Home Estratégia Varyag na doca e cooperação brasileira com a PLAN preocupam americanos

Varyag na doca e cooperação brasileira com a PLAN preocupam americanos

507
104

varyag-1

A docagem recente do casco do navio-aeródromo ex-Varyag na China aumentou a especulação sobre as obras que estão sendo feitas no navio e sua possível ativação.

Ao mesmo tempo, as declarações dadas pelo Ministro da Defesa Nelson Jobim, de que a Marinha do Brasil vai treinar oficiais da Marinha do Exército de Libertação Popular da China (PLAN) em operações aéreas embarcadas a bordo do NAe São Paulo, estão provocando muita discussão e preocupação de americanos em blogs e fóruns de Defesa na internet. Muitos não concordam que o Brasil repasse o conhecimento adquirido dos EUA e da França para a China e alguns propõem que a US Navy não treine mais pilotos navais brasileiros.

varyag-2

104
Deixe um comentário

avatar
104 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
60 Comment authors
WagnerAluadoRonaqldo de souza gonçalvesRodrigoDalton Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Valtinho
Visitante
Valtinho

Será que o Brasil está agindo certo??? Sofreremos algum embargo???

Rodigo
Visitante
Rodigo

União sinistra que vai incomodar muita gente, Brasil e China é chapa quente…. hauhuahuhu
Sera que o Brasil vai desafiar o tio ???

Sopa
Visitante
Sopa

Se todo o conhecimento naval que temos é fruto do treinamento dos EUA e França, na minha opinião o Brasil não está agindo certo! mas embargo acho que não sofreremos !

Sds.

Klesson
Visitante
Klesson

A decisão de uma nação de buscar projeção internacional, sempre causará mal estar e equívocos nas relações internacionais, principalmente quando os principais colaboradores e fornecedores de conhecimento veem seu “amigo” aprediz repassar ao seu concorrente direto. Isso não é bom! Fazer negócios com os Chineses pode ser “bom” financeiramente, mas o que tenho visto é que o preço é alto demais, e a longo prazo, só causa estragos. O reconhecimento da China pelo Brasil como economia de mercado é um exemplo disso. a contrapartida comercial chinesa está sendo cansativa e sem resultar resultados concretos. quem fez negócios com os chineses,… Read more »

Fred
Visitante
Fred

Para que o Brasil possa treinar pilotos estrangeiros, é necessario em primeiro lugar que nossos próprios pilotos tenham condições de treinar.

Até o momento, aprendemos pouco… o que poderíamos ensinar??

Valtinho
Visitante
Valtinho

“Geralmente o agente duplo morre por falta de confiança de ambas as partes.”

Klesson vc ta certo. Acho que o Brasil teve uma aproximação razoável da China e tb tem a questão de que o chineses querem independencia a qualquer preço. Os caras copiam até os carros, imagines se eles resolvem copiar os E-Jets da Embraer!!!

GustavoB
Visitante
GustavoB

É isso aí, o Brasil novamente tem de ajoelhar e pedir a bênção pro Irmão do Norte. Ora, por favor. E se eles querem nos vender os Super Hornet, como podemos falar em embargo? Que bobagem.

Alexandre Marlon
Visitante
Alexandre Marlon

Valtinho, se eu te ensinasse algo e se tu repassasse esse conhecimento para alguém que eu não gosto, eu não iria te ensinar mais. Certamente haverá algum tipo de retaliação americana. Sobre o Brasil estar agindo certo, sou de opinião de que está agindo errado. Não pela questão dos americanos e sim pela questão de que os chineses não são de confiança e acho que para o Brasil é mais interessante manter as boas relações com os americanos devido as facilidades decorrentes em treinamentos com as forças armadas deles e troca de conhecimentos militares(no sentido de lá para cá, claro).… Read more »

Alexandre Marlon
Visitante
Alexandre Marlon

Falar em embargo não é bobagem não. Agora eles têm interesse em vender os SH mas poderão e farão embargo sobre qualquer coisa em que o interesse maior em adquirir seja o brasileiro. E até a venda desses caças poderá ser impedida pelo governo americano em função dessa questão dos chineses serem treinados por brasileiros.

