sábado, maio 28, 2022

Saab Naval

Submarino “Tapajó” (S 33) – Turnaround em Santos

Destaques

Submarino “Tapajó” (S 33) – Turnaround em Santostapajo-S33-PWTP-ml-22-01-16-7 cópia

Imagens do Submarino “Tapajó” (S 33), classe IKL 209 / 1400 da Marinha do Brasil, em turnaround realizado no dia 22/01/2016, quando demandou pela manhã o cais da Mortona (CPSP), em viagem de adestramento.

tapajo-S33-PWTP-ml-22-01-16-14 cópia

A embarcação entrou ao redor de 08:00 h para possível embarque de convidado VIP, para acompanhar performance do navio e e suspendeu ao redor de 10:00 h, demandando o largo de Santos, aonde realizou manobras, re-atracando ao redor de 17:00 h do mesmo dia.

 

tapajo-S33-PWTP-ml-22-01-16-22 cópia

Suspendeu em viagem de retorno para o Rio de Janeiro na manhã do dia 26.

tapajo-S33-PWTP-ml-22-01-16-23 cópia

Para ver / saer mais (20 fotos)

tapajo-S33-PWTP-ml-22-01-16-28 cópia tapajo-S33-PPTJ-saida-ml-22-01-16-4 cópia tapajo-S33-PPTJ-saida-ml-22-01-16-11 cópia tapajo-S33-PPTJ-saida-ml-22-01-16-15 cópia

Fotos: Marcelo ‘MO’ Lopes – 22/01/2016

- Advertisement -

43 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
43 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
souto.

Amigos o submarino timbira esta em PMG?

Airacobra

Boa noite Souto, andei falando com uns amigos que estão na Juju e falaram que ela está para voltar semana que vem

Carlos Alberto Soares

Pergunta que sempre estive para fazer:
___________
Os tripulantes que estão “no lado de fora” da embarcação devem estar de colete,
estão também de alguma forma “amarradas” ou presas a cabos ou cordas ?
Em manobras ou ações em alto mar qual o procedimento ?
___________
Agradeço a quem me informar.

Airacobra

Bom dia CAS, de colete sim, mas amarrados não

wwolf22

ja foi disparado um torpedo real por esse sub ?? em algum treinamento com munição real…

XO

Eles estão guarnecendo o Detalhe Especial para o Mar, por ocasião do suspender do porto… assim que estiver tudo safo no convés, o pessoal embarca e o Sub cumpre navegação em águas restritas até o momento do mergulho… em Navios, caso seja necessário ir à proa com mau tempo, o pessoal fica “talingado” na chamada “linha de vida”, um cabo passado da superestrutura até o bico de proa… faz o que tem de fazer e volta, rapidinho… abraço…

Mario Heredia

MO, parabéns pela matéria. As fotos ficaram ótimas!

Rudinei Krolow

Parece meio Judiado…

M@K

Não sei se é normal, mas tive a mesma impressão do Rudinei. Nunca estive perto de um sub, mas não sabia que havia uma grande fenda entre a vela e o casco. Achava que fosse tudo um bloco só.

Fernando "Nunão" De Martini

M@K e Rudinei Krolow, não tem nada de anormal na “fenda” ou no aspecto. . É por lá que entra e sai a água, nas imersões e emersões, entre o casco de pessão (abaixo da fenda) e o casco hidrodinâmico ou externo (acima da fenda), este último geralmente fabricado em fibra de vidro, material composto ou aço mais fino, pois não tem que suportar as pressões impostas ao casco de pressão ou interno, feito em aço especial (pois a água em mergulho, no casco externo, ocupa os dois lados de suas paredes). . Sobre as aparências, todo meio que opera… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini

Para ajudar a entender as diferenças entre casco de pressão e o hidrodinâmico (ou interno e externo), o desenho abaixo ajuda. O IKL 209 é o de baixo, e a área do casco de pressão está em tom amarelo para diferenciar do resto:
.
http://www.naval.com.br/blog/wp-content/uploads/2008/11/214-212-209.jpg

Fernando "Nunão" De Martini

“wwolf22 30 de março de 2016 at 8:28
ja foi disparado um torpedo real por esse sub ?? em algum treinamento com munição real…”

.
Sim, já foi:
.
http://www.naval.com.br/blog/2011/10/17/submarino-tapajo-realiza-lancamento-real-de-torpedo-mk-48-mod-6at/

M@K

Hummm…pelo que entendi, o submarino seria, mal comparando, como uma garrafa térmica, com dupla parede e neste “vão” seria o tanque de lastro. ´´E um tubo dentro e outo tubo, né? Nunão, obrigado por ter reservado um tempo em explicar para um leigo como eu. Valeu!!

wwolf22

Nunao,

grato pelo link…
tive uma aula sobre torpedos lendo os comentários do link… muito interessante…

Fernando "Nunão" De Martini

M@K, grosso modo, é mais ou menos isso. . Só que, no caso do IKL 209, a parte que você vê abaixo da “fenda” é o próprio casco de pressão que dá a forma externa – ou seja, dali pra baixo, não há o outro tubo ou cilindro externo ao cilindro que é o casco de pressão. Há variações sobre o tema, mas a maioria dos submarinos é assim. O casco externo geralmente está fixado acima do interno e também nas extremidades, dando o formato hidrodinâmico ideal nessas áreas (deixando-o um pouco mais próximo do formato hidrodinamicamente ideal de gota… Read more »

Maurício Siqueira

Caros, eu tenho uma duvida sobre a eletricidade estática no sub… Existe risco ao subir no casco?

