Os Houthis já haviam assumido a responsabilidade pelo ataque, mas disseram que se tratava de um navio dos Estados Unidos

O navio comercial alvo dos rebeldes Houthi no Mar Vermelho na segunda-feira (12) transportava milho do Brasil para o Irã, de acordo com o Comando Central dos EUA e o Departamento de Estado. A embarcação é de propriedade grega.

Esta parece ser a primeira vez que os Houthis atacam um navio com destino ao Irã, que fornece apoio ao grupo rebelde que controla partes do Iêmen.

Os Houthis já haviam assumido a responsabilidade pelo ataque, dizendo que se tratava de um navio dos EUA.

“Neste caso, parece que as atividades desestabilizadoras do Irã colocaram em perigo a segurança alimentar do povo iraniano”, disse um porta-voz do Departamento de Estado.

O navio não foi sujeito a sanções dos EUA porque transportava milho, que se enquadra numa exceção que cobre o fornecimento de alimentos, disse o porta-voz.

Avaria causada no Star Iris causada por ataque Houthi

O porta-voz disse que o navio é propriedade da Star Bulk Carriers, “uma empresa de transporte marítimo global com sede na Grécia e proprietários parciais dos EUA”.

O navio sofreu danos leves e nenhum ferimento à tripulação, segundo o Comando Central dos EUA.

“Com uma projeção de 4,5 milhões de toneladas para este ano, os fluxos do Brasil representam a maior parte das importações de milho do Irã”, disse ele.

Os Houthis têm como alvo navios que fazem entregas para Israel no Mar Vermelho em resposta ao que chamam de “agressão” de Israel contra Gaza.

Apesar dos repetidos ataques contra armas houthi, o grupo rebelde apoiado pelo Irã prometeu continuar a atacar navios com ligações a Israel, aos EUA e ao Reino Unido.

FONTE: CNN Brasil

Subscribe
Notify of
guest

73 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Moriah

Duas coisas:

Uma hora a conta chega para aqueles que ignoram a defesa do país… Entendedores, entenderão.

Outra: Preço do mikho sobe no Irã…

Esteves

Preço do milho sobe para o Irã.

Diego Tarses Cardoso

A Noruega que o diga, passou um carão na segunda guerra por esse mesmo motivo.

RPiletti

Escola russa espalhando seus formandos pelo mundo… pessoal tem o dedo nervoso naquelas bandas do mundo…

Fernando

Que comentário sem noção

Ecosta

Não sei como seria o prejuízo…Se tivesse pegado fogo os iranianos teriam comprado milho e levado pipoca.

Camargoer.

Estava pensando na mesma coisa… Imagina um cargueiro de milho estourando pipoca. Pelo menos não vai afundar.

Olha a confusão… Os EUA divulgam que um cargueiro grego, que tem proprietários dos EUA, carregando milho brasileiro com destino ao Irã, é atacado por rebeldes que estão no Iêmen na véspera de uma visita do presidente brasileiro ao Egito e á Etiópia…

parece aquele poema do Drummond “Quadrilha”

Esteves

Esteves?

Camargoer.

Estive

Salomon

Meu prezado. Você deve saber disso, ninguém consegue deslindar essas relações de bandeira e propriedade de navios. São empresas que tem outras empresas, que tem outras, registradas até no LeSoto e lugares igualmente absurdos. Abs.

Salomon

Em algum lugar deve existir algo, provavelmente sumiu, sobre o navio “Mineral Star”, que encalhou em Palmas, na Ilha Grande ali por volta de 1992 ou 1993. Ninguém conseguiu descobrir quem eram os verdadeiros donos, e olha que na época eu tinha meios.

Salomon

No desencalhe, o ferro estava tão entranhado no fundo que teve de ser cortada a corrente, e deve estar lá, é só usar um detetor de metal para encontrar umas boas tons. A então Verolme que pegou o serviço. Foi para desmanche em algum lugar, apareceram os maiores rebocadores que eu já ví e sumiu tudo.

Esteves

Poderíamos vender o provolone. Fica ótimo com pipoca.

ECosta

😂😉👍

Camargoer.

Bacon também.. bacon fica bom até com chocolate.

