FOTOS: O novo navio de assalto anfíbio de fabricação chinesa da Tailândia em operação

61

O HTMS Chang, um “Landing Platform Dock” (LPD) Type 071E, chegou à Tailândia em 25 de abril de 2023, uma semana depois de ter sido oficialmente entregue ao seu novo proprietário pelo estaleiro chinês China State Shipbuilding Corp (CSSC) de Xangai.

A Tailândia assinou um contrato com a China para a aquisição de um Type 071E (LPD) em 9 de setembro de 2019. O navio é baseado no Type 071 da PLA Navy. Foi relatado que o contrato custou apenas Bt6,1 bilhões (200 milhões de dólares ). O HTMS Chang foi lançado em dezembro de 2021 e concluiu os testes no mar em dezembro de 2022.

O navio tem 210 metros de comprimento, com uma boca de 28 metros e um deslocamento de 25.000 toneladas quando totalmente carregado.

O LPD tem um poço de popa que pode transportar até quatro embarcações de desembarque do tipo Landing Craft Air Cushion (LCAC) para ataques anfíbios, enquanto os turcos montados no casco podem transportar, lançar e recuperar embarcações de desembarque convencionais. Um convés de veículos tem espaço para 60 veículos de combate blindados e o navio pode acomodar 800 soldados.

Há também plataforma de pouso de aeronaves para dois helicópteros  Z-18 de transporte pesado, com espaço de hangar disponível para quatro helicópteros.

A Tailândia é um aliado dos EUA através de tratado, embora seus militares operem vários tipos de plataformas de fabricação chinesa, incluindo tanques, fragatas e navios de patrulha offshore. Também assinou um contrato para comprar submarinos diesel-elétricos S26T de fabricação chinesa.

De acordo com um comunicado de imprensa da Royal Thai Navy, o novo LPD é capaz de desdobrar;

  • 8 veículos anfíbios (AAVs) ou 11 veículos blindados com rodas (MBTs) no convés de veículos 1;
  • 8 veículos anfíbios (AAVs) ou 9 veículos blindados com rodas (MBTs) no convés de veículos 2;
  • 6 Landing Craft Mechanized (LCM), ou 9 Landing Craft Vehicle Personnel (LCVP), ou 57 veículos anfíbios (AAVs), ou 2 air-cushioned vehicles (LCAC) na doca alagável;
  • Pode desembarcar até 600 fuzileiros.

Subscribe
Notify of
guest

61 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
ChinEs

Incrivel, o Brasil precisa urgentemente de 2 navios LPD Type 71E para o corpo de Fuzileiros Navais da MB.

Marcelo Andrade

Para o que? Antes precisamos de escoltas. Os navios que temos suprem por hor nossas necessidades

MMerlin

Antes precisamos de navios patrulhas.
Se a MB continuar relegando o básico, que é o patrulhamento do mar territorial de modo eficiente, que abra mão e permita a criação de uma guarda costeira, um órgão responsável pela fiscalização e segurança da nossa ZEE.

Fernando Vieira

Esse navio da matéria é realmente impressionante. Permite transportar um mini exército. A projeção de poder que ele permite é muito boa. No cenário brasileiro temos o Atlântico e o Bahia que também permitem uma boa projeção de poder suficiente para estabelecer cabeças de praia. No entanto todo esse poder de projeção não serve para nada se esses navios estiverem sem proteção contra outros navios, submarinos ou aeronaves inimigas. O Brasil pode operar seus meios em uma coalizão que forneceria as escoltas, seja dos EUA, da França ou da Inglaterra. Mas se quiser operar sozinha, a Marinha do Brasil precisa… Read more »

Dalton

Tem também o “Almirante Saboia” para completar a tríade restando ainda oficializar a baixa do “Mattoso Maia” que deverá ocorrer conforme também anunciado aqui antes
do fim do ano…mas…também noticiou-se que a “Constituição” iria ter uma sobrevida até julho de 2023 e o mês acabou e eu tive que rasurar minha lista pois já tinha dado
a baixa como certa 🙁

Fernando Vieira

Verdade, esqueci dele.

Heli

Antes disso, nossa marinha precisa de mais submarinos (melhor arma naval) e de mais fragatas, sejam ASW sejam AAW.

