Home Aviação Naval China faz testes com J-15 modificado para operar com catapulta

China faz testes com J-15 modificado para operar com catapulta

5656
69

j-15-21

Fotos de uma nova variante modificada do caça naval chinês J-15 começaram a circular em fóruns chineses na Internet. A nova versão da aeronave embarcada apresenta um trem de pouso frontal com barra de lançamento para decolagem assistida por catapulta mas com pouso enganchado (CATOBAR – Catapult-Assisted Take-Off But Arrested Recovery).

As imagens mostram um Shenyang Aircraft Corporation (SAC) J-15 em voo com o trem de pouso frontal modificado. A nova versão confirma que a China está mesmo desenvolvendo um porta-aviões do tipo CATOBAR, diferentemente do seu primeiro navio-aeródromo Liaoning do tipo STOBAR (short take-off and vertical landing), que tem uma rampa “ski-jump” para auxiliar a decolagem dos caças.

j-15-catobar
J-15 CATOBAR, com o trem de pouso frontal dotado de barra de lançamento

As expectativas são para a construção de um terceiro navio-aeródromo na China, conhecido como Type 002, equipado com catapultas, pois no início de agosto surgiram fotos que mostram modificações no “mock-up” terrestre de porta-aviões do país, em Wuhan, província de Hubei. A seção que continha a rampa “ski-jump” foi removida do “mock-up”.

A construção do terceiro porta-aviões chinês está prevista para ocorrer no estaleiro Jiangnan Changxingdao, perto de Xangai. Até agora não houve nenhuma confirmação oficial do programa, nem evidência visível da construção, mas tem havido considerável especulação de que a produção dos módulos iniciais já está em andamento.

A imagem abaixo capturada pela Airbus Defence and Space em 20 de junho de 2016 já mostrava que um progresso significativo tinha sido feito em duas trilhas de catapultas terrestres para testes e treinamento, uma a vapor e outra eletromagnética.

china-carrier-mockup

Subscribe
Notify of
guest
69 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leandro Costa
Leandro Costa
4 anos atrás

Os Chineses chegaram à mesma conclusão que eu. STOBAR é lindo, mas se quiser jogar um bicho desses plenamente carregado no ar, CATOBAR é o que há de melhor.

Ádson Caetano Araújo
4 anos atrás

Catapulta eletromagnética, perceberam? Sem necessidade de geração de vapor, sem necessidade de vapor em alta pressão. Muita mais necessidade de energia elétrica. Provavelmente será nuclear. Conclusão: sem geração de vapor=mais espaço, sem grande suprimento de combustível=mais espaço.

danilojfsn
4 anos atrás

Ádson Caetano Araújo 23 de setembro de 2016 at 18:47

Pensei a mesma coisa, vai ser nuclear e com uma respeitavel ala aérea a abordo !

Madmax
Madmax
4 anos atrás

Que foto estranha.
A dimensão dos homens no canto não parece correta.

Luciano
Luciano
4 anos atrás

Então, soltando pecinhas ou nao, os xing-lingue estão montando sua força aeronaval para aumentar sua projeção de poder. Os japs estão com os cabelos da nuca arrepiados!

Iväny Junior
4 anos atrás

O bicho é grande, tem que ser uma senhora catapulta.

Uhtred Ragnarsson
Uhtred Ragnarsson
4 anos atrás

Pois então Luciano, no Brasil existe a péssima mania de desmerecer o trabalho chinês. A diferença é que lá engenheiros, pesquisadores, etc trabalham realmente com P&D e o investimento é massivo na área, mesmo que em engenharia reversa, enquanto aqui no Brasil o o indivíduo nessas áreas acabam trabalhando no mercado financeiro (sei de físicos com doutorado em fundos de investimento porque conhecem EDOs).

control
4 anos atrás

Srs

Os chineses estão seguindo seu planejamento para ter uma marinha de alcance global.
Não são apenas os japoneses que devem por as barbas de molho, pois os planos da China envolvem a África e a América do Sul, as possíveis fontes de alimentos para o Império do Centro; tanto que há a previsão chinesa de uma série de bases navais no Indico até o Atlântico Sul.
No final da próxima década, estaremos convivendo com a MPLA no Atlântico Sul e veremos com certa frequência os NAes chineses nestas paragens.

Sds

johnatan warp drive
4 anos atrás

Uhtred Ragnarsson, enquanto estudo para vestibular do ITA a indecisao de fazer ou nao fisica me atormenta justamente pela falta de investimento, o negocio sera fazer engenharia, ir para os EUA e fazer fisica por la como um complementar. pois aqui a coisa ta bem feia..

bosco123
4 anos atrás

Uhtred, “no Brasil existe a péssima mania de desmerecer o trabalho chinês”. É porque os chineses têm a péssima mania de vender porcaria pra nós. Sem falar que eles são ligados a trabalho escravo e são notórios copiadores piratas que sequer se dão ao trabalho de disfarçar suas cópias nem sempre autorizadas. Isso tudo autoriza ou pelo menos justifica que mantenhamos um pé atrás com eles. Agora, mesmo com tudo isso eles estão a anos luz de distância de nós, mas em blogs que discutem o tema “defesa” os chinas devem ser comparados a países como a Rússia, Alemanha, EUA,… Read more »

Aki vrx (Shandow)
Aki vrx (Shandow)
4 anos atrás

Luciano 23 de setembro de 2016 at 19:39
https://www.youtube.com/watch?v=FsAnQWiTy-s
Observe com o que os chineses estão preocupados no vídeo, uma dica no vídeo abaixo.

