quinta-feira, junho 30, 2022

Saab Naval

Navios de guerra britânicos podem ser enviados para quebrar o bloqueio de Putin aos portos do Mar Negro

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A Grã-Bretanha está coordenando com seus aliados um plano potencial para enviar navios de guerra ao porto de Odessa, no Mar Negro, para oferecer uma escolta protetora aos navios que exportam grãos ucranianos.

O ministro das Relações Exteriores da Lituânia, Gabrielius Landsbergis, disse ontem que discutiu a criação de tal “corredor de proteção” de Odessa com a secretária de Relações Exteriores britânica Liz Truss.

Ele também disse que uma ‘coalizão dos dispostos’, composta por países da Otan e outras nações dependentes do grão, como o Egito, pode estar disposta a comprometer recursos militares para reforçar a proteção e evitar a escassez generalizada de alimentos.

O plano prevê que as marinhas aliadas limpem a área ao redor do porto sul das minas russas antes de proteger os navios de carga que transportam os produtos vitais dos navios de guerra de Putin, segundo o The Times.

Mísseis de longo alcance também serão implantados para impedir qualquer tentativa russa de sabotar o corredor.

A invasão da Ucrânia pela Rússia acelerou uma iminente crise alimentar global, com enormes quantidades de grãos e outros produtos essenciais armazenados enquanto a guerra continua.

A Ucrânia e a Rússia exportam juntas um terço do trigo e da cevada do mundo e metade do óleo de girassol, enquanto a Rússia é um dos principais fornecedores de fertilizantes cujo preço subiu.

As forças do Kremlin são acusadas de bloquear os portos ucranianos, e a interrupção desses alimentos básicos está ameaçando a escassez de alimentos e a agitação política em países da África, Oriente Médio e Ásia.

O chefe do programa mundial de alimentos da ONU, David Beasley, condenou ontem a Rússia por ‘uma declaração de guerra à segurança alimentar global’ e acusou Putin de enviar centenas de milhões ‘marchando para a fome’ em meio ao seu bloqueio às exportações de grãos.

A Dinamarca prometeu um lote de mísseis antinavio Harpoon e um lançador para a Ucrânia na segunda-feira em um anúncio conjunto com os Estados Unidos, para ampliar o alcance de ataque da Ucrânia e defender navios de carga que exportam grãos.

A Ucrânia tem buscado armas mais avançadas, como defesas aéreas, mísseis antinavio e foguetes de longo alcance, mas até agora a maior parte da ajuda tem sido em sistemas de curto alcance, como armas antitanque Javelin e artilharia.

Os Harpoons, fabricados pela Boeing Co., poderiam ser usados ​​para afastar a marinha russa dos portos ucranianos do Mar Negro, permitindo a retomada das exportações de grãos e outros produtos agrícolas.

Há seis navios da Frota do Mar Negro e dois submarinos no mar atualmente ameaçando a segurança de navios de carga, de acordo com o Centro de Estratégias de Defesa, um think tank ucraniano.

Landsbergis acusou os russos de ‘manter reféns os países vulneráveis ​​do mundo’ ao impedir a Ucrânia de exportar seus grãos, e alertou que transportar quantidades menores de grãos para o exterior por meio de redes ferroviárias e rodoviárias não atenderia à demanda.

FONTE: Daily Mail

- Advertisement -

148 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
148 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Emmanuel

Opa…será que veremos o conflito crescer mais ainda??????
Imagina um navio inglês afundando um navio russo ou vice versa.
Esperemos as próximas c@gadas dessa guerra.

Chevalier

Isso tem potencial pra dar tanta M…

Last edited 1 mês atrás by Chevalier
Agressor's

Estamos vivenciando uma terceira guerra mundial e não estamos prestando a atenção devida…

Djalma

Não acredito, a Rússia não entraria numa guerra mais ampla pois está bem desfalcada de armamentos. Terça feira tirou do depósito tanques T62, coisa do começo dos anos 60, o que mostra que sentiu o baque.

Marcos

Acredito que se trata mais de uma questão de oportunidade de se livrar de lixo sucateado que pode ter uma certa eficiência, ao invés de por em risco os T-90 que seriam mais importantes num eventual conflito de maior alcance e necessidade
Fora que o T-62 ja lutam nessa guerra desde 2014, os separatistas vão fazer bom uso dele

Last edited 1 mês atrás by Marcos
sergio

Verdade, e uma bem grande.

Mercenário

MoD Britânico já negou publicamente.