Allan Lemos

Comercialmente essa rota é importante para o Brasil? Pergunto porque nunca vi preocupação da parte da diplomacia à cerca da segurança de navios brasileiros que vêm de ou possam ir para esse local.

Rodrigo

Pq nascemos em berço esplêndido e estamos em Carnaval…Carnaval pode invadir o Brasil que só iremos pensar após enterro dos ossos.

Tiago

Como cansa isso “nascemos em berço esplêndido”, qualquer noticia sempre vem alguem com essa negativa, ridículo, além de denegrir a letra do hino nacional não traz nada de útil. O cidadão reclama do carnaval mas contribui negativamente aloprando o hino, seu país ou conterrâneos na primeira oportunidade, precisa mudar essa mentalidade. Sobre o Carnaval, tem que goste e quem não goste, e daí que boa parte das pessoas gosta? Isso não faz ninguem menos esperto ou menos capaz que qualquer outro. Prefiro mil vezes morar em um país que o carnaval causa mais preocupação que a possibiidade de guerra, e… Read more »

Last edited 5 meses atrás by Tiago
Rodrigo

Choradeira braba…deixa de negar a realidade e hino é isso mesmo uma letra que apenas mostra nossa condição, e sim povo quer Carnaval, eu detesto no fim de eemana foco era Super Bowl

Orivaldo

O Amor voltou. Chega De gurrra gente. Uma cervejinha por favor

Esteves

Não temos navios mercantes. Operamos com fretamento.

Alex Barreto Cypriano

Para o escoamento pelos portos do Arco Norte, a rota por Suez parece vantajosa. O problema é nosso de criar o escoamento pelo arco norte sem pesar as possibilidades no OM. De toda forma, não é navio nosso, apenas a carga, e não pagamos o frete, então os que gritam ‘casus belli’ ou ‘weapons, more weapons’ têm que sentar e respirar fundo no saco de papel.

Carvalho2008

Comercialmente, está rota não é importante para o Brasil

Alex Barreto Cypriano

Mestre Carvalho2008, ano passado exportamos quase 56 milhões de toneladas de milho, das quais quase 24 milhões de toneladas foram escoadas pelos portos do Arco Norte. Aqui:
https://www.infomoney.com.br/business/arco-norte-perde-espaco-no-escoamento-de-soja-e-milho-em-2023/
É um valor significativo. Embora se possa fazer a partir deles a rota pelo sul da África, parece que a por Suez é algumas centenas de milhas mais curta.

Fernando "Nunão" De Martini

Acho que a questão é mais complexa do que apenas milho, há também escassez de conteineres que se esperava ter em maior quantidade. E as rotas para exportações de frango para o Oriente também são afetadas.

https://www.em.com.br/economia/2024/01/6788516-conflito-no-mar-vermelho-e-seca-no-panama-podem-afetar-brasil-entenda-como.html

Ainda assim, o grosso de nossas exportações já utilizava rotas que não passavam por Suez (ou Panamá, que sofreu com uma seca).

Henrique

toda rota marítima é importante quanto 90% do comercio global é feito pelos mares

se o Brasil vai se aliar com Eixo ele deveria no mínimo garantir a defesa das embarcações quem compram os produtos aqui (o que inclui talvez enviar tropas pra ajudar os parceiros como o houthis e o hamas)

Last edited 5 meses atrás by Henrique
Rodrigo

Se Brasil quer cadeira no CS tem.que mandar algo para lá, mesmo que seja para fazer número.. ou será o anão diplomático de sempre.

Underground

Somos um anão diplomático, político e militar. Um assento no CS da ONU é somente um banquinho para sentarmos e não apitar nada.

Allan Lemos

Mandar o quê? Só se for alguns carros de escola de samba, porque fora isso, o Brasil não tem nada para mandar nem se quisesse.

Moriah

Aí é que está onde ponto… Não há o que mandar. Enquanto isso, as picapes americanas continuam sendo compradas no “meio-oeste” brasileiro, enquanto se definem políticas para outros interesses, longe da defesa, obviamente.

Camargoer.

