quarta-feira, agosto 10, 2022

Saab Naval

Grupo de ataque de porta-aviões dos EUA retorna ao Mar do Sul da China em meio a tensões em Taiwan

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

HONG KONG, 28 Julho (Reuters) – Um porta-aviões dos Estados Unidos e seu grupo de ataque retornaram ao Mar da China Meridional após uma escala em Singapura, desdobrando-se na região disputada enquanto as tensões com a China aumentam sobre uma possível visita a Taiwan do líder do Congresso Nancy Pelosi.

Autoridades da Sétima Frota da Marinha dos EUA confirmaram o envio do USS Ronald Reagan para a rota comercial vital, mas não comentaram questões sobre as tensões sobre a viagem de Pelosi, presidente da Câmara dos Deputados dos EUA.

“O USS Ronald Reagan e seu grupo de ataque estão em andamento, operando no Mar da China Meridional após uma visita bem-sucedida ao porto de Singapura”, disse a comandante Hayley Sims em comunicado à Reuters.

Sims acrescentou que o Reagan “continua as operações normais e programadas como parte de sua patrulha de rotina em apoio a um Indo-Pacífico livre e aberto”.

Quando solicitado a comentar, o Ministério das Relações Exteriores da China disse que os EUA estavam mais uma vez “flexionando seus músculos” no Mar do Sul da China com a navegação do Reagan.

“Está claro a partir disso para todos verem quem é a maior ameaça ao Mar do Sul da China e à paz e estabilidade da região asiática”, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, em um briefing regular na quinta-feira.

mar do sul da China.png
Mar do Sul da China

As notícias do desdobramento do porta-aviões com sede no Japão ocorrem no momento em que Pequim e Washington trocam golpes diplomáticos sobre a visita de Pelosi, que deve ocorrer no próximo mês após ser adiada no início do ano. Pelosi não confirmou a possível viagem.

O secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin, disse na quarta-feira que conversou com Pelosi e lhe deu uma avaliação de segurança, mas quaisquer comentários sobre uma viagem que ela possa fazer a Taiwan teriam que vir de seu gabinete.

Espera-se que as tensões sobre Taiwan, governada democraticamente, sejam discutidas quando o presidente dos EUA, Joe Biden, e o presidente chinês, Xi Jinping, realizarem seu quinto telefonema, que pode ocorrer já na quinta-feira.

A China emitiu advertências severas a autoridades dos EUA sobre a possível visita de Pelosi a Taiwan, disse um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês nesta segunda-feira. Pequim considera Taiwan parte de seu território e nunca renunciou ao uso da força para colocar a ilha sob seu controle.

O grupo de ataque do Reagan estava operando no Mar da China Meridional no início do mês antes de partir para uma parada de cinco dias em Singapura no fim de semana.

O especialista em segurança de Singapura, Ian Storey, disse que espera que os navios chineses sigam o grupo de ataque, com base nas ações recentes, bem como nas últimas tensões.

“Na maioria das vezes, essas interações são seguras e profissionais, mas sempre há o risco de chegar muito perto e desencadear um confronto, disse Storey, do Instituto ISEAS-Yusof Ishak.

Autoridades norte-americanas acusaram na terça-feira a China de aumentar as “provocações” contra requerentes rivais no Mar da China Meridional e disseram que seu “comportamento agressivo e irresponsável” significa que é apenas uma questão de tempo até que ocorra um grande incidente ou acidente.

SAIBA MAIS:

Exército da China publica ‘Prepare-se para a guerra!’ em mensagem postada sobre a visita dos EUA a Taiwan

Trump critica visita planejada de Pelosi a Taiwan: ‘Ela só vai piorar’

 

- Advertisement -

45 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
45 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Allan Lemos

Hora de separar homens de meninos. Vamos ver se os chineses terão coragem de derrubar um avião de uma autoridade americana escoltado por caças ou se vão ficar só na conversinha, como sempre estiveram em relação a Taiwan.

Ronald Reagan

Isso não seria demonstrativo de coragem, mas de estupidez, qualidade que cabe perfeitamente ao deep state norte americano.

Allan Lemos

Ué, quem fica latindo sem morder em relação à Taiwan é a China. É fácil fazer bullying com países pequenos, quero ver se vão ter a coragen de derrubar um avião com um membro do Congresso dos EUA dentro, como disseram que fariam, mas se não têm coragem, então é melhor ficar de boca fechada.

