segunda-feira, janeiro 24, 2022

Saab Naval

Reabastecimento de AIP é complicado? Então a solução é terceirizar

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

roks-sonwonil-ss-072

Empresa ‘Air Products’ fornece equipamento para o reabastecimento de hidrogênio para os submarinos U214 das Marinhas da Grécia e Coreia do Sul

A Air Products está fornecendo os equipamentos de reabastecimento de hidrogênio das Marinhas da Grécia e Coreia do Sul. Através de um acordo entre o fabricantes dos submarinos Howaldswerke Deutsche Werft GmbH (HDW), o equipamento é usado para reabastecer o sistema de células de combustível dos submarinos U214.

A HDW desenvolveu o sistema AIP fuel cell de melhor performance do mercado, que permite aos submarinos U212 e U214 permanecerem submersos por várias semanas, sem a necessidade de uso do snorkel.  O sistema fuel cell produz energia elétrica por “eletrólise reversa”, sem deixar rastro de calor ou ruído.

fuel-cell

O equipamento fornecido pela Air Products inclui um CHC (Cryogenic Hydrogen Compressor), que foi originalmente desenvolvido para indústrias civis, para a compressão de hidrogênio líquido e gás criogênico.

Mais recentemente, o equipamento foi adaptado com sucesso para aplicações de células de combustível e hidrogênio, e tem sido utilizado em estações de reabastecimento ao redor do mundo. Hoje, o equipamento CHC é tão fácil de usar como uma bomba de água para apagar incêndios a bordo de navios.

SAIBA MAIS:

- Advertisement -

24 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
24 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Renato

Exite algum pais com as dimensões do Brasil que use AIP ?
Sera que os franceses não vão nos transferir algo mais do que o divulgado ?
Se a MB ja optou pelo sub Nuc não seria melhor optar pelo projeto barracuda exigindo a mesma transferencia de tecnologia ?

Mauricio R.

“…e dos sistemas de controle e combate ?”

“…optar pelo projeto barracuda, recebendo assim a transferencia de tecnologia de todo projeto, construção e operação ???”

Os franceses não estão comprometidos c/ nada disso aí!!!

renato

Por favor me ajudem…Algum pais com as mesmas dimensões continentais do Brasil atuam com subs AIP ? Sera que não existe alguma “transferencia” a mais do acordo com os franceses alem do casco e dos sistemas de controle e combate ? Não seria o ideal, ja que a MB quer um sub nuclear optar pelo projeto barracuda, recebendo assim a transferencia de tecnologia de todo projeto, construção e operação ???

pierre

Outro dia vi uma reportagem sobre motores a ar comrpimido. Ha um fabricante na França e um no Brasil. Seria possivel um sistema AIP com estes motores como geradores para recarregar as baterias do Sub?

Alexandre Galante

Renato, esses são os países que operam ou vão operar AIP em breve:

Países que possuem submarinos com sistemas AIP operacionais

– Alemanha
– Itália
– Suécia
– Coréia do Sul
– Grécia
– Japão
– Paquistão
– China
– Rússia

Países que possuirão capacidade AIP até 2012

– Portugal
– Espanha
– Índia
– Israel

Países que entrarão para o clube após 2012

– Turquia
– Austrália
– Egito (?)

Renato

Alexandre, muitos destes paises possuem um historico consideravel no que diz respeito ao planejamento das aquisições de materias de defesa.
Estaria o Brasil sonhando alto de mais , alem das suas possibilidades ? Se os custos e problemas logistico em relação ao abastecimento são tão altos no que diz respeito ao AIP, estariam todos este paises engajados na compra deste material ?
A escolha pelo sub nuc tem haver com nossa dimensão territorial ou subs AIP bem distribuidos dariam conta do recado ?

ARCANJO

GALANTE, TE CUIDA! ESSA NOTÍCIA VAI DEIXAR A CLAQUE CHAPA BRANCA HISTÉRICA! ACHO PERIGOSÍSSIMO FALAR DE ALEMÃO HOJE EM DIA, SOB PENA DE SER UM TRAIDOR DA PÁTRIA. SE TEU CARRO FOR UM FUSCA, PENSE EM TROCAR POR UM RENAULT PARA SE PROTEGER. PESSOALMENTE ACHO QUE ISSO TUDO É TRISTE E PATÉTICO, DIGNO DE HISTÓRIAS TRISTES E TRÁGICAS (COM MORTES) NAS MALÁSIAS, PAQUISTÕES, CHILES DA VIDA. MAS … CUIDADO! AFINAL O MEGA-LOBBY, UM DOS MAIORES DE NOSSA HISTÓRIA, ESTÁ EM FRANCA EVOLUÇÃO, CONTENTANDO A MUITA GENTE POR VÁRIOS MOTIVOS O QUE AUMENTA CADA VEZ MAIS O TAMANHO, O PODER E… Read more »

renato

desculpe-me Mauricio R. Na verdade o que coloco é mais uma questão para o debate. caso eu não esteja enganado foi nesse blog que foi sugerido que para a MB o melhor seria a participação no projeto Barracuda.
Como leigo, mas interessado no asunto busco ainda formar uma opinião mais concreta sobre o assunto. Sinceridade tenho muitas duvidas sobre qual seria a melhor opção: AIP ou NUCLEAR. Não pelas denuncias jornalisticas, mas sim pela relação tempo de implementação X Custo operacional X Beneficio estrategico.
Aceito opniões…

João Curitiba

Cavalheiros
Alguém saberia dizer se é possível colocar o AIP alemão no Scorpène? Me refiro ao sistema alemão mesmo e não ao Mesma francês.

