmo é para o agronegócio. A produção não irá do campo até os portos de trem, pq só se pensa nos trens para levar minérios e, mais próximos dos portos, contêineres. Outro modal que precisava voltar ao passado, não em locomotivas, mas em importância.

Alex Barreto Cypriano

Onde você leu que serão empresas nacionais? Como mesmo se favorecerá a construção naval autóctone, um dos motivos alegados, se se vai alugar navio estrangeiro? Francamente…

aladaf

Se o mercado de cabotagem aumenta, aumenta o incentivo para a construcao naval autoctone. Como estava anteriormente, a julgar pelo volume de construcao naval autoctone (virtualmente zero), incentivos nao havia. Alem disso, eh bem provavel que o aumento do mercado de servicos associados ao modal mais do que supere o aumento da construcao naval autoctone. Nao fiz a conta mas estimo que seja uma ou duas ordens de grandeza maior.

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

PARABÉNS PRESIDENTE.
Um gigante como o Brasil não pode continuar dependendo só de um modal.
Tinha que ser cortado em todos os sentidos por ferrovias, ter mais portos, melhores estradas.
2022 é nois de novo !!

Antonio Palhares

Demorou. Qual o preço final de um produto transportado de caminhão de São Paulo ate Belém ? Além disso existe a máfia do frete que nem o capeta acaba. Ja transportamos sal ensacado de Macau RN para Barreiras na Bahia. Salário de motorista, diária de motorista,combustível do caminhão, desgaste, peças, pneus, pedágios etc. Quem tem o frete ganha o mesmo valor que ganha o dono do caminhão. O modal adequado teria que ser ferrovia. Caminhão somente para viagens mais curtas. A cabotagem vai permitir repensar e diminuir o custo Brasil. Voce pega a carga no porto e leva para o… Read more »

USS Independence

Certíssimo. Ter todos os “ovos” em uma única cesta é apelar para sorte.
A diversificação do modal de transporte faz com que os consumidores e o próprio governo não se tornem reféns de um grupo ou de interesses políticos.
Quanto mais modalidades de transporte tivermos, mais concorrência e possivelmente melhores tarifas.

Alex Barreto Cypriano

Quanto mais modais intervirem no transporte de nossas mercadorias da gente pra gente mesmo, mais caras elas ficarão…

Tutu

E a concorrência fica onde?

Já temos um monopólio do transporte rodoviário e olha como estamos, na mão deles, uma greve para o país, além ser um modal ineficiente para longas distâncias, poluente que necessita de manutenção constante e pesada.

Thrash Metal

Socialista realmente não entende de concorrência e muito menos de livre mercado.
Só me mostre um país de primeiro mundo que seja socialista (que se desenvolveu com uma economia socialista). Não vale citar país com governo atual ou recente socialista.
E não me venha falar que os países Nórdicos são socialistas, pois são onde o empreendedor tem mais liberdade econômica e paga menos imposto, ao contrário da terra tupiniquim.

Mais Mises e Friedman, menos Marx e Keynes

Last edited 5 meses atrás by Thrash Metal
Alex Barreto Cypriano

Quem aqui falou em socialismo? :p

Fernando

Aparentemente o colega ali é seguidor do astrólogo. Ele simplifica muito as coisas, acha que se a soja sair de caminhão até o porto direto vai ser mais barato do que se ela ir da fazenda de caminhão até o silo, do silo embarcar num trem e do trem ir para o navio. Um exemplo brasileiro: Muita soja hoje sai do Centro Oeste e tinha que ir de caminhão até os portos no Atlântico. Aí fizeram uma rodovia que permite que eles levem a soja até Miritituba-PA. De lá ela segue de balsa pelo Tapajós até Santarém. Em Santarém embarca… Read more »

Greyjoy

Meu Deus, imagina o eco nessa cabeça.

Cristiano GR

O setor de caminhões está sem caminhoneiros. Estão faltando caminhoneiros, tanto que já, há alguns anos, existem muitos caminhoneiros que são imigrantes. Então não vai faltar trabalho para os caminhoneiros. Essa é uma obras de logística para o país.

Cristiano GR

“Essa é uma das obras mais importantes de logística para o país.”

Graúna

Fora que tem muito caminhoneiro de idade mais avançada, esse pessoal quando se aposentar vai fazer um buraco na logística do país porque há relativamente poucos jovens na profissão. Não duvido que dentro de alguns anos o Brasil precise importar mão de obra no setor.

