quinta-feira, junho 30, 2022

Saab Naval

Austrália ‘preocupada’ com navio espião chinês ao largo de sua costa

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

SYDNEY, 13 de Maio (Reuters) – Um navio de inteligência chinês foi rastreado na costa oeste da Austrália a 50 milhas náuticas de uma instalação de defesa sensível, disse a Austrália nesta sexta-feira, levantando preocupação em meio a uma campanha eleitoral sobre o comportamento da China na região.

O primeiro-ministro Scott Morrison disse que o navio da Marinha Chinesa não estava em águas territoriais australianas, mas sua presença era “preocupante”.

“É claramente um navio de inteligência e eles estão olhando para nós e estamos de olho neles”, disse ele a repórteres.

A Austrália rastreou o navio espião na semana passada enquanto passava pela estação de comunicações navais Harold E Holt em Exmouth, que é usada por submarinos australianos, americanos e aliados.

A embaixada da China na Austrália não respondeu a um pedido de comentário.

O departamento de defesa da Austrália disse em um comunicado que o navio de Inteligência Auxiliar da Classe “Dongdiao” chamado Haiwangxing viajou pela costa oeste, cruzando a Zona Econômica Exclusiva da Austrália em 6 de maio e chegando a 50 milhas náuticas da estação de comunicações em 11 de maio.

O limite da ZEE fica a 200 milhas náuticas da costa, enquanto o mar territorial está dentro de um limite de 12 milhas náuticas.

- Advertisement -

40 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
40 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Esteves

Essa história de passagem dos inocentes…

MIGUEL

A China não está para brincadeiras , o objetivo Chinês é ter a Hegemonia no Pacífico até 2035, e nada mais vai impedir a China de alcançar os seus objetivos, mas para isso vai ter que passar primeiro por Taiwan (1ª Cadeia de Ilhas) e em segundo pela Austrália (3ª Cadeia de Ilhas) , para Garantir isso a PLA Navy vai contar com o seguinte Arsenal até 2030: 6 SSBN Type 096 Tang , 8 SSBN Type 094A Jin, 19 SSGN Type 095 Sui, 6 SSN Type 093 Shang ,54 SSK Type 039 Yuan, 2 CVN Type 004, 2 CVA… Read more »

DFA

Dúvido muito que a China alguma vez consiga a “Hegemonia” do pacífico…
USA, Japão, Austrália e Coreia do Sul, tudo nações tecnológicas com meios navais e indústria formidáveis.

A China é um gigante mas enfrenta “oponentes” de peso, praticamente sozinha.

E Taiwan dada a sua situação geográfica é um osso bem mais difícil que por exemplo a Ucrânia.
Uma invasão Chinesa na formosa só será bem sucedida se os Norte-americanos não intervirem.

Last edited 1 mês atrás by DFA
Carlos Campos

Taiwan consegue atingir cidades na China, se for falar do Japão ainda aí piora as coisas,

Digo

A China lança mais navios no mar do que todos os países no qual você citou, além disso, a Coreia do Sul não vai fazer parte da aliança contra a China, nunca sinalizou a intenção.

Lúcio Sátiro

Ou seja, a China lança mais alvos ao mar para os submarinos australianos, sul coreanos, japoneses. Os submarinos japoneses apesar de não nucleares, são top.

Slow

Os americanos vão intervir igual interviram na Ucrânia ..

Carlos Campos

mas e se o Japão continuar aumentando sua força, Australia, Coreia do Sul, Filipinas e Tailandia? esse é o problema da China, além do mais a bolha chinesa estourou, a bolha americana acabou de estourar, quem piscar primeiro entra em recessão.

WSilva

O Japão já foi avisado que sua próxima aventura contra o povo chinês irá decretar a extinção do Japão como país pois a China espera uma oportunidade de se vingar das atrocidades cometidas pelo Japão em solo chinês durante a segunda guerra mundial. Coreia do sul jamais irá se mover em aliança com o Japão contra a China, os sul e norte coreanos odeiam o Japão e logo ali está a Coreia do Norte com seus misseis nucleares apontados para Seul e Tokyo. Filipinas? Tailândia? Inofensivos, e hoje com ótima relação com a China, na verdade todos países da ASEAN.… Read more »

MAURICIO SIQUEIRA

Caro, entrando um pouco na conversa, acredito que vc esteja um pouco emocionado pela sua torcida pelo PC Chines. Vc realmente acredita que a China vai se vingar do Japão pelas atrocidades cometidas pelas guerras anteriores com varias bombas nucleares e consequentemente acabando com o pais? Qual seria a consequencia disso? o mundo ficaria olhando? Pare de torcer e volte a realidade, uma guerra de alta intencidade entre China e Japão empurraria todo o mundo para a 3 guerra mundial.

