15 de janeiro, 2024 – Um míssil atingiu um navio dos EUA ao largo da costa do Iêmen, menos de um dia depois de os EUA terem afirmado ter abatido um míssil disparado por rebeldes Houthi contra um dos seus navios de guerra.

O ataque de segunda-feira ao Gibraltar Eagle, embora não seja imediatamente reivindicado pelos Houthis, aumenta ainda mais as tensões que assolam o Mar Vermelho após os ataques liderados pelos EUA contra os rebeldes. Os ataques dos Houthis perturbaram o transporte marítimo global, no meio da guerra de Israel com o Hamas na Faixa de Gaza, visando um corredor crucial que liga as remessas de energia e carga da Ásia e do Médio Oriente ao Canal de Suez e à Europa.

As Operações de Comércio Marítimo do Reino Unido, que supervisionam as águas do Oriente Médio, disseram que o ataque de segunda-feira aconteceu cerca de 177 quilômetros a sudeste de Áden. Ele disse que o capitão do navio relatou que “o navio foi atingido a bombordo por cima por um míssil”.

“O navio não relatou feridos ou danos significativos e continua sua viagem”, disse o Comando Central dos EUA.

O lançamento do míssil de domingo contra o navio de guerra dos EUA também marcou o primeiro ataque dos Houthis reconhecido pelos EUA desde que os americanos e as nações aliadas começaram os ataques na sexta-feira contra os rebeldes, após semanas de ataques a navios no Mar Vermelho, de acordo com a AP.

Subscribe
Notify of
guest

46 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Wagner Figueiredo

Opa.. agora os EUA entra de vez…ou vai ficar na encolha..tbm com um presidente frouxo desse!! Rsrsr vai chover míssil no Iêmen 👀👀

PY3TO - Rudi

Saudações ….esses misseis anti navio , não teriam que ter uma estação de radar costeira para guia-los na fase inicial ou eles são tipo dispare e esqueça?

Groosp

Estão suspeitando de uma fragata iraniana, a IRIS Alborz.

Macgaren

Uma ocupação democratica pode estar a caminho

Rick

Só tem um jeito. Muito mais bomba, bomba e muita bomba. Colocar uns 50 A-10 passando fogo em tudo.

Maurício.

No Afeganistão tinha A-10 passando fogo em tudo, teve muita bomba, ficaram 20 anos, no fim trocaram o Talibã pelo próprio Talibã, e no fim ainda saíram de maneira vergonhosa e atrapalhada, um Saigon 2.0, e ainda perderam 13 militares no processo. Tem coisa que não adianta, nunca vai mudar, nem no diálogo nem na base da força.

Joao

É uma verdade…. mas quantos talibãs e afegãos custaram isso?

109F-4

Os próprios afegãos escolheram isso: tolerar o Talibã. Os EUA não tinham o que fazer… Ficar insistindo num país que não sabe o que quer? É melhor sair.

Macgaren

Parece ser a medida mais ponderada nessa situação

Rafael Coimbra

Momento complicado para os Americanos… Ano eleitoral, eles sabem que só com ataques aéreos não irão conseguir parar os Houthis.. Ou eles transformam o Iêmen em uma planície inabitada (eles tem poder p isso) ou esse chove não molha vai durar muito tempo.

Nativo

E como escrevi noutro post, ou partem pra dentro desses doidos, o mundo vai pagar a conta com o aumento do petróleo.

No One

O bom disso é que agora todo mundo entendeu o que é um “choke point ” , até os mais tapados e tendenciosos agora sabem o porque eles são tão estratégicos e como eles vulneráveis.

Adivinhem quem está cercada de choke points , literalmente estrangulamentos?

Ganhou um pirulito quem pensou e disse RPC :comment image?itok=uGFcedg4

Um miserável e anônima milicia, sem “dono”, pode colocar de joelhos a economia chinesa.