João Pedro Ferreira

Ei Mercenário, qual a fonte? Gostaria de ler. Obrigado!

TeoB

Começa a ficar cada vez mais complicada essa guerra… parece que pode se estender a toda Europa.

MIGUEL

3ªG MUNDIAL, A Ucrânia vai ser palco de grandes batalhas terrestres e navais

Alison

Se for, não vai sobrar nada dali…

Burgos

Isso quem podia também ajudar é a Turquia haja visto que a única passagem para os outros Países fica nela mesmo o canal de Bósforo !!!
Enquanto isso Edorgan fica “Lacrando” com quem não deve !!!🤦‍♂️

Pedro Fullback

Depois do Leste Ucraniano, a Rússia vai com força total conquistar Odessa. A Ucrânia está perdendo o coração da sua indústria, e agora vai perder a sua agricultura e a sua rota de exportação. Como também, os gasodutos russos que passam na Ucrânia vão ficar na mão dos russos. Fica a pergunta, perdendo tudo isso, o que a Ucrânia terá para oferecer?

Agora, Kiev não será tão importante assim para os russos.

MIGUEL

Essa é a última guerra da Rússia , primeiro eles necessitam do recursos da Ucrânia e da população de lá, a Rússia têm 150 milhões de Habitantes , a Ucrânia têm 50 milhões , a taxa demográfica da Rússia é bastante baixa, ele necessitam de população ,senão não tem como competir contra as outras potências : EUA, India, China , Turquia, Europa Ocidental. Dai que a Rússia esta a jogar com tudo.

Pedro Fullback

Sim, mas as regiões mais ricas e a população mais qualificada estão onde os russos estão tentando dominar.

Guilherme Leite

A população mais rica e mais qualificada já saiu dessa área a tempos e na Rússia eles são tratados como inimigos, o efeito migratório para o oeste e outros países da europa é imensurável.

Sobre a Rússia atacar Odessa, a cidade está se fortificando dia e noite a 3 meses, a saída para o mar é vital para a Ucrânia, o apoio naquela região é mais favorável a OTAN, já se fala em enviar navios estrangeiros para aquela área, a Rússia já está no limite, para querer Odessa, só mobilizando os T-34 rs

leonidas

Colega a Russia não precisa tomar Odessa para impedir o transito de navios graneleiros… rs
Meus deus do céu…

Cristiano de Aquino Campos

O povo esquece que a Rússia tem submarinos, caças e lançadores de misseis anti- navios de terra, sem falar nos mísseis de cruzeiro.

Alison

Qual a dificuldade em povoar as áreas como Israel faz roubando as terras dos Palestinos ? e so criar “assentamentos” como os judeus fazem oras…

Fernando "Nunão" De Martini

A dificuldade da Rússia vai ser interna: sua população está em declínio demográfico. Vai ter que importar gente de outros países se quiser compensar o êxodo de áreas ucranianas despovoadas e mantê-las economicamente produtivas, para ocupá-las. Ou tornar atrativas para os próprios ucranianos habitantes originais voltarem.

Lili Costa

Esses gananciosos malditos matam muitas pessoas inocentes para tomar território de outros países e se beneficiar das riquezas do lugar, mas, quando morrerem não vão levar nada, não sei pra que tanta ganância, é uma grande imbecilidade destruir a vida das pessoas em nome de coisas bobas.

Marcos10

Mais fácil importar chinês!

Teropode 🇺🇦Slava Ucraina

Mas é isto que vai ocorrer , com o isolamento a Rússia vai criar uma dependência crônica da China , caminho sem volta ……

Cristiano de Aquino Campos

Precisa da totalidade da população para o quê mesmo?
Nem todos os 50 milhões de Ucranianos saíram de lá quando a Rússia vencer e mesmo que muitos saiam, na pior situação, a Rússia teria um concorrente a menos e investiria em uma automação maior na produção de recursos.

PACRF

Sabe quando a Rússia vai conquistar a Ucrânia? Quando os 43 milhões de ucranianos forem assassinados pelo Putin. Quanto aos gasodutos, ficarão sem serventia paulatinamente, à medida que a UE for substituindo essa fonte de energia. Afinal, todo problema tem solução, senão não seria um problema, inclusive a substituição de fontes de energia, no caso o gás russo. Conclusão: se o Putin realmente conquistar a Ucrânia, esses gasodutos não servirão para nada.