WSilva

Interpretação de texto nota ZERO.

Eu disse que a China procura uma razão para se vingar do Japão, se o Japão ficar parado, fingir de morto isso nunca acontecerá. Agora se o Japão se aventurar novamente contra o povo chinês de alguma forma, a China sem duvidas aproveitará essa janela para se vingar pois quem iniciará a guerra será o Japão e não a China.

Jamais se esqueça disso, o Japão ainda está em divida com a China e Coreias, o Japão só quitou sua divida com os EUA.

Lúcio Sátiro

Que bobagem, o Japão vai voltar a se rearmar, um simples porta helicópteros como o Kaga com F-35B pousados no convés já causou preocupação na China, que acusou o Japão de querer iniciar uma corrida armamentista.
Claro que a China, fabricando milhares de armamentos novos, NÃO está provocando uma corrida armamentista, só o Japão quando constrói um mísero porta-helicóptero.
O cinismo da China é impressionante. Acuse-os do que você faz, xingue-os do que você é.

WSilva

Esqueça essa troca de farpas sobre corrida armamentista, isso é conversa engana bobo. Todos países estão se armando desde o fim da segunda guerra mundial e os países que mais fizeram isso foram/são os ocidentais. Somente ”agora” a China faz isso e está coberta de razão. Sobre o Japão, leia-se EUA, o Japão soberano não existe mais. O alvo da China deve ser os EUA, o Japão é pequeno demais, a Coreia do Norte já resolve o problema, até porque os EUA podem usar o japão como bucha de canhão, então é fundamental para a China ameaçar a existência dos… Read more »

Wilson

Sim! Aprenderam com os EUA.

Lúcio Sátiro

Comentário meramente de torcida, porque não existe esse negócio de ódio xenofóbico, nessa hora a emoção vai para o ralo quando a urgência e a prudência disserem que o próximo alvo pode ser você.

WSilva

Ódio xenofóbico? rs

De onde você tirou essa?

Guilherme Leite

Para esse tanto de navio, a única solução é desenvolver algumas nukes, em uma guerra convencional a Rússia ou a Coreia do Norte não dariam para o gasto, mas alguém tenta mexer com esses países ?

MIGUEL

Até 2035 a China quer ter pelo menos 1500 nukes no seu Arsenal, pelo menos serão 1000 até 2027 e depois disso o objetivo da China é ter 3500 nukes, Dai a Razão dos EUA e as nações Asiáticas estarem em estado de Alerta.

WSilva

O problema é que ninguém sabe quantas nukes a China já possui operacionais. Muitos falam de 350 no total e 150 operacionais mas eu realmente duvido desses números.

Para um país como a China, ter menos de mil nukes operacionais dado o cenário global atual é um risco muito alto pois está a confiar na boa vontade de nações historicamente violentas e invasoras.

sub urbano

A Australia é do tamanho da China mas tem apenas 5% da população chinesa. Esse quadro injusto precisa ser revertido no futuro para o bem da humanidade.

max

Deveria ter havido mais, mas os brancos massacraram o povo nativo a menos de 5% e são realmente os salvadores cristãos brancos.

J R

Massacraram, escravizaram e tentaram extinguir sua cultura, os australianos foram quase nazistas com os nativos.

Lúcio Sátiro

Culturas inferiores devem absorver culturas mais desenvolvidas, num sincretismo. Não é necessário extinguir a cultura de ninguém.

Lúcio Sátiro

Besteira, o aborígenes do sudeste da Ásia é que há 70 mil anos iniciaram o povoamento do que hoje é conhecido como Austrália. Séculos depois chegaram outros homens, dessa vez da Europa, levando uma cultura, uma religião e uma tecnologia melhores e mais desenvolvidas.
Ou será que um cidadão australiano em crise de consciência prefere um xamã do que um médico moderno, a título de resgatar a antiga cultura, quando uma dor forte surge?

