USS Bataan (LHD-5) e USS Carter Hall (LSD 50)

Mais de 3 mil militares dos Estados Unidos chegaram ao Mar Vermelho a bordo de navios de desembarque, em uma nova mobilização para impedir o Irã de apreender petroleiros, anunciou a Marinha americana nesta segunda-feira (07).

Marinheiros americanos chegaram ao Mar Vermelho no domingo, através do Canal de Suez, a bordo do USS Bataan e do USS Carter Hall, disse a Quinta Frota dos Estados Unidos em comunicado.

“Essas unidades trazem uma significativa flexibilidade e capacidade operacional para nosso trabalho (…) de deter as atividades desestabilizadoras e de diminuição das tensões regionais provocadas pelo assédio e apreensão de navios mercantes pelo Irã”, disse à AFP o porta-voz da Quinta Frota, o comandante Tim Hawkins.

USS Bataan em faina de reabastecimento no mar

“Com essas ações, os Estados Unidos demonstram seu compromisso de garantir a liberdade de navegação e impedir o Irã de realizar atividades desestabilizadoras”, diz um comunicado.

Os militares americanos denunciaram que o Irã apreendeu ou tentou apreender, nos últimos dois anos, quase 20 navios de bandeira internacional nesta região.

USS Bataan passando pelo Canal de Suez

FONTE: Isto É / FOTOS: Marinha dos EUA

Subscribe
Notify of
guest

84 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Felipe

Os navio que o Irã tenta prender são por acaso aqueles que estão escoando o petróleo roubado pelos yankees na Siria?

Diego

Que isso Filipe??? Nada a ver, sao so barquinhos carregado com ajudas humanitária.
Afinal os EUA e o mocinho da historia

Esteves

Explica isso aí. Sem conversinha.

Macgaren

fonte: vozes da sua mente

Bosco

Mas o que a Rússia faz na Síria que deixa os EUA roubar petróleo?
Esses russos são mesmo incompetentes. rsss
Os israelenses nadam de braçada e os S400 dos russos não fazem nada. Os americanos estão roubando petróleo e os russos não fazem nada.
Explica pra gente o que os russos fazem na Síria?

Fernando

Só impediu que os USA invadissem a Siria e depusessem o Assad. Só isso.

Fabricio Lustosa

No fundo esse pessoal sabe quão fajuta é essa narrativa de “EUA defensor da legalidade, disso e daquilo” os “mocinhos do filme q eu vi”. No entanto eles sustentam esse discurso barato para fazer a cabeça de incautos, inocentes. Esse caso da Síria é um dos vários exemplos indefensáveis que eles insistem de forma até cômica.

Bosco

Essa narrativa quem utiliza são vcs.

Bosco

Na narrativa de “defensor da legalidade e de mocinho” do Putin , de invadir e anexar a Ucrânia para salvar a população dos neonazistas vc acredita, né?

Bosco

Pois é! Você acredita na narrativa de defensor da legalidade e de mocinho do Putin direitinho.

Bosco

Mas impedir dos EUA roubar petróleo não dão conta, né?

carlos alberto soares

Bosco, saí desse FlaxFlu….

deadeye

Era só o Assad sla, não ter atirado em protestantes desarmados né?

Carvalho2008

Mestre…. ai nao…. eles tem autorizacao Siria para operar la… ??? nao eh uma questao semantica…. eu tambemtenho uma curiosidade…. kd os paises donos dos navios sequestrados? ta parecendo cabeca de bacalhau…. que tem, tem, mas ninguem viu… estranha esta historia ai…

Bosco

Autorização dada por um regime autoritário não vale nada.
*A Rússia não pediu autorização pra ocupar a Criméia, o Donbas , etc…

Fabricio Lustosa

Bem por aí mesmo, pergunte para uma pessoa qualquer o que ela sabe sobre a Arábia Saudita e provavelmente vai ouvir sobre riquezas, carrões, estilos de vida nababescos, sheiks etc. Isso pq a grande mídia não mostra que se trata de um estado medieval com uma monarquia teocrática violenta e extremamente autoritária, leis regidas pelo alcorão (amputações e decapitações e por aí vai). Porém, porém … são legais pq são aliados do guia da coleira. O Irã? Satã! Rússia? Demônio! China? Comem criancinhas de manhã a tarde a noite! Enfim, e o sujeito ainda tem coragem de dizer “Autorização dada… Read more »

Bosco

Você apoia o Irã e tá preocupado com a Arábia Saudita. Não te entendo! Onde os dois regimes são diferentes?