MIGUEL

Acho que se o Ocidente quisesse ajudar mesmo os Ucranianos , teria facilitado a entrada deles na OTAN em 2014, agora acho que já não fica bem, parte da Ucrânia já esta totalmente destruída, 6 milhões de Refugiados , fica complicado , o Povo da Ucrânia resiste com bravura, mas me parece que existem outros interesses , se a Otan enviou tropas para o Afeganistão, poderia muito bem enviar para lá uma missão de paz, agora fica complicado, a Rússia conseguiu bloquear os portos e todo o Mar Negro , mesmo perdendo o Moskva , mesmo perdendo muitos homens ,… Read more »

Hellen

Vc esta louco,vai trocar o gas russo barato por outra fonte mais cara e os produtos europeus vao ficar mais caro e seus produtos vao perder competividade no mercado mundial !!!!

Cristiano de Aquino Campos

A China espera e torce por isso.

Lili Costa

A OTAN devia ter aceito a entrada da Ucrânia, assim o povo ucraniano teria proteção total é muitas mortes de inocentes teria sido evitada, eles estão ajudando com armas para a Ucrânia combater a Rússia, mas, poderiam ter feito mais. Desejo que o maldito Putin perca o poder, que algum inimigo dele tome seu lugar e que ele seja entregue as autoridades internacionais para ser julgado e condenado a prisão perpétua por todos os crimes abomináveis que cometeu contra o povo da Ucrânia, esse desgraçado ainda vai morrer sofrendo muito na cadeia.

@Silva

Acredito que agora com essa falta de grãos a UE deve dá mais apoio à Ucrânia, Putin deve reagir e olha a terceira guerra mundial aí?

Diogo de araujo

Caraca de todos nicks criados esse foi o mais top kkkkkk

DOUGLAS TARGINO

Duvidou fazerem isso! Caso seja feito, é pedir para entrar na guerra! Acredito que nem a Turquia permita esses navios entrarem!
Alguém sabe dizer se existem navios dos EUA e OTAN por lá dentro do mar?.

Marcos10

Não existe guerra. É só uma operação especial.
E é uma operação especial que os britânicos querem fazer.

Nemo

Não há navios das marinhas da OTAN no Mar Negro. Exceto, claro, da Bulgária, Romênia e Turquia.

Fabio Araujo

Isso não seria um ato de guerra? E outra coisa já combinaram com o Erdogan para ele liberar a passagem por Bósforo?

Rogério

Se é “operação especial” não teria pq bloquear.

Rogério

Sabemos, mas como são Otan isso pode mudar.
afinal a lei diz em caso de guerra, o que pelo menos não é oficial.

Last edited 1 mês atrás by Rogério
Alison

Não é oficial do lado russo… mas do lado ucraniano é…

Victor Filipe

Acho que a Inglaterra conseguiria facilmente deslocar 2 Type 45, 4 Type 23, 1 Porta Aviões Queen Elizabeth e 2 Astutes para a região.

Com uma força desse tamanho, ainda mais se tiver outros países aliados a ela a Russia não poderia fazer nada.

Daniel Vilela

E os inúmeros submarinos Russos? Se a Rússia quiser, afunda todos esses navios com seus submarinos. Submarino é a arma mais perigosa do mar!

A6MZero

Claro a Rússia que está tendo um desempenho no mínimo sofrível contra uma pequena potencia regional como a Ucrânia, vai ser por contra uma potencia europeia e global membro da Otan e o mais tradicional aliado dos EUA, para afundar navios que protegem um corredor civil…

Last edited 1 mês atrás by A6MZero
Cristiano de Aquino Campos

A Ucrânia e inferior a Rússia más nunca foi uma pequena potência regional. Se ela entrasse para a OTAN seria o segundo ou maior exercito, competindo com a Turquia.

Léo Neves

Dentro do mar negro pode enviar toda marinha britânica que serão todos afundados provavelmente. Os submarinos russos conhecem bem a região fora as dezenas de aeronaves que podem ser usadas para atacar os navios. Mas isso é tudo balela ninguém vai escoltar navio da Ucrânia.

Victor Filipe

Resposta aos dois. a Marinha Russa tem 7 Submarinos na frota do Mar negro sendo eles 1 da classe Kilo e 6 da classe Kilo Melhorado São números consideráveis mas se levar em consideração o desempenho da Marinha Russa nessa guerra eu acho muito otimismo imaginar que eles conseguem coordenar todos para um unico ataque. ainda mais que você não pode ficar transmitindo informações de submarinos o tempo tudo (a não ser que você queira que eles sejam encontrados facilmente As fragatas Type 23 são focadas em guerra Submarina e o Queen Elizabeth também leva Helicópteros para isso Não sei… Read more »

louco por uma guerra

Cara, deixa de falar bobagem, porque está ficando feio!
Vc acha mesmo que 6 navios do UK e um porta avião com uma duzia de F35 sobreviveria a um ataque Russo?
Sinceramente, nem o meu Nick pode com tanta loucura!

