Home Noticiário Internacional Manutenção dos submarinos australianos é suspensa por suspeita de contaminação

Manutenção dos submarinos australianos é suspensa por suspeita de contaminação

197
4

Collins

A manutenção dos submarinos da Marinha da Austrália foi suspensa em função da suspeita de uma eventual contaminação dos funcionários do estaleiro.

Trabalhadores da empresa ASC questionaram os elevados níveis de cádmio presentes em parte dos componentes elétricos e eletrônicos que minimizam os efeitos da corrosão marinha.

Quatro dos seis submarinos da classe Collins passam por testes no momento com o objetivo de avaliar o potencial risco à saúde dos trabalhadores.

As equipes da ASC foram redirecionadas para outras atividades até os resultados dos testes sejam conhecidos.

“Medidas de precaução forma tomadas em acordo com as políticas sobre gerenciamento e controle de cádmio do Departamento de Defesa “, informou um dos comunicados emitidos pelo Departamento de Defesa da Austrália.

Com informações das agências internacionais

FOTO: Departamento de Defesa da Austrália

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
GHz
GHz
11 anos atrás

1. Submarinos classe Collins: 20 anos de problemas desde o projeto e agora na manutenção; 2. Carência de tripulações de submarinos, ainda mais evidente com os planos de ampliação da força de submarinos local; 3. Modernização de fragatas classe Adelaide (OHP modificada): bilhões de dólares gastos, falhas na integração dos sistemas, tiveram que dar baixa em duas para poder pagar a mod nas 4 remanescentes, e expectativa de vida de menos de 10 anos (substituição pela classe Hobart); 4. Avião AEW&C Wedgetail: atrasos sucessivos no cronograma. O que ocorre com as FFAA australianas? [[ ]]’s GHz P.S.: o item 2… Read more »

GHz
GHz
11 anos atrás

Ops, retificando, o item 3…

Marcelo Tadeu
Marcelo Tadeu
11 anos atrás

Este sim, sempre deram dor de cabeça. Se fosse na MB a imprensa iria adorar. A construção destes subs foi muito criticada na Austrália.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
11 anos atrás

O negócio está feio na Austrália. É difícil lembrar de um programa recente deles que não esteja com problemas. É uma coisa que as FAs do Brasil devem observar para evitar os mesmos erros.