Zorann

Que viagem!

Pra desembarcar na baia de Guanabara?

Fuzileiros navais são um gasto inutil em nosso caso. Invariavelmente, sempre morrerão na praia.

JSilva

Na minha opinião, sempre que se cogitasse sobre operações internacionais de paz, com participação do Brasil, a força a ser utilizada, seriam os fuzileiros navais (e não o Exército), e nesse contexto entrariam os meios de apoio, como o navio da matéria ou o Atlântico e Bahia.
Desta forma seria até reduzido o gasto, porque nas operações da ONU, salvo engano, o gasto operacional é dividido meio a meio com esta Organização.E as operações de paz se encaixam com a maneira que o Brasil aborda sua diplomacia e relações internacionais.

Last edited 11 meses atrás by JSilva
Zorann

Estamos falando de uma Marinha que não tem navios pra fazer o mínimo, mas insiste me manter 20k de fuzileiros. Sem condições de dar apoio a estes militares que invariavelmente, em qualquer ação pra valer, morreriam na praia

Estas tropas poderiam ser do EB para liberar verbas para a marinha ter navios

José Luiz

Amigo será que os almirantes pensam no emprego dos fuzileiros em desembarques anfíbios ou existem outras possibilidades de emprego politicamente muito mais viáveis e interessantes.Pode se analisar a história brasileira e sul americana.

Oráculo

“Fuzileiros navais são um gasto inútil”. Fala isso pros Ucranianos pra ver o que eles respondem. Se não fossem os Paraquedistas, Forças Especiais e Fuzileiros Navais Ucranianos, que foram armados e treinados pela OTAN antes da invasão, os russos teriam passeado no Donbass, pois as forças regulares do Exército ucraniano, formadas em sua maioria por recrutas ou soldados não profissionais, não aguentaram o tranco inicial da invasão. A participação da “Infantaria Naval” foi tão eficiente que Zelenski acabou de transformar os fuzileiros navais em um novo ramo independente das Forças Armadas ucranianas, a exemplo dos EUA. Aqui no Brasil os… Read more »

Gerson Carvalho

Precisamos de 6 type 54 e 2 type 71 Podemos pagar com frango e carne de gado!

Tallguiese

Que embarcações bacanas heim? Bem estilosas!

L Grande

O Brasil já tem o Bahia e o atlântico que são melhores que esse navio da China.

Ciclope

Você sabe que esse navio Chinês e baseado na classe Garcia dos EUA nê?
Logo o Bahia e o Atlântico são melhores que a classe Garcia?

Leandro Costa

Ciclope, a classe Garcia era uma classe de Fragatas, não? Inclusive tivemos algumas.

Franz A. Neeracher

Classe Garcia (fragatas)??

Não quis dizer Classe San Antonio (LPD)??

Dino Costa Jr

Os antigos CTs Clase Pará, eram Classe Garcia na U.S Navy.

Franz A. Neeracher

Sim, eu sei disso…..estava me referindo ao comentário do Ciclope que mencionou que esse navio chinês é baseado na classe Garcia…..o que não é verdade.

Rsmith

Vamos compra meia Dúzia… o preço está ótimo…. aposto que já alguém já posto algo parecido… muito melhor do que “comprar” seria investir em “projetar e construir” no Brasil… Ate o Peru já fez navios desse tipo, porque não o Brasil?

Carlos Crispim

Que espetáculo, hein? De tirar o fôlego, os chineses já não devem nada ao ocidente.

Emmanuel

Para a MB comprar um desse, teria que ter transferência de tecnologia, 90% de nacionalização e mais um monte de coisa que só existe na cabeça do almirantado brasileiro.

Custaria o triplo, levaria 10 anos para ser construído, e, quando finalmente fosse finalizado, estaria defasado.

Fabio Mayer

Pior é que é isso mesmo! Levam 10 anos para contratar, mais 10 anos para executar, mais 5 de atrasos e 2 para colocar o navio em operação. Quando ele entra em operação, já é tecnologia vencida…

Gabriel BR

Eu quero é escoltas chinesas para a MB

Fabio Mayer

Pois… se para o Brasil ter 10 ou 15 escoltas por preço bom, que atendam as necessidades nacionais… eu também!