A hora de mostrarem poder é agora, ou será que é só bravata e eles não têm coragem de invadir?

Ronald Reagan

Para a China e para a ONU Taiwan não é sequer um país soberano, mas uma província da China. Quem está cutucando vespeiro é aquele que quer manter sua hegemonia mundial. 

Thiago A.

As posições da ONU quando convêm são citadas como alicerce das argumentações, quando não convém a ONU é uma entidade maligna rsrs Quanto a resolução da ONU, não afirma nada disso . Ele afirma que existe uma china e que essa china é representada pela RPC. A ROC não representa a China e nem poderia. As pretensões do Kuomintang eram e são irrealistas . Eles afirmavam ser o único e legítimo governo, não apenas, as reivindicações iam além contestando a soberanía da Mongolia, parte do Afghanistao , Tajiquistao e cereja no bolo até territórios russos que antes pertenceram a Dinastia… Read more »

Allan Lemos

Do que vale o que a ONU acha? Taiwan é um país independente de facto. O governo do PCC não tem influência nenhuma na ilha e nem terá.

Talisson

Então por que os EUA reconhecem a China e não Taiwan?

Allan Lemos

Por questões de conveniência geopolítica, não muda o fato da ilha ser independente de facto.

Rogerio

Caso acontece-lá, nem eu e nme vc é mais ngm vai conta a essa história

Não há nada de relevante nesta viajem , esta senhora delirante quer apenas os holofotes , uma atitude irresponsável e estúpida , uma provocação vazia wue constrange Taiwan , a China e os EUA , agora como corrigir esta lambança sem parecer fraqueza ?

BraZil

Isto é impensável. Claro que mesmo que este ato estúpido por parte dos EEUU desencadeie reações mais fortes do lado Chinês, com CERTERZA, a derrubada desse avião da Pelosi não será uma delas.

Mars

Eu acho irónico que alguns meses atrás saiu uma matéria sobre um general americano ter ligado para china com medo do então presidente desencadear um conflito. E agora como menos de dois ano do atual governo desencadeia-se uma das maiores tensões entre as duas nações. kkk

Ronald Reagan

“a economia na Europa vai bem, a situação dos refugiados da Síria, Iêmen e Ucrânia foi resolvida, a inflação está toda controlada, o abastecimento energético e a segurança alimentar estão perfeitamente saneados; a confiança dos investidores nunca esteve tão alta, tudo indo muito bem. Vamos provocar a China, vai, to entediado demais com tanta coisa boa.”

Diogo de Araujo

Cara, os EUA não têm limites. Não estou querendo dizer que a China está certa, longe disso. Taiwan tem todo direito do mundo em ter sua independência total. Porém, imaginem que o Alasca quisesse sua independência e estivessem em um processo de árduas discussões com os EUA. Será que estes aceitariam uma visita do Xi Jinping por lá? Acho que não. E se o méxico decidisse participar de uma aliança com a Rússia que por sua vez passasse a posicionar suas armas na fronteira dos EUA, será que eles deixariam? Acho que não.

Diogo de Araujo

Se o brasil fizesse uma aliança com o méxico, argentina e chile não “guentavam” nem esse porta aviões aí

Alexandre Cardoso

Não aguentavam nem a metade desse PA, é triste isso mas é verdade.

Dalton

Entendo seu ponto Diogo, apenas os exemplos que você deu não foram muito felizes afinal o Alasca é um Estado dos EUA e o México tem nos EUA de longe seu maior parceiro comercial, não dá para simplesmente trocar de lado. . Taiwan é importante para os EUA pois ao compartilhar uma série de valores como democracia naturalmente tornaram-se “próximos” e apesar de ter a China como maior parceiro econômico a população não quer viver sob as regras do PCC. . Porém o mais preocupante para os EUA é que abandonar Taiwan a própria sorte poderá significar um desprestígio e… Read more »

carvalho2008

Mestre Dalton…não é uma questão de torcer…mas Taiwan é apenas um freio contrapeso de politica para os EUA. São a fração que perdeu a guerra civil da revolução c o m u n i s t a e que se refugiou na ilha e que teve a cobertura da US Navy para impedir que o exercito vermelho cruzasse o mar…é um assunto interno deles ainda não finalizado. Se alguem de fora quiser se envolver, tem um preço…é complicado. Outro ponto, apesar de nossas simpatias a causa de Taiwan, a verdade é que quase metade da população vive e respira diretamente… Read more »

Thiago A.

