Home Noticiário Internacional Submarino nuclear russo ‘Pskov’ retorna à Frota do Norte depois de reparos

Submarino nuclear russo ‘Pskov’ retorna à Frota do Norte depois de reparos

6634
19

Russia nuclear submarines

Submarino de ataque de propulsão nuclear Pskov foi remodelado para continuar operando no Ártico

O submarino russo de ataque de propulsão nuclear Pskov (classe Sierra II) voltou à Frota do Norte após reparos, disse o chefe interino do serviço de imprensa da Frota do Norte, na segunda-feira.

“O trabalho de reparos para alcançar a prontidão técnica do submarino multifunção Pskov foi concluído e ele retornou para a força de submarinos da frota do Norte. Hoje, o navio deixou o estaleiro e se dirigiu à sua base principal “, disse o capitão Andrei Luzik.

O submarino foi remodelado de forma a prosseguir em suas operações no Ártico.

FONTE: sputniknews.com

19
Deixe um comentário

avatar
19 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
13 Comment authors
daltonlWagnerRicardoEd "árabe" limaItacir José Santim Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Jose Souza
Visitante

meio off topic…

alguém já assistiu o documentário francês… The Kursk: A Submarine in Troubled Waters.

disponível tanto no youtube como via torrents… aos 43:33 minutos do mesmo … as imagens mostram claramente o “buraco” por onde entrou o torpedo MK-48.

yluss
Visitante
yluss

Impressionante na foto a perspectiva que ressalta o tamanho dos (provavelmente) subs lançadores de misseis balisticos ao fundo… que gigantes! 🙂

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

“as imagens mostram claramente o “buraco” por onde entrou o torpedo MK-48.”
Bosco, é contigo Amigo.

Leonardo
Visitante
Leonardo

Torpedo MK-48? RSRSRS

Sem comentarios

Eduardo
Visitante

Na boa, mas eu acho melhor falar do Kursk nessa postagem aqui: http://www.naval.com.br/blog/2010/08/14/kursk-dez-anos-depois-um-caso-ainda-por-esclarecer/

Dalton
Visitante

O submarino em questão tem casco de titânio que é mais resistente mas muito mais caro portanto não era viável construir mais desses ainda mais nos anos finais da URSS. . Apenas 4 SSNs possuem cascos de titânio na marinha russa, 2 Sierras I que atualmente encontram-se indisponíveis sendo modernizados e os 2 Sierras II dos quais o “Pskov” é um deles. . O retorno do “Pskov” depois de mais de 4 anos indisponível é uma grande notícia para a marinha russa apesar da modernização não ter sido unânime, pois, muitos consideravam uma melhor opção construir novos submarinos, mas, com… Read more »

Dalton
Visitante

Quanto ao “Kursk” os próprios russos dispensaram a teoria de um submarino “estrangeiro” envolvido, mas, esse tipo de história vende, eu mesmo já caí na “esparrela” de comprar um
livro onde havia tantas evidências que Rudolph Hess do primeiro e mais famoso julgamento de Nurembergue era na verdade um sósia !!

Bosco
Visitante

Ylus,
Atrás são submarinos da classe Oscar, de ataque.
E pra mim esses da frente são da classe Victor e não Sierra.

Rafael
Visitante
Rafael

Dalton o casto de titânio melhora em que um submarino ? Ele atinge profundidades maiores com esse casco ??

Bosco
Visitante

Rafa,
Sem prejuízo da resposta do Dalton que eu também quero “ouvir”, mas o titânio é bem mais leve que o aço e é amagnético, o que são duas características interessantes para submarinos.

Juarez
Visitante
Juarez

Bosco, o fato de ser amagnetico inviabiliza a utilizacao de MAD na sua deteccao?

G abraco

Jose Souza
Visitante

Hoje..a única real vantagem do casco de titânio seria o menor peso (melhor flutuabilidade e agilidade)… muitos sensores modernos não dependem do fator “magnetismo”…

Contra …tem o preço 9x maior que o aço… soldagem a fusão cara e complexa.. dobrar, moldar, chapas de titânio é para lá de difícil.

Mais não deixa de ser ..uma beleza… existe relatos que um Classe Alfa antes de ser desativado.. mergulhou a 1300 metros….

Bosco
Visitante

Juarez,
Sim! Ele não seria detectado pelo MAD.

Itacir José Santim
Visitante

Tiraria parte dos armamentos, acrescentaria laboratórios e equipes formados em ciências naturais.

Dalton
Visitante

Ylus…

além do que o Bosco e o José escreveram dá para acrescentar que o uso do titânio pode prolongar a vida do casco em algumas dezenas de anos…não significa que os russos manterão
necessariamente tais submarinos até depois de 2050, mas, os cascos estavam muito bem conservados contra corrosão o que levou os russos a investir neles e mantê-los no inventário
até porque eles não tem muitas opções.

Bosco…

de fato os submarinos na parte da frente da foto são “Victor III”…o “Sputnik News” pegou uma foto dos submarinos da Frota do Norte e adaptou uma legenda.

abs

Ed "árabe" lima
Visitante
Ed "árabe" lima

Bom dia a todos! Nunca escrevi aqui,sou leigo,humilde servidor civil,mas leio diariamente ,parabéns a todos os foristas,Bosco,dalton,m o…meio off topic …alguns dos senhores q são especialistas saberia me dizer o custo anual da manutenção de um submarino nuclear,ssbn ,ssn? Abraços !

Ricardo
Visitante
Ricardo

Vou discordar da opinião de alguns aqui. O fato do casco ser feito de material não-ferromagnético não quer dizer que o submarino não seria detectado pelo DAM ou MAD. Isso se deve em parte porque há materiais ferromagnéticos presentes na embarcação, como o reator nuclear, turbinas a gás, motores auxiliares a diesel e outros sistemas feitos à base de ligas de ferro e niquel. Outra coisa: submarinos podem ser detectados quando orientados de maneira paralela ao campo magnético da Terra, independentemente do tipo de casco. Sem embargo, esse tipo de casco confere uma enorme vantagem tática, por ser muito mais… Read more »

Wagner
Visitante

Eu realmente não vejo nenhum grande problema na taxa de construção de submarinos na Rússia atual. Esse setor aliás está a pleno vapor. Quanto as modernizações, são boas opções e necessárias, como em qualquer marinha atual.

Talvez a poderosa e fodástica Us Navy construa 100 submarinos novos por mês, bom, a Rússia nao tem tantos recursos…

daltonl
Visitante

Wagner… para sua alegria a força de submarinos da US Navy irá encolher por 2 motivos: primeiro iniciaram tardiamente a produção simultânea de 2 submarinos classe Virgínia e segundo porque a necessidade de substituir os SSBNs fará com que a política de construir apenas 1 SSN retorne, então mais submarinos serão retirados do que serão construídos e a perda prematura do “Miami” vítima de um incêndio criminoso e a retirada dos 4 SSGNs dentro de 10 anos só piora as coisas. . Quanto à sua alegação de que a construção de submarinos na Rússia está a pleno vapor isso é… Read more »