Home Noticiário Nacional Apresentação da Operação Atlântico

Apresentação da Operação Atlântico

736
0

opatlantico1.jpg

O Poder Naval Online esteve ontem na apresentação da Operação Atlântico, realizada no Centro de Adestramento Almirante Marquês de Leão (CAAML), na Base Naval do Rio de Janeiro, localizada na Ilha de Mocanguê.
O Chefe do Estado Maior Conjunto da Operação Atlântico, Almirante Edlander Santos, apresentou os detalhes da operação à imprensa e a executivos de empresas que operam nas principais regiões petrolíferas do litoral do Brasil.
A Operação já teve início no dia 6 de setembro, quando forças especiais foram desdobradas para missões de sabotagem e neutralização de sistemas de comunicação e de radar.
No exercício militar, que contará também com a participação da PUC, Cruz Vermelha e Petrobras, o “país verde” – composto por Rio de Janeiro, norte de São Paulo e partes de Minas Gerais e Goiás – tem uma situação de disputa sobre o mar territorial com o “país amarelo” – Bahia e Espírito Santo – justamente numa área de megadescobertas petrolíferas da Petrover, estatal fictícia do “país verde”. A situação de disputa sobre o mar é bem parecida com a existente entre o Peru e o Chile. No exercício, as negociações diplomáticas não surtem efeito e os dois países iniciam ações militares para alcançar seus objetivos.
Segundo o almirante Edlander Santos, a Operação Atlântico trará respostas para as carências na defesa da Amazônia Azul.

NOTA DO BLOG: Depois da apresentação, fotografamos o embarque dos fuzileiros navais no navio de transporte de tropas Ary Parreiras. Também tivemos o prazer de visitar o NDCC Garcia D’Ávila (ex-RFA Sir Galahad).
Em próximo artigo, publicaremos as fotos feitas ontem na BNRJ e a bordo do Garcia D’Ávila.

opatlantico2.jpg

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
JSilva
Visitante
JSilva

Humm!

Agora ficou legal, os navais colocaram tecido camuflado no PASSGT. Era horrivel com aquele verde meia boca de fabrica.

Marine
Visitante
Marine

Jsilva,

que colete e esse novo? Quando estive na UNITAS 43-02 os navais estavam usando um que acho que era israelense, bem diferente desse que vi nas fotos…

Sds.

Nunão
Visitante
Nunão

E a folha de serviços do Ary Parreiras continua crescendo. Tá velhinho, velhinho, mas é um belo navio. Que o seu provável substituto, com um histórico nada desprezível lá fora, também tenha sucesso.

gaitero
Visitante
gaitero

A MB sempre faz um trabalho bem feito na reforma dos navios, estou esperando as fotos do G-29 ele deve estar impecavel.

Igor
Visitante
Igor

Eles não aprecem muito animados.

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Na primeira foto,a sombra do sol deve ser umas 10,30/11,00
ja deve estar bem quente,nada como entrar no navio para
animar de novo…..

paulo s
Visitante
paulo s

a respeito do comentario do sr igor , realmente o moral nas fa e muito baixo principalmente os pra;as,procurem saber mais a respeito
Algo como escala de servi;o,assistencia medica para familia,isto sem falar nos soldos
De nada adianta pensar em super navios,sub nucleares,se o pessoal nao tem amparo,tem pessima forma;ao militar e profissional.

Ozawa
Visitante
Ozawa

Animados ou não, fazem-me recordar de Cecília Meireles: “quando tudo acabar…, que fique ao menos os fuzileiros navais como exemplo de tudo e belo que eles foram…” AD SUMUS !

André
Visitante
André

Folha de serviços enorme. Nunão. Fico feliz toda vez que vejo o Ary. Quando criança estive muitas vezes a bordo dele, pois meu pai serviu no G-21 durante quase 5 anos, entre 1977/1982. Abraço a todos.

LM
Visitante
LM

Marine,

Os capacetes PASGT, coletes interceptor e placas balisticas, joelheiras, cotoveleiras, coldres e bornais modulares que o CFN utiliza são do mesmo fornecedor do USMC. Muitas vezes nós os recebemos no padrão de camuflagem que vocês utilizam e precisamos cobrí-los.