Carvalho2008

Mestre Bosco,

Nesta regua entao, nao existe o concenso da regua… pois autoritario pode ser qualquer um que discorde da outra parte… eh dai que advem o ramo do direito internacional…. e objetiva e pragmaticamente camisas azuis ou verdes tem exemplos iguais… e havendo entao exemplos , e ambos incorrendo no mesmo deve-se entao admitir que o direito internacional eh jogado de lado e vale entao a lei do mais forte….

Bosco

Carvalho, Em relação à “autorização” eu entendi primeiro que você se referia ao fato dos EUA atuar militarmente na Síria. Depois que eu me toquei que você se referia ao direito dos EUA explorar petróleo comercialmente. Daí meus dois comentários dirigidos a você, um logo depois do outro. Os motivos dos EUA atuarem na Síria todos nós sabemos. Em relação a eles estarem “roubando” petróleo eu realmente gostaria de uma fonte fidedigna que afirmasse isso. Não estou versado no conflito sírio já há muito tempo e não recebo um “relatório” com teor conclusivo e inquestionável do diretório central dos militantes… Read more »

Last edited 10 meses atrás by joseboscojr
Bosco

Carvalho,
E só para nos situarmos , se os EUA estiver roubando petróleo da Síria pelo mar, seria pelo Mediterrâneo, portanto, o primeiro comentário do post, do Sr. Felipe, que enviesou e desconstruiu toda a discussão proposta pelo “Naval” , é de uma imbecilidade sem tamanho que só serve para alimentar a mente dos mesmos de sempre, nas suas buscas intermináveis por oprimidos e opressores, utilizando a crítica dialética até nas coisas mais banais, como forma de vencer pelo cansaço.
Não caia nessa , meu caro. Você não pertence a essa turma.

Last edited 10 meses atrás by joseboscojr
Felipe

Você não pesquisa ou sua opinião é seletiva? Noticias desde 2019:
“Assad acusa EUA de roubarem petróleo da Síria; afinal, quem se beneficia da produção do país?”https://www.bbc.com/portuguese/internacional-50514276

Felipe

Ou seja..é só dar um google em EUA, Petroleo e Siria e pronto, dezenas de noticias de varias fontes. Ou é só ver o mapa de onde estão as forças invasoras dos EUA na Siria e onde se encontram os campos de petroleo (no liveuamap da praver). Estão coincidentemente dentro dos campos.

Bosco

Zero77, Autoritário: país que impõe pela força ou pela desonestidade, em detrimento do desejo da população, seu regime e trata seus “cidadãos” como lixo, massa de manobra… – Democracia: país que elege seu representantes pelo voto direto, onde há liberdade de opinião, onde vige o estado democrático de direito, onde há poderes independentes , onde há imprensa livre, onde há alternância do poder, onde não há governantes eternos , onde a população não é dirigida por seres “iluminados” não eleitos, onde há uma constituição construída pela vontade popular e que representa a lei maior de uma nação, onde os direitos… Read more »

L Grande

Verdade mestre. Se algum país conseguir cumprir todos esses requisitos é uma democracia. Mas infelizmente…….

L Grande

COMENTÁRIO APAGADO.

LEIA AS REGRAS DO BLOG:

5 – Não use o espaço de comentários como palanque para proselitismo político, ideológico, religioso, para praticar ou difundir posturas racistas, xenófobas, propagar ódio ou atacar seus desafetos. O espaço dos comentários é para debate civilizado, não para propaganda ou interesses pessoais;

https://www.naval.com.br/blog/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

L Grande

Infelizmente nada a ver. Mas segue o jogo.

carlos alberto soares

Bosco, na segunda parte você quiz dizer Israel ?

Fernando "Nunão" De Martini

Zero77 e Bosco,

A conversa já desandou para temas fora do assunto da matéria, que não é sobre os sistemas de votação dos países.

Como já comentei há pouco, a conversa de vocês já virou para uma mera disputa pessoal que não vai levar a lugar algum.

O recado (educado) foi para ambos. Reflita também sobre seus próprios comentários,.

Bosco

Carvalho,
Primeiro, vc tem que me indicar uma fonte confiável de que eles estão “operando” na extração de petróleo lá.

