Home História O fim do Amazonas

O fim do Amazonas

900
21

greenfish.jpg

Estas fotos abaixo são do “Historic Naval Ship Association” (vale a pena uma visita no site deles) e foram tiradas em 2001. Elas mostram o Amazonas (S16) da Marinha do Brasil, um submarino tipo GUPPY III (originalmente classe Balao), sendo desmontado em Niterói-RJ.

O Amazonas (ex-USS Greenfish) foi transferido e incorporado à Marinha do Brasil em 19 de dezembro de 1973 e passou por mostra de desarmamento em 15 de outubro de 1992. Em quase 19 anos de serviço em nossa Marinha, participou de 23 grandes comissões e outras tantas menores, atingindo as marcas de 986,5 dias de mar, 117.886,8 milhas navegadas e 10.763 horas e 57 minutos de imersão e lançou 32 torpedos.

Leia mais sobre o Amazonas no NGB.

Subscribe
Notify of
guest
21 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
RODRIGO
RODRIGO
11 anos atrás

O desmanche é o triste fim de muitos navios e subs ! Mais digno,seria tê-lo afundado com um disparo de torpedo….!!!!

Galante
11 anos atrás

Melhor seria se tivesse virado museu numa cidade litorânea, fora do Rio de Janeiro.
O Brasil é muito carente de cultura naval, esse submarino merecia ser preservado.

McNamara
11 anos atrás

É isso aí Rodrigo, o sinkex é um fim mais digno. O navio vira alvo, é destruído, mas está assim prestando um último serviço à pátria, que é o adestramento de novas tripulações.

Ozawa
Ozawa
11 anos atrás

Talvez, e isso é coisa para mais uns 10 anos no atual cenário…, cenário este, do retorno da comunidade civil brasileira aos assuntos de defesa, como se vê ultimamente, a estabilidade econômica, tenhamos patrocinanadores privados de belonaves como essa, tal como se vê com inúmeras aeronaves militares de tempos não tão remotos, os lendários Me 190, FW 109, o brioso P47, o inesquecível Gloster F8, isso para ficar nos recentes… Espalhados pelo território nacional, manutenidos com recursos privados, especialmente no interior de São Paulo. Bem, uma belonave é outra história, sei, mas mantendo-se o cenário atual, creio, chegaremos lá… Quem… Read more »

Baschera
Baschera
11 anos atrás

Venderam como sucata e ganharam merrecas, deveria ter sido preservado como fazem em tantos países.
Sds.

Ozawa
Ozawa
11 anos atrás

P.S. Aliás, como monumento, tal como existente em algum estado do NE, de outro “guppy” desativado que não me recordo o nome, a preservação da vela, que, se composta com uma adequada lâmina d’água, sugeriria a belonave semi-submersa, atraindo a curiosidade do público passante.

Deveriam ter feito isso com todos os “guppy’s” desativados e batizados com os nomes de estados brasileiros, erigindo monumentos como estes, nos respectivos estados de batismo ! Imaginem: Guanabara, Bahia, Amazonas, Rio Grande do Sul, todos com “guppy’s” semi-submersos em cuidadas praças, que se tornariam atração turística e verdadeiros ponto-referência em suas cidades !

Paulo Costa
Paulo Costa
11 anos atrás

Acho que deveriamos preservar somente o que é nosso….
Devemos ser assim,como no exterior eles são.
Nossos aviões,nossas armas,nossos tanques,etc

Mauricio R.
Mauricio R.
11 anos atrás

Esse “submarino na praça” não seria o “Ceará”???

Eu tinha uma idéia, bem doida, do que fazer c/ esses submarinos, mas era c/ os “Oberon”.
A luz da experiencia adquirida em fabricar os Type 209 no AMRJ, os 3 cascos “Oberon” seriam desmontados, peça por peça, seu aço reciclado e aproveitando-se ao máximo as peças existentes, construiriam-se novos submarinos.

