LST-II da Coreia do Sul
LST-II da Coreia do Sul

A Hyundai Heavy Industries (HHI) da Coreia do Sul lançou o segundo navio de desembarque de tanques LST-II para a Marinha da Coreia do Sul (RoKN).

O navio, batizado Cheonjabong e com indicativo visual 687, foi lançado nas instalações da HHI de Ulsan em 15 de dezembro, de acordo com a empresa. O navio deve ser incorporado em 2017.

O primeiro da classe LST-II, Cheonwangbong (686), foi construído por outra empresa de construção naval sul-coreana, a Hanjin Heavy Industries, em Pusan ​​e foi comissionado em 28 de Novembro de 2014.

O Cheonjabong foi construído pela HHI sob um contrato de US$ 116 milhões anunciado em dezembro de 2013 pela Defense Administration Program Agency (DAPA) da Coréia do Sul. A empresa também foi selecionada para construir o terceiro navio.

A RoKN espera operar uma classe de quatro navios LST-II. Um contrato para a quarta embarcação ainda não foi concedido.

De acordo com as especificações fornecidas pela HHI, o Cheonjabong tem a 126,9 m de comprimento, boca de 19,4 m, calado de 5,4 m, um deslocamento padrão de 4.950 toneladas e alojamentos para tripulação de 120 membros. O navio também pode transportar até 300 soldados totalmente equipados e duas embarcações de desembarque, e dispõe de uma plataforma de voo que pode levar até dois helicópteros, incluindo o UH-60A Blackhawk.

Propulsado por quatro motores diesel MAN 12V28 / 33D com dois eixos propulsores, o navio tem uma velocidade máxima de 23 nós, uma velocidade de cruzeiro de 18 nós, e um alcance padrão de 8.000 milhas a 12 nós.

FONTE: www.janes.com

16
Deixe um comentário

avatar
16 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
10 Comment authors
Mauricio R.CassianoAndré Luiscarlos alberto soaresamericomatheus Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

“…..desembarque de tanques ….” Está correto essa afirmação ?

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

US$ 116 milhões por essa bela máquina, Ok ! D’S está vendo.
Dois Hélis ? Sendo um Black 60 ou dois ?
Esses Koreanos, na década de 60 eram nada, o que dá investir em educação e ter projeto/planejamento de País.

Ricardo_Recife
Visitante

Carlos Alberto Soares.

No Brasil se investe em educação, educação Paulo Freire, o resultado é o que vemos nas nossas escolas, educação de baixa qualidade e a formação de um bando de revolucionários. Educação de qualidade, nada, nadinha…..

Marcelo
Visitante
Marcelo

LST não é, pelo conceito de navios anfibios da USNAVY este casco e suas características operacionais se enquadra como uma unidade LKA, ver classe Charleston, pois só transporta tropas a pé com desembarque por LCM até a praia. É uma unidade bem básica e de baixo custo, que poderia ser comprada pelo Brasil (3 unidades) para atualização de seus equipamentos ou anfíbios da MB .

Caio Romão
Visitante
Caio Romão

Carlos Alberto Soares, o Brasil investe (proporcionalmente) muito, mas muito mais em “educação” do que a Coreia do Sul investia na década de 60… Mas a diferença é que os coreanos ensinavam matemática as crianças. Alguns anos depois elas estavam fazendo engenharia e criando empresas como a Samsung e Hyundai. No Brasil a única coisa que as crianças aprendem é doutrinação marxista nas escolas; alguns anos depois elas se tornam estudantes de ciências humanos que além de não produzir tecnologia nenhuma, sugam a máquina estatal passando anos a fio em universidades federais e depois com os famosos cabides de emprego… Read more »

Ricardo Moriah
Visitante

realmente, é um navio bem básico e barato, que faria muito bem à MB.

André Luis
Visitante
André Luis

Uma dúvida, ele tem na popa: rampa, doca ou nada?

José Carlos David
Visitante

Parabéns aos coreanos. De nossa parte, continuamos a investir em sucatas obsoletas.

americomatheus
Visitante

Cadê o Siroco?

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

André Luis 24 de dezembro de 2015 at 10:20
Certamente não leu o texto e nem olhou a foto:
“…..e dispõe de uma plataforma de voo que pode levar até dois helicópteros, incluindo o UH-60A Blackhawk.”.

André Luis
Visitante
André Luis

carlos alberto soares;
Estava me referindo a uma saída para viaturas anfíbias seja: doca alagável para lanchas ou overcrafts, ou rampas para saída e retorno de CLANF`S.

Mauricio R.
Visitante
André Luis
Visitante
André Luis

Maurício R.
Muito obrigado pela resposta, pela largura suspeito que seja alagável

Cassiano
Visitante
Cassiano

Muito mais próximo da realidade brasileira. Um 0km, custa menos que um Siroco com 20 anos de uso.

Mauricio R.
Visitante

André,

Se vc acompanhar pela da marcação da linha d’água, apesar do tamanho da foto, irá perceber que há doca, mas tão somente uma rampa. O que a princípio não impediria a operação de veículos AAV-7.

Mauricio R.
Visitante

Ooooppppsss, errei!!!

Aonde se lê:

“…foto, irá perceber que há doca, mas…”

Leia-se:

“…foto, irá perceber que não há doca, mas…”

Obrigado.