Home História O nascimento do ‘Urso’

O nascimento do ‘Urso’

292
29

f42new

Clique na imagem para ver os detalhes desta rara foto do lançamento da fragata Constituição (F 42), em 15 de abril de 1976, na Inglaterra. Ao fundo, vê-se outra fragata sendo terminada, provavelmente a Defensora.

Quanto tempo ainda vai levar para que possamos ver novos navios de guerra brasileiros serem lançados ao mar?

SAIBA MAIS:


29
Deixe um comentário

avatar
29 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
16 Comment authors
João GabrielAurélioCantarelli1RADARHenrique Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Wilson Johann
Visitante
Wilson Johann

Meu Deus, faz muito tempo mesmo. A ponte Rio/Niterói ainda estava em construção…
A F42 já vai para 34 anos e, pelo visto, ainda teremos que usá-la por mais uns dez, pelo menos.
Imaginem isso: na próxima década construirmos seis KDX-II, e depois deles só em 2060 lançarmos seus substitutos. É um lapso de tempo muito grande e cria-se um GAP tecnológico quase intransponível.
É impossível montar uma marinha desse jeito. Vamos ter sempre que buscar projetos atualizados no exterior. Lamentável!

Abraços!

COMANDANTE MELK
Visitante
COMANDANTE MELK

Senhores,

creio que é chegado o momento da MB parar com as compras de oportunidade(Belonaves de segunda mão), chega disso, ou se compra zero-bala ou aguarda-se até ter verba suficiente para comprar zero-bala, nada de comprar sucata dos outros.

Grato.

Wilson Johann
Visitante
Wilson Johann

Ops, errei!
A ponte ao fundo não é a Rio/Niterói, já que a foto foi tirada na Inglaterra… Êta!
Mas a questão do tempo permanece, não dá para permanecer tanto tempo assim sem construção de navios. Perde-se mão-de-obra, perde-se a tecnologia adquirida e a engenharia relativa aos projetos. Vide o que está acontecndo com a Rússia, que praticamente perdeu sua capacidade projetar novos navios de guerra e vai ter que recorrer a projetos e estaleiros estrangeiros para recompor e modernizar sua marinha. Logo a Rússia, que já foi um dos maiores construtores naval militar do mundo.

Abraços!!

COMANDANTE MELK
Visitante
COMANDANTE MELK

Senhores, só para complementar, é claro que sabemos que se fosse só pela MB, teriamos uma das marinhas mais bem equipadas do mundo, mas quem sabe se a MB bater o pé e deixar de vez, de fazer essas compras de oportunidade e deixar a canoa de segurança de nossos mares fazer água(já que não dão condições para que a mesma cumpra a contento com sua finalidade fim), os nosso “politicos´´ terão de assumir a sua cota de responsabilidade e olhar como se deve para a área de Defesa, quem sabe aí implementando uma forma de irrigação de verbas constantes… Read more »

Henrique
Visitante
Henrique

Bons tempos de belos e bons navios!
Hoje temos uma MB que tem 25% de sua frota em plenas condições e o resto se arrastando….. lamentável.
Abraços.

RADAR
Visitante
RADAR

“AO ELO QUE NOS UNE, AO URSO!”… esse é o lema e reverência da tripulação a esta fantástica unidade, tenho orgulho em servir neste valoroso e guerreiro navio, fazendo parte de uma tripulação ímpar, que sempre está unida em momentos bons e ruins…esse navio tem ALMA!

AO URSO!

Jonas Rafael
Visitante
Jonas Rafael

O ideal seria que, enquanto se encaminha a construção dessas novas Fragatas, se planejasse e projetasse um nova classe de navios menores, Corvetas ou Fragatas leves, de no máximo 2500t com ênfase no combate ASW no nosso litoral. Essas poderiam ser construídas em maior número e manteriam a capacidade do país em construir seus próprios meios navais.