Last edited 1 mês atrás by Lúcio Sátiro
J R

Difícil, a taxa de natalidade lá e muito baixa e a imigração é das piores, então o negócio e fiar sua segurança nos EUA, como fazem desde a 2ª GM.

Teropode 🇺🇦Slava Ucraina

Parem de choramingar coloquem um no mar da China espionando eles também ,vida que segue !

Last edited 1 mês atrás by Teropode 🇺🇦Slava Ucraina
João Adaime

Caro Teropode
Como se faz uma festa sem incomodar o vizinho? Convida o vizinho pra festa.
Se um navio “espião” está rondando, convida o navio a atracar para uma visita amigável. Diga que eles sempre serão muito bem vindos.
Eles vão espionar mais de perto? Hoje, com toda a tecnologia disponível, não existem mais segredos. Principalmente em países democráticos, onde o direito de ir e vir é sagrado.
Abraço

josebaldo

Ninguém convida o bandido.

João Adaime

Caro Josebaldo
Tenha o inimigo por perto. Assim você o controla melhor.
Mas não se pode chamar o principal parceiro comercial de “inimigo/bandido”. As trocas comerciais entre Austrália e China alcançam 170 bilhões de dólares/ano. A China é o destino de 39% das exportações australianas.
Como comparativo, o comércio entre Brasil e China gira em torno de 100 bilhões/ano.
Abraço

Dalton

China e EUA são grandes parceiros econômicos também, mas, apenas isso não havendo interesse mútuo que navios de guerra visitem os países e nada
iria mudar ou “controlar” se eventualmente um navio de guerra chinês fosse
“bem vindo” na Austrália.
.
Um exemplo que me vem à cabeça é o do cruzador, apelidado couraçado de bolso, “Almirante Graf Spee” que em 1937 participou de uma parada naval
representando à Alemanha durante a coroação do Rei Jorge VI e dois anos
depois estava afundando navios mercantes britânicos.

João Adaime

Caro Dalton
Pelo menos os britânicos puderam observar bem de perto o Graf Spee.
Abraço

Lúcio Sátiro

Você crê mesmo na besteira que escreveu? quantos anos você tem?

João Adaime

Prezado e agressivo Lúcio
Leia Sun Tzu e depois volte a conversar.
Abraço

Heinz Guderian

Normal, são os dois lados se testando, segue o baile.

Heinz Guderian

Quando o Brasil terá um navio desse tipo?
E o Almirantado fica pensando em porta- aviões e não tem o básico, como patrulhas, e navios desse tipo.

Thiago A.

Só com intuito de agregar informações e sem mínima intenção de polemizar. Navios desse tipo, de reconhecimento e coleta de informações de sinais eletrônicos e telecomunicações, estão longe de ser o básico. Apesar da aparência simples e seguir padrões civis na construção da estrutura, seu recheio tecnológico de antenas, radares e parafernália varia è extremamente caro. Não são muitas as marinhas que possuem navios especialistas desse nivel, nem todas as armadas da OTAN possuem um- apesar de ter navios da OTAN que fazem essas função. Eu diria que se encontram com mais facilidades em marinhas que jogam na série A… Read more »

Hugo Martins

Por isso, apesar de ser leigo em segurança ,creio que o Brasil deveria ter uma quantidade expressiva daqueles mini submarinos do Irã isso seria de construção mais rápida até que nosso SN-BR estejam operativos.

Hugo Martins

Só para explicar meu comentário, onde se sabe que existem muitos submarinos comandos ficam ressabiados.

Patriota

Bem diferente do Brasil,que quando um navio espião russo INVADIU seu território em 2020,ESPIONOU seus cabos submarinos,a Marinha do Brasil não fez absolutamente nada.
Sequer abordar o navio abordou. Perdeu ele por 6 dias em seu próprio território!

J R

Fazer o quê? Não temos navios de patrulha nem espantar pescadores…

Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

Navios da Marinha serão abertos para visitação neste fim de semana em Vitória (ES)

Serão diversas embarcações e cerca de 1.700 militares atuando durante operação da Marinha do Brasil Quem tem vontade de conhecer...
- Advertisement -