“…a Marinha do Brasil assumiu o comando da Combined Task Force (CTF) 151 — Forças Marítimas Combinadas, em português — com a missão de coordenar forças navais multinacionais em operações de combate à pirataria em uma das principais rotas marítimas mundiais, que inclui o Golfo de Áden, a Bacia da Somália e o Mar da Arábia.”

https://oglobo.globo.com/mundo/noticia/2024/02/05/marinha-do-brasil-assume-comando-de-forca-multinacional-contra-piratas-no-mar-vermelho-entenda.ghtml

Germano Silva

A contribuição Nanica do Brasil só serve para fazer número temos uma briguinha de “comadres!” No nosso quintal isso já basta…

Moriah

A questão continua sendo, a mesma… Não estamos discutindo aqui comandos, porque oficiais temos de monte, assim como tripulação para navios.

Bruno Vinícius

E quando os Houthis lançarem um ASBM contra o nosso navio a tripulação fará o quê? Rezar para não serem atingidos?

Fato é que não temos nenhum meio de superfície com capacidade de se defender adequadamente das ameaças presentes naquele TO.

Last edited 5 meses atrás by Bruno Vinícius
Esteves

Também não temos navios. Temos a carga. Se afundar, tem seguro.

Carvalho2008

E porque lancariam….? O navio não é nosso, a carga brasileira não é visada e o causo da matéria ilustra que foi erro de informação….o navio ia para o Irã….

Gilson Elano

Tão acabando com a figura do anão, com essa comparação?

sagaz

Se o Brasil merecer lugar no CS, o que dizer de Alemanha, Japão, Itália, Turquia, Índia e por aí vai… o discurso seria então o fim do CS e as decisões serem na assembleia geral com algum peso por populações representadas (democracias) nas votações.

H.saito

O navio é e propriedade de empresa da Grécia e possui registro nas ilhas Marshall.
No mais, provavelmente um houti receberá uma punição por atrapalhar negócios iranianos.

Henrique

“O navio é e propriedade de empresa da Grécia e possui registro nas ilhas Marshall.”

idai? a carga é BR, é só isso que importa.

Navio ter bandeira de X e ser de empresa em Y é mera manobra tributaria irrelevante

PeriArraes

A carga não é brasileira, pois foi comprada pelo Irã. A bandeira de conveniência das Ilhas Marshall é controlada p/EUA.

Esteves

Pois é. A nossa parte é contar o dinheiro.

Henrique

 carga não é brasileira, pois foi comprada pelo Irã

mds mano ta escrito tipo duas vezes no texto da onde veio a carga…

“navio comercial que transportava milho do Brasil para o Irã”

“transportava milho do Brasil para o Irã”

continua pensando assim e tu vai vai ver países comprarem de outros lugar

Esteves

Não se trata de “manobra tributária”. Construir e operar navios graneleiros é negócio gigante. Não temos tamanho para isso.

Last edited 5 meses atrás by Esteves
Carvalho2008

Tamanho temos e provamos….tínhamos os maiores Max do mundo do….que a China não deixava aportar,mas depois comprou todos….

Henrique

“Não se trata de “manobra tributária”. “

se trata de manobra tributaria… e trabalhista. isso é ponto precificado em todo o planeta, ninguém discute isso

Rodrigo

Outra questão que missel mequetrefe … um coquetel molotov faria mais estrago…essa é a porcaria que iria afundar porta aviões?

Orivaldo

Esses fracassados ainda não conseguiram afundar um Navio COMERCIAL mesmo com dezenas de missies e drone suicidas.

Carvalho2008

Isto também acontecia na guria iRã/Iraque, as dezenas….muitos exocets acertaram os mercantes e a vida continuava…o tamanho deles é enorme….e cheio de espaço livre…se pega numa parte desta, pouco ocorre….não é como numa fragata com tudo apertado e apinhado….onde ou se pega na antena de radar, ou numa portinhola de mísseis, ou no canhão, ou paiol, etc…o pessoal é muito romântico achando que os famosos cascos militares são casca grossa….até que são, mas num navio de 3 mil ton ou 6 mil ton, que entendam…eh pequeno….onde pega onde pegar, sempre tem alguma coisa importante….Num cargueiro não….exceto quando é um transportador… Read more »

João Moita Jr

Vixi!!!! Entra aí, Brasil!!! 😆😂🤣

Fawcett

Por que os Houthis atacariam um navio com carga destinada ao Irã?