Alexandre Marlon
Visitante
Alexandre Marlon

Quem dera o Brasil fizesse que nem os Chineses, copiando qualquer coisa. Quem dera.

Edilson
Visitante
Edilson

Quero saber só uma coisa, istas alegações são das autoridades Norte Americanas ou são apenas indagações de foristas como eu? não acho que a atitude seja correta, mas lembremos, santos não há na geopolítica internacional, quem treinou o Talibã por exemplo? achoq ue a cooperação com a china é tão válida quanto a cooperaçãoo com a Rússia, ou França ou seja lá quem for. o Importante é o Brasil ter em mente que ninhguém, repito ninguém olhará para o Brasil como um sócio, amigo ou parceiro e sim com os olhos d equem tem interesses, interesses que mudam deacordo com… Read more »

Caipira
Visitante
Caipira

Acho que o Jobim não foi aos States apenas para discutir transf de tecnologia…hehehe

Galante
Visitante

Edilson, com a velocidade da informação hoje, “opiniões de foristas como você” podem chegar a alguém com algum poder político rapidamente e dar início a uma discussão numa esfera de maior importância.
Não é bom subestimar o poder da opinião pública, principalmente a americana.

Marcelo Tadeu
Visitante
Marcelo Tadeu

Tomara que os EUA vetem a venda do SH, estou torcendo pelo Rafale mesmo!! Dúvido que eles vetem tudo. O FX-2 é um dos maiores processos de venda de aeronaves militares do mundo, podendo chegar a 120 unidades, fora as vendas indiretas e Offsets, acho que os americanos não são tão bobos assim, eles vão chiar, espernear, mais ficar fora, sei não.

sds

Edilson
Visitante
Edilson

Ops, Galante, não quis ofender nem subestimar a capacidade de opinião nem de mobilização da opinião pública. só acho que há uma diferença entre a declaração do estado e a declaração de grupos ou individuos, só isto. me preocuparia se fosse uma opinião oficial do estado americano, ou francês o que bem é verdade você disse, pode ser influenciada pela opinião pública. Uma declaração oficial do estado em questão demosntraria que tal ato surtiu efeitos negativos. Não tiro poder da midia nem da opnião pessoal de cada um ou de um grupo de pessoas, apenas não acho que estas possam… Read more »

Henrique
Visitante
Henrique

O maior problema de um país que não investe em infra-estrutura, tecnologia e ciência como deveria é ter que ficar pedindo benção pros outros pra ensinar ou treinar alguém (ou com alguém). Mas no caso dos Chineses concordo com alguns colegas acima, há de ter muito cuidado com eles pois imitam e clonam tudo na maior cara-de-pau e não adianta reclamar depois, quem vai querer peitar um país com a economia e mercado (atual), forças armadas e população da China ?? Com 1,5 bilhão de população, literalment enfrentam qualquer um no tapa….rs
Abraços.

marujo
Visitante
marujo

O que o Brasil e sua Marinha de Guerra fazem é problema seu, não há que prestar conta a nenhuma potência estrangeira.

Tiago Jeronimo
Visitante
Tiago Jeronimo

Como que cara o Brasil fica pedindo transferência tcnológica se na primeira oportunidade eles repassam o conhecimento para os “inimigos” dos seus professores?

Certo os EUA de ficarem preocupados.

sandro
Visitante
sandro

O que os americanos nos vendem são restos de suas seus equipamentos, nunca os melhores. A propria venda dos SH, se concretizada virá com pelo menos 5 recusas (codigos fontes), Creio ser pouco provavel que um embargo americano nesse tocante, principalmente quando o fator economico falar mais alto.

Valtinho
Visitante
Valtinho

GustavoB eu iria te responder, mas o Alexandre Marlon já respondeu por mim!
Justamente pela concerrencia dos caça que eu falei em embargo, se eles vetarem algum componente dos SH vc não acha que é importante???

