segunda-feira, janeiro 24, 2022

Saab Naval

Poster das fragatas classe ‘Niterói’ faz sucesso na Austrália

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Poster das fragatas Niterói na Austrália

Rubens Nigro Ramos, amigo do Sr. Miguel Adaime da Agência Look de São Paulo, é leitor assíduo do site Poder Naval e da revista Forças de Defesa.

Rubens enviou algumas revistas e posters das fragatas classe “Niterói” para um parente de uma amiga que serve no navio de desembarque HMAS Tobruk da Marinha Australiana.

Na foto, tripulantes do navio australiano numa foto segurando o poster das fragatas e um exemplar da revista Forças de Defesa número 5.

As fragatas classe “Niterói” da versão ASW eram equipadas com o míssil antissubmarino Ikara, de fabricação australiana.

SAIBA MAIS:

- Advertisement -

11 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nelson Lima

Esse sistema Ikara ASW foi revolucionário na época.Seus contemporâneos eram o ASROC americano e o Malafon francês. Dentre todos era o mais compacto! O problema é o torpedo leve mk.46 qua ainda não tinha evoluÍdo para o NEARTIP. è muito mais eficiente um Seahawk ou superlynx da MB ficar catando os sinais do submarino por horas e fora do alcance de qualquer míssil. Por isso que o imenso espaço deixado pelo IKARA foi muito útil para o MODFRAG instalar mísseis ASPIDE! Atualemnete existe o sistema MILAS italiano. Já foi testado em exercícios?

GUPPY

A marinha australiana operou algum(a) parente das Mk10?
Oberons eu sei que operaram.

Dalton

Não Guppy…os australianos operaram uma versão da leander ou tipo 12.
Quanto ao HMAS Tobruk é um Garcia D’ Avila menor.

abs

GUPPY

Obrigado, Dalton.

Abraços

Rodrigo T.

A Marinha Real Australia ainda opera 4 OHP(em excelente estado) e outras Merko 200, muito pouco pra um país rico, como nossa Marinha mereciam escoltas mais novas e capazes, apesar que sou fã da classe OHP.

Mas tb eles tem um contrato de defesa com os EUA, que os salvaram na segunda guerra, além de fazerem parte da “Comunidade Britanica” também, e nós? rsrsrs

Farroupilha

Essa turma de combatentes deve ter ficado super curiosa para saber o que as matérias da revista estavam relatando em português. Parabéns ao Rubens pelo retorno positivo dessa sua gentileza lá para o outro lado do mundo.

klesson

É um grande reconhecimento, de como e de onde os blogs são lidos e acompanhados.

Parabéns a todos.

GUPPY

Sugestão ao Galante e ao Poggio e ao Nunão, embora este tenha nos “abandonado” indo morar mais no Aéreo:

Quando for possível (tempo), façam uma matéria sobre a marinha australiana. Seria uma boa matéria para a Revista Forças de Defesa. Uma outra marinha que pouco se fala é a canadense. Parece uma marinha pequena, para dois oceanos, com quase nenhuma força de submarinos.

Abraços

PS: Sei que aqui no PN tem algumas matérias sobre a marinha da Austrália.

REQUENA

A Marinha da Austrália está construindo navios anfíbios?
Se não me engando um deles se chama Camberra…

Isso está acontecendo ou fiquei louco e tô imaginando coisas?

MO

Leandro, ele eh de casco espanholico da classe do Juao Batista I, o casco foi para Australi apara os australopitecos terminarem

Afonso Sousa

Parabéns à equipe da Trilogia, uma referência em matéria de Defesa, além de gente fina pra caramba.
Um abraço e meu agradecimento por ter aqui um local onde aprendo tanto.

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Dois porta-aviões dos EUA entram no Mar da China Meridional para ‘combater influência maligna’

Dois grupos de porta-aviões dos Estados Unidos entraram no disputado Mar da China Meridional para treinamento, disse o Departamento...
- Advertisement -