sexta-feira, outubro 15, 2021

Saab Naval

Kremlin admite que documento secreto sobre torpedo nuclear foi exibido na TV

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

torpedo nuclear russo na TV

O Kremlin admitiu hoje que a televisão russa exibiu acidentalmente planos secretos sobre o torpedo nuclear que está sendo desenvolvido pela Rússia, noticiou a agência France Presse.

Dois canais televisivos pró-governamentais, a NTV e o Canal 1, mostraram um oficial segurando um documento confidencial contendo o desenho e os detalhes da arma nuclear, designada Status-6, concebida pela Rubin, construtora de submarinos sediada em São Petersburgo.

Os torpedos nucleares, uma vez disparados, criam “extensas zonas de contaminação radioativa que tornam insustentável qualquer atividade militar ou econômica durante um longo período de tempo”, diz o documento exibido, durante alguns segundos, na televisão.

As imagens foram obtidas durante a visita do Presidente russo, Vladimir Putin, acompanhado por altas patentes militares, à cidade de Sochi, junto ao Mar Negro.

As imagens foram para o ar na terça-feira e mais tarde apagadas pelos canais de televisão, mas vários ‘websites’ continuam a reproduzir a reportagem.

Dmitry Peskov, porta-voz de Putin, declarou aos jornalistas que “no futuro serão adotadas medidas preventivas para evitar que se repita o sucedido”.

O documento secreto foi exibido durante um encontro em que Putin falou sobre a prontidão das forças estratégicas nucleares russas para responderem a eventuais ameaças à segurança do país.

FONTE: Lusa/SOL

- Advertisement -

47 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
47 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fábio CDC

Fosse nos tempos da URSS, os responsáveis provavelmente receberiam um implante de chumbo no cérebro para evitar que se repetisse tal façanha…

Eziquiel Martins

Me parece que foi sem querer querendo.

Washington Menezes

Foi proposital este vazamento, do tipo fiquem longe porque eu mordo!!

Cristiano Almeida

Totalmente proposital.

Pangloss

Esse armamento sintetiza bem a filosofia russa, herdada da URSS: se não há como investir na precisão, que seja aumentada a potência.
Como a tecnologia deles só produz armamentos zarolhas, então o jeito é destruir tudo em volta, para neutralizar o inimigo.
Muito primitivo.

Lyw

Uma arma deste tipo, por convenção mundial, deveria ser proibida!
Os impactos à sociedade humana como um todo e ao ambiente seriam incalculáveis, uma verdadeira aberração, coisas que depois da guerra fria deveriam apenas fazer parte de histórias de terror.

E quanto à “exibição acidental”, não tenho dúvidas que foi totalmente deliberado.

leo

Pangloss Armas russas zaroias? Como um kalibr lançado a 1500km de distância atingindo os alvos é zarolho? Uma kab-500 guiada por glonass é zaroia? Mísseis anti-navios etc são zarolhos? Quando os russos querem fazem armas com a mesma precisão dos americanos, isso ninguem dúvida mais. E esse torpedo foi desenvolvido para destruir grandes estruturas com um único torpedo,a ogiva nuclear foi escolha para cumprir melhor o objetivo , não por falta de precisão, pois russos tem torpedos bem precisos. Muito mais eficaz para destruir uma base costeira ou uma cidade do que vários torpedinhos com ogivas convencionais. Os russos só… Read more »

Jorge Mendes

Verdade Pangloss, gosto mais da maneira de matar dos ocidentais, precisão e tecnológica, Esse método me parece mais civilizado de se matar.

Bosco

Havia torpedos atômicos na Guerra Fria. A partir de acordos entre EUA e URSS houve uma redução significativa da quantidade e de tipos de armas atômicas táticas, entre elas esse tipo de arma antisubmarino. Os EUA não as adota mais e as suas únicas armas táticas são as bombas de queda livre B-61.
Se os russos insistirem em adotar novamente esse tipo de arma haverá uma nova corrida a elas.

eduardo

Com a W80 foi a mesma coisa

juarezmartinez

Lyw, certa feita um sargento instrutor meu disse:

Na guerra vale tudo, vale dedo no olho e dedo lá também, então…..

G abraço

joseboscojr

Na Guerra Fria não tinha só torpedos atômicos, mas carga atômica de profundidade lançada de aviões e helicópteros, minas atômicas, mísseis antisubmarinos atômicos lançados de navios e submarinos, etc.