RL
Visitante
RL

O Mangabeira não quer uma nação REBELDE?

Contrariar algumas vezes faz parte dessa rebeldia.

Concordo com o Marujo.

gaspar
Visitante
gaspar

fica ai mais uma otima noticia…
vamos treinas os china mesmo…
eles sao do BRIC’s…
eles sao o nosso principal comprador de produtos brasileiros…
os EUA so estao bravos porque nao sao eles que vao ensinar os chineses…
demorou mas o Brasil comeca a ser visto como potencia…
e acho que vem uns J10 como cortesia…

Clêuber
Visitante
Clêuber

Isso é o que dá se comportar eternamente como colônia!O Brasil não é livre para fazer nada.Esse caso do repasse do treinamento de pilotos navais e de operações de navios aeródromos para China é um exemplo clássico!O Brasil definitivamente deve se afastar dos EUA no campo militar.Vem ai o Fx naval espero que possamos ir de Freems e que possamos dar um baita de um chutão nos fundos do Tio San, assim também como torço para que o Fx da FAB dê o tiro de misericórdia no F-18 SH e que venham os Rafales F 3 e quem sabe uns… Read more »

Zorann
Visitante

Para mim isto é simples. não passa de criação de polêmica, tentando tirar vantagens de todos os lados. É a guerra diplomática para vermos até onde vai nossa influência e importãncia. O nosso Ministro da Defesa, Nelson Jobim, é com certesa o melhor Ministro que já tivemos na área de Defesa. o homem é muito ‘LISO’, muito inteligente e admirado por politicos da situação e da oposição, sendo muito respeitado dentro e fora do país. Sem dúvida estamos em boas mãos e tudo isto, inclusive sua viagem aos EUA, não passa de jogo politico e exercício de poder de barganha.… Read more »

Marcos T.
Visitante
Marcos T.

Realmente não entendo a relação EUA e China.
Não existe guerra declarada, a China é o maior credor dos EUA, vende de tudo pro EUA.

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

Antes só do mau acompanhado!
Não precisamos deles!
Adios baby!

Thomas D. Weiss
Visitante

Ótima idéia – nós treinamos pilotos Chineses, os EUA se recusam a treinar os nossos (a Marinha dos EUA qualifica os nossos pilotos Navais) e boicotam o apoio que dão a nossa Marinha, nós nos ferramos e os Chineses se racham de rir de nós, os trouxas.

Um dia – a Marinha Chinesa vem visitar o Rio de Janeiro, e nos convida a conhecer o poderio Naval deles, que humilhação.

Somos uns idiotas.

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Alguem saberia do estado real do Varyag ?

Suas reais condições e perspectivas de ser ativado ?

Mod MO

gerson
Visitante
gerson

é esse é o brasil mesmo….aprende com os americanos e franceses e depois repassa pros cumpanheiro….com um amigo desses quem precisa de inimigos….heheh

Marcos T.
Visitante
Marcos T.

Eu iria além, mandaria engenheiros ajudar a reparar o Varyag e aprender com eles.
Queria saber quando é que os EUA deram alguma coisa de graça para nós?

Zero Uno
Visitante
Zero Uno

O MAIOR aliado dos EUA na Ásia é o Japão e eles mesmos repassaram para o Irã segredos do sistema AEGIS presentes nas fragatas japonesas que os americanos venderam para eles. E até mesmo passaram peças do sistema de navegação dos F4 Phanton II para o Irã pode equipar seus F14’s. Isso é de conhecimento mundial e mesmo assim os EUA continuam e continuarão sendo os maiores aliados dos Japoneses. Quanto ao Brasil estabelecer parcerias com a China, vejo isso de maneira pragmática. Algo em troca os Chineses deverão nos dar. Apesar de não confiar nos Chineses isso mostra o… Read more »

marlos barcelos
Visitante
marlos barcelos

Tiago Jeronimo, Thomas D. Weiss, vocês são o que? Brasileiros ou americanos? danem-se os EUA, não precisamos deles pra nada, o nosso maior parceiro comercial é a China, ela é quem compra nossos produtos, Se os EUA não querem treinar nossos pilotos, treinemos com os franceses ou russos, os EUA não são o único país que tem porta-aviões, não querem nos vender armas, ótimo, compramos da europa ou Rússia ou china, não tem problema. Todos falam aqui que a China não é confiável. A china fica fazendo guerra contra quem?ameaça quem? os chineses copiam? os americanos já fizeram muito isso,… Read more »