Souto.

O submarino Tikuna tambem esta´operacional, segundo informaçao, passada
por um amigo,o que acontece é que a informaçao exata de quantos subs estão
disponiveis para uso é sigilosa.

Souto.

Amigo Airacobra que boa noticia a cv Julio de Noronha,volta na proxima semana,
deve ser para teste ou provas de mar.Obrigado por nos informar,agora é esperar
a Jaceguai e a Inhauma que so não finalizaram seus trabalhos por escassez de verba.
Mas, acredito que daqui para agosto teremos novidades.

Luiz Monteiro

Prezado Souto,

A fragata Defensora deverá retornar ao Setor Operativo da Esquadra no primeiro semestre de 2017.

Abraços

Souto

Obrigado amigo Luiz Monteiro.

Carlos Alberto Soares

Airacobra 30 de março de 2016 at 6:41
XO 30 de março de 2016 at 8:32
________________

Obrigado Colegas.
________________

Mas creio haver risco, hélices e turbilhão etc …..

Carlos Alberto Soares

Defensora, Júlio Noronha …. menos duas ….. qual falta Souto ?

Souto.

Procura saber do Luiz Monteiro rsrsrs

Airacobra

Souto, a Julio de Noronha volta semana que vem da BNRJ para o AMRJ, e daqui a duas semanas ela volta do AMRJ pra BNRJ, só isso, mas quanto a voltar a estar operativa somente em agosto.

Airacobra

“A gosto” de Deus, kkk

“Noís é brasileiro”, so toma na tarraqueta “mas semo feliz e vivemo rindo” então usando essa maxima, só nos resta rir e não perder a esportiva.

Abraços

Airacobra

E como na MB também temos um ditado “perco o amigo mas não perco a guerra”
onde guerra = piada
Sabe disso né?
“Ta safo”? Kkk

souto.

Airacobra sua informação bate com a informação que eu li não lembro o site,
obrigado por nos informar sobre a morcego kkk falta agora a Jaceguai e a Inhauma,em tempo
Airacobra sabes de algo das irmãs da sua juju rsrsrs.

Airacobra

Kkk

souto.

Pensava eu que a F-defensora voltava em agosto de 2016,mas so em maio de 2017,
quando completar exatos 6 anos de PMG.bom paciência.

Maurício Siqueira

Obrigado MO!

Rafael M. F.

Por que a vela do Tapajó tá tão amassada?

Candido

Muito bom ver nossa Marinha operativa, assim que desejamos!

M@K

Pô Nunão, obrigado pelas explicações. Valeu!

carlos victor

sembre quis entrar em um sub,é possivel sendo um mero civil?

Mauricio Veiga

O fato dos IKL não terem compartimentos estanque não os torna vulneráveis em caso de um “primeiro impacto” ?

Abraço.

Juarez

Mauricio, se for um tp Mk 46 por exemplo, nem um Typhoon se salva com trocentos compartimentos, talvez o impacto não direto de um carga de profundidade neste caso impacte muito mais do que em um Sub compartimentado e estanqueado.

Gabraço

Mauricio Veiga

Juarez, quanto ao impacto direto de um torpedo também acredito que nehum submarino possa sobreviver, porém quanto aos danos de minas e até mesmo colizões, acredito que os IKL sejam verdadeiras “cadeiras elétricas”, os tripulantes não teriam a menor chace, interessante não levarem em consideração a sobrevivência da tripulação, sei que alguns modelos IKL tem uma “camara de sobrevivência” para casos de emergência, porém não os nossos …

Grato, abraço.

mauriciosilva2014

Olá.
Como o submarino está em contato com a água do mar (salgada e, portanto, condutora), seu potencial elétrico (carga eletrostática) tende a ser zero. Porém, quando se coloca carregamento (materiais, armamentos e tripulação) na embarcação, a referida carga terá potencial elétrico, precisando ser anulada.
SDS.

Iväny Junior

Um submarino de verdade. A última classe que a marinha terá, se tudo continuar indo desse jeito.

israelmestre

Boa noite pessoal! Conversei com um colega que deu baixa na Marinha agora a pouco tempo, ele me disse que o submarino alemão que o Brasil comprou, o projeto é NOSSO! Então, podemos construir uns 20 deles se ‘quisermos’…$$$… poderíamos fazer uma frota espetacular! temos Know How, para implementarmos armas mais modernas e eficientes… não se esqueçam, que com esse que temos aqui, num simulado contra os americanos lá em Pearl Harbour, afundamos o “Nimitz” e outros navios… no término do simulado, eles queriam entrar no nosso ‘sub’ e não foi permitido à eles que entrassem…. #OLHA QUE MARRA!!!!….. kkkkkkkkkk…… Read more »

- Publicidade -
Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

‘Top Gun: Maverick’ impulsionará o recrutamento da Marinha dos EUA? A história diz que provavelmente não

Por Heather Mongilio “Top Gun: Maverick” é uma carta de amor à aviação naval americana e acontece quando a Marinha...
- Advertisement -