Andre

Nem a Ucrânia sobreviveria a um ataque russo. O Putin já disse em 2014 que se ele quiser, conquista Kiev em duas semanas.

Satyricon

Não seria necessário nada disso, nem navio, nem porta aviões, nem da Turquia. Um corredor humanitário naval, ao largo da costa da Romênia e Bulgária, dentro de seus mares territoriais, cobertos pelos P8, já seria suficiente. Submarinos precisam estar a curta distância para atacar, e os P8 foram desenvolvidos para caçá-los em meio ao Atlântico e Pacífico. Próximo à costa, em áreas de baixa profundidade, o submarinos iriam brilhar em qualquer monitor de anomalia eletromagnética. Ataques com mísseis lançados por submarinos apenas traria uma chuva de sonobóias e mais vetores, como P3, etc, afastando os submarinos para longe da costa.… Read more »

Cristiano de Aquino Campos

Depende do quê você considera curta distancia. Os modernos torpedos pesados tem alcance de 50 km e os mísseis lançados de submarinos tem alcance maior.

Alison

a questão não são os submarinos… são os misseis antinavio…

Cristiano de Aquino Campos

Meus Deus, que dificuldade a Rússia teria de coordenar os seus submarinos em bloquear o estreito de Bosforo?
Transmissão radio: Moscou para submarinos, estreito de bosforos, o que passar, torpedeia voces serão os 300 de esparta da Rússia.

Henrique

Colocar um QE ali dentro é o maior erro estratégico de toda historia naval recente. Colocar qualquer coisa com deslocamento maior q 6000t no Mar Negro ja é um erro, imagine um Porta Aviões

Last edited 1 mês atrás by Henrique
gari

Até onde sei, há tratados que proíbem porta aviões de passar pelo estreito. e a Turquia fechou para navios militares.

Pablo Maroka

Russia poderia fornecer algumas sucatas flutuantes para serem alvos.

Last edited 1 mês atrás by Pablo Maroka
MIGUEL

Mas Para a Royal Navy perder esses meios, seria uma perca insuperável, mas tradicionalmente a Royal Navy sempre combateu naqueles mares, não seria a primeira vez.

Adriano Madureira

Type 45?! Aquele destroyer que não pode ver águas quentes e que sua disponibilidade operacional está risivelmente baixa?!

Felipe

Nenhum navio da Otan vai entrar no Mar Negro, antes de “tentar” passar pelo strike group de vários navios e submarinos que a Rússia está mantendo no mediterrano, composto entre vários, por 2 cruzadores Slava (Varyag e Marshal Ustinov)

Gilberto

Ah é?

E a Rússia vai iniciar uma guerra contra a OTAN, atacando uma força tarefa que esteja “de passagem” a caminho de escoltar navios civis?
Acho que não…

A propósito, você está subestimando a força naval da OTAN no Mediterrâneo. Lá estão operando importantes forças americanas, inglesas, francesas, todas com porta-aviões, além, é claro, da totalidade da esquadra italiana, que é uma respeitável esquadra, diga-se de passagem.
A pequena força russa lá não da nem pro cheiro!

Cristiano de Aquino Campos

Pelas leis da OTAN, se a Otan for atacada, todos os paises apoiam, gora se uma país da OTAN tomar a iniciativa, fica a critério de cada um reagir ou não. Sé um comboio militar for em direção a um bloqueio naval e uma declaração de guerra e ponto
Esquece, não vai rolar

Alison

Se ela não faria não sei… mas poder tem mais que o suficiente na região pra afundar isso tudo… e vc sabe.

João Fernando

Não gosto disso. Podem arranhar a pintura dos nossos próximos navios

Cristiano de Aquino Campos

Kkkkkk

Andrigo

Isso vai dar m……

Welington S.

Já pensou se, de repente, Xi resolve também iniciar com uma ‘operação especial’ em Taiwan?

Palpiteiro

Perderia metade do seu mercado de exportação, metade dos seu fornecedores (matéria prima, energia e alimentos) teria bloqueado 3 trilhões de dólares em reservas, e teria que alimentar 24 milhões de pessoas a mais (além dos 1,4 bi). Acredito que eles tem governantes mais sérios, que busca a evolução de sua população, com uma visão progressiva de mundo, não de retrocesso.