No One

comment image.webp

No One

Não tripulado, despejado a centenas em ilhas remotas pelos c-130( ou quem sabe os nossos KC-390 ?) E LAWS …

comment image

No One

O nmesis chegou é realidade, coloca dislike ou argumenta se queres rsrs

RPiletti

O mapa mostra a importância da incorporação de Taiwan pela China…

Bispo

Biden o gaga, embarcou nessa furada, visando as eleições… vai chafurdar na M.

Segundo um já falecido padre ortodoxo(Élder Paisios) apelidado de Nostradamus Grego , a III-W
começará no oriente médio.

“A Palestina se tornará um campo de batalha, o Mar Morto se tornará um túmulo. Esta será a primeira parte, mas haverá uma segunda parte”.

“O Oriente Médio vai se tornar um campo de guerras, no qual os russos também participarão. Uma grande guerra irá estourar entre os russos e os europeus em Istambul e muito sangue será derramado”.

🙃

No One

“A Palestina se tornará um campo de batalha, o Mar Morto se tornará um túmulo. Esta será a primeira parte, mas haverá uma segunda parte”.

Como afirmar que haverá alguma chacina nas favelas do Rio… A probabilidade de acertar é grande. O padre gostava de ganhar fácil.

Greyjoy

Nossa. Quem diria que uma região que é assolada por conflitos nos últimos 2 ou 3 mil anos em todas as escalas possíveis poderia ser palco de um novo conflito.

Leandro Costa
Macgaren

Ele é tipo o Padre Kelmon, todo mundo gosta de escutar para rir.

Rodrigo

Parei de ler quando a fonte apareceu padre…

Bruno Moura

O ataque midiático , estilo hollywood , de nada serviu , bombardearem areia e anunciaram uma vitória que não existiu, como já havia dito, a artilharia esta toda escondida em tuneis , vão ter que invadir pelo chão se quiseram ter sucesso , e ai acontecerá o mesmo que aconteceu no Afeganistão.

Last edited 6 meses atrás by Bruno Moura
C G

A Arábia Saudita ta bem ali para servir de proxy, bem disposta a isso inclusive!
Os Houti estão procurando, na hora que fizerem igual estão fazendo com Gaza não adianta apresentar carta de vítima que ninguem vai ler!

Ciclope

Fala do país que gastou bilhões em armas ocidentais de ponta numa guerra de 10 anos contra os Houtis e agora não quer mai saber de se meter com eles?

C G

Da chance pra vc ver se a Arábia Saudita nao volta como proxy, as contas estão sendo feitas!

SmokingSnake 🐍

Na verdade não, os houthis são muito mais fáceis de isolar do que o Afeganistão que tem uma longa fronteira com vários países incluindo o Irã e Paquistão.

Last edited 6 meses atrás by SmokingSnake 🐍
Ciclope

Só que eles estão muito mais bem armados que os afegãos e podem atrapalhar a econômica mundial, ao contrário dos afegãos né.

Bosco

Depois não adianta chorar que o complexo industrial militar americano só chuta cachorro morto e inventa mentiras para saquear países. Você tá implorando…

Cansado

Acho que eles estão querendo uma daquelas doses de “democracia e liberdade” que os EUA distribuem de vez em quando, tipo Iraque e Afeganistão.

Talisson

Aquele povo é maltratado há décadas, senão séculos. Mais ou menos bombas não farão diferença.
Ainda mais numa operação pateticamente divulgada antes de ocorrer.

Cansado

Mas é aquilo né; o pai vive espancando o filho, mas ai de quem encostar um dedo nele.
Só quem pode espancar meu filho sou eu.

Ciclope

A Rússia agradece, quanto mais os EUA gastam no Oriente médio, menos gasta na Ucrânia.

Last edited 6 meses atrás by Ciclope
Ten Murphy

Não necessariamente. Os americanos tem uma doutrina para manter duas grandes guerras ao mesmo tempo, e ajudar a Ucrânia e o Oriente Médio nem chega a isso, é apenas dois conflitos de baixa intensidade e nos dois os americanos podem usar proxies e apoiar apenas com C4ISTAR.

