Home Noticiário Nacional Navio da MB resgata náufragos franceses

Navio da MB resgata náufragos franceses

157
0

Um casal de náufragos franceses chega hoje a Natal depois de serem resgatados pela Força Aérea Brasileira. Eles foram localizados anteontem, em botes salva-vidas, a 260 km ao norte do arquipélago de Fernando de Noronha (PE) e cerca de de 550 km de Natal. O veleiro em que o viajavam, o “Marie Galante”, sofreu um alagamento.

Jean Claude Thebauct, 59 anos, e Lawrence Berthelot, 46, realizavam uma travessia de Cabo Verde com destino final em Fortaleza (CE). Segundo informações prestadas inicialmente pelos franceses, a embarcação em que viajavam chocou-se com algo, provocando uma entrada de água pela praça de maquinas, o que os obrigou a abandonar o veleiro, usando uma balsa salva-vidas, na manhã da quinta-feira passada, quando o “Marie Galante” já estava com muita água em seus porões.

Ao tomar conhecimento do fato através de pedido de socorro enviado pelos franceses, pouco depois do acidente, o Salvamar Nordeste (conjunto de unidades da Marinha voltado para resgates) assumiu a coordenação da operação de socorro, determinando ao Navio-Patrulha Grajau (P-40) que se dirigisse imediatamente até o local para prestar o socorro. A embarcação de resgate estava realizando Patrulha Naval na Amazônia Azul brasileira, a cerca de 420 quilômetros de distância do naufrágio.

A Força Aérea também foi acionada pelo Salvamar Nordeste, para confirmação do naufrágio. O resgate foi feito ontem, às 6h30. Segundo informações da Marinha, o intervalo entre o pedido de socorro e a chegada da equipe ao local se deu porque o navio Grajau era o que estava mais próximo. Foi tentado contato com embarcações civis, mas estavam mais distantes. Como a velocidade média da embarcação é de cerca de 20 km por hora, ocorreu a demora.

Os sobreviventes foram examinados pelo Oficial Médico do Navio, não sendo observados ferimentos. Juntamente com os náufragos, foi resgatado um pequeno cão e objetos pessoais que estavam no bote salva-vidas. Hoje, às 9h30, eles devem chegar à Base Aérea de Natal para que possam ser tomadas as providências para a volta ao seu país de origem.

FONTE: Tribuna do Norte

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
João-Curitiba
Visitante
João-Curitiba

Pergunta de leigo, porque não sei como são as condições do mar no meio do oceano: um helicóptero com flutuadores ou um hidroavião não permitiriam um resgate muito mais rápido?

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Risos, ah eh … , os Gururus navegam a 20 km por hora ….

SIC de vomito de novo …

MO

Farragut
Visitante

Os “ga-ga, gu-gu” fazem o que podem pela combalida estrutura SAR do Brasil.

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Com certesa Farragut, estava me referindo a info do Jornal. Não há como se divulgar uma info naval se um erro, quando não muitos erros

Alias os gururu´s deveriam ser os navios socorro do ano

Abs
MO

Wilson Johann
Visitante
Wilson Johann

Olha aí, pessoal, vamos dar parabéns à marinha. Cumpriu direitinho a função destinada para a marinha brasileira. Afinal, prá que é que serve uma garda costeira?

Abraços!!!

JACUBÃO
Visitante

É isso aí galera.
Vamos justificar para os contribuintes porque são necessários para o país.
CADÊNCIA…

Ricardo
Visitante

Até quando vão continuar com estes navios “ligeiros” ?

20 km/h no mar deve ser de matar… Isto da quanto em nós ? 12 a 15 nós ?

Popeye
Visitante
Popeye

Isto mesmo Wilson Johann …Para que Guarda Costeira? Deixa a MB retirar o dinheiro dos navios de guerra e colocar nas atividades SAR. E que Deus nos livre da guerra! NPa neles!!!!

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Ricardo. eh soh pensar, obvio que foi erro do cabecinha do jornal

nunca viu navio, acha que tudo se mede igual a veloc de carro

MO

Sem saco
Visitante
Sem saco

O imbecil do jornalista trocou nós por km/h, os Grajaú chegam a 24 nós. E teve outros que acreditaram…

Nunão
Visitante
Nunão

Sinto muito pelo Galante, que perdeu sua Marie.