Slow

Não esquece que China é um dos maiores parceiros da UE , EUA e diversos outros países ..

A inflação já está batendo recorde imagina sancionar a China 😂😂 vai achando que é fácil assim ..

Palpiteiro

E neste caso, da onde viria a energia e comida para o 1,4 bilhões de pessoas?

Cristiano de Aquino Campos

Russia?

Cristiano de Aquino Campos

E o mundo ocidental perderia a metade de tudo que e industrializado.

Bruno Vinicius

A China não tem capacidade militar para tomar Taiwan. Talvez tenha em 2050, mas não hoje.

James

A russinha tá em maus lençóis.

Lana alves

Logo o ocidente esmaga o Anão neonazista do Kremlin.
Russos covardes…assassinos de crianças, doentes, idosos e mulheres.

Ronald Reagan

Você está confundindo a atuação russa na Ucrania com a americana na Síria e Iraque.

Cristiano de Aquino Campos

Só morreu maior de idade, jovem e combatente no Iraque e Afeganistão nê?

Leandro Costa

Má ideia…

Luiz Trindade

Infelizmente vejo que um caminho sendo trilhado para um confronto nuclear que é a Terceira Guerra Mundial. Que Deus tenha misericórdia de quem sobreviver aos bombardeios!

Henrique

Pronto.. ta ai a saída pro Chipaputin….
.
A Inglaterra entra com navios, dai algum é acidentalmente acertado por um míssil russo (de preferencia a proa de um graneleiro que ninguém se importa). O bagulho escala pra OTAN; Dai em troca da Rússia sair de toda a Ucrânia de 2013 a OTAN finge que perdeu; morre ali a treta

Fabio Jeffer

Minas Russas? Que baboseira, ali só tem minas Ucranianas. Impressionante como até a trilogia notícia essas informações pró ucranianas

Marcius

Me parece que estavam testando com sucesso o plantio de trigo no norte do brasil e pelo que vi o plantio e colheita se dariam em 2 meses, tempo bem menor que no sul. Tomara que dê certo, seria muito bom para nós e para o mundo.

Carvalho2008

Parece que o Brasil esta chegando na auto suficiencia so trigo

Fernando "Nunão" De Martini

Vai levar alguns anos, provavelmente não deixará de importar, mas deverá exportar em grande quantidade. Enfim a produção tende a continuar aumentando. A matéria abaixo é um resumo razoável do panorama:

https://forbes.com.br/forbesagro/2022/03/como-o-brasil-poderia-se-tornar-rapidamente-um-grande-exportador-de-trigo/?amp

Zé lesqui

Vão ter que tomar Galipoli antes?

Mercenário

A Guerra da Crimeia mandou lembranças!

Alex Barreto Cypriano

Sério que os Otanenses (que falam em produzir proteína alimentar a partir do ar) irão à guerra com os Russianos pra evitar fome de trigo no Egito, Indonésia, Nova Guiné, Nigéria, Somália e Etiópia? Eita pau!

Last edited 1 mês atrás by Alex Barreto Cypriano
Nemo

Nada vai acontecer. O ministro da defesa do UK, Wallace, declarou hoje que caberia aos países do Mar Negro a tarefa. Bulgária é Romênia não ajudariam em nada; restaria a Turquia que, creio não compraria essa briga. Além disso a porta do Mar Negro é do Estado Turco, não da OTAN, que já declarou que não permitirá o trânsito de navios militares. Como se não bastasse a área está minada e é totalmente vulnerável a mísseis e ataques de torpedos. Como a ideia foi da Lituânia talvez ela mande uma frota Viking para a missão. Falando sério a situação é… Read more »

Burgos

Boa noite Nemo;
Só uma pequena observação.
A Turquia também é
Membro da OTAN, ela tem que fazer que o Estado Maior da OTAN determinar.
Senão vai fazer carreira junto com a Síria e Cia. Ltda.
O Canal de Bósforo é considerado águas internacionais pela OTAN para livre comércio agora a Turquia tá certo fechando para navios de guerra para evitar subir mais a escalada da violência na região👍

Nascimento

Não. Os membros da OTAN são soberanos e não são obrigados a obedecer o que a organização pede. Não atoa a Turquia barrou Suécia e Finlândia de adentrarem.