Rafael

A legislação se alinha ao praticado atualmente por outros países. O John Act, citado em 11 de 10 discussões sobre o tema, não é exemplo de sucesso, alijou os EUA do mercado internacional de exportação de embarcações e serviços. Toda vez que houve desastre ambiental lá – furacões – o Congresso precisa correr e votar a suspensão do mesmo no meio das medidas de auxílio. China já permitiu o transporte de cargas domésticas por empresas estrangeiras em alguns de seus terminais. Seguindo o exemplo de Hong Kong, que sequestrava cargas da região de Xangai. A Rússia igualmente permite a cabotagem… Read more »

Esteves

Pera aí. A Marinha do Brasil fez uma licitação convidando estaleiros estrangeiros a entregarem navios de guerra feitos aqui com conteúdo local X de nacionalização. Ainda que essa nacionalização aconteça para montagens, mão de obra e baixa tecnologia, os navios serão montados aqui. Vide PROSUB. Vide reator nuclear. Vide Niteróis. Vide Tamandarés. Vide IKL. O que não aprendemos deu-se por falta de continuidade. Desaprendemos porque interrompemos. A Marinha Mercante entende que operadores de transporte de cabotagem podem existir com navios afretados não nacionais e com navios próprios que não saíram dos estaleiros locais. Não precisa fazer com conteúdo local. Qual… Read more »

Carlos Gallani

O presidente Bolsonaro VETOU a regra dos 2/3, traiu os marítimos e a marinha mercante!

sub urbano

Primeira medida de impacto estrategico na logistica desde o inicio do governo Bolsonaro. Tampo o nariz e elogio pois nao gosto do governo. Na pratica vai entregar a cabotagem na mão dos chineses e baratear um pouco o absurto frete brasileiro. Sobre os caminhoneiros os mesmos precisam ser destruidos, fizeram 1 greve covarde em um dos piores momentos da histopria politica e economica do país. Repito são covardes, reacionarios e entreguistas.

Tutu

O marco legal das ferrovias tbm é marcante para infraestrutura do país.

Moro próximo da Norte-Sul, numa altura que ela é completamente sub utilizada, lembro quando foi a inauguração do pátio e dos trilhos, até o presidente da época esteve aqui, desde então raramente passa um trem, no pátio, os mesmos vagões estão lá já tem mais de 10 anos.

Muitas empresas aqui adorariam usufruir da ferrovia, fazendo o próprio terminal, fertilizantes, frigoríficos e lacticínios.

sub urbano

Boa noite, Tutu. Na minha opinião a atuação da iniciativa privada é mais viável na Cabotagem que na construção de ferrovias. Essas ultimas necessitam de um investimento imenso para serem construídas. O Brasil não pode demorar muito pq com o tempo o custo aumenta devido a valorização dos terrenos, é o que aconteceu com os Estados Unidos que mesmo sendo o país mais rico do mundo não tem “trem bala”. O Trem Bala da Califórnia que tem até documentario é cotado em astronômicos 80 bilhões de dólares (meia duzia de bilionarios no mundo tem essa grana) para 200km de ferrovia,… Read more »

Felipe Morais

Cara, a construção de ferrovias é muito mais cara que a construção de rodovias. Isso é incontroverso. Mas calma nesse seu comentário. Nunca compare o custo de construção de uma ferrovia para transporte de cargas com o custo de construção de uma ferrovia para transporte de passageiros, especialmente se for um Trem de Alta Velocidade. Só a título de exemplo, o governo de SP tem um projeto para a construção das ferrovias de transporte de passageiros entre as cidades do Estado. Nesse caso, será operado um trem de média velocidade, o que requer uma estrutura bem mais simples do que… Read more »

Carlos Campos

Lei do Saneamento, Lei do Gás, Lei das Ferrovias e agora a BR do Mar, todas se somadas abrem oportunidade para geração de empregos e infraestrutura, se os governadores fossem inteligentes, iam pegar essas leis e serem reeleitos de tanto emprego que dá para fazer encima delas.

Felipe Morais

Justamente. Comentei aqui outro dia. É tanto barulho, que coisas importantes passam despercebidas, tanto para a população, como para investidores.

Essas leis que você citou, junto com outras iniciativas, serão muito benéficas para o ambiente de negócios no Brasil, SE e QUANDO diminuir todo esse barulho entre nossas instituições e atores políticos.