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

PELO AMOR DE DEUS,
QTA TEMPESTADE EM COPO DE ÁGUA,
TEM GENTE NESSE BLOG QUE
DEVERIA USAR O UNIFORME DO US NAVY!
SE OS IANQUES NÃO QUISEREM MAIS NOS TREINAR
DANEM-SE
MEU NEGOCIO É O BRASIL!
SOU BRASILEIRO ATÉ DEBAIXO DA ÁGUA!
AGORA TEM GENTE QUE EU NÃO SEI!
OS IANQUES NÃO NOS DÃO NADA DE GRAÇA
SEMPRE COBRAM!
VAMOS SER UM POUCO MAIS PATRIOTA!
SE OS USA FOR PARA O RALO,
TEMOS QUE IR JUNTO.
CONFIO NOS NOSSOS MILITARES, ELES
NÃO DEVEM NADA PARA NINGUEM.
(Comentário editado por conta dos palavrões)

Thomas D. Weiss
Visitante

A Marinha do Brasil possui uma parceria com a Marinha dos Estados Unidos na área de treinamento, no suporte logístico , no fornecimento de equipamento, em exercícios Militares, na transferência de tecnologia,

isto permite países como a Franca e Inglaterra venda equipamento que possui componentes fabricados nos EUA sem problemas,

Os Estados Unidos são os nossos Aliados.

Nós partilhamos com eles os mesmos valores.

O Brasil não tem nada a ver com a China Comunista, uma Ditadura feroz que encara o Brasil como um rival de segunda categoria, que nem merece o mesmo respeito que um Japão ou uma Coreia.

marlos barcelos
Visitante
marlos barcelos

Thomas D. Weiss

Se for pra os EUA ficarem dando pitaco sobre o que devemos fazer, prefiro ser parceiro da China, a não ser que os EUA aceitem também darmos pitaco na política externa deles e sobre quem eles devem fazer negócios ou não, aí é justo caso contrário, danem-se.

flavio berte
Visitante
flavio berte

os chineses são ainda menos confiaveis do que os norte-americanos. O que afinal vamos ganhar passando essses conhecimentos a eles?????? Não sabem que esses chineses só querem aprender e copiar, para depois nos dar uma “banana”??? Não sabem que nos veem como concorrentes e que só querem extrair de nós tudo que puderem e que precisam??? Vejam que só importam do Brasil matéria-prima, com exceção de uma ou outra coisinha que não sabem fazer! Mas amanhã só vão querer nossas matérias-primas!

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Sabe, acho que daria uma boa discução no chat este assunt hoje a noite, que tal ? 2100 hrs ?

Mod MO

Leo
Visitante
Leo

Caro Marlos,

Acho que não é por aí. Somos nós que precisamos dos americanos para treinar nossos pilotos. Nós não temos a menor de condição de fazê-lo.

Os EUA tem todo o direito de reclamar e se recusar a treinar nossos pilotos caso nossa associação com a China envolva a aviação de asa fixa da MB.

Isto não é ingerência na nossa política externa. É uma questão interna deles. Simplesmente não vão nos apoiar mais.

Quem é que sai perdendo?