Carvalho2008

Ahhhh.. nao… vc nao…. mestre Bosco…o amigo pode nao achar que o petroleo desviado eh usado por americanos…. eu phe darei ate razao…. mas ambos nao podemos nos recusar que ao estilo cartel que bastecia operacoes indiretas via CIA, que o mesmo nao estaria ocorrendo agora com este desvio…. o dinheiro nao passa de fato na mao deles… mas, a estrutura existe para financiar a operacao….. de la…. o papel americano eh aoenas manter a estrutura em funcionamento…. nao passa na sua contabilidade…. isto eh assim desde, desde pos guerra… a coisa mais velha do mundo….

Felipe
Bosco

Não consulto mídia esquerdista. São mentirosas.

MestreD'Avis

A Siria produz 90 mil barris de petróleo por dia, os EUA produzem 14 Milhões… Esse mito de que os EUA roubam o petróleo dos outros quando são o maior produtor do munod demora a morrer

Carvalho2008

mEstre Dalvis, nao eh questao de se apropriar, mas manter uma linha de como financiar e drenar a queda Siria…o custo e gasto do movimento obtem assimo auto financiamento…. O Ira provura secar esta linha.. os EUA por sua vez, mante-la…

Zero77

Não tem nada de mito.

Invadiram o Iraque para quê? Até aluno do ensino fundamental sabe o motivo…

Ocupam o leste do Eufrates na Síria e os campos de petróleo de Deir ez-Zor pra quê?

Idem. Roubam o petróleo sírio e contrabandeiam para o Curdistão iraquiano… Enquanto árabes sírios vivem na absoluta miséria na região…

Mesmo motivo de estarem tão preocupados com a “democracia” na Venezuela…

Bosco

Iraque foi parcialmente invadido pelo americanos em 1991 e terminaram de invadir em 2003, portanto, 12 anos depois. A narrativa mentirosa dos americanos eram que o Saddam tinha eu seu poder armas de destruição em massa, notadamente, agentes químicos letais. – A Ucrânia foi parcialmente invadida em 2013 e o czar tentou invadir o resto em 2022 (por enquanto, sem sucesso após um ano e meio), portanto, 9 anos depois. Para tanto os russos utilizaram a narrativa mentirosa de que os nazistas ucranianos estavam cometendo um genocídio na Ucrânia e eles iriam lá para salvar todo mundo e implementar um… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini

Zero77 e Bosco,

A conversa já está indo para temas fora do assunto da matéria, que não é nem sobre a invasão russa da Ucrânia nem sobre as participações de outros países na guerra civil da Síria.

Para a guerra na Ucrânia, há diversas matérias no blog das Forças Terrestres.

Creio que a conversa de vocês já descambou para uma mera disputa pessoal que não vai levar a lugar algum.

L Grande

Então porquê os EUA não deixam a Síria usar o dinheiro dos 90.000 barris que ela produz. Estranho……

Felipe
Bosco

Me diga quantos militares americanos estão na Síria hj.
Me mostre no napa qual a região que os EUA ocupam hj.
Me mostre no mapa onde ficam os campos pretrolíferos da Síria.
Partido disdo aí podemos conversar.
No aguardo.

Bosco

Felipe,
Já que demorou, vamos lá.
Mapa mostrando a localização das “forças” americanas:comment image?width=960&crop=smart&auto=webp&s=f1bf89ab5199eea368ed62fd0465572af4445f14

Mapa mostrando as plataformas de petróleo sírias:
comment image

As informações atuais dão conta que há menos de 300 militares americanos na Síria.
Como se pode ver nos mapas, não há correlação entre a região que os EUA ocupam com a presença de campos petrolíferos.
Ou seja, o que você disse muito provavelmente é mentira. Se não for, comprove com fatos e não com factóides da mídia esquerdista anti-ocidental.

Bosco

Felipe?
Cadê você?

Dalton

O terceiro navio do Grupo, USS Mesa Verde (LPD 19) foi destacado temporariamente para operações com a VI Frota e deverá juntar-se aos demais em breve.
.
O USS Carter Hall (LSD 50) seria retirado de serviço em 2024, mas, aparentemente, isso mudou.

Esteves

Isso não está bom. Parece planejado para criarem focos de tensão dispersando as estratégias norte-americanas.

Mar Vermelho. Alaska. Mar da China. Grandes deslocamentos. Dificuldade para reunir as frotas. Logísticas exigindo despesas em um momento desfavorável para os orçamentos.

