quarta-feira, fevereiro 24, 2021

Saab Naval

Tentaram nos vender, mas não conseguiram

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Umkhonto no NAe São Paulo

A Denel, que produz o míssil antiaéreo Umkhonto, tentou vendê-lo para equipar o NAe São Paulo. No anúncio acima, o míssil é visto sendo lançado do A-12.

No Jane’s Fighting Ships 2004/2005 também foi mencionado que a MB instalaria dois lançadores de mísseis Aspide, iguais aos instalados nas fragatas classe “Niterói” no programa ModFrag.

No final, a Marinha resolveu instalar dois lançadores de mísseis Mistral/Simbad, retirados do NAeL Minas Gerais.

- Advertisement -

17 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
corsario01

Na lista de prioridades para o SP, instalar neste momento armamentos para auto defesa do SP não é prioridade. Isso será feito assim que ele voltar e estiver passado pelo CIASA. Irá participar de algumas Comissões e então deverá receber o Siconta MK4 o qual deverá estar conjugado ao novo missil.
Por esta razão nem este do anuncio ou qualquer outro foi postulado, mas um deles será.

sEAL

O problema é que já faz mais de um ano que já foi comentado aqui no naval sobre o míssil antiaéreo Umkhonto e até agora nem o Nae São Paulo saiu do lugar!

Seria um ótimo míssil para defesa de ponto. Um ano sem a MB tomar nenhuma posição à respeito,é muito tempo!!

Do jeito que o São Paulo se encontra hoje,sem uma eficiente defesa antiaérea,não passa de uma banheira flutuante no meio do oceano,se tornando um alvo fácil,mesmo para o pior caça obsoleto hoje na América do Sul.

Antonio M

Se bobear, instalam morteiros de 120mm. Pelo menos no desfile de 7 setembro poderá lançar “shaffs” e dizer que se trata de um sistema de contramedidas!!!

Brincadeiras à parte, uma pena que essa lentidão seja em toodos os aspectos no Brasil, não só no setor militar. E estamos em ano de copa do mundo, eleições presidenciais e perto do carnaval. Vai faltar agenda política para tratar desse assuntos !!!! Já que as decisões estão sendo políticas não é mesmo?!?!?

E insistindo, aquele Vulcan/Phalanx que está no NDCC Mattoso Maia G28, instalado no Nae São Paulo ?!?!?!?! Nem pensar ???????

corsario01

Gente para pra pensar. PRIORIDADES!!!! Defesa de ponto no SP não é PRIORIDADE neste momento. Existem outras coisas mais importantes para fazer nele. Assim que estiverem sanadas, o mesmo será armado e ai sim, poderão criticar. Neste momento realmente ele é um alvo como qualquer PA que esteja em PMG. Caramba! Eu aceito qualquer critica ao SP depois que ele estiver completo. Assim que a MB por ele com o Sicomta MK4, os A4 modernizados e um S2 ou Heli com AEW mais a Defesa de ponto, ai sim, poderemos criticar, comparar, mas neste momento tudo o que escrevem sobre… Read more »

Giordani RS

Defesa de ponto no NAe São Paulo não é prioridade?!?! O que é prioridade na MB hoje? TUDO!

Braziliano

Que me perdoem os otimistas, sejam eles patriotas ou janízaros marxistas a defenderem o GF.

Já esta acordado entre os principais envolvidos. Vamos é ter no máximo uma guarda costeira e oceânica travestida de marinha de guerra, limitada a servir a ONU em intervenções de pequena monta, tipo Haiti.

Aparentemente quem era contra cansou de brigar sozinho e quem ficou já se enquadrou.

SubNucs, Escoltas e Aviação. Um sonho de uma noite de verão.

Renato

É aquela, se tudo é prioridade é pq nada é prioridade. Isso seria é falta de gerência.

Concordo com o Corsario, tem de esperar o treco ficar pronto, ou a MB se livrar dessa compra de prateleira e mandar ver em submarinos. Torço é para que o próximo governo mantenha e melhore o que já foi feito.