Adriano madureira

Mas isso jamais acontecerá, pois o almirantado caviar dirá que nossa doutrina é mais puxada para o uso de equipamentos ocidentais e caso adquirissemos não seria compatível, mas na verdade sabemos que na realidade o caso é mais de “cagaço” do que incompatibilidade.

BraZil

Bom dia a todos. Gente. Sério. A cada foto que eu olhava, sentia uma pontada na cabeça, de dor, vergonha e resignação. Parabéns aos Chineses e a quem tem vergonha na cara e sabe escolher seus líderes melhor que nós.

mauricio pacheco

Lamento informar, mas Chineses não escolhem seus líderes!

WSilva

Na verdade escolhem, apenas o metodo é diferente. Aqui no ocidente quando a coisa tá boa ou ruim é sempre urna eletronica ou papelzinho, lá na China só muda quando a coisa tá ruim e geralmente é na base das revoluções e guerra civil.

Augusto

A composição da alta cúpula governamental chinesa é composta em 90% (literalmente) por cientistas e engenheiros. E no Brasil, como deve ser a composição da alta cúpula governamental?

Nemo

Advogados.

Fabio Mayer

O que explica muito do por quê o Brasil não vai pra frente…(e eu sou advogado).

JSilva

Escolher? rsrs

NEMOrevoltado

Uma matéria sobre os submarinos de propulsão convencional chineses seria muito boa!

regis

se mudar a bandeira eu ia pensar que era tudo americano, copia do helicoptero, navio, veiculo de desembarque etc…, se funciona porque não copiar, economiza tempo e dinheiro.

Dalton

Há uma diferença importante que o LPD americano classe San Antonio tem uma doca menor capaz de embarcar apenas 2 hovercrafts enquanto o LPD chinês pode embarcar 4 de tamanho similar, com eventual perda de espaço para transportar outras coisas. . A versão tailandesa do LPD chinês segue o princípio americano de poder embarcar 2 hovercrafts beneficiando-se de um maior espaço para transportar mais veículos por exemplo. . A US Navy reduziu drasticamente o tamanho das docas em seus navios, apenas os 8 primeiros LSDs da classe Whidbey Island teriam capacidade para 4 hovercrafts, os 4 seguintes da variante Harpers… Read more »

L Grande

Temos que dá valor aquilo que temos que é o Bahia e o atlântico e outros. Essa mania que as pessoas tem de ficar olhando para o jardim mais Verde do vizinho. No momento está bom.

Sérgio

Da pra entender a Tailândia comprando armamento bélico da china

Daniel Ricardo Alves

Nossa! Mas esse navio ficou barato demais! Acho que está na hora da MB começar a comprar navios chineses também!

Machado

Passou da hora. Pelo menos as Fragatas. Umas 12 Type054 e padronizar as escoltas.

Marcelo

Control ” C”….. control “V”….. shazzan….
Temos uma poderosa marinha….toda copiada.. .
Estamos no século da mentira….dá enganação… do vale tudo…onde caráter e moral.. são palavras de museu..

Gabriel BR

Desde quando Guerra são morais?
Desde quando a indústria bélica é moral ?
É cada um que aparece viu ….

WSilva

Você digitou essa sandice copiando o idioma dos portugueses que por sua vez copia o alfabeto grego e romano.

Por que você não fica revoltado com isso?

rs
rs

Marcelo R

Aonde voce estava , quando a PLA navy comecou a copiar tudo da USnavy???

WSilva

No mesmo lugar quando os EUA começaram a copiar a Europa.

Marcelo

200 milhões de dólares um navio zero desse é muito barato !!!

BrunoFN

4 desses seriam ideal pra MB (sao navios multi .), junto ao Atlantico .. imaginar 4 desses novos , + Atlantico , + 1 ou 2 classe wave , + as Classe tamandare (6 a 8) .. e pronto , teriamos ao menos uma Marinha apresentável… mas é Brasil ne . fica dificil ter bom senso por aki .. China e uma parceiro comercial , ja ofereceu e oferece todo tipo de equipamento e financiamento , mais vamos seguir comendo sardinha e arrotando caviar ….vamos gastar dinheiro reformando equipamento velho pra durar mais uns anos no porto ,e esnobando novidades… Read more »

Digo

Honestamente não acredito que 1 type 071 saia por 200 milhões de dolares. Claro que economia de escala e valor do yuan façam equipamentos militares chineses no exterior serem mais baratos, mas 200 milhões por um navio desse calibre(sistemas, instalações, armamento e tamanho) parece quase que impossivel, só para efeito de comparação, o último navio da classe san-antonio dos EUA saiu por 2 bilhões de dolares, eu chutaria que 1 type 071 no mercado internacional não sairia por menos de 500-700 milhões.

