Home Indústria Petrolífera 60 anos de Petrobras

60 anos de Petrobras

505
16

Passado glorioso, futuro incerto

 

17775

petrobrasNo dia em que completou 60 anos, a Petrobras recebeu um presente nada agradável. A agência de classificação de risco Moody’s rebaixou a nota de crédito da estatal de A3 para Baa1. Para melar ainda mais o clima de festa, a perspectiva do rating da petrolífera permaneceu negativa, o que significa que poderá ter a sua avaliação reduzida mais uma vez. Procurada, a empresa informou que não comentará o rebaixamento.

Em comunicado ao mercado assinado pelo vice-presidente-sênior, Thomas Coleman, a Moody’s afirmou que a decisão de diminuir a nota da estatal se deveu ao elevado nível de alavancagem financeira. Isso significa dizer que a empresa está com um endividamento muito acima do aceitável. No entender da agência, a Petrobras continuará com fluxo de caixa negativo nos próximos anos, à medida que conduz um ambicioso programa de investimentos, o que pode piorar a sua saúde financeira.

Conforme Coleman, “vemos a alavancagem da Petrobras em níveis significativamente mais altos do que os de seus pares da indústria”. Os excessos só devem ser corrigidos a partir de 2015. A Moody’s explicou que a dívida total da estatal aumentou no primeiro semestre deste ano em US$ 16,3 bilhões e deverá continuar crescendo em 2014. Antes do anúncio da agência, a presidente Dilma Rousseff comemorou, nas redes sociais, os 60 anos da empresa. “A EnLeaderPetrobras completa hoje 60 anos com o orgulho do Brasil. Ela mudou o país para melhor”, disse ela, que se encontrou com a presidente da petrolífera, Graça Foster.

No dia anterior, a Moody’s já havia reduzido a perspectiva de nota do Brasil, de positiva para estável, o que provocou, ontem uma forte saída de investidores estrangeiros do país, empurrando os preços do dólar para cima. A divisa norte-americana foi cotada em R$ 2,203 para venda, com alta de 0,41%. O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, minimizou a decisão da agência. “A Moody’s afirmou que temos grau de investimento”, disse ele, em Londres. “Com isso, duas das três maiores agências confirmaram que o Brasil é grau de investimento”, reforçou.

FONTE: Diário de Pernambuco

Subscribe
Notify of
guest
16 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
giltiger
giltiger
6 anos atrás

Desde QUANDO uma empresa estatal do porte da Petrobras está com futuro incerto porque está com uma “alavancagem excessiva” segundo os PALHAÇOS financeiros da Moody´s ??? A Petrobrás tem as maiores reservas conhecidas de petróleo recém descobertas no Pré-sal e está “alavancada” por que está investindo PESADO em infra estrutura para explorar reservas descobertas !!! Qual a SOLUÇÃO deste palhaços ??? Deixar para fazer estas ações mais tarde para os investidores ficarem calminhos ou dar mais espaço para concorrência ou segurar o país como um TODO ??? Até parece que excesso de alavancagem pode quebrar uma empresa que é do… Read more »

Colombelli
Colombelli
6 anos atrás

Gil, de fato não quebarará, pois tem o trouxa do povo brasileiro para pagar mais caro pela gasolina. A muleta está sempre a mão para invocação. Em breve ela será usada.

Mas é inegábvel que por conta da administração federal que tu defendes, ou se diria pseudo-administração, pois finjem que administram, a Petrobras está, como se diz no EB, na “guimba”, “na unha”, quase caindo em uma gravísima crise.

A propósito, ter reserva não é ter capacidade de explorá-las, e ter as reservas e ter capacidade de explorá-las não significa que elas sejam economicamente viáveis.

Control
Control
6 anos atrás

Srs A Petrobras tem um problema de “timing”, pois, segundo as informações já disponíveis sobre os novos poços no pré-sal, estes estarão em boa produção na próxima década, momento em que o Tio Sam já terá atingido a independência de fontes externas de petróleo. Mesmo quanto a China, há o risco de que ela já disponha de fontes alternativas em seu território (ela tem boa reserva de xisto) e na África (petróleo), além de contar com o petróleo arabe mais barato. É certo que os chineses tem procurado expandir estrategicamente suas possíveis fontes de petróleo, haja visto sua participação no… Read more »

Marcos
Marcos
6 anos atrás

A Petrobras nunca foi lá essas coisas. Desandou de vez nas mãos do PT. Ingerência, incompetência, aparelhamento, má gestão, ideologia, corrupção. Esse é o resumo dos últimos dez anos. A empresa está endividada até os nabos em decorrência de entre outras coisas: compra de uma Refinaria no Texas, que valia US$ 40 mi, mas pagaram US$ 1,1 bi; construção de uma mega refinaria, que já custou US$ 25 bi e não está pronta e para funcionar vai ter de importar óleo venezuelano; construção de uma refinaria no RJ, que esqueceram a parte da logística e hoje não há como levar… Read more »

MO
MO
Reply to  Marcos
6 anos atrás

incluindo na sua lista a escolha politica de nomes horriveis para navios como Zumbi dos Palmares, Dragão do Mar, daqui a pouco so falta vir coisas como José Rainha, Lacerda, Severino Cavalcante e afins ….