Bean

“Vamos pensar grande…”

É pra rir, só pode.

Ivan 2

Seria uma excelente oportunidade para desenvolvermos este projeto em parceria e adotá-los como sistema padrão de defesa aérea para a MB e o EB!

Fernando de Noronha

Pois é, a velha reciclagem sai ainda mais barata.

Almeida

Desenvolver o Umkhonto com os sul africanos independe da sua instalaçao ou nao no NAe Sao Paulo. Alem de desenvolver tecnologia sensivel aqui mesmo com ajuda de quem ja tem experiencia no assunto, teriamos um otimo sistema de defesa anti-aerea de ponto e area aproximada para as corvetas (Barroso e seguintes), navios anfibios, NAe, porta-helicopteros, etc. Por favor MB, nao vamos perder mais esta oportunidade!!! Quanto ao fato de ate hj o Opalao estar encalhado no porto sem nenhuma capacidade operativa, nem mesmo pra levar medicos, mantimentos e helicopteros para apoio ao Haiti, somente um comentario: ridiculo. So serve pra… Read more »

Giordani RS

Esse opalão, “guardado” na garagem é uma vergonha para a Nação! Praticamente vai se perder uma geração de marinheiros e la´vai a MB ter de começar do zero com um equipamento da tecnologia dos Anos 60 do século XX!!!!! Quantos jovens gostariam de servir a bordo do Opalão? Vários e vários! Formar-se-iam homens de caracter! Verba pra bolsa-falcatrua tem sobrando, mas para ajudar na formação profissional de jovens…

Rafael

O caça que o A-12 esta abatendo no canto esquerdo é um Rafale ou um Mirage?
Outra pergunta até que ponto um Na pode ser mais necessarrio e melhor para o Brasil do que um cruzador ou distroyers? Só falando da frota de superficie.

Brasilino

Ainda bem que não dependemos de Nae, para levarmos assistencia medica aos haitianos, muito mais rapido de avião e atendimento personalizado e com os pes no chão !!! Alias, Naes são apenas “vaquinhas de presepio” e projeção de poder eh pura ilusão!!! Os custos operacionais, recursos humanos e materiais são imensos, por serem presas faceis para qq caça e/ou submarinos, mesmo com seus meios de defesa aerea e submarina, os argentinos que o digam!!! O Brasil não precisa ter pressa para enfeitar sua “vaquinha de presepio”, não vai fazer falta !!! A efetiva projeção de poder e dissuação eh por… Read more »

José Bonifácio

Caro Braziliano, O projeto de Guarda Costeira para a nossa Marinha, você sabe muito bem de quem era, só para lembrar os desavisados o atual governo já assinou o maior contrato para aquisição de meios para a MB da história, graças a esse contrato será construído um novo arsenal para construção de submarinos (inclusive com propulsaão nuclear), uma nova base naval capaz de abrigar submarinos nucleares além é claro de quatro submarinos convencionais e mais um submarino nuclear. Agora se alguns acham que submarino nuclear é uma embarcação típica de uma guarda costeira então… melhor ir ler os comentários do… Read more »

WAGNER JORGE BH

ja pensou no MICA VL?
o BRASIl é grande sim!
temos que ter é um novo porta aviaes!
A_13!

Jose Peixoto

Como nós brasileiros pensamos pequeno????
E depois criticamos OS OLHOS AZUIS DO NORTE!!!
HA!HA!HA!….?
AMERICANOS INVADEM O HAITI…MAS BRASILEIROS SÃO MAIS HUMANOS…

- Advertisement -

Posts mais comentados

EXCLUSIVO: Marinha estuda compra de caças F/A-18 Hornet ‘por oportunidade’

Por Roberto Lopes* O assunto emergiu na manhã da sexta-feira, 10, durante a cerimônia de troca de comando na Diretoria...
- Advertisement -
- Advertisement -