Home Noticiário Internacional Seahawks da MB são usados?

Seahawks da MB são usados?

586
76

seahawk-penguin.jpg

Saiu na revista Air Forces Monthly desse mês, que os quatro helicópteros Seahawk SH-60B comprados pela Marinha do Brasil via FMS, por US$ 194 milhões, são na verdade aeronaves usadas. Mas o valor do contrato inclui a modernização dos aviônicos e do sonar, e a integração ao míssil antinavio AGM-119 Penguin (foto). A revista informou ainda que este contrato substituiu um contrato anterior para 6 aeronaves novas, que acabou não vingando.
O Penguin é um míssil norueguês de guiagem passiva por IR e tem alcance de 34km na versão Mk.2 e 55km na versão Mk.3.

76
Deixe um comentário

avatar
76 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
36 Comment authors
mac namaraJOHNYAtualização na Aviação NavalMarcoAntonio LinsMais lançadores de Hellfire para o US Army Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
direto do fundo do mar
Visitante
direto do fundo do mar

Espero que Air Force Monthly esteja errada, pois eu fico puto quando alguma noticia sai primeiro para “os caras” e nós brazucas somos sempre os últimos a saber.
A info que tinhamos era de seriam 4 zero bala e que inclusive por isso, iriam demorar um bom tempo para chegar.
Agora sai esta nota nesta revista.
Vamos torcer para que ela esteja errada.

Nimitz
Visitante
Nimitz

Pior que está certa, Fundo do Balde.

André
Visitante
André

E o pior é que anunciaram que seriam novos, não foi?
Eles são muito ou pouco usados? As suas células precisariam em breve de algum reparo, sei lá, algo estrutural?

Bosco
Visitante
Bosco

Pelo menos vamos ter um míssil e não vamos ficar apenas com os “modernos” Mk46.
Obs: eu duvido que estes torpedos vendidos pelos americanos ao Brasil (Mk46 e Mk48/6) são completamente operacionais e com o software completo. Eu aposto que na hora H (se tiver uma hora H) eles vão se desviar dos Los Angeles, Virgínias, Sea Wolfs, Ohios, Burkes, Ticos, Nimitz, San Antonios, Zumwalts e LCSs. Vamos torcer para que pelo menos não volte para quem os atirou.

Nimitz
Visitante
Nimitz

Devem estar pouco rodados, ou voados. Pelo menos, melhor que nossos SH-3 estão.

Nimitz
Visitante
Nimitz

Bosco, isso que você disse a respeito dos torpedos não existe. As armas funcionam muito bem e estão completas, o problema é que os EUA conhecem todas as vulnerabilidades das armas que vendem e podem usá-las a seu favor se for preciso.

Bosco
Visitante
Bosco

Nimitz,
Será?
Será que lá dentro do cerebrozinho da “criança” não tem um comando dizendo que quando ela ouvir um sozinho específico, ela deve fazer uma curva acentuada a direita.
Mas eu não afirmei. Só me veio a idéia porque estes americanos são espertos e não são de dar tiro no pé.

Rogério
Visitante
Rogério

Ué…pq o espanto gente?

Se esqueceram que somos o Brasil?

Até onde sei, esta tudo normal. Nada de novidade quanto às trapalhadas das informações.

Alguem ai quer um pedaço de Pizza?

Raphael
Visitante
Raphael

Tem alguma lei que nao deixa as forcas armadas comprar equipamentos novos, ou algo do tipo?

AJS
Visitante
AJS

Talvez a revista esteja errada, pois ao contrário de comprar sonares novos para os H, serão atualizados sonares já em uso por H da MB e instalados nos Seahawk.

Junior
Visitante
Junior

Esses mísseis Penguin… são melhores que os Sea Skua???

McNamara
Visitante

Mas são QUATRO unidades hein !!!! Conosco ninguém pode no mar, a partir de agora. O nosso diminuto litoral está armado até os dentes.

marujo
Visitante
marujo

Estava bom demais para ser verdade. Mesmo usado, só compramos quatro, do total de 12 que pretendemos ter. Será que nossas escoltas de 6 mil t também serão usadas?

