quarta-feira, agosto 10, 2022

Saab Naval

Porta-aviões USS Ronald Reagan e navio de assalto anfíbio USS Tripoli com jatos F-35B estão operando perto de Taiwan

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Dois navios-capitais dos EUA e seus escoltas estão operando no Pacífico Ocidental perto de Taiwan, apurou o USNI News.

O porta-aviões USS Ronald Reagan (CVN-76) e o navio anfíbio de grande convés USS Tripoli (LHA-7), com os F-35B Lighting II Joint Strike Fighters ds Marines embarcados, estão operando nas proximidades de Taiwan, no limite do Mar do Sul da China antes de uma visita ao Pacífico Ocidental da presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi (D-Calif.) à região.

O USS America (LHA-6) está no porto de Sasebo, Japão, informou a Frota do Pacífico dos EUA ao USNI News na tarde de segunda-feira.

Um porta-voz do Pentágono disse ao USNI News na segunda-feira que os navios estavam operando normalmente na região e não detalharia as medidas de proteção da força para a visita do terceiro oficial de mais alto escalão dos EUA à região.

USS Ronald Reagan (CVN-76)

No entanto, um alto funcionário da defesa disse ao USNI News que os navios, escoltas e suas alas aéreas – já na região – estavam preparados para permanecer como uma opção de contingência. Na segunda-feira, Pequim deu a entender que haveria uma resposta militar se Pelosi viajasse para Taiwan.

A China tem “séria preocupação com a potencial visita da presidente Pelosi a Taiwan e nossa firme oposição à visita. Temos enfatizado que tal visita levaria a sérias consequências”, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, a repórteres na segunda-feira, quando perguntado sobre a viagem.

“Queremos mais uma vez deixar claro para o lado dos EUA que o lado chinês está totalmente preparado para qualquer eventualidade e que o Exército de Libertação Popular da China nunca ficará de braços cruzados, e daremos uma resposta resoluta e tomaremos fortes contramedidas para defender a China. soberania e integridade territorial”.

A China vê Taiwan como uma província separatista e desencoraja os governos de lidar diretamente com Taipei. Pelosi seria a mais alta autoridade dos EUA a visitar Taiwan em 25 anos.

Pelosi chegou a Singapura na segunda-feira como parte de uma delegação do Congresso à região após uma parada no Havaí que incluiu um briefing com o Comando Indo-Pacífico dos EUA, disse seu escritório em comunicado.

“Em Singapura, Malásia, Coreia do Sul e Japão, nossa delegação realizará reuniões de alto nível para discutir como podemos avançar ainda mais nossos interesses e valores compartilhados, incluindo paz e segurança, crescimento econômico e comércio, a pandemia de COVID-19, a crise do clima, direitos humanos e governação democrática”, lê-se no comunicado.

Seu itinerário oficial não inclui Taiwan, no entanto, autoridades em Washington e Taipei disseram que uma visita é esperada, segundo a CNN.

Na segunda-feira, o Reagan, com sede no Japão, estava no Mar das Filipinas depois de transitar pelo Estreito de San Bernardino no sábado, após uma visita ao porto de Singapura e operando no Mar da China Meridional. O USS Tripoli, com sede na Califórnia, estava ao sul de Okinawa. O Tripoli tem embarcados até 20 F-35Bs. Oficiais da Marinha disseram ao USNI News na sexta-feira que seus F-35Bs não foram aterrados como parte dos problemas contínuos do assento ejetável.

Lotes específicos de assentos ejetáveis ​​na Força Aérea, Marinha e Corpo de Fuzileiros Navais – incluindo F-35s – foram encontrados com componentes defeituosos. Os serviços estão em processo de liberação dos assentos para atendimento com reparos.

“Atualmente, os F-35Bs do Corpo de Fuzileiros Navais não estão aterrados, e mais de 90% das inspeções nos dispositivos de acionamento do cartucho de assento ejetável do Corpo de Fuzileiros Navais estão concluídas”, disse o major fuzileiro Jay Hernandez ao USNI News na sexta-feira.

FONTE: USNI News

- Advertisement -

29 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
29 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Red Pill - 红色药丸

Uma chuva de DF-21 na cabeça deles, pow !

Vinicius 023

Impressionante como os chápeus de alumínio inundaram o site com porcaria. Claro, os chineses vão atacar navios americanos e n vai ter revide. Esse feitiche doentio nas ditaduras chinesa/russa é sempre os desajustados sociais que tem. Já perceberam??

NELSON JUNIOR

Tenta a sorte, porque o azar é certo !!!

Jagdverband#44

Adolescente.

Mk48

Mesmo sendo repetitivo no meu comentário, imaginem a seguinte hipotese :

Chineses ou Russos com uma FT no Golfo do Mexico.

Qual seria a reação dos EUA ?

Certamente a mesma que a China está tomando.

Inclusive com a crise de 1962.

Ou seja : Os EUA desfilarem seu Poder Naval no Mar da China é “Freedom of Navigation”, MAS , na hipotese que disse acima, ai não pode, aí é agressão.

Last edited 8 dias atrás by Mk48
PACRF

Pergunta: por que os russos e os chineses não “fustigam” os EUA mandando suas frotas navegarem no Golfo do México?

Pedro Fullback

Uma FT não é composto só por navios de ataque, mas por um amplo apoio logístico, e é isso que a China ainda não têm. China não têm bases na América Latina, então, fica muito difícil dar apoio ao FT chinês.

