sábado, novembro 27, 2021

Saab Naval

Incêndio a bordo do USS George Washington

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.naval.com.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

GW-incendio

A USN informou que na manhã do último dia 22 de maio, um incêndio foi detectado num dos compartimentos internos do NAe USS George Washington (CVN 73) onde se localiza parte do sistema de ar condicionado e refrigeração.

O fogo se alastrou por diversos compartimentos do navio através dos dutos de cabos, mas foi contido pela brigada de incêndio depois de algumas horas de combate. Não houve vítimas graves. Vinte e três tripulantres passaram pela enfermaria do navio com sintomas de estresse e um outro apresentou queimaduras de primeiro grau.

No momento do incêncio o George Washington conduzia uma faina de reabastecimento juntamente com a fragata USS Crommelin (FFG 37).

A Marinha daquele país ainda informou que o sistema de propulsão nuclear do navio não foi atingido e o mesmo segue o seu rumo original. O George Washington deverá escalar em San Diego antes de substituir o USS Kitty Hawk (CV 63) como NAe avançado da USN no oriente.

A extensão dos danos ainda será motivo de uma investigação, mas pode-se dizer que a partida do George Washington para o oriente pode sofrer um atraso caso reparos de maior magnitude sejam necessários em SanDiego (foto: USN).

- Advertisement -

15 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
marcelo

“ferraris” ,às vezes, também “super-aquecem”(!!)

Eduardo Infante

E quando o São Paulo teve seu problema, só faltaram afundá-lo… Porque ninguém escreve falando desse incendio??? Que a USN não faz manutenção e coisas desse tipo. Mas essa é a nossa cultura, de falar mau do que é do Brasil. É o lance do copo pela metade, tem gente que vê o copo quase vazio, e tem gente que vê o copo quase cheio. Os problemas existem e são muitos, mas temos que aproveitar este espaço e tentar ajudar nossos militares que não podem expressar suas opiniões. Se realmente a coisa está ruim, vamos por a boca no trombone,… Read more »

Brazilian Eagle

Eduardo Infante, valeu!!! Você se mostra ser uma pesssoa equilibrada, sensata, um raro atributo em meio a tantos entreguistas, que só sabem criticar, …criticar…….e
nada de bom a dizer…eternos insensatos, vazios e fatalistas!!!
Sds.

corsário

Eduardo, sua colocação foi perfeita. E olhe que existem muitos pseudo-jornalistas que tambëm se encaixam no perfil colocado acima.
Entendem muito da “coisa”, mas só sabem malhar. Qdo ocorre isso no GW é corriqueiro, qdo ocorre no RR com morte, é corriqueiro, mas no SP, é o fim do mundo.

Amigos, me perdoem, mas é a Síndrome do Vira Lata que fala mais alto. hehehehehehehe

Um dia quem sabe, não nos livramos dela.:)

marckin

Tem muito brasileiro que tem mania de falar mal de brasileiro e de falar que brasileiro fala mal do Brasil e dos brasileiros. Devemos falar a verdade. Se a verdade for interpretada como sendo “falar mal” que se dane. O Estado corrupto do Brasil e sua corja de políticos mafiosos são culpados pelas péssimas condições em que se encontra o Brasil, em vários setores, incluindo nos setor militar. O São Paulo não tem armas de proteção, não tem sensores modernos, não tem meios modernos de comunicação e navegação, não tem aeronaves e provavelmente falte sistemas eficazes de combate a incêndio.… Read more »

Raphael

Nao seria comparar os diferentes incedios como comparar uvas com bananas??? Por um acaso o GW foi comprado com dinheiro dos contribuintes brasileiros? E o GW que defende o Brasil? Sao vidas brasileiras que estao em jogo?

Soh por que outros navios peguem fogo tambem, nao significa que esta tudo bem por que o opalao pega fogo. Dois errados nao fazem um certo.

crubens

Não significa que estar bem, significa que acidentes acontecem, tanto faz se é rico ou pobre.
Parabéns Eduardo infante pela colocação, esse também é meu pensamento.

McNamara

Incêndio a bordo é o grande terror para qualquer comandante, e eles são mais frequentes do que se pensa. A nossa primeira preocupação é com a salvaguarda da vida humana e com a prontidão e aptidão dos meios e equipagens para debelar tais incêndios a bordo. Criticar e deboxar de incêndios aqui ou ali, não nos levará a nada, pois o sinistro ocorre tanto num SSN quanto num Aviso Oceânico.

Farragut

É covardia comparar com a marinha dos EUA…
Uma das provas que o negócio lá é mais sério é a visibilidade dada aos incidentes, às posteriores investigações e às lições aprendidas. Tanto é assim que estamos aqui a discutir o que houve no GW há 4 dias e até hoje não ficou público o que aconteceu, p/ ficar em um só exemplo de vários, na colisão do CT Sergipe e o Eugênio C em 84.

Eduardo Infante

Desculpe Marckin, mas vc só falou em prováveis e prováveis. Vc tem acesso ao IPM do acidente com o São Paulo para AFIRMAR alguma coisa? Quem sabe está aí um bom assunto, discutirmos a transparência das atividades e atitudes de nossas FA. Quanto a isso concordo plenamente. Só acho que temos que pensar antes de escrever, porque podemos, ao pixar as coisas, desmotivar nossos defensores e até ridicularizar os riscos que eles correm, que são muitos. Apenas isso. Podemos observar que realmente este meio é atentamente acessado pela cúpula da MB, então vamos manter elevado o nível de nossos comentários… Read more »

Farragut

Exemplo de transparência e aproveitamento das lições aprendidas:
https://www.cnet.navy.mil/cnet/nrotc/cig/nav_ops_0805.pdf

Marcelo Ostra

Caro DDG 99

é uma boa lembrança o caso do CT Sergipe, mas tambem tem da CV Ipiranga, do NOc Almte Alvaro Alberto, do AVOC Bebe qualquer ____ (deu branco) que se perdeu em Trindade, da CV Forte de Coimbra, do CT Paraiba (Garcia), no NaApLog Almte Gastão Motta, Do NaApLog Atlantico Sul, do S Humaitá (Oberon) … precisa de mais ….

MO

Farragut

esqci de mencionar a página no documento. A partir da 110 – colisão USS Leyte Gulf e USS Theodore Roosevelt.
Clipe em: http://www.youtube.com/watch?v=zO9ERtJEX7E

Caro MO,
como disse: p/ ficar em um SÓ exemplo de VÁRIOS…

marckin

Eduardo,
você tem razão e peço desculpas!

[…] grupo da USN encarregado da investigação do incêndio ocorrido a bordo do USS George Washington (CVN 73) no dia 22 de maio último, decidiu afastar o capitão-de-mar-e-guerra David C. Dykhoff das […]

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

CoNavOpEsp da Marinha do Brasil realiza o primeiro Adestramento Conjunto de Planejamento de Operações Especiais

Sob coordenação do Comando Naval de Operações Especiais (CoNavOpEsp), no período de 22 a 26 novembro, foi realizado, nas...
- Advertisement -