quinta-feira, maio 13, 2021

Saab Naval

Raridade: Nomar n°348, de dezembro de 1973

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Marinha do Manhã 1974 007

Nosso amigo e leitor Ezequiel Ferreira Leite, do Rio de Janeiro, adquiriu um raro exemplar do Nomar de 1973, com matéria sobre o Plano de Renovação e Ampliação dos Meios Flutuantes que estava em curso na época.

Ezequiel nos emprestou o exemplar, que digitalizamos e disponibilizamos aos interessados pela história da Marinha do Brasil.

Muitos detalhes interessantes podem ser vistos, como na última imagem do post, dos contratorpedeiros da US Navy que receberam nomes, mas acabaram não vindo.

Clique nas imagens para ampliar e salvar.

Marinha do Manhã 1974 006

Marinha do Manhã 1974 004

Marinha do Manhã 1974 005

- Advertisement -

13 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
13 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
MO

Me deu um branco aqui agora = os tres Inhauma, Frontin e Jaceguai eram Sumners ou Gerings ?

MO

Alias para não confundir a fleet list de 1973 tem um monte de navio que nao existia na época e que nem existiu pós, é um tipo fleet list preamb da época …

vide, por exemplo o Almte G. Aranha, NPaFluzinhos;zões and os CT´s Inhauma …

Guizmo

Tínhamos 18 contratorpedeiros, 06 fragatas novas, 09 (NOVE) submarinos…..e um cruzador!!! Pelo amor……

MO

nao, nao TINHAMOS isso nao, pode baixar esta conta tinhamos 0 fragatas, 6 subs ….

Guizmo

MO,

Ok, mesmo assim meu caro, 18 contratorpedeiros + 9 sub + 01 Cruzador e 01 NAe não é ruim.

Quem mania esse pessoal de escrever em caixa alta…..

MO

6 subs,nao 9, quanto aos CT´s considerando então contar tbm os 3 AvOc que tinha capacidades proximas (relativamente, claro)

Não era ruim no papel, mas o C era ja obsoleto a época, poderiamos estar melhores (opinião pessoal, pois na o passariamos diversos problemas repetitivos hoje)

Celso

Dessa epoca me recordo q continuamente lendo a revista o Cruzeiro e a Manchete, so enxergava navios velhos e obsoletos mandando ver aquela fumaceira preta…….e isso em preto e branco rrsrrsrsrsrsr nossa marinha era aquela epoca e ainda hoje um arremedo e vitima sempre de piadas e comentarios desairosos, fruto de seu comando e de nossos politicos.

Sds

Dalton

MO…

tem também no quadro o ct Greenhalgh D 24, o classe “M” deu baixa em 1965 então o quadro pode estar indicando que 4 “Gearings” não vieram, apenas o Marcílio Dias e o Mariz e Barros.

MO

Sim Dalton, pulei ele, tenho um livro que ta com o Zé que cita os 4, ja nomeados “to be transfered”

JOSÉ HENRIQUE

Prezado GALANTE as fotos do S15 e a que esta no lado direito do Gastão Moutinho deveriam também ser escaneadas em tamanho maior e postadas para nós colecionadores pois são muito boas.

Figueiredo

“NoMar”, tenho quase todas!!!!

Fábio Mayer

Em 1973 já existia essa mania de projetar programas para um monte de navios, e na pratica, adquirir/construir somente 1/4 ou 1/5, gastando o preço de 100%?

- Publicidade -

Reportagens especiais

98º Aniversário da Aviação Naval: exposição estática de aeronaves

Nas comemorações do aniversário da Aviação Naval, além do desfile aéreo e da tropa, foi feita a exposição estática...
- Advertisement -