Momento do Brasil apresentar-se como garantidor no Oceano Atlântico Sul mostrando ao menos, uma Marinha. Uma Marinha parceira do Ocidente. Uma Marinha de navios.

Cadê?

Inhotep

Com 1/2 dúzia de navios obsoletos?

Esteves

Quem obrigou o Brasil a tê-los?

Allan Lemos

A MB não consegue garantir nem o combate à pesca ilegal, imagine a segurança do Atlântico Sul.

Esteves

Pesca ilegal ocorre por todo o mundo.

Joao

GLO não é invenção nossa. Ocorre no mundo todo. É doutrinário.
O q nao pode ocorrer é o desnecessário emprego das FFAA em GLO, quando ainda não há necessidade de garantir lei e/ou ordem, como foi feito algumas vezes no Brasil, particularmente, no RJ.

Macgaren

A sugestão é boa, só faltam meios.

Esteves

Falta vergonha. Qualquer marinheiro deveria sentir vergonha de navegar como navegam os nossos.

Sempre elogiados por serem bons pintores.

CientistaMaluco

Não entendi bem a sugestão do amigo. A ideia seria que o Brasil mostrasse sua força no
Atlântico Sul, ou seria mostrar subordinação aos EUA, efetuando uma tarefa para não deixá-lo sobrecarregado?

Esteves

Maluco, Cientista Maluco, Passados anos que passaram o Brasil deveria ter uma Marinha. Marinha mercante com navios nossos não temos. Temos mercantes arrendados. Marinha de Guerra para cumprir o dever constitucional de empregar o poder naval cuidando do mar do Brasil, é o que Estamos devendo à sociedade dos direitos entre esses o direto de comer quase 90% do orçamento. Não por acaso quando mostram celebrações os nossos são sempre os bolas. Subordinação. Ainda somos encantados. Como cobras najas que mais parecem moluscos primeiramente quando abrimos mão das construções navais. Segundamente, repetidos várias vezes por norte-americanos, não querem eles, os… Read more »

Carvalho2008

Mestre Esteves, sim…. eh isto mesmo…. a situacao apenas nao eh piorpois somos realmente muito, muito, muito grandes… mas cabe aoenas ao Brasil fazer seu caminho… nos escolhemos e fazemos nossas escolhas, pormais patrocinio surja externo para impedimentos ou ate fomento de desentendimento interno….

Temos tudo… menos vontade… e talvez o problema seja exatamente este… ter tudo… eh esta visao de ter tudo permite o privilegio de ser leniente consigomesmo… o problema e o grande mal eh a banana… e a terra que tudo da…. isto concede uma dormencia que somente crises catastroficas o forcam a sair da dormencia…

Esteves

Tem aí pros seis um governador mineiro dizendo melhor separar porque os de lá são piores que os de cá. Que é muito para uns e muito mais para outros. Essa tal governador deseja criar uma aliança seccionando o território pra ficar dividido entre os de lá e os de cá. O tal governador…fosse governador em qualquer outro país dizendo ser melhor separar…embora tenha havido presidente dizendo o mesmo…que os mais deveriam ficar distantes e que os menos querem mais…acho que não iria caminhar sossegado. Alguém em Burundi fala em separar Burundi? A China deseja conquistar fronteiras ou ceder? Eu… Read more »

L Grande

Calma meu amigo Esteves , o Zema não falou isso. Ele falou umas verdades. Que infelizmente alguns não aceita o debate……

AVISO DOS EDITORES: LEIAM AS REGRAS DO BLOG.

5 – Não use o espaço de comentários como palanque para proselitismo político, ideológico, religioso, para praticar ou difundir posturas racistas, xenófobas, propagar ódio ou atacar seus desafetos. O espaço dos comentários é para debate civilizado, não para propaganda ou interesses pessoais;

https://www.naval.com.br/blog/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Esteves

Isso é outra história. Essa história que usaram a cubanização no continente para infringirem e imporem golpes de estado vem e será contada.

Primeiro financiaram a derrubada de Batista. Deram armas. Depois mandaram os revos para usarem como motivos de golpes dando cabo da nossa ciência e das nossas virtudes.

— Olha lá, olha lá, olha lá no placar!

Vamos contar essa história.