Gustavo

Iêmen e um povo sofrido e guerreiro, passou por uma guerra civil, passou pelas bárbaras operações sauditas apoiada pelo americanos, onde atacaram a população cívil, até mesmo cerco de água e comida levando milhões de pessoas a fome, houtis nada e uma organização que nasceu opressão, e tem experiência em combate e armas, diferente do Iraque que durante a invasão não teve apoio de ninguém, houtis e apoiado pelo irã, forças de mísseis, foguete e drones. Crítica houtis faz, mais nenhum momento você ouve falar o que eles sofreram, só por vista de comparação o ataque que Israel está fazendo… Read more »

Rodrigo

País que leva a religião ao extremo, ignorância pura…bom demais ser ateu e não cair no conto das igrejas (digo todas)

Rodrigo

Engraçado esses míssel mequetrefe iraniano, acerta o navio, normal, marítimo, sem nade de especial e o navio não tem dano…que porcaria de míssel é esse.

Bosco

Rsss
Pois é! Eu também tô de cara com o poder desses “assassinos de porta-aviões” que nem precisam de ogiva por conta na energia cinético com poder de uma pequena bomba atômica.
Será que esses Houthis não querem comprar uns MANSUPs não? Seria uma boa oportunidade para o Brasil empurrar… ops… vender … uns mísseis pra quem tá precisando de míssil que danifique o realmente alvo em vez de só arranhar a pintura.

Jack

Me parece que os  houthis quiseram “trazer” o pânico para essa região do mundo…porem com o desempenho pífil desse missil…ao que parece o tiro saiu pela culatra, pois os oficiais americanos devem ter se olhado com um sorrisinho maroto e disseram “Vamos para cima” pq esses “misseis” conseguimos derrubar com raquete mata mosca.

Maurício.

“Engraçado esses míssel mequetrefe iraniano.”

Rapaz, se com esses mísseis mequetrefes os Houthis forçaram os EUA e aliados a montarem uma força tarefa no mar para protegerem os navios e Israel, e estão usando mísseis antiaéreos dezenas de vezes mais caros para abate-los, inclusive já atacaram o Iêmen, tudo isso tem um gasto, e não é pouco, imagina só com mísseis melhores…Rsrsrs

Rodrigo

A força foi montada para proteger invasões de embarcações, sequestros e mostrar quem manda…é mais demonstração de poder…mas que os mísseis iranianos estão se mostrando uma porcaria isso não tem como negar.

Maurício.

“mas que os mísseis iranianos estão se mostrando uma porcaria isso não tem como negar.” Primeiro temos que saber qual foi o míssil que supostamente acertou esse navio da matéria. Pelo relato, pode ter sido um dos mísseis balísticos ou semibalistico, como queira, mas eu tenho um pé atrás com esses mísseis. Na minha opinião, o míssil mais capaz dos Houthis e com uma real capacidade de acertar e afundar um navio é o tal do Al Mandab 1/2, que na verdade são os mísseis Noor do Irã, que por sua vez são cópias dos mísseis antinavio C-801/2 da China.… Read more »

Ciclope

Ele acertou um porta container de cima para baixo 3 causou um incendio em um dos portões.
Imagina quantos container ele atravessou e o que incendiou no porão . O navio pode não ter afundado mas a seguradora deve ter tomado um preju

Patta

Oxe, não faz sentido.

“Um míssil atingiu um navio dos EUA”
Detalhe, um navio mercante comum.

E logo em seguida…

“O navio não relatou feridos ou danos significativos e continua sua viagem”

São realmente mísseis irâniano?

Ou são mísseis feito artesanalmente?

Será que foi realmente um míssil anti-navio?

São muitas perguntas.

Last edited 6 meses atrás by Patta
Ten Murphy

Claro que faz sentido. Atingiu o navio mas não causou danos significativos. Qual a dificuldade de entender isso? A origem do míssil ainda será investigada.

Ten Murphy

Considerando que os navios mercantes já levam equipes de militares privados para protege-los de invasões piratas, basta implantar um kit com 32 células do Iron Dome naval com o Barak 8 e a força-tarefa pode relaxar um pouquinho.