Leo,
Não acho que usar torpedos nucleares para destruir estruturas no litoral seja uma boa ideia. Melhor seria lançar um míssil cruise nuclear.
A utilização de um torpedo nuclear tem fundamento só se for empregado para destruir submarinos.
Para a função AS um Skhval nuclear cairia como uma luva. Melhor ainda é um míssil nuclear AS como o SUBROC, não mais utilizado.

joseboscojr

Todos os tratados formais de limitação de armas nucleares são de cunho estratégico. O tratado que limita as armas táticas é meio que “informal”, sendo mais um acordo de cavalheiros. É o chamado “Presidential Nuclear Initiatives”, onde o Bush (pai) e o Gorbachev assumiram o compromisso de reduzirem seus arsenais táticos.
Desde então os americanos retiraram todo o seu arsenal nuclear tático (de terra, mar e ar), permanecendo só com as bombas B-61.

leo

concordo bosco, mas um torpedo nuclear com um alcance relativamente longo não seria mais difícil de detectar e interceptar? claro que misseis de cruzeiro poderiam ser lançados em maior quantidade e de maiores distancias mas esse torpedo se tiver capacidade AS e de atacar instalações costeiras pode ser bem útil. Essa semana Putin disseque os EUA com o escudo anti missil esta tentando neutralizar a capacidade de ataque dos da Russia, e é bem provável que seja isso o objetivo e disse que a Russia vai desenvolver meios capazes de atravessar esse escudo. alguns falam que os EUA so estão… Read more »

Johnatan warp drive

Falando em torpedos nucleares, ja ha algum torpedo ou missil de nuclear que trabalha com fusao e destruiçao local ?

reinaldoboriaweb

Meu comentário seria idêntico ao do Ezequiel. Foi sem querer querendo. leo, Na propaganda não são, na prática são sim. A participação russa na guerra civil síria é um choque de realidade para quem rasgava a calcinha para a suposta equivalência tecnológica bélica que os russos tinham com o ocidente. O que mais vemos é misseis errantes, bombas burras e, bombardeiros e caças-bombardeiros com cargas paga decepcionantes. O respeito que os EUA tinham e tem pelo poderio bélico russo é uma pantomima diplomática. Quando eu vejo líderes norte-americanos ao lado de, líderes russos bravateando a torto e a direito, mantendo-se… Read more »

Bosco

Leo, Um torpedo pesado (antisubmarino/antinavio, nuclear ou convencional) pode ser usado contra instalações costeira, bastando inibir o sonar e usar somente a orientação inercial, o que o torna para todos os efeitos um torpedo de corrida reta. Mas não é pra isso que ele é desenvolvido. E claro, há maior dificuldade de interceptar um torpedo em relação a um míssil cruise, mas em compensação o submarino teria que conseguir se evadir de todas as defesa AS pra chegar à distância de lançamento. Acho que é mais jogo usar o míssil cruise. A ogiva de um torpedo lançado contra um alvo… Read more »

Yamamoto

Caro Bosco, acho que esta ocorrendo um pequeno erro de interpretação do que foi “vazado” no documento. NÃO se trata de um torpedo radioativo – e SIM, um UUV ( Unmaned Underwater Vehicle) ou espécie de AUV ( Autonomous Underwater Vehicle) ou seja, NÃO é um torpedo que como todos nós sabemos teria que para ser disparado em instalações costeiras, ter o SSN russo passado por todas as defesas ativas e passivas de um eventual inimigo. Pelo que se viu, o drone seria carregado em um submarino modificado e seria lançado a distância de centenas, senão milhares de NM de… Read more »

Junior Marchi

Bom dia senhores, Fui o unico a perceber este paragrafo? “Os torpedos nucleares, uma vez disparados, criam “extensas zonas de contaminação radioativa que tornam insustentável qualquer atividade militar ou econômica durante um longo período de tempo” Eles não querem atacar embarcações ou instalações, o intuito é apenas poluir o local com radioatividade para inibir o uso do local seja por embarcações civis ou militares. Realmente uma temeridade, e por mais que os amantes da Russia aplaudam a atitude tomada por eles é lamentavel que se chegue a este ponto. É atitude do tipo se não pode ser meu nãos erá… Read more »

Johnatan warp drive

em qual de armas nucleares estamos ?

Bosco

Johnatan, De modo geral se diz que se está na terceira geração de armas nucleares. A primeira diz respeito às armas de fissão, que usam urânio ou plutônio, como as usadas na SGM. A segunda usa uma pequena reação de fusão mas que serve só pra intensificar a reação de fusão. Não deixa de ser uma bomba de fissão, só que intensificada. Seu conceito é resumido na expressão: fissão-fusão-fissão. É uma bomba de um estágio somente, onde todas as reações ocorrem num mesmo compartimento. A terceira geração é representada pelas armas termonucleares, com mais de um estágio ou compartimento. O… Read more »

Bosco

correção: sem o gatilho de “FISSÃO”.

