Fragata Type 054

type-054.jpg

Em 2002 a China começou a construção de sua nova fragata Type 054 (codinome OTAN JIANGKAI I), cujo primeiro navio foi o Ma’anshan, (indicativo visual 525).
A Type 054 é a sucessora das classes “Jiagwei” e das “Jianghu”. Ela desloca cerca de 3.500t, e incorpora algumas características stealth: casco liso sem reentrâncias e materiais que absorvem as ondas de radar. O navio é comparável às “La Fayette” francesas.
Seu principal armamento constitui-se de dois lançadores quádruplos de mísseis antinavio YJ-83 (similar ao Harpoon americano). O armamento antiaéreo é composto de mísseis HQ-7 (uma versão melhorada do Crotale francês), o canhão de 100mm da proa e quatro CIWS AK630 de 30mm, similares ao Goalkeeper.
Os navios das fotos são da classe Type 054A (codinome OTAN JIANGKAI II), cuja diferença principal consiste no lançador VLS de 32 células na proa. Especula-se que os lançadores são para mísseis antiaéreos HQ-16 ou Shtil VL (SA-N-12 VLS). Nas Type 054A o canhão da proa é de 76mm e os CIWS são do tipo 730. O novo radar Sea Eagle também foi instalado.
A propulsão é diesel, com 4 motores SEMT Pielstick Type 16 PA6 STC produzidos sob licença na China. Foram construídas duas Type 054, duas Type54A e outras duas estão sendo finalizadas.

NOTA DO BLOG: O Brasil é o único dos BRICs (grupo das potências econômicas emergentes Brasil, Rússia, Índia e China) que investe pouco ou quase nada na sua Marinha de Guerra. Há duas décadas os navios de superfície chineses eram ruins, mas hoje estão construindo navios que rivalizam com as melhores classes do Ocidente. Enquanto isso, o Brasil demorou 14 anos pra construir uma única corveta, que não possui sequer um lançador de míssil antiaéreo.
Isso sem falar nos sistemas de armas e sensores chineses, que são quase todos nacionalizados, muitos copiados de sistemas ocidentais.
O Brasil, por sua vez, continua dependente do exterior para o fornecimento de mísseis e principais sensores para seus navios.

type-054-b.jpg

type-054-a.jpg type-054-c.jpg

Suécia assina com Saab a encomenda de dois novos submarinos tipo A26

Kockums A26 - imagem 2 Saab

Empresa também modernizará dois exemplares da classe ‘Gotland’ em serviço na Marinha Sueca – Na última terça-feira, 30 de junho, […]

Fabricação do primeiro submarino S-BR avança na ICN

Reforços Externos #2

Rio de Janeiro, 29 de junho de 2015 – A Itaguaí Construções Navais (ICN) avança na construção do primeiro submarino […]

Prosuper receberá propostas da China e dos EUA

Type 052B Guangzhou class Wuhan (170) guided missile destroyer

  O PROSUPER, programa da Marinha do Brasil (MB) que visa obter 5 navios escoltas, cinco navios-patrulha oceânicos (NPaOc) e […]

Duas boas notícias da MB: assinados novos contratos do MANSUP e revogada a suspensão do contrato do NHoFlu

NHoFlu Rio Branco - foto INACE

Contrato relacionado ao NHoFlu Rio Branco, já entregue, é com o estaleiro Inace. Para o MANSUP,  foram assinados contratos com Avibras e Mectron, marcando […]

Marinha dos EUA gasta US$ 9,1 milhões para manter Windows XP em PCs

usnavy_625

Ainda em processo de transição, marinha americana possui cerca de 100 mil computadores com o sistema operacional já obsoleto da […]