PACRF

Resposta correta. Nem a China nem a Rússia têm condições de ir “longe demais de casa” pelo mar. Outro diferencial a favor dos EUA, é o fato de seus porta-aviões serem movidos a energia nuclear, que não precisam de reabastecimento de combustível contínuo, como os movidos à diesel. Senão me engano, só a França e o Reino Unido, além dos EUA, possuem porta-aviões movidos à energia nuclear. Ouro aspecto é a construção de bases em outros países, como as que os EUA têm na Alemanha, Itália e Japão, por exemplo, que envolve questões diplomáticas muito sensíveis, além de dinheiro.

Mk48

Lembrando que não precisam de reabastecer combustivel, mas precisam sim reabastecer de combustivel de aviação, munição, alimentos e peças de reposição, sem contar que os outros navios da FT alemde tudo isso precisam tambem de óleo combustível.

PACRF

Correto Kk48, uma FT desse porte precisa muitas coisas, além de combustível, é claro.

Alex Barreto Cypriano

O Reino Unido não opera nenhum navio aeródromo de propulsão nuclear.
Olha, a China pode não ter bases espalhadas pelo mundo mas tem muito poder diplomático: a Argentina se recusou a receber algum cutter da USCG em operação contra pesca ilegal (adivinha de quem?) no Atlântico Sul. Tem que olhar menos pros reluzentes colts 45 e mais pros chapéus e esporas circunstantes no cenário deste faroeste.

Mars

Eu estava me questionado sobre isso hoje mas imaginei um outro cenário. Em troca de investimento( muito dinheiro) a China colocaria uma base naval em Cuba ou no Haiti, capaz de dar suporte a um Strike Group, como os americanos tem Japão. E a desculpa seria a mesma que os americanos usam. rs

Mk48

Exato.
Imagina só o fuzuê que vai dar se eles fizerem isso !

frank

a diferença e que Rússia e china são ditaturas repressivas e sanguinárias

737-800RJ

É pedir demais que não se inicie mais uma guerra?
Em 2019 eu dizia aqui na Trilogia que estávamos mais perto do que nunca da Terceira Guerra e alguns duvidavam.
Será que ainda tem gente que não acredita? A pior parte é que o Brasil nem condições de se defender tem…

PACRF

O pior é que o Brasil, além das conhecidas deficiências em termos de defesa, possui deficiências graves na economia, também.

Dixon

Não dará em nada, apenas um blefe pelo lado Chines. A deputada chegará em Taiwan, sairá e tudo ficará em paz. Depois que invetaram a nota de repudio muita “pólvora” foi economizada.

PACRF

Concordo. Lembrando que a China não pode evitar que pessoas entrem ou saiam de Taiwan. Só fazendo um bloqueio aeronaval permanente.

carvalho2008

Falei ou não falei que o que sobra aos LHAs seria atuar como Nae Leves em complementação aos Supercarriers….??!! Olha ai…zero de fuzileiros, mas lotados de F-35….

Carvalho2008

Em teoria, podem aumentar em 9 Nae leves auxiliares com grupamentos entre 12 a 20 F35….

Heinz

É muito poder de fogo, muito triste saber que um desses, colocaria toda nossa FAB no chão.

Jagdverband#44

LHA como LCV é uma jogada de mestre.
Na segunda guerra eles construiram dezenas e dezenas de LCV, aprenderam a importância do meio.

Fernando

Não sou favorável a china, mas nenhum país do mundo quer ter em seu quintal dezenas de navios e aviões prontos para te atacar. Acredito que os EUA ficam provocando demais, sem a noção de que isso pode causar um guerra de proporções jamais vistas. Vale lembrar que o maior poderio bélico do planeta ainda pertence aos EUA, mas China tem aliados poderosos como a Rússia e até Coréia do norte, que juntos podem levar destruição mútua a nível global. A Coreia do Norte late mais que morde, mas Japão e Austrália estão na alça de mira de seu arsenal… Read more »

Ander

Interessante, somente esse Uss Tripuli seria suficiente para acabar com a FAB inteira.

Heinz

Com a América do Sul.

Alex Barreto Cypriano

Um grande parodoxo, hoje já reconhecido pela USNavy, é ter de manter presença com meios de combate nas águas lindeiras de um competidor contestador e assediador em plena campanha de ‘insurgência’ marítima, essencialmente híbrida, onde meios militares parelham com meios civis na imposição do modo chinês. A USCG foi convocada pra fazer número, manter e impor ‘a lei’ e segurança na região. Mas é um problema operar e manter tantos meios tão longe, apesar do Japão, Coréia do Sul e Guam (nem se conta mais com Filipinas…); nem os meios não tripulados, ainda em testes, encontraram um lugar adequado na… Read more »

Last edited 7 dias atrás by Alex Barreto Cypriano
Angelo

Navio de assalto anfíbio USS Tripoli? Planejam desembarque em Taiwan???

carvalho2008

Não….ele está configurado para CAM Controle de Area maritima, como Nae Leve com 22 F-35….

Não existe espaço na guerra asiatica para a operação anfibia com estes enormes LHA´s…ninguem vai desembarcar….seria impensavel…o que pode ocorrer é a guerra area de desgaste….a guerra naval…e aeronaval….mas operação terrestre é impensavel…sem chance…

É neste contexto que os 9 LHAs americanos podem se transformar em Nae Leves carregando de 12 a 22 F-35….

Angelo

VALEU….

Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

Semana da Índia no Rio: Governo indiano recebe público e imprensa a bordo da fragata INS Tarkash

Eventos comemoram os 75 anos da Independência indiana e 200 anos da Independência do Brasil A Embaixada e o Consulado...
Parceiro

- Advertisement -