Alex Barreto Cypriano

Casa dividida, casa derrotada. Pra reduzir o poder dos caminhoneiros vamos aumentar a dependência externa? Joínha, ó! Enquanto os girondinos tupiniquins acham que riqueza sem trabalho, especulativa, é o must, os jacobinos de todo o mundo nos agrilhoam a uma armadilha colonial. No limite, os mais destacados desses girondinos mudam de território e adotam outra nacionalidade. Como já fazem às escondidas, hoje. Quando a China tava caindo no século da grande humilhação (depois de trocar seu chá pela prata ocidental, viciou-se, de alto a baixo, em ópio), Howqua fazia fortunas com seus sócios traficantes de ópio ocidentais. Ma quis ser… Read more »

Joao Moita Jr

“entre os objetivos está incentivar a concorrência e a indústria naval”
Me engana, que eu gosto.
O mesmo disseram quando começaram a vender a preços pífios as poucas refinadoras do pais. Hoje os benefícios para os brasileiros se sentem nos preços de loucura do combustível.
Daqui a pouquinho até isso estará nas mãos de empresas estrangeiras, a troco de muita grana por baixo da mesa…

Slow
Joao Moita Jr

Realmente. Só que infelizmente a grande maioria dos que se alto denominam “bem informados” ainda acreditam com uma convicção religiosa que o caminho para tirar o Brasil do buraco é entregar tudo de mão beijada a companhias do exterior. Depois quando o tiro sai pela culatra, “é culpa dos comunistas”.
Paulo Guedes foi elevado a Papa dessa nova religião brasileira do nacionalismo ao avesso, e quando termine seu trabalho o Brasil será a Cuba de 1950…

Last edited 5 meses atrás by Joao Moita Jr
Hellen

Vc nao viu nada ainda,estão vendendo tudo para repassar lucros aos acionistas e ja preparando o terreno pra privatizar !!!
https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2022/01/13/petrobras-ja-vendeu-r-2437-bilhoes-em-ativos-em-68-negocios-em-7-anos.htm

J.Neto

Pelo menos regulamenta as cias de navegação estrangeiras que hj monopolizam este modal usando um representante nacional, certamente melhorará a qualidade dos equipamentos que atualmente fazem as linhas de cabotagem, pois aja pau velho nestas corridas…

EdcarlosPrudente

Isso não vai prejudicar em nada o trabalho dos irmãos caminhoneiros, esse conversa é fruto da miopia de sindicatos que dizem representar uma categoria de trabalhadores. É mais vantajoso para o caminhoneiro o transporte em trechos de pequenas e medias distancia. Se der certo vai aliviar muito o desgaste das rodovias, diminuindo acidentes e também, reduzindo emissões de poluentes.

elcimar f. menassa

teve um veto do presidente que esta desagradando muito a classe marítima, estão sendo programadas manifestações. sobre o numero de tripulantes brasileiros embarcados.

Danielmjr

Sério que tem isso ainda? Cota para nacionalidade de funcionários? Não importa a qualidade dos funcionários brasileiros, importa que a lei obrigue que a empresa os contrate, não importa se são incompetentes.

Quantas multinacionais não tem aqui no Brasil que usa a mão de obra local em absoluta maioria?

jorge domingos

PROFUNDAMENTE LAMENTÁVEL A CRÍTICA DE ALGUNS CAMINHOENEIROS, DE QUE, A CABOTAGEM IRIA PREJUDICAR TRANSPORTE RODOVIÁRIOS DE LONGA DISTÂNCIA. ESTÚPIDOS !!!

Neto

É necessário que a marinha mercante de cabotagem possua reinvestimento. Sabendo disso:

  1. excelente oportunidade para marinha mercante estrangeira – e consequentemente para estaleiros estrangeiros;
  2. Abre-se uma chance razoável de destruição da fauna marítima com a possibilidade de navios que iam a UM porto nacional fazer cabotagem em nosso litoral fazendo disseminação de animais exóticos.
  3. Como é final de governo TALVEZ, essa lei possa ser modificada na próxima legislatura de forma a valorizar a industria nacional (VEM projeto de Carvalho)
Nando Gomes

É o seguinte: vai quebrar a indústria naval brasileira, ainda mais.

Pq ela vai permitir empresas sem frota própria, apenas alugando navios do exterior e sem a obrigatoriedade de tripulação com 2/3 de brasileiros. Nem nos EUA é assim, lá não se permite nenhum estrangeiro nas tripulações.

Vai vendo…

Henrique

ahhh pela mor ne… EUA ao menos tem alguma coisa que justifique ter protecionismo… “ahhh vamo proteger a indústria naval americana… se a cabotagem foi feita por estrangeiros quem vai construir nossos super portas aviões e destroyers…” . Brasil/Marinha ta enrolando 10 anos pra entregar dois navio de patrulha que tão enferrujando no Arsenal… o que você quer proteger com a lei velha não existe no Brasil e foi negligenciado sucessivamente desde o descobrimento. . vai vendo você continuar pagando caro nas coisas e continuar refém de caminhoneiros só pra proteger classe trabalhista que nem existe direito pra dizer “nem… Read more »

Renan

Uma excelente notícia

Nonato

Defendo também o transporte de passageiros.
Poderiam ser grandes lanchas ligeiras transportando 50, 100 pessoas.
Tipo direto entre Rio e Salvador…
Rio Florianópolis.

