O Conselho OTAN-Ucrânia reuniu-se na quarta-feira (26 de julho de 2023) para abordar a grave situação de segurança na região do Mar Negro após o término unilateral da Rússia da Iniciativa de Grãos do Mar Negro mediada pelas Nações Unidas e Turquia. O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, convocou a reunião após um pedido de consulta de crise do presidente Volodymyr Zelenskyy. O vice-secretário-geral Mircea Geoană presidiu o Conselho

Os aliados e a Ucrânia condenaram fortemente a decisão da Rússia de se retirar do acordo de grãos do Mar Negro e suas tentativas deliberadas de interromper as exportações agrícolas da Ucrânia, das quais centenas de milhões de pessoas em todo o mundo dependem. Eles também condenaram os recentes ataques de mísseis da Rússia em Odesa, Mykolaiv e outras cidades portuárias, incluindo o cínico ataque de drones de Moscou às instalações ucranianas de armazenamento de grãos na cidade portuária de Reni, no Danúbio, muito perto da fronteira romena. Os aliados observaram que a nova área de alerta da Rússia no Mar Negro, dentro da zona econômica exclusiva da Bulgária, criou novos riscos de erro de cálculo e escalada, bem como sérios impedimentos à liberdade de navegação.

O vice-secretário-geral Mircea Geoană disse: “A Rússia continua a mostrar total desrespeito pelo direito internacional e pelas pessoas em todo o mundo que dependem dos grãos ucranianos. A Rússia está ameaçando navios civis, aterrorizando cidades pacíficas e destruindo partes do patrimônio cultural do mundo com seus ataques brutais. A OTAN está unida. Somos solidários com nossos aliados do Mar Negro, continuaremos a proteger uns aos outros e continuaremos a apoiar a Ucrânia pelo tempo que for necessário”.

O secretário-geral Jens Stoltenberg disse: “A Rússia assume total responsabilidade por suas ações perigosas e escalonadas na região do Mar Negro. A Rússia deve parar de armar a fome e ameaçar as pessoas mais vulneráveis do mundo com instabilidade alimentar. As ações da Rússia também representam riscos substanciais para a estabilidade da região do Mar Negro, que é de importância estratégica para a OTAN. Os aliados estão intensificando o apoio à Ucrânia e aumentando nossa vigilância. Continuamos prontos para defender cada centímetro do território aliado de qualquer agressão.”

Os aliados saudaram os esforços contínuos de Turquia para revitalizar o acordo de grãos e os esforços de outros aliados – incluindo Bulgária e Romênia – bem como da União Européia e das Nações Unidas para permitir a exportação contínua de grãos ucranianos por terra e mar. Os aliados também deixaram claro que continuariam a fornecer à Ucrânia grande assistência militar, econômica e humanitária.

A OTAN e os Aliados estão intensificando a vigilância e o reconhecimento na região do Mar Negro, inclusive com aeronaves de patrulha marítima e drones. Desde o ano passado, em resposta à guerra de agressão da Rússia contra a Ucrânia, a OTAN aumentou significativamente sua presença na região, inclusive com dois novos grupos de batalha multinacionais na Bulgária e na Romênia.

O dia de hoje marcou a segunda reunião do Conselho OTAN-Ucrânia, após a sua reunião inaugural na Cimeira de Vilnius no início de julho. Os embaixadores da OTAN e a Suécia convidada foram acompanhados por videoconferência por Oleksandr Kubrakov, vice-primeiro-ministro ucraniano e ministro das Comunidades, Territórios e Infraestrutura; e o Brigadeiro-General Oleksii Hromov, Subchefe da Direção Operacional Principal (J3) do Estado-Maior das Forças Armadas.

FONTE: nato.int

Subscribe
Notify of
guest

26 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
sub urbano

É só não se juntar com uma aliança militar contra a russia que vc não é destruído pela Russia. É simples assim… Se a ucrania nao tivesse se engraçado pela OTAN, nada disso teria acontecido.