Mestre Carvalho,
Se economia é tudo como se explica o conflito atual na Ucrânia ?
È até difícil de achar povos e nações com esse nível de interdependência e consanguinidade como os ucranianos tinham com os russos.

Será que a economia é tudo ? Se a economia é tudo a guerra seria impossível, pois é altamente prejudicial no breve prazo para ambos os lados.

Ao longo da história a economia – apenas ela – nunca impediu um conflito, no máximo desestimulou e adiou a guerra.

Carvalho2008

Antes de mais nada já se explica pelo que o conflito Ucraniano é: – instituições nacionais fracas e população dividida com guerra civil por procuração ou não desde 2014. Mais do que Ucrania com população Russa, Em Taiwan, sequer existem chineses que não vieram da china, numa história muito mais recente. Numa economia muito maior e mais forte que a Russa e que magnéticos sozinha este 1 milhão de empresários taiwaneses…imagine quantos eles, cada empresário atraem de taiwaneses atrás de si???Então, se na Ucrânia o amigo já tem o testemunho vivo da desagregação, imagina Taiwan que nem pais é, em… Read more »

Carvalho2008

Outro ponto importantíssimo, o amigo ainda pode abordar que oras Carvalho!!!! ainda assim não são a maioria!!! Mas veja…qual é a massa crítica necessária para derrubar esta determinação??? É necessária a maioria?? não creio…e outra…São duas frações sociais igualitárias neste jogo??? Também não acho….quem são estes 1 milhão de empresários taiwaneses que moram na China? Os maiores ou menores? Quem são os 10% da força de trabalho que trabalham na China?? A mais assalariada é instruída e globalizada ou o vendedor da mercearia…???

veja bem….

RonaldReagan

Imagine se países ocupados o Japão quisessem decidisse não ter mais uma base militar americana em seu território.

Allan Lemos

Comparar o Alasca com Taiwan é uma falácia de falsa equivalência. O Alasca pertence aos EUA desde 1867, foi uma transação legítima e interessante para ambos os lados e os russos receberam o valor acordado pela venda.

Além disso, a Suprema Corte já decidiu que secessão unilateral é inconstitucional.

Então é evidente que um estado americano tentando uma secessão é um cenário completamente diferente daquela em que se encontra a República da China, que jamais fez parte da República Popular da China e desde 1949 não compartilha nenhum laço com esta.

L G

Infelizmente o caminho dos EUA e a G mundial nuclear. Ou um lento declínio até se transformar em uma nova Inglaterra um pouco mais forte. Quando se enfraquecer demais vários aliados de hoje sairão do barco. A situação dos EUA é preocupante ou ataca agora quando tem vantagem, com o risco de uma terceira G mundial nuclear em que seu território será destruído ou aceita ir diminuindo o seu poder até se transformar em uma nova Inglaterra, Alemanha ou Japão. Os dados estão lançados. Vamos estudar pessoal e aguardar os próximos anos serão decisivos. O Brasil tem que ficar quieto… Read more »

Tutor

Contando de hoje, nos próximos 70 anos (no mínimo) não há a menor possibilidade de os EUA se tornar uma nova Inglaterra. As capacidades geograficas, humanas e bélicas dos EUA são muito superiores ao que eram os britânicos nos tempos que precederam sua perda de hegemonia; além do fator nuclear, obviamente. Uma coisa que poderia acontecer diante de um impasse em que EUA e China poderiam chegar (ou poderão chegar), seria acertarem um fatiamento de áreas de influência, do tipo: “não mexa mais no meu quintal, que não mexerei no seu”. Assim, cada um no seu quadrado. E para ser… Read more »

Burgos

Politicamente falando !!!
A China não é flor que se cheire, mas o EUA também está com um péssimo corpo e relação diplomático dos últimos anos !!!
Em vez de melhorar as relações só faz é piorar em todos aspectos !!!👀🤦‍♂️
Começando com o PresRep e por aí vai !!!

Ronald Reagan

Taiwan é reconhecido como província por órgãos internacionais como a ONU. Os EUA e seu hábito de desestabilizar qualquer cenário que lhe pareça desfavorável, mesmo quando não é.

Thiago A.