Marcelo Tadeu
Visitante
Marcelo Tadeu

Wilson, tb pensei que fosse a Ponte Rio-Niterói. rsrsrsrs!!1

Wilson Johann
Visitante
Wilson Johann

É Marcelo,
A foto engana. De cara drá para pensar que a foto foi tirado do Arsenal da Marinha, bem em frente a ponte, como nesta foto. Se o texto não explicasse que é “na Inglaterra”, todo mundo pensaria o mesmo.

Um abração, colega!

Cantarelli1
Visitante
Cantarelli1

”Quanto tempo ainda vai levar para que possamos ver novos navios de guerra brasileiros serem lançados ao mar?”
Resposta: 49181774454 Anos kkkkkk
Brincadeiras a parte mais eu acho que o governo federal deveria sai desse acordo maldido de nao proliferaçao de armas nucleares e impossibilita a construçao de missao com alcançe acima de 300 km ai a MB poderia sair lucrando nisso com aquisiçao de navios novos poderia equipalos com misseis de longo alcançe

Angelo Nicolaci
Visitante
Angelo Nicolaci

Concordo com os amigos, teremos de fazer uma projeção de dar continuo avanço na construção de novos meios

LOBO DO MAR
Visitante
LOBO DO MAR

Tenho orgulho de ter acompanhado a construção da Fragata CONSTITUIÇÃO, e ter pertencido a primeira tripulação da mesma. Sigo o mesmo raciocínio dos demais colegas. Não houve continuidade nos projetos, não houve desenvolvimento da tecnologia adquirida das fragatas. Isso é muito lamentável. Saudações a todos e vida longa a F-42!

LOBO DO MAR
Visitante
LOBO DO MAR

A propósito, aquela ponte ao fundo ainda estava em construção. Do outro lado fica a cidade de Southampton. Do lado da fragata, fica o estaleiro Vosper, no bairro de Woolston, local onde morávamos e acompanhávamos a construção.

Aurélio
Visitante
Aurélio

Concordo com o Cantarelli1, é hora do governo federal anular o acordo de não proliferação de armas nucleares , ainda mais agora que o Atlântico Sul não é mais uma área livre de armas nucleares, pois a 4ªfrota americana está aí com suas armas nucleares, ou os navios desta frota não possuem armas nucleares?

Dalton
Visitante
Dalton

Caro Lobo do Mar

invejavel sua experiencia no acompanhamento da construçao da Fragata Constituiçao.

Sempre fui um entusiasta das Niteroi, tendo acumulado bom material sobre elas nestes anos todos, infelizmente muito coisa como reportagens que retirava de revistas foi perdida.

Uma pergunta que faço é sobre o tal rack de cargas de profundidade na popa. Varias publicaçoes a mencionam.

Vc recorda-se se tal rack foi implementado mesmo e por quanto tempo teriam as fragatas sido assim armadas, pois embora sendo a Constituiçao de emprego geral, todas contavam com o BOROC anti-submarino e o que as diferenciava principalmente, eram os IKARAs.

abraços e parabéns

Dalton
Visitante
Dalton

Aurelio… os navios americanos nao transportam armas nucleares desde o fim da guerra fria. Apenas os grandes submarinos estrategicos as possuem hoje em dia complementando os misseis minuteman III terrestres e a força de bombardeiros capaz de transportar armas nucleares. os submarinos estrategicos nao pertencem a frota nenhuma e ao contrario dos demais navios americanos, nunca se sabe onde estao, enquanto há amplas noticias sobre porta-avioes no golfo persico ou no pacifico. A quarta frota como já foi intensamente discutido aqui, nada mais é que uma regularizaçao administrativa, pois os navios sao os mesmos, nao houve transferencia de navios do… Read more »

Henrique
Visitante
Henrique

Não sou Engo. Naval mas com o know-how da construção destas fragatas não seria possível melhorar o projeto para construção de uma nova versão? Seria um custo-benefício considerável à nossa indústria e logística naval…
Abraços.