McNamara
Visitante

Pois é marujo. Se elas vierem a existir, quem sabe umas quatro unidades (de ocasião), nos próximos vinte anos.

Bosco
Visitante
Bosco

Os Penguin estão no mesmo patamar dos Sea Skua com algumas vantagens e algumas desvantagens. A vantagem é que possuem orientação terminal passiva (rastreio de uma fonte de calor) portanto, são mais discretos e do tipo “dispare e esqueça”. Mas têm o incoveniente de não serem “todo o tempo”, ou seja, não podem operar em todas as condições meteorológicas. Os Sea Skuas possuem orientação por radar semi-ativo, necessitando que o helicóptero “ilumine” o navio durante a fase final (na realidade, devido ao alcance do míssil, pode-se dizer que é durante todo o tempo) da trajetória do míssil o que alerta… Read more »

Rogério
Visitante
Rogério

Mac Namara.
Gostei da sua visão macro-estratégica.
Penso da mesma forma. Pra que comprar helicópteros novos e em grande quantidade, se nosso litoral é como vc disse, “diminuto”.
E pra que comprar equipamentos no estado da arte sendo que não temos o o que defender, pq alem de ser diminuto, ele não tem riquezas naturais que justifiquem um investimento tão caro.

Bosco
Visitante
Bosco

Na verdade qualquer um deste mísseis podem ser lançados fora do “envelope” de defesa da maioria dos navios com exceção daqueles navios dedicados à defesa aérea de área que possuem mísseis sup-ar de longo alcance. O máximo que a maioria dos navios “alvos” podem fazer é tentar se defenderem dos mísseis depois de lançados pelos helicópteros porque os vetores ficam fora de alcance. Por isto parece haver uma “tendência” no uso de mísseis de alcance médio (intermediário) como os ESSM e os Aster15 complementados por Ciws. Uma outra medida de proteção contra estes helicópteros armados com mísseis anti-navios é dar… Read more »

direto do fundo do mar
Visitante
direto do fundo do mar

As infos que eu sempre tive, é de que serão NOVOS. A revista pode ter cometido uma “barriga”, que no jargão jornalistico quer dizer: Gafe/Mico/Cabeçada/Noticia furada, sem fundamento.
Enfim, se entregarem rapido, pode ser que sejam usados, mas se demorar ai eu acredito que sejam Novos mesmo.

Só o tempo dirá!

Bosco
Visitante
Bosco

O engraçado é que o Penguin ganhou do Maverick F como o míssil anti-navio lançado de helicóptero na USN devido ao fato de ter um radioaltímetro e ser “sea skiming”. O que na época era considerado uma vantagem. Esta vantagem hoje está sendo revista. Após a Guerra das Malvinas uma enxurrada de radares e sistemas apropriados a detectarem e interceptarem mísseis ao nível do mar está facilitando a vida dos defensores que só precisam procurar na linha do horizonte. A tríade de sobrevivência de mísseis anti-navios é furtividade, velocidade e manobrabilidade. A furtividade assumiu uma posição de destaque e é… Read more »

Fábio Max
Visitante

A informação dada pela própria marinha,é que seriam novos.

Mas estamos no Brasil e aqui, autoridades não precisam dizer a verdade.

marujo
Visitante
marujo

Que cabe a manifestação de fonte próxima ou da própria MB, isso cabe!Desfaz de vez qualquer mal entendido que possa existir.

edilson
Visitante
edilson

a Aricraft combat deste m^es diz que os helic´opteros v~ao operar MM-40 ou 39(agora n~ao me lembro). por´em car´issimos mestre Yamamoto e demais colaboradores e colegas mui respoeitosanmente aceitei vossas correç~oes no tocante ao tema Seahawk (B) o qual fui ir^onico e peguei pesado. silenciei-me pelo respeito a todos e pelo desenrolar dos fatos. o tempo dir´a.ao que se confirmar, estara se cumprindo exatamente o meu temor. lotes diferentes, helic´opteros usados (B) e uma pleiade de punhados de ewuipamentos logisticamente invi´aveis dado a falta de planejamento a plongo prazo, picuinhas de setores, tanto politicos quanto militares. mas quando me referi… Read more »

moyses silva
Visitante
moyses silva

lembro da – intensa- discussão a respeito dessa compra. no começo, eu fui bastante desfavorável por uma série de razões.
mas fui convencido por argumentos consistentes de várias pessoas:
são células novas
são equipamentos compatíveis com a atualização de subsistemas de asw bem modernos e padrão otan
são importantes pra definir a doutrina futura de guerra asw da marinha do brasil

mas confesso que fico com um pé atrás com esse valor para a compra de helos usados.
e volto para a minha primeira questão lá atrás: e o cougar hein?
tomara que seja uma “barriga” mesmo.
abraços.