Sequim

Bosco, antes de mais nada, gostaria de dizer que aprendo muito com seus comentários. Leio a trilogia há algum tempo e sempre vejo que os seus posts são muito técnicos e precisos. Quero ser assim quando crescer, rsrsr.
Uma pergunta: As armas inerciais orbitais que estão sendo desenvolvidas não poderão tornar as armas nucleares obsoletas?

Ypojucan

Bosco, acho que esta havendo uma pequena desinformação sobre o que realmente, foi mostrado. NÃO é um simples torpedo nuclear, e sim um drone (AUV ou UUV) submarino com capacidade nuclear que seria levado por um submarino nuclear modificado. Esse drone seria lançado a grandes profundidades e a centenas de milhas nauticas de seu alvo potencial minimizando a chance tanto do drone quanto de seu submarino-mãe serem detectados e destruídos. Parece filme de 007? Não, não é. Faz alguns anos que a Russia modificou um ex-SSBN Delta III e recentemente um ex-SSBN Delta IV para servirem de submarinos de pesquisas… Read more »

CVN76

Verdade; também aprendo muito com o mestre Bosco!

Ja que eu não posso ser como ele quando crescer; pois devo ser mais velho que ele, então eu diria: “queria ter um filho assim!”

Dalton

Franz…

o Bosco é um pouquinho mais velho que eu e como eu sou um pouquinho mais velho que você
então você pode aspirar sim ser como ele se estudar bastante : )

CVN76

Dalton

Infelizmente sempre fui um péssimo aluno em física e em matemática; aliás foi justamente por causa dessas duas matérias (além de português, história, biologia e química) que eu tive que repetir a oitava série…..
Ou seja se eu já era burro antes, não devo estar melhor agora……:-)

Ricardo

Obama é um presidente calmo e fácil de se levar, mas a qualquer hora um psicopata republicano pode assumir esse posto e se a Rússia estiver fraca militarmente poderá sofrer com isso. Putin sabe bem disso e portanto está modernizado seu arsenal nuclear (bem mais rápido que os EUA) a fim de assegurar que ninguém se meterá com Moscou.

Johnatan warp drive

psicopata republicano, leia-se Donald J. Trump kkkk. Bosco muito obrigrado pela explicaçao. A quem interessar http://arxiv.org/pdf/physics/0510071.pdf

Alessandro

E o Bush era o que?
Normal!
Todo dia dizem aqui que um republicano vai fazer e acontecer com a Rússia.
Estão esquecendo de 2008 na Georgia.
Cinco dias foram suficientes para acabar com a “aventura republicana” na ex república soviética.
Não sou russófilo não!!!
Já disse aqui outras vezes que EUA, RÚSSIA, CHINA, FRANÇA, INGLATERRA são tudo angú do mesmo fubá.
Mas esse papo de ficar diminuindo a Rússia já deu!!!!
Outra coisa para encerrar meu comentário. Esse Donald Trump além de um fanfarrão vai ser mais um Richard Nixon quem viver verá!

Bosco

Que isso amigos! Eu também aprendo muito aqui na Trilogia e sobre alguns assuntos eu me interessei mais e ouso fazer comentários, mas como todo mundo sabe eu sou só um entusiasta mesmo. E no meu comentário das 11:59, no terceiro parágrafo, onde se lê: “A segunda usa uma pequena reação de fusão mas que serve só pra intensificar a reação de fusão”, leia-se: “A segunda usa uma pequena reação de fusão mas que serve só pra intensificar a reação de FISSÃO.” Sequim, Quanto às armas cinéticas em órbita que poderão existir no futuro elas têm esse potencial, o de… Read more »

leo

Bosco voce está córrego.
Ainda acho o submarino o meio naval mais adequado, pois pode se manter bem escondido.
Nova fragata russa incorporando novas tecnologias a navios russos
https://youtu.be/3hyPpir2JVw

Alessandro

Bosco, vc é genial pq estuda o assunto e nos ensina muito.
Digo até que muitas vezes seus comentários salvaram os posts aqui do site do monte de baboseiras clubísticas “EUA Spruance clube X Rússia MIG clube de tiro” .
Comentários técnicos sempre imparciais e sensacionais.
Parabéns!!!

Alessandro

Sou fã da classe SPRUANCE.
Pena que o Brasil rejeitou.
RSRSRS!!!!

