Home Noticiário Internacional EUA acusam chineses de ‘provocação’ e de tentar fisgar sonar rebocado

EUA acusam chineses de ‘provocação’ e de tentar fisgar sonar rebocado

821
32

090308-N-0000X-003

Cinco navios chineses realizaram manobras “perigosamente próximas” a um navio desarmado americano no sul da China, informou nesta segunda-feira o governo dos Estados Unidos. O incidente teria acontecido domingo, em águas internacionais, quando o navio americano Impeccable realizava manobras de rotina.

090308-N-0000X-004Os navios “manobraram agressivamente” ao redor do navio americano “aparentemente em um esforço coordenado para provocar a embarcação americana”, disse o Pentágono. O USNS Impeccable foi projetado para deter ameaças submarinas à Marinha americana.
A China não respondeu oficialmente às acusações. Analistas dizem que provocações em águas internacionais são comuns, mas o ocorrido teria preocupado tanto os EUA a ponto de Washington tornar o incidente público.
Os navios chineses, identificados como do serviço secreto, chegaram a oito metros de distância, forçando o navio americano a fazer uma parada de emergência.
“As manobras chinesas violaram as regras internacionais sobre respeitar os outros usuários legítimos do oceano”, disse o porta-voz do Pentágono Stewart Upton.
“Esperamos que os navios chineses se comportem responsavelmente e evitem atitudes provocativas que podem levar a uma colisão no mar”, disse ele.
O Pentágono afirmou que, de quarta-feira a sábado, ocorreram outros três incidentes envolvendo barcos chineses em águas internacionais.

NOTA do BLOG: o USNS Impeccable (foto abaixo) é um dos cinco navios do Military Sealift Command equipados com um sonar passivo rebocado de longo alcance (towed-array sensor system – SURTASS), que aumenta consideravelmente a capacidade de guerra anti-submarino da US Navy. A missão do SURTASS é recolher dados acústicos do oceano e, através de equipamentos eletrônicos a bordo, processar e proporcionar uma rápida transmissão de informações via satélite às estações em terra, para avaliação e análise tática. Clicando-se na foto menor, é possível ver um homem na borda do navio chinês, com uma vara, tentando “pescar” o cabo do SURTASS. Para conseguir realizar tarefas semelhantes ao SURTASS e evitar serem notados, o EUA estão investindo em robôs planadores submarinos.

impeccable

FONTE: BBC/FOTOS: US Navy

Subscribe
Notify of
guest
32 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
11 anos atrás

[…] informações publicadas nesta sexta-feira no site do “Times”. Segundo o Pentágono, embarcações chinesas “incomodaram” um de seus navios de vigilância oceânica, que estava conduzindo operações de rotina em águas internacionais, 120 quilômetros ao sul da […]

Marcelo Ostra
Marcelo Ostra
11 anos atrás

é isso ai Dalton

Um velho ostra ainda pode aprender alguns truques, agora proxima lição: deita, rola e finge de morto, instrutores = meus Kchorros Aragão, Alfredão e Givanildo (hehehehe carga pesada, 3 filas brasileiros de 80 kgs cada, se não aprender eles vão me colocar de DP) 🙂

PS: o Malaia e o Renow tambem eram Duka !

Abs
MO

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
11 anos atrás

Realmente, a provocação inicial foi feita pelos americanos.

Os chineses resolveram agir da mesma maneira, ou seja, jogando sujo.

abraços.

Dalton
Dalton
11 anos atrás

Saiu-se bem Mestre Ostra !!

Achei que vc tivesse confundido os “Rs” ! Ainda guardo de cabeça o nome de todos, mas cada um é maluco de um jeito!

abraços

Mirage
Mirage
11 anos atrás

Ta aí uma coisa que poderia acontecer de bom, tanto os chineses e americanos se alto pulverizando do planeta terra. Sonho meu.

Marcelo Ostra
Marcelo Ostra
11 anos atrás

Eu sei Dalton

Me referi como base dele em um determinado periodo do Ramilies

Sem contar que não é todo dia que temos a presença de um navio ilustra por aqui né 🙂

MO

Marcelo Ostra
Marcelo Ostra
11 anos atrás

E ai Fernando, pq sucatas ????????????????

MO

Marcelo Ostra
Marcelo Ostra
11 anos atrás

Provalvelmente nada ….

Diga-me uma coisa, vc daria um tiro em um pesqueiro Chinelico, na esquina da Xina em aguas internacionais ?

Sem contar que uns tres quarteiroes acima tem base de S ?

Se vc fosse o Deng Xaroping (In memorian) rssss, faria o que depois de ouvir no radio VHF maritimo Motoenrola, (made em Shanghai) “Xocoro, Americaniense Maruco, atira em xina, Xina very guda !”

MO

Dx
Dx
11 anos atrás

#
Coralsea em 10 Mar, 2009 às 14:09

“Só como informação; o incidente ocorreu a cerca de 100km ao sul da importante base naval de Yulin (Sanya).
Lá estão baseados navios de superfície assim como SSN/SSBN.”

É…PARECE QUE A ‘PROVOCAÇÃO” FOI MUITO MAIS AMERICANA DO QUE CHINESA.IMAGINEM SE UM NAVIO CHINÊS ALTAMENTE ESPECIALIZADO EM GUERRA SUBMARINA ELETRONICA FICASSE RONDANDO A 50 MILHAS DE UMA BASE NAVAL AMERICANA COM SUBS NUCLEARES…

Roberto CR
Roberto CR
11 anos atrás

Nada ver com o post, mas comunicando a quem gosta, amanhã, 23/03/09, as 22:00 inicia uma série nova no NatGeo (tv a cabo) sobre a Legião Estrangeira.