Marcos
Marcos
6 anos atrás

Colombelli

“A propósito, ter reserva não é ter capacidade de explorá-las, e ter as reservas e ter capacidade de explorá-las não significa que elas sejam economicamente viáveis”.

De fato. Vide Eike Battisti, que, como sempre, com informações privilegiadas, embora tenha achado gás e óleo em região já pesquisada pela Petrobras, com estimativas de bom retorno, na prática viu-se a realidade: não há viabilidade econômica para sua extração.

Marcos
Marcos
6 anos atrás

Nunca houve planos para a venda da Petrobras, como propagandeavam os petistas, procurando enganar os desavisados. Mas o que vão conseguir é que em algum momento se tenha de fato de vender a empresa. Logo, logo vão ter de começar a injetar recursos do BNDES na Petrobras para garantir que continue funcionando. Haja dinheiro do contribuinte.

Marcos
Marcos
6 anos atrás

Privatização já!!!!!

Marcos
Marcos
6 anos atrás

MO

Havia esquecido dos navios, que custam o o dobro de valor de mercado. Lembrando ainda que a Petrobras tem o único navio torto do Mundo.

MO
MO
Reply to  Marcos
6 anos atrás

em verdade o unico ou um dos poucos semi desintortado do mundo…. quanto ao custo nem vou entrar nesta pra nao me aborrecer e me lembrar de ver aquela anta barbuda analfabeta falando abobrinha sobre a construção naval no pais … se os maneh que vivem escrevendo abobrinha aqui em sua maioria perdidos do aviaozinhum soubessem …

quanto ao custo como diz aquele cliche idiota da globo Brazilzilzillllll leve um e pague 3 ….

Rafael M. F.
Rafael M. F.
6 anos atrás

Colombelli 5 de outubro de 2013 at 2:26 # Gil, de fato não quebarará, pois tem o trouxa do povo brasileiro para pagar mais caro pela gasolina. A muleta está sempre a mão para invocação. Em breve ela será usada. Mas é inegábvel que por conta da administração federal que tu defendes, ou se diria pseudo-administração, pois finjem que administram, a Petrobras está, como se diz no EB, na “guimba”, “na unha”, quase caindo em uma gravísima crise. A propósito, ter reserva não é ter capacidade de explorá-las, e ter as reservas e ter capacidade de explorá-las não significa que… Read more »

Rafael M. F.
Rafael M. F.
6 anos atrás

Agora, a principal “contribuição” do PT foi a exacerbação do loteamento de cargos – se estendendo inclusive a cargos menores de gerência, o que comprometeu seriamente a eficiência da empresa, uma vez que começaram a colocar pessoas ligadas aos sindicatos e ao partido nesses cargos – pessoas que, diga-se de passagem, são em sua maioria completamente ineptas. No jargão profissional, o que chamamos de “nó cego”.

juarezmartinez
juarezmartinez
6 anos atrás

Só fico curioso do porquê do Biodiesel não ter ido para a frente. Caro Rafael! quem tem veículso movidos a diesel, ou trabalha na área( o meu caso) dá graças a Deus porque isto NÃO Á A LUIGAR ALGUM, porque? Porque além de óleos vegetais mais nobres, como soja, canola, sorgo, milho e aprópria mamona(mais adequada para se extrair lubrificantes) algum “iluminado” resolveu adicionar um sub produto dos frigoríficos, o popular “cebo” de origem animal. como resultado estamos tendo todo o tipo de problema que vão do armzenamento nos postos de venda , passando pelos tanques do veículos e desembocando… Read more »

Rafael M. F.
Rafael M. F.
6 anos atrás

Quanto ao biodiesel de picanha, estou de acordo.

Mas havia o biodiesel de soja, de mamona (que é uma praga!), e de babaçu.

Mas esses também não foram para a frente, embora a Petrobras mantenha três plantas no Rio Grande do Norte.

Quais seriam os entraves. Seriam de ordem química? Seriam físicos? Seria alimentar? Ou político?

Rafael M. F.
Rafael M. F.
6 anos atrás

Guilherme, em nenhum momento afirmei que o Xisto dá petróleo.

E o que afirmam na imprensa é geralmente “gás de xisto”, apenas reproduzi.

E eu tive o cuidado de afirmar que a SIX é para a produção de óleo.

Mas temos a segunda reserva de shale gas do planeta, e fica no Sul do Brasil. Não me surpreenderei se a SIX atuar nessa área.