Dalton

A missão do “Bataan” foi decidida anos atrás o que mudou foi o destino. Inicialmente ele iria para o Mar Arábico/Golfo Pérsico, mas a invasão da Ucrânia fez com que ano passado o USS Kearsarge (LHA 3) fosse enviado à Europa onde visitou vários países sendo sua presença criticada pela Rússia e provavelmente o “Bataan” faria o mesmo. . As novas estripulias iranianas fizeram com que o destino do “Bataan” fosse mudado da Europa para o Oriente Médio, mas, ele seria enviado para algum lugar do mesmo modo e aparentemente para onde é mais necessário no momento. . Quanto ao… Read more »

Esteves

Dalton,

Sempre um prazer lê-lo. Obrigado pela interação e pelas informações.

Abraço, saúde e sorte pra você.

jean

quantas fantasias

Sulamericano

O Brasil segue deitado em berço esplêndido.

Paulo

Conte mais sobre os ianques roubarem o petróleo no território brasileiro.

Como geólogo estou curioso sobre is detalhes.

Heinz

O Brasil não tem Marinha, esse termo inexiste, o certo é: Guarda costeira do Rio de Janeiro.

L Grande

O “Grande Jogo” está esquentando. É conflitos e tensões em todos os lugares. Ucrânia, Bielorrússia, Polônia, Europa ,Níger, Nigéria , África, Síria,Iran , golfo pérsico , oriente médio, Alaska, mar do sul da China, etcetera. Logo, logo, vai estourar.

Esteves

Talvez.

Conflitos aconteciam em tempos mais espaçados. 20 anos. Primeira e segunda guerras. O mundo mudou muito em 1968. Depois em 1988. Crise em 2008.

Agora o tempo está correndo mais. Haverá guerra.

Posso dar consulta se enviar dados pessoais…sigilo prometido. Mas…sem alarde nem parabéns porque a turma aqui não apoia a monetização nos comentários.

Eu já contei da cigana Noemia?

L Grande

A segunda G mundial foi uma continuação da primeira G mundial. 68 foi mais protesto. 88 constituição. 2008 crise dos imóveis EUA marolinha. Depois da grande guerra de 1914 a 1945 tudo foi uma maravilha Elvis, Beatles, Madonna, Elton John, pagodeiros, sertanejo etcetera. O céu na terra. O que está pôr vir será muito diferente e que nunca aconteceu ainda. Ninguém sabe como será a terceira G mundial. Mas a quarta G mundial será com paus e pedras.

Burgos

“A invencibilidade está na defesa; a possibilidade de vitória, no ataque. Quem se defende mostra que sua força é inadequada; quem ataca, mostra que ela é abundante.”

Sun Tzu

A arte da Guerra

Allan Lemos

Ou nas palavras do Luxa “O medo de perder tira a vontade de ganhar”.

L Grande

Se Sun Tzu escreve todos dão valor. Se Luxa fala de uma forma mais simples direta. Aí não serve. Ninguém gosta do Brasil.

Esteves

O problema do Luxa é que ele se expõe com todos os seus defeitos.

jean

imperio que cai ? eo brasil e o que ? o novo capacho da china e russia junto com ira o eixo do mal

Leandro Costa

Queria eu que o Brasil tivesse o ‘desespero decadente’ de poder enviar inúmeros meios de superfície, inclusive plataforma para meios aéreos, para proteger navios mercantes, ou melhor, para garantir meus interesses ante à um Estado hostil que chegou até à abrir fogo contra um navio civil.

No one

lembro as conversas de 10 a 15 anos pra cá, dos países europeus decadentes e dos países emergentes … Aí você olha as marinhas dessas potências emergentes nos últimos 15 anos e compara com as velhas e decadentes potências.. Africa do Sul ? Comprou tudo novinho e mal consegue operar as Mekos. A Rússia? Idade media da frota abundantemente superior aos 30 anos; uma considerável parcela está docada, inativa e esperando por reparos que, provavelmente, nunca serão concluídos ( Kuznetsov ?! ); Com frequência leva mais de 10 anos para construir uma corveta, planejamentos e prazos não confiáveis, apenas declarações… Read more »

Carvalho2008

Eh como disse em algumas oportunidades… o ponto de inflexao chinesa ja foi ha 15-20anos atras…. agora nao tem volta….

Navios americanos tem de se espalhar no mundo…. navios chineses estao todos na china…os do Ira no Ira…. da Russia no mediterraneo, baltico e Negro….

Eles precisam acordar e dividir estes cascos em dois ou tres… tem de espalhar navios… a era fos gigantes esta acabando…. gigantes demoram muito para construir…

Esteves

Passou.

Agora não dá mais tempo.