Yamamoto
Visitante
Yamamoto

Pois é pessoal , por um acaso também sou assinante da AFM desde 1999 e afirmo que apesar de ser inconteste a superioridade da AFM que na minha opinião é a melhor revista do gênero, esta também erra! Em várias ocasiões, cartas de leitores contestando as informações veinculadas nas páginas da AFM foram publicadas, não raro, com meia culpa ou mesmo notas corretivas sobre a matéria por parte da redação. Portanto, assim como no episódio da compra do “novo” navio de apoio antartico, ninguém melhor que a própria MB para esclarecer este mistério. Novos ou usados, bem, se foram usados… Read more »

Joao
Visitante
Joao

E sempre a mesma porcaria com a MB!!! Quando saiu essa “maravilhosa” noticia da compra de QUATRO helicopteros,eu disse aqui no blog,ja que moro aqui nos USA,que seriam usados,o que todos aqui sabem. Na epoca,claro,fui criticado por nao saber do que falava. Pois e,sao usados mesmo. Mas mesmo que fossem novos, comprar quatro unidades para que? E armados com o Penguin? So pra botar sal na ferida,mesmo. Enquanto o maravilhoso Seaking,que por aqui ja e visto como obsoleto, estiver tanto tempo “iluminando” o alvo,obviamente sera abatido. Sera que o litoral brasileiro vai encolher 90%??? Talvez para o litoral da Costa… Read more »

Igor
Visitante
Igor

O negócio é termos calma, se for sério o 7 de setembro, é posssivel que seja nossas últimas compras desse gênero. Afinal essas últimas compras da MB, foi com recursos escassos, da própria economia da marinha.(eu acho)

fernando
Visitante

eu estou cansado de o brasil ficar con o resto tudo usado enquanto ate a venezuela conpra novo e esta istoria do penguin de q adinanta afinau seria so mais motivo pra encarecer a logistica e so integrar o exocet block 3 nos Seahawk novos facio assim chega de brexor nas forcas armadas!!!!

Mahan
Visitante
Mahan

navio usado, vai lá… mas Heli usado?? que vergonha…

Guilherme Wiltgen
Visitante
Guilherme Wiltgen

Realmente se cogitou inicialmente que seriam aeronaves usadas da US Navy, mas agora me causou dúvida a respeito da veracidade desta matéria, pois estive no mês passado conversando com alguns tripulantes do HS-1, durante a EAB 2008 no CTA, e a informação que eles me passaram é que vão ser 04 aeronaves novas de fábrica, podendo chegar o primeiro lote a 06, de um total de 12. Inclusive já estão selecionando no Esquadrão o pessoal que vai para a Sikorsky.

direto do fundo do mar
Visitante
direto do fundo do mar

Confirmado: Serão Zero Km. A revista comeu barriga. Pilotos do esq. confirmam: Serão zero KM!

paulo costa
Visitante
paulo costa

Varias vezes fiquei sabendo que os BH seriam novos,os radares seriam
usados ,removidos do SeaKing,dai as duvidas que aparecem…
Vamos acompanhar..

Antonio
Visitante
Antonio

US$ 194.000.000,00 por 4 aeronaves usadas !!!

a) Com muito menos a Argentina desenvolveu um helicóptero a partir do zero !!! … sem comentários …

b) Com muito menos nós compraríamos vários os “Super Cougar” (sic) que o Ministro da Defesa disse que serão fabricados em Itajubá e manteríamos a padronização de material na marinha e nas duas outras forças !!! … sem comentários ….

c) Penguin vai substituir Exocet como na tarefa antinavio ??? … sem comentários …

Raphael
Visitante
Raphael

Joao, aonde nos EUA vc mora?