A sua afirmação é errônea, a ONU nunca se pronunciou sobre o status de Taiwan. A RPC , em um esforço de imaginação e interpretação muito extensa, força a barra. O status de Taiwan permanece indefinido.

André de Souza

Já é dia 31 na Ásia né ?
A visita é hoje.

Machado

Chuva de mísseis balísticos DF21/DF26 assassinos de Porta Aviões.

Alexandre Cardoso

Ah, hoje é dia dos chineses praticarem tiro ao alvo nos próprios PA? É bom praticarem.

Bruno Vinícius

Essa visita à Singapura deve ter sido para lembrar o Xi do Dilema de Malaca, conceito criado pelo seu antecessor e que representa a maior vulnerabilidade chinesa frente a uma guerra contra os EUA.

ADM

Os EUA não precisam operar no Mar do Sul da China, a guerra será nos estreitos, estrangulando as LCM. Como comentado vai chover mísseis, só que para os dois lados.

Camillo

Em caso de guerra, sem contar a marinha chinesa, a maior do mundo, sem contar a força aérea chinesa, sem contar as ilhas militarizadas, somente a força de mísseis no continente, oque ia “chover” de mísseis para cima de um Nae desses…, SE houvesse o conflito a marinha americana duvido que iria operar nessa área.

Red Pill - 红色药丸

Não iriam mesmo, Top Gun é só no cinema para incautos, vida real é chuva de DF-21 e 6 mil almas engolindo água salgada.

Camillo

China, Rússia e EUA são países que tem um poderio militar tão grande que nenhum dos três tem condições de atacar próximo do território um do outro.

Camillo

O máximo é guerra por procuração, como os EUA estão fazendo na Ucrânia. A Índia acredito que em alguns anos poderá estar tb neste nível, principalmente pela sua marinha e exército, força aérea indiana ainda é o ponto fraco deles.

Red Pill - 红色药丸

Dong Feng DF-21 na cabeça dele ! Pow, acabou o sonho TopGun!

Last edited 10 dias atrás by Red Pill - 红色药丸
Mk48

Interessante seria ver a reação dos EUA se a China enviasse uma Task Force para ficar zanzando pelo Golfo do Mexico ou próxima a costa Oeste. Iriam tambem entender como Freedom of Navigation ?. Não creio. Pimenta nos olhos dos outros não costuma arder, não é ?

Sulamericano

Muito boa a sua comparação Mk48.
As vezes é preciso desenhar ou dar exemplo para alguns entenderem.

Alessandro

Achei essa frase sensacional pra definir essa situação.

“O lugar de uma mulher é onde ela quiser, a menos que o ditador da china comunista diga que não pode”

Os lacradores “progressitas” cri,cri,cri…

Last edited 9 dias atrás by Alessandro
Luiz Trindade

O fato é que se derrubarem um avião com a líder do congresso norte-americano vai ser um ato desproporcional e quase certo haverá uma resposta dura e enérgica por parte dos EUA via seu porta aviões Ronald Reagan. Seria realmente um passo largo em direção à Terceira Guerra Mundial! Deus nos proteja desses loucos genocidas doidos para apertar o botão das armas nucleares!

Fábio

Só esse porta aviões deve valer mais do que toda Marinha do Brasil, eu me divirto.

Adriano madureira

Os fanboys americanos lá no telegram acham que os chineses não teriam capacidade de fazer algo contra os EUA no mar do sul da China,no estreito de Taiwan, que não teriam capacidade de vencer uma frota americana,mas esquecem que os chineses estão em casa e podem com seus mísseis em terra,ar, mar e ilhas artificiais,infligir golpes fortes nos navios americanos .. Que mesmo que por mais sistemas defensivos que tenham embarcado, não são infinitos, e não aguentariam um ataque de saturação. Mas fazer guerra por uma velhota daquela não vale a pena… Não sei oquê está acontecendo no mundo: Azerbaijão… Read more »

Batalhão azoz

Se eu fosse os EUA tocava essa mesma pressão em Cuba e Venezuela…o que a Rússia e china querem meter o nariz aqui… Não seria a mesma lógica?

Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

Semana da Índia no Rio: Governo indiano recebe público e imprensa a bordo da fragata INS Tarkash

Eventos comemoram os 75 anos da Independência indiana e 200 anos da Independência do Brasil A Embaixada e o Consulado...
Parceiro

- Advertisement -