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Jogo dos três erros das fragatas classe “Niterói”: 1-) Foram construídas 4 na Inglaterra e somente 2 no Brasil, pelo AMRJ qndo deveria ter sido o contrário e c/ a participação de algum estaleiro civil. 2-) Eram somente 6 cascos, mas havia 2 configurações distintas, ASW e GP. Seria o caso de tds serem tdas GP pois como depois aconteceu, incorporamos as fragatas da classe “Garcia” essencialmente escoltas ASW, havendo assim a devida complementariedade. 3-) Depois se construiu o NE “Brasil”, baseado no projeto das fragatas “Niterói” e então a MB “surtou” e c/ a desastrada colaboração de um escritório… Read more »

LOBO DO MAR
Visitante
LOBO DO MAR

Prezado Dalton,
Na Fragata Constituição eu trabalhava na Praça de Máquinas(Bravo 3/MCP e depois Bravo 2/Turbinas),mas posso te afirmar que nunca foi instalado o Rack de carga de profundidade. Talvez essa idéia tenha ficado na fase de pré-projeto apenas. Examinei algumas fotos da época e realmente os racks não foram instalados. Na popa estava instalado apenas o canhão de 4,5 polegadas OERLINKON. Saudações ao colega e qualquer dúvida entre em contato. Saudações marinheiras!

Virtualxi
Visitante
Virtualxi

Mula no poder é ostracismo que se vê.

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Er .. Lobo, uma duvida, não seria o MK 8 na popa naum ao inves de Oerkinkon

Mas sim, nunca diveram cargas de profundidade e ou calhas

Abs
Mod MO

Alexandre Galante
Visitante

Essa confusão sobre as Vosper Mk.10 terem calhas de carga de profundidade começou com a divulção das primeiras fotos dos navios, com containers de balsas salva-vidas na popa, que de longe, se parecem com cargas de profundidade. Aí o Jane´s botou isso numa legenda de foto e virou verdade. Mas isso seria um contra-senso, uma vez que o navio já é equipado com “cargas de profundidade metidas à besta”, o BOROC de 375mm, na proa. E o grande lance das Niterói foi a capacidade de atacar os submarinos de longe, com míssil Ikara e helicóptero. Ter que passar em cima… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

Galante, Ostra e Lobo… Obrigado pelos esclarecimentos mas apenas para constar, algumas publicaçoes que possuo e erroneamente incluiam rack de cargas de profundidade: -The Illustrated Directory of warships from 1860 to present menciona “1 DC rack” -The Encyclopedia of World Sea Power menciona “one rail for five depth charges” -Guerra Moderna Navios e submarinos menciona “uma calha de carga de profundidade” e em um desenho de perfil aponta um local marcado com a letra H e le-se na legenda: “calha de carga de profundidade(5DC)” -Em uma reportagem que tinha extraido de uma revista na vinda da Niteroi ao Brasil, mencionava… Read more »

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Na verdade Dalton, um postou e os outtros copiaram

Se vc ver a minha Mk 10, varios “sapiencias Navalis em pessoais” (latim eh punk) viram as balsas e juraram de pe junto na minha frente que eram cargas de profundidade

Risos, fazer o que né, se tivessem lido na época o NGB 🙂

Abs
Mod MO

LOBO DO MAR
Visitante
LOBO DO MAR

Prezado Ostra,
Tens razão, na popa estava instalado o MK8. Desculpem o lapso. Sabe como é, eu era “rato de porão”, e o tempo ajuda a apagar a memória da gente. Mas a correção está feita, e obrigado pelo lembrete. Saudações marinheiras a todos!

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Não esquenta não Lobo, entendi isso, que vc pensou no Mk 8 e escreveu oerlinkon, apenas corrigi pra evitar confusão com um eventual desavisado

As vexzes tbm “a gente pomos os pe pelas mão” 🙂

Abs
Mod MO

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Será que vai dar tempo de fazer um Modfrag-ASW??? Pq o Modfrag executado foi benéfico da linha d’água p/ cima.

João Gabriel
Visitante
João Gabriel

O ano não pode ser 1976,deve ser anterior,pois a Ponte Rio-Niterói foi inaugurada em 1974!

João Gabriel
Visitante
João Gabriel

Meu saudoso avô trabalhou na construção da Ponte…
se não me engano ele já me contou de ter ido algumas vezes a esse estaleiro…