Atacar a Turquia, um membro da OTAN, simplesmente por desobedecer a aliança? Quão democrática essa aliança é…

Last edited 1 mês atrás by Nascimento
Burgos

Quem te disse ?!
Qual fonte ?!
Tô sabendo nada disso não !!!
O processo de adesão continua em andamento até aonde sei e que li pela matéria no entendimento da maioria dos aliados já tá praticamente aprovado e a Turquia não não tem poder de veto !!!
Se atualize !!!

Last edited 1 mês atrás by Burgos
Nascimento

A Turquia tem sim poder de veto… Tu só afirma e não prova nada.

https://g1.globo.com/mundo/noticia/2022/05/17/por-que-turquia-diz-que-vetara-entrada-de-suecia-e-finlandia-na-otan.ghtml

Pra um país ser membro, todos os membros tem que aprovar, entendeu? Logo a Turquia tem poder de veto.

Burgos

Fique tranquilo mas não vai vetar !!!
Tem outra jogada política por detrás de tudo isso os Turcos só tão de blefe, já tá acertado e vão sair com algo em troca dessa briga quem nem é deles !!!
Aliás vou dizer onde vou comer picanha e tomar leite condensado também mas isso não é problema seu !!!
Volta lá pra tua fonte Globo de notícias que sabe tudo também que acontece lá na FAB !!!🤣
Só outro detalhe: isso daí não é ONU não as coisas lá são bem diferentes !!!
Fui !!!

Last edited 1 mês atrás by Burgos
Boitatá

OTAN não é isso que você está pensando. Quem manda nas forças armadas da Turquia são os turcos.

Burgos

Correto !!!
E vc sabe quem é o Comandante Supremo das FFAAS ?!

carlos alberto soares

Ditado popular:
O bolso é a parte mais sensível do corpo.

Agora vamos descobrir se é o estômago ?

Burgos

Pois é !!!
A Rússia tá dando um tiro no pé bloqueando o Mar Negro em deixar sair os Mercantes com as devidas cargas a serem entregues a devidos países que inclusive já até pagaram por ela.
Tá esquecendo também que tá botando própria população a míngua pois os outros países podem retaliar e não entregar as cargas 🤷‍♂️
Lamentável

Last edited 1 mês atrás by Burgos
Alison

Onde vc leu no Estatuto da Otan que tem essa obrigação dos membros obedecerem as vontades dos outros? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Cada torcedor louco que vem aqui. kkkkkkkkkkkk

Burgos

Então !!!
Me diz vc se a OTAN tem estatuto !!!
O que tem é o que a maioria quer e não a minoria tanto é que a Turquia tá tentando vetar a entrada da Suécia e Finlândia na OTAN e não tá conseguindo !!!
Depois o louco sou eu !!!👀🤦‍♂️
Antes de julgar os outros procura saber quem é e com quem tá falando!!!
Me conhece da onde ?!
Pode ter certeza !!!
Não sou da sua turma não te conheço e não tô fazendo questão nenhuma de lhe conhecer cidadão !!!

Last edited 1 mês atrás by Burgos
Nascimento

Volta pra picanha e pro leite condensado que tu ganha mais…

Marcus Pedrinha Padua

Prezado Burgos, a Carta da Otan estabelece que a entrada de qualquer novo membro na organização depende da aceitação unânime dos membros que já a estiverem integrando. Assim, se apenas um Estado (no caso, a Turquia) vetar a entrada de qualquer postulante, a entrada deste não será aceita.

Burgos

Há controvérsia!!!
A Turquia não é membro fundador !!!
Exemplificando e tendo o passado mesmo na OTAN como referência:
A Grécia teve seu veto cassado a 2 Países do bloco Socialista/Comunismo quanto a inclusão desses, no qual todos os Países fundadores da OTAN votaram para Adesão dos 2 !!!
Resultado !!!
Esses 2 Países atualmente são membro da OTAN !!!
É o que me cabe participar !!!🤷‍♂️

Last edited 1 mês atrás by Burgos
Carvalho2008

A Turquia ja falou e demonstrou que ela faz o que quer…nao o que os outros querem

Ela é pendular de acordo com seus interesses

Burgos

Ela suspeita que esses 2 Países apoiam grupos terroristas

Alison

Frota viking foi ótimo!!! kkkkkkkkkkkkkkkk

Manda o Ragnar comandante! kkkkkkkkkkkkk

Zé lesqui

Mas aí era só descer pelo Dniper kkk

Chevalier

O plano inglês inclui desembarcar uma tropa de cavalaria na Criméia, para reeditar a Carga da Brigada Ligeira e passar a limpo aquela história. Depois avançam até Moscou, acabam com o Putinho e vovó Beth é coroada nova imperatriz russa, vingando-se dos comunas e restabelecendo os primos dos Romanov no trono novamente.