Marine
Visitante
Marine

LM,

Muito obrigado, bem que achei eles bem parecidos com o nosso Interceptor aqui compativeis com o sistema MOLLE…bom ver o CFN possuindo equipamentos individuais inclusive os M-16 nos padroes nossos aqui! Da ate vontade de fazer outra UNITAS!! hahaha

Sds.

Farragut
Visitante

O moral é baixo exatamente onde deveria ser mais alto: no setor operativo. Os efetivos são menores que as lotações, piorando as escalas de serviço, e uma das primeiras vítimas do sucateamento é o mínimo de conforto. Militares não devem reclamar de salários por ser inconsistente com o próprio status de militar, mas isto não pode ser usado como motivo para que as necessidades básicas (antigamente consideradas “salário indireto”) não sejam atendidas. Isto fica evidente na “fuga” do embarque ou da tropa. Faz falta, a exemplo de marinhas mais aprestadas, a rotatividade forçada: os militares ficam embarcados e em terra… Read more »

JSilva
Visitante

Marine,

Prefiro que me chamem por Zé mesmo.

Notei que o LM já respondeu, e eu sinceramente não saberia faze-lo pois só depois do seu comentario é que notei o colete.

Pode crer, o colete antigo era outro mesmo, e era bem parecido com o que a gente ve sendo usado pelo pessoal do Corpo Blindado da IDF, com aquela gola grande e acolchoada. Parecia bem pessado.

Marine
Visitante
Marine

Ze,

Exatamente, o que eu me lembro parecia proteger bem mas super pesado e ate o capacete nao era o PASGT que na verdade ate aqui ja nao se usa nos servicos de combate…O Army passou a usar o MICH e os Marines o LWH.

Pergunta…Porque tao poucos artigos sobre o CFN? E por falta de assunto ou dificuldade de achar noticias com relacao a ele?

Vcs tem intencao um dia de fazer um blog so, mas para assuntos de todas as forcas?

JSilva
Visitante
JSilva

O nosso capacete anterior tambem era israelense, como o colete. Além dos navais o pessoal da FAB/PARASAR usava esse modelo tbm.

Eu reparei que vcs (USMC e USA) ja estao trocando os capacetes. Vi tambem um que parece menor que o MICH, sendo usado pelo pessoal da 10th Mtn no Afeganistão e do 75th no CONUS. Esse menor deve ser o ACH, confere?

Eu vou te responder sobre os Blogs no seu e-mail.

Marine
Visitante
Marine

Esse menor, se e o que estou pensando no qual se refere e apenas uma versao cortada nas orelhas nao e? Um pouco mais curto nos lados, oferecendo menos protecao mas mais espaco para headphones de comunicacao…

Ele e basicamente um MICH so que cortado, oferece a mesmo protecao balistica e e um pouco mais leve…Com relacao a unidades, qualquer uma pode ter, basta o Comandante achar que e melhor e gastar a grana pra compra-los…nossos Snipers usam esse mesmo modelo.

Obrigado pela resposta.

Sds.

Vassily Zaitsev
Visitante
Vassily Zaitsev

Paulo , 13 set 14:00hs

( imitando um companheiro do blog)

BRAVO, BRAVO, BRAVO.

Concordo plenamente

trackback

[…] dia 12, após a apresentação da Operação Atlântico e o embarque dos fuzileiros navais, visitamos o navio de desembarque de carros de combate (NDCC) […]

maria rita matos
Visitante
maria rita matos

todos nois brasileiro temos que se unir fazer da unasul uma potencia

trackback

[…] dada hoje pelo Ministro da Defesa, Nelson Jobim, em entrevista durante a visita às atividades da Operação Atlântico. “A Marinha está concentrada no Rio de Janeiro, e há necessidade de se ter uma Força Naval […]

mari
Visitante
mari

apesar das mazelas não podemos nos esquivar de quão grandiosa e importante é a operação atlântico para o Brasil.

trackback

[…] saída da BNRJ, no dia 12, fotografamos 3 EDVMs (embarcações de desembarque de viaturas e material), que provavelmente […]