Home Marinha do Brasil Barco da Pink Fleet, de Eike Batista, pode ser doado para a...

Barco da Pink Fleet, de Eike Batista, pode ser doado para a Marinha

1045
11

Spirit of Brazil

Diana Brito – Do Rio

vinheta-clipping-navalAncorado (sic) na Marina da Glória, zona sul do Rio, a embarcação Pink Fleet (sic) pode deixar de fazer eventos e passeios turísticos na baía de Guanabara.

Seu proprietário, o empresário Eike Batista, quer doar a embarcação para a Marinha.

Há sete anos, Eike trouxe o barco para o Rio. Sua intenção era transformá-lo em mais uma atração turística da cidade, a primeira de uma frota de embarcações de luxo que fariam passeios pela baía de Guanabara e poderiam ser alugadas para eventos, mas o projeto não deslanchou.

O Comando de Operações Navais confirma que analisa a proposta feita pelo grupo EBX de possível doação do Pink Fleet, mas a Folha apurou que há quem veja a oferta do milionário como um “presente de grego”, já que seria preciso adaptar a embarcação para uso militar.

O navio poderia ser utilizado pela Marinha para treinamento de pessoal. Segundo o comando do 1º Distrito Naval, Eike manifestou a intenção de doar o barco em correspondência à corporação.

A Marinha afirmou, em nota, que “vislumbra a possibilidade de emprego […] como embarcação escola, de assistência médica e odontológica ou, ainda, em outro emprego, dependendo de uma avaliação técnica mais aprofundada, que ocorrerá conforme progredirem as conversações legais a respeito”.

O barco, de 1973, é de fabricação alemã e tem capacidade para 400 passageiros. De bandeira panamenha, ele foi reformado em 2007. Tem 54 metros de comprimento, quatro conveses e seis ambientes com restaurantes, pistas de dança e sala de reuniões.

Para Floriano Pires, professor da Coppe/UFRJ (Coordenação de Programas de Pós-Graduação em Engenharia) e presidente da Sociedade Brasileira de Engenharia Naval, a oferta pode ser interessante para a Marinha se for constatado que a embarcação passou por uma boa reforma em 2007. Segundo o especialista, a vida útil do navio seria de mais 10 ou 15 anos.

“Como ela está sendo doada, o custo de capital é zero. Então, é melhor operar essa embarcação do que construir uma nova para fazer a mesma coisa. A não ser que ela tenha problemas específicos”, disse.

Apesar de a Marinha ter informado que foi procurada por Eike com a proposta de doação, a assessoria do grupo EBX, do empresário, diz que não comenta o assunto.

Neste ano, pela primeira vez desde que começou a operar no Rio, o navio não abriu agenda para que interessados programassem eventos. Segundo o Pink Fleet, o barco passa por manutenção.

FONTE: O Estado de São Paulo

NOTA DO BLOG: Em verdade se trata no navio “Spirit of Brasil VII” de bandeira panamenha

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
rcardonam
7 anos atrás

RT @podernaval: Barco da Pink Fleet, de Eike Batista, pode ser doado para a Marinha: Diana Brito – Do Rio Ancorado (sic) na Mari… htt …

MO
MO
7 anos atrás

Meu, o Spirit of Brazil VII daria um excelente capitania para frota de instrução da Escola naval, neste caso como AVIn seria um escelente embarcação com excelente espaço fisico para isso, e complementaria muito bem o GMJ, GMB e o AN … alias daria para fazer o trabalgho dos tres numa comissão só e com os tres menores multiplicaria por 12 o adestramentos dos ASP´s

Moriah
7 anos atrás

já fiz um pequeno passeio a bordo do desse navio durante o lançamento do Chery QQ, é realmente bom e tem bom acabamento interno. Mas gostei mesmo é da comida servida pela empresa 😀

Enfim, seria mesmo uma boa aquisição para a MB. ;D

jacubao
jacubao
7 anos atrás

Dependendo do calado, poderia ser ultilizdo como navio trasporte de tropas para operar na região amazônica.

thomas_dw
thomas_dw
7 anos atrás

poderia tambem ser usado como alvo naval

MO
MO
Reply to  thomas_dw
7 anos atrás

Desperdicio Thomas o navio foi modernizado em 2007

Particularmente prefiriria comoum AVIn, muito mais espaço fisico e possibildade de aumentar o numero de Asps e salas de instrução

wwolf22
wwolf22
7 anos atrás

poderiam transforma-lo em um navio hopistal la pra regiao Norte…
ou melhor, diremos aos politicos brasileiros que eles farao um “tour” pelo litoral brasileiro afim de mostrar as “megas-obras” do PAC…. boa desculpa pra juntar toda aquela corja, assim que eles estiverem embarcados e no meio do mar, testaremos os sistemas de armas atualizados dos submarinos brasileiros… poderemos testar os exotex recauchutados pela Avibras… sao tantas as opcoes…

José da Silva
7 anos atrás

Muito boa a colocação do Jacubão.

Mesmo que não tenha um calado para entrar muito, pode ser um bom navio para levar tropas até um ponto de reunião e distribuição.

MO
MO
Reply to  José da Silva
7 anos atrás

Calado máximo carregado 2,69 m

Requena
Requena
7 anos atrás

Manda pra Amazônia que lá terá bom uso.

Requena
Requena
7 anos atrás

Manda pra Amazônia que lá terá bom uso.