Leandro Costa

Três pontos: 1- Ninguém estava realmente considerando deixar a Ucrânia entrar na OTAN; 2- A Ucrânia ainda não foi destruída, e; 3- A Ucrânia nem poderia entrar na Ucrânia, pelo menos até 2017, e depois de 2014, nem assim poderia, mesmo que ela quisesse muito. Esse argumento é vaporware. Acho mais ameaçador para Putin uma entrada da Ucrânia para a União Européia, e ainda acho que esse foi o maior motivo para a Invasão tanto em 2014 quanto em 2022.

leonidas

Claro que não.
O objetivo da Otan de “Não se expandir em direção ao leste” fica claro a partir do momento que a gente observa quantas nações a Otan tinha quando havia a URSS e o Pacto de Varsóvia.
E quantas ela tinha (quando em tese sequer deveria continuar existindo) em 2012.
Neste momento realmente fica claríssimo que a Otan jamais cogitou em se instalar literalmente ao lado da Russia…rs
Obs: Favor reparar que estamos falando em 2012 bem antes da Rússia retomar o que sempre foi dela que é a Criméia…rs

Last edited 11 meses atrás by leonidas
Leandro Costa

Você parte de uma premissa errada. Nunca houe qualquer objetivo de ‘não expansão’ da OTAN. Até porque a OTAN só cresce conforme existam países que desejam ingressar nela. E haviam. E sobre a própria OTAN, haviam muitos aqui, acho até que você era um deles, que diziam que ela estava sem propósito, dividida, com baixa eficácia, etc. E realmente a OTAN era uma sombra do que fora um dia. Haviam inclusive dúvidas se ela seria substituída por alguma instituição nova apenas Européia ou não. Diversas controvérsias surgindo devido à membros não contribuindo da forma como previa a carta da organização,… Read more »

leonidas

Velho, melhor reavaliar o contexto. O Putin vem desde 2012 alertando para que a Otan não dê continuidade a sua expansão em direção a Rússia. A razão disso nem é necessário frisar todos nós sabemos o que uma potência pensa de ter um inimigo militar formal dentro de seu quintal. Então assim, a Otan se expandiu e iria se expandir muito mais não fosse a Rússia iniciar esta guerra, pois o objetivo dela (e não foi descartado ainda) é cercear a China e a Rússia pelo leste. E neste processo de cerceamento a Rússia esta incluso o item que diz… Read more »

Carlos

Cara tu ainda acreditas no Papai Noel? Como podes acreditar nesse jargão da propaganda russa? Um pequeno recordar da história recente: a Ucrânia quis entrar na OTAN em 2008, por oposição da França e da Alemanha que fizeram um favor à Rússia, embora tenham dito que a corrupção na Ucrânia era muito elevada, impediram a entrada da Ucrânia na OTAN, mas hoje a Rússia não vai ter essa ajuda mesmo pensando na Hungria que não tem o poder de influência da França ou da Alemanha. Putin é um estratega dos grandes, mas saí tudo ao contrário

Carlos Gallani

Esqueceu a invasão da Crimeia em 2014 ou tá se fazendo de bobo?

Fernando "Nunão" De Martini

“A OTAN e os Aliados estão intensificando a vigilância e o reconhecimento na região do Mar Negro, inclusive com aeronaves de patrulha marítima e drones. ”

Essa é a parte mais importante da declaração da OTAN.

Bueno

acompanhando..
na verdade já estavam monitorando , como disse , vão intensificar e deve elevar o nível de engajamento para se defender ou atacar caso os Russos tente derrubar outra aeronave cmo o MQ-9 Reaper ou um navio militar.

será que os Rússos derrubariam um P-8 Poseidon…?
  
https://www.radarbox.com/@44.87319,26.07523,z9

leonidas

Eu acho engraçada a Otan, ela cria o problema e depois fica fazendo reuniões extraordinárias para discutir o “agravamento do quadro de segurança em algum lugar rs”
Seria o mesmo que a China começasse a enviar navios de guerra e forças ao redor do mar do Caribe (se isso fosse possivel) e depois fizesse reuniões para estudar o “agravamento” das tensões com a US Navy…

Jefferson Ferreira

…”Moscou havia bombardeado com drones dois portos de grãos ucranianos em um ponto ultrassensível, o estuário do rio Danúbio. As explosões ocorreram a 200 metros da Romênia, país que é membro da Otan…”
https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2023/07/otan-aumenta-presenca-no-mar-negro-contra-a-russia.shtml

Esse bloqueio russo no mar negro ao que parece foi uma escalada que a Otan não estava prevendo…

Vinicius Momesso

E nessa área “ultra sensível” há um aeródromo no qual a Ucrânia se utilizava como plataforma de lançamento(Su-24) dos mísseis Storm Shadow. A proximidade com a Romênia o deixava até então, livre de ataques por parte da força aérea russa.