MO

VC ja teve o prazer de visitar um ? são os meus favoritos, ja estive no Connoly, Stump, Hayler e no Scott (que é classe Kidd)

em tempo =

http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2015/11/mv-sfl-tyne-vrjq2-embarque-de-acucar.html

13 photos

Alessandro

MO nunca tive o prazer, mas acho que os Spruance dariam uma ótima capacidade de combate a nossa marinha de guerra.
São grandes, bem armados e atualizáveis.
Pena que não sobraram muitos.
Parabéns pela sua visita a Classe kid.
Vc deve ter se divertido muito!!!
E aprendido também.
Abraços.

MO

igual a uma criança, destes vi o Connoly e o Scott entrandoaui em Santos, como sao muito parecidos 9Spruance/Kidd) foram os maisbelos de odos os navios que ja vi aqui e olha que ja vi muito eim … inesquecivel 1983 …

Mas não ha mais disponiveis apenas doi ainda existem e os 4 Kidd´s de Taiwan

CVN76

MO

Reconhece o navio no meu avatar??

MO

em qqr lugar, de frente, dis costas, de cima, suamajestade o USS Kidd DDG 993, Franz, sempre soube que vc é uma pessoa Fina, so podia ser da Sao Bernardo land … kkkkk

Te respondi o mail hje, vc ja deve ter visto a rsposta, me desculpe, nao tinha visto mesmo, mas … P A R A B E N S !!!

Carlos Crispim

Acho que ninguém falou aqui, o torpedo nuclear russo tinha um objetivo muito claro: Os Porta-aviões americanos! Já li há muito tempo que um P.A. é muito difícil de afundar, isso se alguém conseguisse chegar perto, seriam necessários dezenas de torpedos e/ou mísseis, acertando em cheio, mas um único torpedo com carga nuclear daria conta perfeitamente.

CVN76

Pois é MO, um “Kidd” a gente nunca esquece…..o único que não visitei foi o DDG 996. Falando no Kidd, tive a chance/sorte/privelégio de poder passar um dia inteiro a bordo e de brinde ganhei uma linda camisa com o nr., nome, brasão e etc…do navio. Camisa essa que nunca uso, é claro…ficará no armário para sempre….! Um dia, a patroa arrumando o quarto e eu vendo tv na sala, ela me aparece com a tal camisa na mão e diz: ” já percebí que vc deve detestar essa camisa que é horrível por sinal, nunca usa e fica ocupando… Read more »

Juarez

CVN 76 senti firmeza na firmação hennnn, a propósito, estes navios poderiam estar na MB, se não fosse os mega foderations dreams de UQTRs mega gays of 6.000 tons..

G abraço

CVN76

De fato, realmente uma ótima chance perdida…excelentes navios, a prova disto é que Taiwan está bem contente com eles.

Na época, cerca de 10 anos atrás, Taiwan pagou uns 730 milhões de dólares pelos 4 navios, incluindo treinamento, manutenção, 140 mísseis SM-2 e uns 30 Harpoon….

Dalton

Houve uma notícia não oficial que em 1997 os EUA teriam ofertado vários navios por “apenas” 150 milhões de dólares incluindo o NAe Independence, e 2 DDs classe Spruance que começaram a ser retirados de serviço já em 1998. A vinda do “Independence” não deve ser levada à sério, mas, mesmo os 2 “Spruances” apesar de terem apenas 20 anos com tripulações de mais de 350 tripulantes seriam custosos de manter sem falar que recém haviam sido adquiridas 4 T-22s e o programa de modernização das Niteróis já havia sido contratado. Pessoalmente acho que foi apenas boato e nunca houve… Read more »

Lc

Fala MO, beleza?
Tive o prazer de visitar o STUMP em Santos, de fato me senti como uma criança pela primeira vez no playcenter.hehehe
O problema é que fui acometido pela “aminésia navallis”, fase posterior e degradante da s.navallis.Afinal acho que se passaram mais de 30 anos…
Por isso recorro a você, teria sido em 1985? Se puder ajudar, agradeço.
Nesta mesma oportunidade, visitei o Claude V. Ricketts, classe Charle F. Adams. Havia 0utro navio a contra-bordo. Powta la Madre! esqueci qual.

Abraços e melhoras..
Luis Cesar

CVN76

Além do USS Stump e do USS Claude V. Ricketts, participaram das manobras os seguintes navios dos EUA:
USS Joseph Hewes
USS Saginaw
USS Shark
USS Milwaukee

Foi realmente em 1985; visitei o USS Stump, USS Claude V. Riketts e USS Joseph Hewes.

Lc

CVN76,

Grato pela resposta. Bons tempos, belos navios. Nada de quadrado retângulo.
Sds.

- Publicidade -

Últimas Notícias

Japão lança o ‘Hakugei’, segundo submarino classe Taigei

O Japão lançou ao mar o segundo de uma nova classe de submarinos diesel-elétricos. O novo submarino, que foi batizado...
- Advertisement -