Dalton

O maior número de navios russos e os mais importantes encontram-se na Frota do Norte cuja base fica nas cercanias de Murmansque responsável pelo Atlântico Norte e Ártico mas que da mesma forma que a Frota do Atlântico dos EUA, costuma enviar navios para outras áreas onde sejam necessários. . Exemplo disso foi o envio do cruzador Marechal Ustinov para o Mediterrâneo pouco antes do início da invasão à Ucrânia que permaneceu por lá durante muitos meses até retornar tem havido um rodízio de fragatas e alguns navios de desembarque, estes não retornaram e continuam no Mar Negro. . A… Read more »

Ivan

Os “gigantes” ainda são necessários, mas os EUA pretendem aumentar o número de
“pequenos combatentes” tripulados e também não tripulados…
.
Admiral Dalton,
.
Concordo.
Basta ver as construções da US Navy.
.
Contudo, é importante observar a movimentação das marinhas aliadas, com ou sem o apoio norte-americanos. Alguns aliados mais próximos já estão em linha – operacional e logística – com os ianques. Porém, acho que a US Navy pode expandir esse esforço ainda mais, notadamente com marinhas de países mais pobres.
.
Forte abraço,
Ivan, an oldinfantryman.

Alex Barreto Cypriano

Então, mestre Carvalho2008, DMO já existe faz um tempinho. Construir menores do zero é problemático porque os estaleiros têm limitações em número e capacidade e comprometimento com produção já contratados. Tem o aspecto político do power of the purse do Congresso, maior que o do DoN nesse assunto. Navio menor demanda mais sistemas de sensores e armas caros além de serem intrínsecamente mais frágeis sob ataque e com pior seakeeping, o que castiga os marinheiros (isso sem falar que mais tripulações poria um estresse econômico sobre a USN). Mais navios menores precisam de mais bases e manutenção adequados, o que… Read more »

Ivan

Mestre Carvalho, . Questão interessante: Navios maiores ou navios menores? . Desculpe-me, mas a resposta seria: AMBOS. . A US Navy está investindo _(modestamente)_ em Fragatas Classe Constellation, como navios menores de combate, após a malfadada experiência com os Litoral Combat Ships. Só que os navios “menores” dos ianques deslocam cerca de 7.000 toneladas… . Entendo que a US Navy precisa desses navios “menores” para dispor de mais meios, além de, principalmente, ter meios adequados para situações mais estreitas. . Contudo, também entendo que cabe (agora e no futuro) aos aliados dos norte americanos dispor de navios menores, com menor… Read more »

Alex Barreto Cypriano

Porquanto a proteção do comércio marítimo (o próprio, ao menos) seja uma atividade militar de longa data, é preciso reconhecer que o recentemente expirado mundo unipolar expandiu o conceito pra alcance global e legou exclusividade ao hégemon. Não poderia ser diferente já que o livre comércio marítimo global, com sua específica organização, é interesse econômico do hégemon. FON é coisa dos 1980, Carter e Reagan, pouco antes do desfalecimento da nêmesis soviética. Mas nesse processo, os militares se viram rebaixados à atividade constabulária, de polícia do mundo. Claro que misturada com auxílio humanitário e MOOTW pra não ficar muito feio,… Read more »

Last edited 10 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
carvalho2008

Eh uma disputa ingloria, mestre Alex, se a europa já deixam os americanos a merce, nos capos terrestres e aereos, tendo de levar tudo nas costas, no ambiente naval é pior ainda…o quanto as marinhas europeias podem realmente colaborar? Eu não vejo isto….está tudo nas costas da industria e orçamento americano…. O Poder Naval poderia até brincar de WWIII e ensaiar algumas hipoteses factiveis de meios num conflito global, porém localizado na europa, oriente medio e asia….passando o pires….quem entraria com o que, mas realmente se perguntando se entraria mesmo, na medida que odos tem ausencia de meios para suas… Read more »

Last edited 10 meses atrás by carvalho2008
Vlad dracul

______

COMENTÁRIO APAGADO. LEIAM AS REGRAS DO BLOG.

5 – Não use o espaço de comentários como palanque para proselitismo político, ideológico, religioso, para praticar ou difundir posturas racistas, xenófobas, propagar ódio ou atacar seus desafetos. O espaço dos comentários é para debate civilizado, não para propaganda ou interesses pessoais;

https://www.naval.com.br/blog/home/regras-de-conduta-para-comentarios/