Abraços

gaspar
gaspar
11 anos atrás

sera que os “barcos escolas” que a MB contratou junto a Engepron serao “barcos de inteligencia” da nossa gloriosa Marinha ??? ha ha haha

Magick
Magick
11 anos atrás

100 Km, é muito perto.

Se o Brasil, encontra-se este navio a apenas 50 milhas de sua costa o que ele deveria fazer?

J Mitchel
J Mitchel
11 anos atrás

Sim, serão, estão equipados com o novo equipamento de guerra eletrônica, o telégrafo sem fio!
At
JM

Marcelo Ostra
Marcelo Ostra
11 anos atrás

Fala Ramilies, valeu, risos, mas sabia disto

o SS ou MV vem da propulsão, steamship ou motor vessel

Mercantes é comigo mesmo 🙂

Saudações parao pessoal de Scapa Flow !

Abs
MO

Joaquim
Joaquim
11 anos atrás

É por isso que sempre achei que qualquer navio com função militar(seja ele militar ou não), deveria ter armas a bordo. Gostaria de saber de este navio fosse armado, digamos com 1 apenas 1 canhão de 76mm, se essas jangadas chegariam tão perto.

Dalton
Dalton
11 anos atrás

Ostra…

foi o Royal Oak que foi afundado por lá. O Ramilies teve uma carreira brilhante na Royal navy.

Gostou??? rsrs

abraços

Galante
11 anos atrás

É verdade, Ramillies, não tinha notado. Tentaram pescar o cabo!

Coralsea
Coralsea
11 anos atrás

Só como informação; o incidente ocorreu a cerca de 100km ao sul da importante base naval de Yulin (Sanya).
Lá estão baseados navios de superfície assim como SSN/SSBN.

Paulo Taubaté
Paulo Taubaté
11 anos atrás

Estariam envolvidos os navios chineses numa operação para mascarar alguma manobra abaixo da superfície?

Pode ser possível, apenas para desviar o foco, pois foi grande o esforço despendido na manobra…

Iuri Korolev
11 anos atrás

Como dizia Chico Buarque na música Embarcação

“Deus, eu pensei que fosse Deus
E que os mares fossem meus
Como pensam os ingleses”

Os americanos herdaram isso dos ingleses, e penso que nas próximas décadas os “estranhamentos” com a China vão ser constantes.

Abs
Iuri

ramillies
ramillies
11 anos atrás

Marcelo Ostra,

O MSC é um comando da USN, sendo parte integrante da estrutura da mesma. O MSC usa tanto navios próprios, com o prefixo USNS, como navios comerciais fretados, que retêm os prefixos comerciais SS ou MV. As tripulações são civis, podendo levar pessoal da marinha embarcado para cumprir tarefas especializadas.

Os americanos andam a especular que os CHICOM estavam a tentar deitar as mãozinhas ao SURTASS.

ramillies
ramillies
11 anos atrás

Uma foto do site da USN, em que um marujo chinês parece estar a tentar enganchar o cabo do SURTASS.

http://www.navy.mil/view_single.asp?id=69479

Excel
Excel
11 anos atrás

Para mim o motivo de tal atitude me parece obvia: os chineses não gostaram da idéia de ver os norte-americanos realizando pesquisas no local para colher dados para possível guerra contra a China no futuro.
Se não gostaram deveriam fazer o mesmo perto da costa dos EUA mas obviamente o que fizeram é errado.

fernando
fernando
11 anos atrás

nossa, mas que sucatas flutuantes sao essas ai dos chineses…

J Mitchel
J Mitchel
11 anos atrás

Navios pesqueiros

André
André
11 anos atrás

Desconhecia esse tipo de navio no inventário da US Navy!
Essa marinha de águas azuis é de fato incomparável.
Sds a todos.

Marcelo Ostra
Marcelo Ostra
11 anos atrás

Fernando, gentileza, justifique seu expanto em relação aos pesqueiros chineses

O que vc considera sucata e por que ?

Abs
MO

Dalton
Dalton
11 anos atrás

A coisa foi mais seria do que parece, um dos cinco navios chineses envolvidos foi uma fragata e avioes chineses tambem sobrevoaram o
USNS Impecable, tudo isso em aguas internacionais.

sds

alan
alan
11 anos atrás

Argentinos usaram essa mesma estratégia durante a guerra das Malvinas…navios pesqueiros (ou de inteligência disfarçados como pesqueiros, como queiram)coletando dados sobre o inimigo, o que na minha opinião é o que eles estavam fazendo (além da provocação, claro).

Marcelo Ostra
Marcelo Ostra
11 anos atrás

André o navio é do MSC, não da USN (em verdade), sob comando, oficialidade e guarnição civil

alguns tripulantes apenas são militares

abs
MO

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
11 anos atrás

Navio da USN ou do MSC, não importa nem um pouco. O que importa é que os americanos estão pensando no futuro.

” Sua melhor arma é conhecer bem seu inimigo”

O ditado caiu como uma luva.

abraços.

trackback
11 anos atrás

[…] março deste ano cinco navios chineses realizaram manobras “perigosamente próximas” ao USNS Impeccable no sul da […]