Esteves

Atacaram o navio. A carga…parece que não importa.

Camargoer.

Para fazer pipoca

Wellington R. Soares

Está na hora do Brasil enviar a poderosa fragata Niterói, acompanhado da corveta Barroso.
Precisamos mostrar ao mundo que ninguém impedirá as rotas comerciais Brasileiras.

Jagder#44

Vamos lá!

Esteves

A única rota que temos é a Rota.

Last edited 5 meses atrás by Esteves
Jagder

Pensei que estávamos alinhados ao Irã.

Esteves

Vendemos o milho. Tem seguro. Recebemos adiantado. Se o preço subir é problema do comprador. Ponto.

O navio não é nosso. Ponto.

Segue o enterro.

Jadson S. Cabral

Só que se o comprador deixar de comprar pq o preço subiu, o problema passa a ser nosso tbm.
Nesse caso, como a carga ia para o Irã e o Irã apoia os Houtis, até que não é um problema, pós me parece ter sido fato isolado.
Agora se pergunta se isso começa a acontecer com mais frequência, com as cargas de soja e tudo o que o Brasil exporta… o agro vai começar a coçar a cabeça rapidinho

Esteves

Sério?

Alex Barreto Cypriano

O sabor da coisa, que provoca o riso sardonico, é que parece tiro no próprio pé, pé do Irã e tiro dado pelo seu apodado proxy (ex-stooge) Houthi. Tem quem diga que o Ansar Ala não é proxy do Irã, que essa idéia é um exagero útil da diplomacia americana. Bom, não sei se é proxy ou não, mas há mais gargalhada sardonica em ver Biden perdendo eleitores aos cântaros pelo seu apoio irrestrito a ação militar israelense (over the top) em Gaza (e Cisjordânia…); e arriscando perder pra Trump por causa de Netanyahu (a quem, dizem os próximos, Biden… Read more »

Last edited 5 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
Carvalho2008

Correto,foi erro da inteligência deles….fogo amigo…

Henrique

“MaS Us Eua”

kkkk

Alex Barreto Cypriano

ué, agora não pode?

Henrique

______ ______ “ainn MaUs Us EUa InvaDiu U iraQui… então a rusisa pode invadir a Ucrânia e matar toda a população e anexar as terra ta.. e o hamas tb pode entrar no modo full bigodinho e exterminar todo aquele povo que tenho ódio profundo irracional” mais engraçado é o cara ter que passar pano pro erro dos eu pra justificar o erro do outro kkkkk ( e ind ficar choramingando: eua malvadon) COMENTÁRIO EDITADO. MANTENHA O RESPEITO. VOCÊ JÁ RECEBEU VÁRIAS ADVERTÊNCIAS E TEVE INÚMERAS OPORTUNIDADES DE LER AS REGRAS DO BLOG: https://www.naval.com.br/blog/home/regras-de-conduta-para-comentarios/ DEPOIS QUE FOR BLOQUEADO, NÃO ADIANTA… Read more »

SmokingSnake 🐍

Os mísseis do Irã são tão bons que os navios seguem viagem normalmente com danos insignificantes.

Luiz Eduardo

Navio com bandeira de conveniência que transportava milho brasileiro, vendido, ouso afirmar, na modalidade FOB.

Ou seja, o exportador BR já recebeu e a carga é do importador iraniano.

Não temos nada a ver com isso.

Henrique

KKKKKKKK

2024 e o cara acha que só vender e outro que se ferre pra levar a carga….

Luiz Eduardo

Exato, tipo os Correios que não entregam “encomendas” em algumas comunidades dominadas pelo tráfico.

Agora, se tu estás mais preocupado com os grãos comprados por iranianos, chineses e demais, do que com a geladeira do morador do cume do morro, sem problemas.

Venda FOB. B/L “clean on board” e “shipped on board”.

https://www.anec.com.br/uploads/ckikpwui000052wtxacw5ggsp.pdf

PS: verificar item 1

Gilson Elano

Se não afundou, falharam na missão!

Favio

Porque um navio partindo do Pará para o golfo pérsico passa pelo mar vermelho e paga pedágio no canal de Suez?

Henrique

pq a do Suez é 14k km e outra é 16k km

Favio

Não seria ocasião de dobrar o cabo?