Wolfpack

Tudo é possível João, porém com a HDW a MB não faz mais negócio.
Os IKL214 são iguais aqueles brinquedos que funcionam com ar comprimido… Subamrinos de Vento…O pior é ter que levar na casa do vizinho para abastecer o brinquedo… E têm gente que desejava este sistema na Marinha do Brasil…

Antonio M

Será que perdermos a chance de adquirir/construir submarinos com esse tipo de propulsão por, na época, considerar os custos de logística ao invés de acompanhar se ocorreriam mudaças siginificativas na relação de custo/benefício como esta?

Sandro

A pergunta é, oque e mais vantajoso, 1 sub nuclear sem misseis de ataque ou 5 subs igualmente armados ao nuclear e com sistema AIP, falando em custo e tempo para adquiri-lo, qual seria mais vantajoso 5 AIP ou um Nuclear… ?????? Acho um desperdicio de tempo e dinheiro construir um subnuclear subarmado que vai levar mais 10anos para ser construiido, a um valor exorbitante.. Ao quanto que o sistema AIP pode ser adquirido num prazo de 5 anos pra 5 sub a custos infinitamente menores, se fossemos construir subs nucleares que pudessem portar um compartimenteo de misseis de ataque… Read more »

jose greff

O Sistema AIP apesar das vantagens sobre o sistema convencional, é caso totalmente descartado pela MB. O futuro já está programado e vamos de subnuc. O resto é choro das “viúvas” do U214.

jose greff

O subnuc pode no futuro ser um grande equívoco para a MB(gasto de tempo e dinheiro). Mas acho que se não tentarmos nós nunca saberemos.
Afinal o protótipo do reator está praticamente pronto(já foram gastos muito tempo e dinheiro, não podemos se dar o luxo de jogar tudo fora), nos falta apenas a tecnologia do casco.

Igo

Ainda bem que estamos falando de países com a costa do tamanho do Brasil… opa… não são… então não entendi a comparação. Nossa base industrial está no sudeste e como seria feito o reabastecimento no norte/nordeste? O AIP gera energia suficiente para o SUB chegar a 25-30nós? Nãoooooooooo?! então não estou entendendo a comparação.

Carlos

Igo – como a$$im você não entendeu a comparação $$$$$$$$$?

Pietr Hoggart

Hipótese louca – a terceirização é possível para o país fabricante. Em caso de conflito ou guerra, como fazer?
O submarrino é só para brincar de barquinho?

Mauricio R.

Tem “Air Liquide” no Brasil, fica próximo á Mogí da Cruzes/SP.

Wolfpack

Galante, esqueceu de comentar que existem diversar tecnologias sendo utilizadas como AIP, cito os Classe Gotland da Suécia que utilizam um motor Stirling e não células de combustível que dizem são os mais eficiente de todos com vitórias sobre a USNAVY em recentes exercícios de combate. Têm também o mal fadado no bloco, o MESMA Francês.

Igo

Procurem ver onde os russos e indianos irão utilizar seus AIP, bem diferente do Brasil. Se fosse assim,porque todos eles investem em tecnologia nuclear. Eles adoram jogar dinheiro fora?

Galera, menos….

ARC

Calma pessoal todos os sistemas tem vantagens e desvantagens. Na comparação com tamanho da costa fica difícil pois poucos países possuem dimensões com o Brasil. Os Subnuc são mais “barulhentos” melhores para patrulhas em mar aberto. Os diesel eletricos com AIP são silenciosos bons para patrulhas próximo a costa. Minha dúvida é saber se a MB vai fazer patrulha no atlântico sul com o Subnuc, digo fora das águas brasileiras ? A vantagem do nuclear é que uma vez no mar ele não precisará de dinheiro do governo que é incerto para abastecimento não ficando parado com contingenciamentos como a… Read more »

Leo Carcará

Vamos ficar assim: Como somos Maria-vai-com-as-outras, quando os EUA, a França, os britänicos, os chineses, indianos e russos abandonarem seus sub nucleares, façamos o mesmo, ora. Até lá… Falando sério agora. Não dá nem pra comparar a mobilidade de um SSN com um sub com AIP. E após o uso do AIP, como é que fica? Vai ter que esnorquear. Um sub AIP consegue ir do rio até Salvador em 3 dias sem esnorquear? Um sub AIP consegue cumprir uma patrulha de 90, 120 dias? Acho que não. Vejam bem, não estou fazendo pouco caso da tecnologia AIP. Somente digo… Read more »

Mauricio R.

“…foi nesse blog que foi sugerido que para a MB o melhor seria a participação no projeto Barracuda.” “…tenho muitas duvidas sobre qual seria a melhor opção: AIP ou NUCLEAR.” Renato, Não tenho duvidas, que permitir á MB participar e então bisbilhotar e xeretar nas fase de projrto e construção do Barracuda e daí projetar seu casco, c/ a eventual supervisão dos franceses, seria o ideal. Mas não é isto que está sendo oferecido pelos frnaceses ao Brasil. Qnto á AIP X NUCLEAR, vc tem que observar aonde e como esses sub será empregado. Se é p/ ficar circuscrito á… Read more »

Alexandre Galante

Bom, o motivo principal desse post foi mostrar que até empresas estão oferecendo o serviço de reabastecimento de submarinos AIP, pois um dos argumentos usados pela Marinha com relação a esse tipo de propulsão era justamente o grau de pureza do hidrogênio e a dificuldade de manipulação e de operação. Tudo isso é mito.

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Dois porta-aviões dos EUA entram no Mar da China Meridional para ‘combater influência maligna’

Dois grupos de porta-aviões dos Estados Unidos entraram no disputado Mar da China Meridional para treinamento, disse o Departamento...
- Advertisement -