Last edited 11 meses atrás by Digo
Nemo

Concordo com a avaliação. Um navio completo com essas características por U$ 200 milhões parece impossível.

Jean

Por U$$ 200 milhões é inacreditável… Poderiam ser adquiridos 2 … Quase 3 com o valor de uma Almirante Tamandaré.

Aqui poderia ser equipado com 2 Caracal, sendo um deles SAR e outro Asuw com 2 Exocets.

01 Radar TRS 4D, 24 Sea Ceptor e 04 Sea Snake.

Isso liberaria basicamente uma escolta.

Marcelo

Bem, acho que hoje em dia ninguém tem mais coragem de dizer que equipamento chinês solta pecinha como era bem comum nos comentários por aqui…

Marcos

Alguém poderia me dizer se um navio desses possui sistemas de armas compatíveis com o tamanho do navio?
Imagino que sendo tão espaçoso poderia desempenhar suas funções primarias e ainda portar armas em quantidade e qualidade que o equipararia a um destroier.
Seria factível e funcional?
Esse navio poderia contar com sistemas nativos para guerra antiaérea, antinavio e antissubmarina?

Last edited 11 meses atrás by Marcos
Zé Rato

Acho que aquela ferrugem, nas fotos da proa e da âncora, não deveria ser tão visível para um navio que foi entregue há apenas uma semana.

Salomon

Prezado, seria impossível. É tinta com corrente passando. Vai piorar e ainda tem o “escorrido”

Nemo

A MB precisa de patrulhas. O PAEMB previa 12 de 1.850t e 46 de 500t. Depois das patrulhas mais 4 tamanhas e 4 riachuelos. Pronto, já temos trabalho até 2040. O Bahia é um exemplo de despesa inútil porque o Bras não tem onde desembarcar, não tem fragatas para apoio de fogo nem cobertura aérea.

cipinha

Muita gente falando desses navios na MB e alguns argumentando a importância de virem primeiro as escoltas. A despeito disso, a China só conseguirá vender algo para o Brasil no dia que estiver realmente disposta a fazer uma parceria com envolvimentos da indústria nacional e com transferência tecnológica. Pelo que se falou em outros programas, o interesse maior deles é vender e fazem uso do preço de aquisição como argumento forte, mas esse não pode ser o único motivo para uma compra militar, Brasil não é Bolivia ou Venezuela, nós temos uma indústria e gostamos de possuir ao menos alguma… Read more »

BraZil

Bom dia a todos. Vou até repetir. Parabéns aos Chineses e a quem sabe escolher seus líderes melhor que nós. São duas sentenças, para quem não entendeu.

Bardini

E mais uma vez um amontoado de gente falando de preço, achando barato, sem ter sequer reparado (incapacidade?) que se trata de um navio sem nada de mais. É um navio completamente “pelado”, sem complexos sistemas eletrônicos e armamentos. É o básico do básico do básico, para a missão…

Last edited 11 meses atrás by Bardini
Tisso Pazei

O Brasil precisa é de mísseis nucleares e plataformas de lançadores em terra mar e ar

BraZil

Boa tarde entusiastas. Sonho com um dia em que chegaremos ao nível de maturidade e seriedade de outras sociedades que sabem escolher seus líderes com mais competência que nós. Caso de outras nações democráticas e de algumas “ditaduras” por aí. Invejo a todos eles. Por aqui, nossos representantes (muito bem remunerados) vão se preocupando com pronomes neutros e deixando a Marinhe o Exércite e a Force Aére vivendo de migalhes…e o pior é ver alguns id…as aplaudindo. O Atlantico Sul ideal de banárnia, “desmilitarizado” está ficando cada vez mais militarizado (por outras marinhas), não temos defesa aérea e a marinha… Read more »