Esteves

“garantias de que fertilizantes russos e exportações de alimentos poderiam chegar ao mercado global readmissão do Banco Agrícola Russo (Rosselkhozbank) ao sistema de pagamento SWIFT retomada das exportações de máquinas agrícolas e peças de reposição para a Rússia remoção de restrições de seguro e acesso a portos para navios e cargas russos restauração de um oleoduto de exportação de amônia, agora danificado, de Togliatti, na Rússia, a Odesa, na Ucrânia” Putin quer negociar. Ao menos na mídia que de tudo sabe, ele quer. Esteves daria alguma coisa. Mas parece que as condições estão impostas. A Senhora dos Ventos Estava lá com… Read more »

Bueno

kkk
foi saudar a mandioca…
Brasil , país da piada pronta

Filipe Prestes

Lembro disso como se fosse ontem maaaaas por mais que a oratória seja estranha, o cálculo tava certo, bem aproximado na verdade. Não sei se ela decorou aqueles números ou fez de cabeça, mas é matemática básica na verdade e nesse ponto específico ela estava certa kekekekekeke

Carlos Gallani

Está na hora de promover mais um grande meio de superfície russo para submarino!

Felipe

Estão tentando, mas não é tão fácil

Agressor's

Mas foi muita bobeada mesmo, aquilo que deixaram acontecer com o Moskva…

Last edited 11 meses atrás by Agressor's
Agressor's

Ficou exposto que não se garantem, da forma como fazem parecer…

Last edited 11 meses atrás by Agressor's
Macgaren

Concordo, Moskva está ai no fundo do mar para não deixar duvidas

Burgos

A OTAN é truculenta !!!
Só quer levar no grito, o certo era a ONU convocar em emergência os outros 7 Países ricos e começarem a executar algum plano Paz para a região.
Como ela fez para Israel e Líbano no passado que tavam se “pegando” também, e quem se lembra foi as FFAAS do EUA e França que “empurraram” as tropas Israelense de volta ao seu território impedindo o aumento e a escalada da violência na região e mais derramamento de sangue.

Dalton

A Rússia está em outro patamar, caro Burgos, é membro permanente do Conselho de Segurança da ONU, tem armas atômicas e conta com um apoio mesmo que discreto da China.
.
Ficar convocando países para “discutir a paz”, incluir o Papa, etc, não tem efeito prático nenhum pois os dois beligerantes não querem ou não podem ceder sem grande prejuízo político e econômico.

Esteves

Não entendo nada disso mas penso que acho isso.

A Rússia é grande demais para pressionarem. Negociem e terão a paz.

Burgos

Bom dia Dalton; Há controvérsias !!! Países membros da ONU (G8) que é o caso da Rússia não deixa seu povo passando fome que é o que está acontecendo agora lá. Passível até de suspensão de permanência no grupo de veto do G8 não defendo atitudes tanto por parte de Rússia, Ucrânia e OTAN, acredito que seja caso mais para ONU reaver a Paz na região aliás esse órgão foi criado para isso se não conseguirem então fecha e pede sair. A OTAN só está esperando a Rússia da uma escorregada na banana pra entrar nessa briga que não vai… Read more »

Satyricon

Bombardeios indiscriminados em todo território ucraniano, e a truculência vem da OTAN? É sério isso?

A turma aqui não tá fácil hj não…

E outra: O Enxadrista RASGOU todos os acordos que assinou com a Ucrânia, não respeitando nenhum. Foram usados meramente como um engodo, para ganhar tempo, e escalar ainda mais a agressão ao povo ucraniano posteriormente.
Não há como negociar com gente assim. (Tenham como exemplo as desastrosas negociações de Chamberlain com Hitler)

Satyricon

“E os russos são especialistas nisso”.

Vê-se.