Nelson Lima
Visitante
Nelson Lima

Não sabia que o ASM Penguin tinha um alcance tão grande.Considerando a sua modernidade e resistência a contramedidas eletrônicas pode substituir perfeitamente o binômio sea King-Exocet

PATRIOTA
Visitante
PATRIOTA

Sem comentário é esta mania de vira-lata, é o criticar por criticar.

paulo costa
Visitante
paulo costa

O seaskua tem uma carga explosiva de 30kg,o Penguin em torno de
130kg,e o Exocet 180kg.O linx/seaskua para embarcação leve,
o Bh/penguin para medias,e o Exocet com varios vetores,estamos bem
servidos.

Fernando Carvalho
Visitante
Fernando Carvalho

Porque esta nota não está assinada? Quem desta revista Européia vinculou esta nota? Qual a fonte dele?

É impressionante no Brazuca a capacidade que as pessoas tem de enquanto poucos trabalham serio pela MB, muitos até por desfeita trabalhem contra a MB e o nosso País.

MAis seriedade moçada!!!!!!!!!!!!!

Galante
Visitante

Senhor Fernando, nós apenas reproduzimos o que a revista publicou. Também queremos saber a verdade e todos os que trabalham neste site, trabalham a favor do País e pela MB, com seriedade.
Afinal, é o dinheiro de nós contribuintes que está sendo investido.

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Gostaria de saber, qual aeronave anti submarino a Russia usa. Qual o custo destas aeronaves e se enquadrariam na nossa marinha.

LM
Visitante
LM

Prezado Galante, Obrigado pelas informações prestadas neste blog, sempre imparciais e de grande credibilidade. Ontem a noite, ao acessar o blog me deparei com esta noticia a respeito dos Seahawks adquiridos pela MB. Fiquei surpreso, pois as informações que nos foram passadas seriam que tratavam-se de aeronaves novas de fábrica, não quis postar ontem para poder confirmar isso hoje pela manhã com aqueles que são os responsáveis pelas compras de material. Só quem pode emitir nota em nome da MB é seu comandante ou o Centro de Comunicação Social da Marinha, como não sou o primeiro, nem pertenço aos quadros… Read more »

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Sei que é relativo, mas alguem teria alguma ideia da possivel numeração dos Seahawk na MB

Seriam série 8000 ? (N-8000 – N-8004) ??

Logo vai chove de maquestes deles, tentando antecipar ….

MO

Douglas
Visitante
Douglas

LM me tira uma duvida: Se o strke hawk é US 40 mi, seis são 240 mi. Porque então os 300 milhoes por 6 unidades? Dá 50 mi por unidade o contrato de 4 unidades, 10 milhoes de dólares por unidade a mais só por causa do treinamento, peças sobressalentes e modernização de sonar?

Douglas
Visitante
Douglas

são 40 milhoes de dolares a mais.

Douglas
Visitante
Douglas

Mauro nas categorias acima elencadas só me incluo na dos Urubus, pois sou Flamengo, obrigado. rsrsrsrsrs

pablo
Visitante
pablo

os 60 mi que “sobram” vao para pecas sobrecalentes, armamentos, motores reservas, treinamento, … e por ai vai…
o super puma que sera fabricado em Minas nao era capaz de fazer esse trabalho ???
ou sera que essas 4 unidades vieram pra treinar futuras equipes, apreender como se faz esse tipo de operacao, adestramento da tropa, ..
sera que apos o adestramento da tropa, o governo nao ira comprar umas dez unidades do super puma para desempenhar o mesmo papel, mas cm doutrinas aperfeicoadas, equipamentos especificos…
sera que e isso ??

Douglas
Visitante
Douglas

Então vira estoque de misseis junto? OK muito bom.

Douglas
Visitante
Douglas

Serão EFETIVOS. to cansado de equipamento de desfile.

Douglas
Visitante
Douglas

Alias, alguem sabe da volta do SP ??????

pablo
Visitante
pablo

stk de misseis eu nao diria, mas espero que venha uma quantidade suficiente para o esquadrao.

Douglas
Visitante
Douglas

Ok pablo.