LUIZ

A raiva dos políticos ingleses contra os russos deve ser pelas famílias reais dos 2 países terem o mesmo sangue.

BK117

Melhor coisa que a gente faz é ficar bem longe dessa treta…

Chevalier

Eu acho qeu os roteiristas da Netflix tão no comando da Royal Navy. Mas ela também gostia dessas aventuras, né… O pobrema é que não é bem uma Argentina dessa vez. Aguardemos os próximos capítulos.

Last edited 1 mês atrás by Chevalier
Adriano Madureira

Gostaria muito de ver um HMS Powerless ser afundado…

Thiago A.

O perigo maior dever ser aquele cruzador submersível . Qual o nome ? Moskva ?

Henrique

Se a Rússia ja perde navios pra país sem marinha imagine pra um que tem marinha

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Talisson

Tu acredita mesmo que foram os ucranianos que afundaram esse navio?

José Francisco Silva

Se a OTAN e os EUA tivessem ajudado a Ucrânia desde o comecinho do conflito, garanto que hoje o Mar Negro nunca, jamais seria bloqueado pela Rússia. Antes tarde do que nunca.

Felipe

Estão ajudando desde 2014

LUIZ

Ele devia ta dormindo esse tempo todo pra não saber da guerra híbrida promovida pelos EUA e Reino Unido na Ucrânia em 2014.

Paulo

Bullshit.

sub urbano

Pessima ideia. É a deixa pra afundar um ou dois navios britanicos com a desculpa de “ops, achamos que eram ucranianos”, é isso ou começar uma terceira guerra mundial e um duelo nuclear. Uma ilha pequena como a Inglaterra não aguenta um MIRV superpesado russo. Só um, nem precisa de dois.

Thiago A.

Seria essa a ocasião para os russos se mudarem definitivamente para a Sibéria, uma opção que nunca agradou muito a maior parte da população russa que se concentra entre são São Petersburgo e Moscou.

Já os britânicos remanescentes deveriam se mudar para um dos seus territórios ultramarinos. Os mais felizes seriam os argentinos, mais britânicos nas Falkland rsrs

russia-population-density-map.jpg
sub urbano

Olá Thiago, ja pensei nisso algumas vezes, em caso de uma guerra nuclear total poucos países estariam preparados para abrigar grande parcela da população no subterraneo (bunkers, tuneis de metro, etc). Suiça, Russia, EUA, Finlandia e Coreia do Norte são poucos exemplos. Acontece que quem teria prioridade seria a elite burocratica, ricos e militares, essas pessoas seriam mais parasitas que úteis em um esforço de reconstrução depois da guerra. Quem sobreviveria mesmo seriam pessoas dos interiores, agricultores andrajosos e ignorantes de regiões remotas formariam a maioria nesse mundo pós guerra nuclear. Mesmo um país como a Suiça e Coreia do… Read more »

Heinz Guderian

É pedir pra ser afundados, é só fornecer mísseis antinavios de longo alcance aos ucranianos, e inteligência para achar os navios russos no mar negro, o que não deve ser difícil de encontrar, devido ao seu tamanho, em seguida deixe que os ucranianos apertam o botão e kabummmm!
Assim como foi com o finado Moskva, que foi promovido a Nau-capitânia dos submarinos russos no mar negro.

Maurício Oliveira

1982: Uma certa republiqueta fez isso com a Royal Navy…

Henrique

agora conte o que aconteceu com a republiqueta kkkkk

Antônio

Tem outros navios russos vulneráveis naquela região, porquê será q não foram afundados ainda? ( Séria um medinho de serem varridos da terra???,Vai lá OTAN, da para a Ucrânia mísseis de longo alcance, e verás o seu futuro).

Maurício Oliveira

Podem, mas vão?

Luiz

A 3° Guerra Mundial ocorrerá apenas com bombas nucleares……..

Felipe

Kkk o Ocidente primeiro bloqueia todo e qualquer navio mercante russo de deixar os portos pelo mundo e agora reclama que a Rússia bloqueou os portos na Ucrânia. Tadinhos…

Mensageiro

Quem começou a guerra, matou civis, invadiu país soberano? Sai de Narnia carai kkkk

Talisson

A matança na Euromaidan conta? Ou pulamos aquela parte?

