US submarines
Submarinos Fleet Type da Marinha dos EUA atracados depois da Segunda Guerra Mundial

Ao término da Segunda Guerra Mundial, os EUA dispunham de uma frota de centenas de submarinos “Fleet Type”. Ao se apropriarem também das inovações alemãs do submarino Type XXI, os americanos modernizaram seus submarinos convencionais para o padrão Guppy (Greater Underwater Propulsion Power Program).

Na modernização os submarinos receberam o snorkel, baterias mais poderosas e o casco incorporou modificações para torná-lo mais hidrodinâmico e a maior parte dos equipamentos externos foi removida para diminuir a resistência ao avanço sob o mar.

Guppy III
Os submarinos modernizados do tipo Guppy tiveram participação importante na Guerra Fria

Enquanto isso, a Marinha dos EUA perseguiu o objetivo de construir um submarino verdadeiro que não dependesse da atmosfera para recarregar as baterias.

O primeiro submarino movido a propulsão nuclear USS Nautilus, lançado em 1954, revolucionou a guerra naval, pois agora tinha praticamente autonomia ilimitada e era mais veloz que navios de superfície. Além disso, os submarinos também podiam operar sob a calota polar.

Com o tempo, a Marinha dos EUA foi transferindo seus submarinos convencionais para Marinhas aliadas (inclusive a do Brasil) e acabou operando somente submarinos com propulsão nuclear.

As gerações de submarinos nucleares dos EUA

I GERAÇÃO

Classe Nautilus – SSN-571 (1954)

USS NAUTILUS

Classe Seawolf – SSN-575 (1955)

uss_seawolf_ssn_575

Classe Skate – SSN-578 (1957)

Skate-59

Classe Triton – SSRN-586 (1957)

USS Triton

Classe Halibut – SSRN-587 (1957)

USS Halibut disparando míssil Regulus
USS Halibut disparando míssil Regulus

II GERAÇÃO

Classe Skipjack – SSN-585 (1959)

USSSkipjackSSN-585

Modelo do submarino Skipjack, mostrando o revolucionário casco em forma de gota de lágrima
Modelo do submarino Skipjack, mostrando o revolucionário casco em forma de gota de lágrima

Classe Thresher – SSN-593 (1960)

USS Thresher

Classe Tullibee – SSN-597 (1960)

1200px-USS_Tullibee_(SSN-597)

Classe George Washington SSBN-598 (1959)

George Washington (SSBN-598)

Classe Ethan Allen SSBN-608 (1960)

Ethan Allen

Classe Lafayette SSBN-616 (1960)

616lafayette09

Classe Sturgeon SSN-637 (1963-1974)

sturgeon

Classe Narwhal SSN-671 (1967)

1160px-USS_Narwhal_SSN-671

III GERAÇÃO

Classe Lipscomb SSN-685 (1973)

1200px-USS_Glenard_P._Lipscomb_(SSN-685)

Classe Los Angeles SSN-688/688 Improved (1972-1996)

1132px-USS_Los_Angeles;0868802

Classe Ohio SSBN-726 (1976)

SSBN 726 Ohio

IV GERAÇÃO

Classe Seawolf SSN-21 (1995)

SSN 21 Seawolf

Classe Virginia SSN-774 (2003)

1125px-US_Navy_040730-N-1234E-002_PCU_Virginia_(SSN_774)_returns_to_the_General_Dynamics_Electric_Boat_shipyard

9
Deixe um comentário

avatar
9 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Ricardocarlos alberto soaresAlexandre GalanteMaurícioMarcelo Bardo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Rafael
Visitante
Rafael

O Ohio devia causar pavor da aniquilação nuclear ao soviéticos , mas não tanto ao ponto de eles dispararem seus mísseis primeiros rsrsr.

Rafael
Visitante
Rafael

Brincadeiras a parte o Ohio juntamente com bombardeiros stealth mudaram completamente a balança do poder nuclear nos anos 80

Jose Souza
Visitante

na foto….Classe Skate 1957… o “humano” que aparece ao fundo…..não parece nada normal…rs

Marcelo Bardo
Visitante
Marcelo Bardo

Jose Souza,

Acredito que aquele seja o “Pé Grande” hiuahaihihaiuhai

Jose Souza
Visitante

Marcelo Bardo…
Como o sub esta “no gelo” é o abominável “soviético” das neves …kkkkkk

Maurício
Visitante
Maurício

Externamente, os subs norte-americanos mudaram muito pouco desde os anos 50. Continuam com a mesma configuração de casco simples e redondo, bem ao estilo Rickover. Talvez porque assim teriam melhor resistência hidrodinâmica, mas esteticamente considero-os muito sem graça.

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Muito boas as fotos.

Ricardo
Visitante
Ricardo

Uma boa reportagem para o site seria incluir os submarinos que o Brasil herdou na 2 guerra, por ter participado no contexto de guerra ao lado dos Aliados, (por exemplo os fleet types) e os submeteu a uma boa modernização. Eram ótimos submarinos para a época e alguns deles entraram em batalha contra os japoneses e alemães durante a guerra, tendo tido sucesso. O Brasil modernizou alguns deles de modo a que operassem no contexto da Guerra Fria já sob a bandeira brasileira e em conjunto com os Estados Unidos. Vários destes submarinos (cito o Bahia S-12 “fleet type”) operaram… Read more »