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

“Palavrões” por essa nem eu esperava. Com todo respeito aos administradores do blog aonde eu falei palavrão. Em relação ao que o Thomas comentou Os Estados Unidos são os nossos Aliados! Os USA não tem aliados, eles tem vassalos! Nós partilhamos com eles os mesmos valores! Partilhamos ou somos forçados a partilhar! Thomas! O Brasil não tem nada a ver com a China Comunista! E porque não! No que vc fundamenta o seu comentario Thomas! O Brasil tem muito que apreender, com a China, com o USA, com a Europa, com a America Latina, com a Africa, enfim com todos!… Read more »

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Alguns que sofrem de um certo antí-americanismo patológico estão trocando os EUA pela China PRC, amanhã farão o oposto sem sequer se dar conta.
Seria interessante que estes, se inteirassem a respeito da operação compartilhada do satélite CERBS e a “verdadeira novela da Janete Clair” que é sua operação, especialmente qndo chega a hora de delegar o controle do referido satélite ao Brasil.

marlos barcelos
Visitante
marlos barcelos

Leo

então treinaremos com os russos ou franceses, ou vc acha que os EUA são o único País do mundo a ter porta-aviões?

marlos barcelos
Visitante
marlos barcelos

Mauricio R

ninguém tá trocando EUA por China, somos um Pís independente e não devemos aceitar ordens de nação nenhuma, e mauricio a China é o principal comprador de nossos produtos, nosso principal parceiro, então devemos tratá-los bem, já que milhares de empregos dependem disso.

Dalton
Visitante
Dalton

Marlos, treinar com franceses e russos seria um pouco mais complicado nao acha? Os franceses sempre foram e continuam sendo alunos dos EUA quando se fala em aviaçao naval. Antes do Foch, operaram com 2 porta-avioes leves americanos da segunda guerra. Eles possuem apenas um porta-avioes, com catapultas americanas e avioes de alerta aereo tambem americanos, e será que eles viriam até nós, aqui no atlantico sul com seu unico porta-avioes? O conceito de porta-avioes russo é totalmente diferente e o unico existente passa pouco tempo no mar. Nao que vá ser o fim do mundo, mas apenas estou colocando… Read more »

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Dalton, vc estaria considerando tbm o Arromanches ?

Mod MO

konner
Visitante
konner

[… achoq ue a cooperação com a china é tão válida quanto a cooperaçãoo com a Rússia, ou França ou seja lá quem for.
o Importante é o Brasil ter em mente que ninhguém, repito ninguém olhará para o Brasil como um sócio, amigo ou parceiro e sim com os olhos d equem tem interesses, interesses que mudam deacordo com os giros que a terra dá …]

… BRAVO,– Edilson em 26 Mai, 2009 às 12:34

COMANDANTE MELK
Visitante
COMANDANTE MELK

Senhores, hoje em dia tudo oque se refere a China tem alguma relevância, afinal este país ameaça a hegemonia tanto economica bem como a militar da maior potência do planeta. Esta preocupação por parte de americanos “aficcionados por assuntos militares´´, reflete mais ou menos a mesma situação de quando recebemos noticias de que o presidente Hugo Chaves esta fazendo mais uma de suas periodicas compras militares. Ou seja, aqui como lá, sempre havera vigilância cerrada em cima de quem tentar se fortalecer para ser o contraponto a hegemonia do stabelishment. O Brasil tocou num ponto sensivel para os americanos, “dar… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

Bem lembrado, Ostra…

o Arromanches foi contemporaneo dos 2 porta-avioes americanos, que foram substituidos pelo Foch e Clemenceau, enquanto o Arromanches passou a funcionar como um porta-avioes de treinamento nos anos 60.

Os franceses tiveram tambem um porta-avioes de escolta americano, que serviu na Royal navy, batizado de Dixmude uma homenagem ao grande dirigivel frances.

sds

Marcos T.
Visitante
Marcos T.

Minha nossa não é ser comunista ou americanista ou sei lá.
A questão é que Brasil é um atrazo tecnológico, e qualquer oportunidade que surgir de absorver algum conhecimento temos que agarrar. Se vier deste ou daquele oque importa?

Marcos T.
Visitante
Marcos T.

Vamo Mandar nossos engenheiros lá pra ajudar a consertar o Nae em contrapartida aprendemos.

Marcos T.
Visitante
Marcos T.

Nesse Mundo não existe lado certo ou lado errado.
Nós sempre recebemos migalhas dos EUA, não custa nada abrir as portas para outras oportunidades.