Felipe

Melhor as Type 45 se apressaram, porque logo entra o verão e elas não funcionam em água quente

Fernando "Nunão" De Martini

O HMS Duncan acabou de sair de um período de manutenção onde o sistema de geração de energia e de propulsão foram, ao menos segundo a Marinha Real, aprimorados para resolver os problemas crônicos de arrefecimento. Vamos ver se funcionou.

https://www.royalnavy.mod.uk/news-and-latest-activity/news/2022/may/05/220505-hms-duncan-prepares-for-front-line-operations-after-major-overhaul

Major changes were made to the pipework that provides cooling for the propulsion and high voltage equipment on board the cutting-edge air defence destroyer”

Ronald Reagan

A aposta em um conflito nuclear onde o bloco ocidental levará a “melhor” continua. Incrível o grau de irresponsabilidade da agenda globalista.

Pedro

Os Russos estão tremendo de medo, com certeza!!

Nick

Poderiam mandar alguns Astute para fazer a limpa antes de mandar as escoltas. Mesmo porque se forem afundados por torpedos britânicos e Ucrânia alegar que usaram os Neptune, os russos não vão querer dar o braço a torcer.

Felipe

Já combinou com os 7 submarinos russos da frota do mar negro?

marku

no final vamos todos fritar num cogumelo atômico porque o Boris precisa manter sua popularidade em casa e fazer a galera reaquecer de suas festinhas da covid

Sousa

Se otam entrar, armas nucleares também entrarão. A Rússia não hesitara em usá-las. Pode crer. Não faz parte da Rússia pensar em civis.

Theo Gatos

A Turquia está disposta a abrir mão do acordo que tem para manter o Bósforo e deixar eles passaram? Tem que averiguar isso também…
.
Sds

paulo lahr

Até parece. Qualquer esquadra ali não aguentaria um contra ataque russo. No quintal russo. Ia chover tantos mísseis…ninguém é burro o bastante. OU é?

Adriano Madureira

Alguns esquecem que a Crimeia está militarizada… Os destroyers Classe Powerless iriam receber paulada de tudo que é lado…

comment image

comment image

comment image

comment image

comment image

comment image

comment image

Djalma

Porque os EUA e a NATO não descem do muro e não fornecem mísseis para a Ucrânia enfrentar os navios russos. Por conta própria e com um missel desenvolvido no próprio país, a Ucrânia afundou o maior navio da marinha Russa que se descuidou e se aproximou demais. Outra coisa, a Turquia está ajudando a Rússia pois controla o estreito de Dardanelos e não permite a entrada de navios de outros países que poderiam acabar com a chantagem russa.

Dom

Quando a Rússia lançar uma bomba eles param com essa frescura.

Márcio

Kkk…não vai haver nada disso meus caros…o recado já foi dado se alguém entrar é guerra nuclear…Biden voltou atrás em suas palavras sobre trocar o poder na Rússia não foi atoa…certeza que levou puchão de orelha de algum general…a grande realidade é que os envolvidos não contavam que seria ruim para eles também…se tivesse feito um acordo entre EUA e Rússia antes de tudo estaria bem pra todo mundo…inclusive para os ucranianos…kkk…ja que são os americanos que falam por eles….

Gil

Kkkkk kkk rindo de karkiv até o BRASIL

Israel Moisés

Boa Noite 3 guerra Mundial só Armas Atômica voando pra lá pra cá são vão sobreviver as BARATAS.

Renato de Mello Machado

Melhor atacar o porto de Odessa bloqueando qualquer intenção dos Otan

Carvalho2008

Tudo besteira…aquilo ali é uma lagoa de tao pequeno

A unica noticia importante é a importancia da comida no cenario….comodities cada vez mais cara….o proximo presitwnte brasileiro seja quem for, vai surfar nesta onda…

Davi

Como diria Mané Garrincha “Tem que combinar com os Russos antes”

André Luís

Que maravilha!! Será que, finalmente, o país escória Inglaterra terá coragem de enviar seu barquinho e enfrentar o arsenal Russo?
Ou será que o país escória Inglaterra irá se limitar a enviar prepostos para fazer seu trabalho sujo!
Que a chuva de lúcifers (mísseis nucleares) cubra a cidade escória de londres. Vou pegar a pipoca….rs!

Inimigo do Estado

Num é, britânico pensa que ainda é o império onde o sol nunca se põe. Depois vão chorar no colo dos EUA.

Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

Navios da Marinha serão abertos para visitação neste fim de semana em Vitória (ES)

Serão diversas embarcações e cerca de 1.700 militares atuando durante operação da Marinha do Brasil Quem tem vontade de conhecer...