McNamara
11 anos atrás

E quanto custaria esse Oberon Frankenstein? Seria ele eficiente? Ou ruidoso, caro, difícil de manter e operar, com sistemas ultrapassados? Acho que seria perda de tudo, principalmente tempo, dinheiro e mão de obra especializada.

Nunão
Nunão
11 anos atrás

Grande Amazonas. Segundo o Zé, cuja memória funciona bem melhor que a minha, inclusive para as minhas próprias memórias, foi o primeiro sub que eu visitei, em 81, em Santos.

Mauricio R.
Mauricio R.
11 anos atrás

Bem Sr. McNamara, na falta de verba p/ outro casco construir alem daquele do “Tikuna”, a mão de obra especializada se foi do mesmo jeito.

FD
FD
11 anos atrás

Não é possível o reaproveitamento de cascos.
Os tipos do aço são diferentes!

Marcelo Ostra
Marcelo Ostra
11 anos atrás

Senhores, muita coisa que vcs leitores deste blog dizem apreciar, ser muito bom e bla bla bla, se deve a este submarino. Ele foi uma das alavancas fundamentais que nos fez sonhar e nos transformar no que somos hoje, desperatndo essa paixão naval. Sim, lá nos idos de 1983-1987 que visitamos esse sub varias fezes, fizemos amizade com a guarnição, uma das primeiras maquetes em cartolina (é verdade, cartolina !!!) que o Bozoh (Bozoh = Galante) desenvolveu e entregou a bordo para seu CO e guarnição (me lembro desta maquete até hoje, mesmo com tecnologia de mid 80´s e do… Read more »

ViniciusModolo
ViniciusModolo
11 anos atrás

Por onde anda o nosso Tonelero???

Fernando-Canoas
Fernando-Canoas
11 anos atrás

Bah !!!!
Chocante a 2º foto…para quem é apaixonado por embarcações, ver um navio ser desmantelado é triste… Parece com gado quando morre no campo e os urubus vão despedaçando…..

trackback
11 anos atrás

[…] desenho abaixo, Paulo “Osso”, Petrovich, Marcelo “Ostra” e Galante, com o submarino Amazonas ao […]

Jorge Cufaro
9 anos atrás

Tive o prazer de servir neste submarino nos anos de 1977 a 1978 e 1983 a 1986, tendo a felicidade de conhecer vários lugares e crescer sob o ponto de vista profissional, fiz várias amizades e agora ao ver estas fotos sinto uma tristeza enorme ao ver o velho barco, pois era muito identificado com ele, a ponto de que mesmo viajando em outros navios, as pessoas me perguntavam se o Amazonas estava na área.
Foi muito gratificante trabalhar neste submarino durante um bom tempo.
Saudades e bola pra frente, vida que segue….

Andre Regis Carvalho Junior
Reply to  Jorge Cufaro
2 meses atrás

Meu pai tbem trb nesse submarino amazonas S16
Cabo Barbosa
Chamavam ele de Baiano

GERSINA DALVA GOMES DE SOUZA
GERSINA DALVA GOMES DE SOUZA
3 anos atrás

HÁ ANOS QUE VENHO EM BUSCA DE ENCONTRAR JOSÉ CARLOS APARECIDO DE MELO QUE TRABALHOU NESSE SUBMARINO, ALGUÉM PODE ME AJUDAR A ENCONTRÁ-LO? FICAREI GRATA. MEU NOME É : GERSINA DALVA GOMES DE SOUZA MEU CEL. 085 997384731. MORO EM FORTALEZA-CE,

md
md
2 anos atrás

kd as fotos do desmonte?????

Carlos Batista Santos
Carlos Batista Santos
1 ano atrás

Participei da 1ª tripulação do Submarino Amazonas (Green Fish), em New London, era o mais jovem da equipe, foi uma experiencia muito importante na minha vida nunca esqueci. Meu nome Carlos Batista Santos.