Felipe Morais

Muita gente descurtiu seu comentário, mas, concordo quase totalmente. Para mim, os cargos de 1º escalão desse governo são formados por pessoas que pouco contribuíram positivamente ao Brasil, com as seguintes exceções: 1) Ministro Tarcísio: Para mim, se eu fosse responsável por escolher o próximo presidente desse país, seria ele. Um cara totalmente engajado e entusiasmado com o que faz, conseguindo aliar capacidade técnica e capacidade política. Poucas vezes vi uma autoridade pública conseguir falar sobre suas atividades com o entusiasmo, conhecimento técnico e conhecimento de Brasil que ele tem. O cara conhece cada buraco desse país. Pra mim, um… Read more »

Alessandro

Paulada foi oq fizeram com a Petrobrás lá em Abreu Lima, custou perto de 200 BILHÕES de reais e só refina METADE de sua capacidade, e não encontra nenhum interessado em comprá-la pq o custo de refino é 3x maior que a média mundial.

É mais uma HERANÇA que o povo está pagando até hoje e pagará por um bom tempo, e já que vc é o Zeus da mitologia grega, adivinha como a Petrobras faz para pagar essa dívida?

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/samuelpessoa/2021/09/os-prejuizos-da-refinaria-abreu-e-lima.shtml

https://veja.abril.com.br/coluna/radar/presente-de-lula-a-chavez-deu-prejuizo-de-14-bi-a-petrobras-diz-tcu/

https://jc.ne10.uol.com.br/colunas/jc-negocios/2021/09/13042405-estudo-mostra-por-que-refinaria-abreu-e-lima-construida-nos-governos-do-pt-virou-a-mais-cara-do-mundo.html

Last edited 5 meses atrás by Alessandro
José Alberto

Lamentável que a discussão tem se baseado apenas em eventual conflito de modais, rodoviário x marítimo. O mais importante desse projeto foi o veto do Presidente Bolsonaro à obrigação de 2/3 de tripulantes brasileiros nos navios estrangeiros operando em nossa costa. Foi um tiro nas costas da Marinha Mercante Brasileira, que aos poucos vai deixar de ser capenga e minguar até desaparecer. Nos EUA, Austrália a cabotagem é 100% nacional, navios e tripulações. Isso diz respeito à soberania do País, que um presidente eleito com ventos de patriotismo jogou contra. O que vai impedir que daqui a anos os armadores… Read more »

Henrique

“Foi um tiro nas costas da Marinha Mercante Brasileira, que aos poucos vai deixar de ser capenga e minguar até desaparecer.” . Lei antiga não fez em nenhum momento a marinha mercante existir. Ela ta estagnada em 10% desde 89 e possivelmente esse 10% deve ser quase tudo “marinha de rios” (tipo balsa e rebocador). . Os países que você citou tem marinha pra proteger, o brasil não tem, logo não faz sentido ter uma lei protecionista que protege nada. até semana passada essa lei dó gerava atraso tecnológico e frete caro, ao menos a lei nova vai gerar fretes… Read more »

Giovanni

Qual o sentido daquela ferrovia Salvador – Juazeiro? Pela extensão daria pra conectar Natal e Aracaju aos portos de Recife.

Alex Barreto Cypriano

Não é verdade que empresas brasileiras de navegação tenham que operar exclusivamente navios próprios, em exclusão dos estrangeiros. Desde a segunda metade dos noventa do XX, pode-se afretar navios estrangeiros de passagem quando não houver um nacional à disposição. Chamam de circularização de cargas. Tem tanta trêta nessa estória…
https://www.agenciainfra.com/blog/cabotagem-caminho-mais-barato-da-carga-bloqueado-por-burocracia-cartel-e-falta-de-planejamento/

Last edited 5 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
Monteiro

Mais uma medida para prejudicar o maritimo Brasileiro.Marinha Mercante sendo destruida, bando de traidores.

Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

1º Esquadrão de Aeronaves Remotamente Pilotadas fez o primeiro lançamento do ScanEagle

O 1º Esquadrão de Aeronaves Remotamente Pilotadas realizou o primeiro lançamento do drone ScanEagle, N-8001, na tarde de ontem...
- Advertisement -