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
4 anos atrás

bosco123 23 de setembro de 2016 at 23:19
Onde assino ?
_______________________________________–

Mais, Japas com meda ? Kkkk ….
Certo, alguém combinou com os Âmis e as bases que eles lá tem ?
Duvido que os Japas estão pensando em chutar os âmis !

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
4 anos atrás

control 23 de setembro de 2016 at 21:56
E eles combinaram essa ocupação por bases militares com quem ?

control
4 anos atrás

Srs

Jovem CAS
Para ficar em casa:
Sobre bases navais: PN de 23/11/2014 – China planeja construir 18 bases …
Sobre base naval no Atlântico Sul: PN de 24/01/2015 – Base Naval em Walvis Bay …
Dadas as necessidades da China quanto a minerais e, principalmente, alimentos, ela está fazendo, apenas, o dever de casa, procurando garantir seus interesses.

Sds

Dalton
4 anos atrás

A matéria sem dúvida esclarece de uma vez por todas que o NAe que encontra-se em construção
não terá catapultas e muito menos terá propulsão nuclear como aventado por alguns ..será como dito desde o início da construção ,uma versão modificada do atual “Liaoning” inclusive com uma superestrutura menor.

Luciano
Luciano
4 anos atrás

Olha, o Japão, mesmo com toda proteção dos Americanos estão muito próximos fisicamente da China. Isso implica num desgaste político constante, muito diferente dos EUA, que devido a uma série de ações militares e políticas mantem esse tipo de tensão bem distante de suas fronteiras físicas (e há tempos a geografia ajuda muito nisso, obrigado!). Mesmo num conflito de baixa intensidade os japoneses estão mais expostos. Se alguém nao percebe isso é cego ou torcedor fanático. … Percebam,é uma constatação simples, nao se trata aqui de “estar do lado” dos chineses (o que tb nao é crime, cada um faz… Read more »

Renato Carvalho
4 anos atrás

Shandow….não creio que os chineses temam essas versões japonesas do F16, creio que eles ja tenham algo no mínimo similar, se fosse o F35, aí sim teriam com o quê se preocupar

Iväny Junior
4 anos atrás

Sobre as bases é bom lembrar que eles já têm uma área arrendada a “perder de vista” na Argentina para fazer o que quiserem. Não sei se Macri fez (ou pode fazer) algo a respeito…

Aki vrx (Shandow)
Aki vrx (Shandow)
4 anos atrás

Não é questão de ser fanático ou sei lá o que, o primeiro vídeo que postei é de um programa de tv militar chinês avaliando o novo míssil supersônico japonês. Dizem que o novo míssil antinavio chega a Mach 5 o tempo de reposta seria de menos de 10 segundos para tentar interceptar um míssil deste tipo. Este míssil vai ser utilizado pelo F-2- 4 misseis e P-1- 8 misseis, hoje disponíveis 70 F-2 e 20 P-1 da para carregar 280+160=440 misseis deste tipo contra uma frota naval. Deve ser moleza construir Naes ou contratorpedeiros de centenas de milhões e… Read more »

adimindik
4 anos atrás

por que O brasil encomenda dois porta aviões Chineses barato pelo menos teremos navios funciona.

Luciano
Luciano
4 anos atrás

Sim, há essa superioridade tecnológica, mas isso pode ser sustentado por quanto tempo? Repare, quais as projeções de crescimento populacional do Japão? Eles nao são como Israel, que as vezes se renovam (parcialmente) cooptando judeus e seus descendentes em países em crise. E reitero, se se chegar a um confronto onde o japão tenha que disparar 20 ou 200 que seja misseis contra o Liaoning a situação saiu do controle e pode esperar que o Japão nao sairá dessa sem pagar um alto preço – muito diferente dos EUA, que mesmo com bases na região suportaria muito melhor as perdas… Read more »

Leandro Costa
Leandro Costa
4 anos atrás

Para a China, a suposta ‘alimentação’ do regime pela necessidade do ‘vizinho com armamentos de ponta’ é totalmente desnecessária. A economia Chinesa pode ser muito próxima da economia de mercado, mas ainda são comunistas. Uma vez que estabelecem um objetivo, vão simplesmente focar os recursos da nação para a obtenção deste objetivo. E um dos grandes objetivos deles, é ter uma Marinha de águas azuis grande, moderna e operacional, e temos isso aí. . Garanto que não foi um processo recente. Isso que estamos vendo foi resultado de uma alavancada de mais ou menos uns 15 anos em um processo… Read more »

control
4 anos atrás

Srs É necessário separar o joio do trigo. Quanto aos NAes, o pensamento dos chineses segue a linha dos americanos, sendo os NAes ferramentas para agir longe de sua costa. O objetivo da China é ter uma marinha de ação global. Quanto ao Japão, a ação chinesa, aparentemente é pressionar para estabelecer algum tipo de subordinação dos japoneses, seguindo a tradição imperial chinesa. O Japão, por seu lado, está numa armadilha, pois se não confiar na proteção americana (é já há fatos que põe em dúvida a disposição americana em honrar tal compromisso) terá que desenvolver rapidamente uma força nuclear… Read more »

junior
4 anos atrás

Para mim o nome desse caça é su-33…

João Bosco
João Bosco
4 anos atrás

Enquanto isso, no maior país da América do Sul, sua marinha tem um porta-aviões ancorado para reparos há anos, sua frota aeronaval tem como caça um avião modernizado da década de 1960, fragatas obsoletas ainda em uso e os chineses avançando no hemisfério sul, principalmente no Atlântico sul, debaixo de suas barbas. Grande geopolítica do nosso governo.

Dalton
4 anos atrás

O fato dos EUA estarem geograficamente distantes da China não impede que haja um”desgaste político constante” dos EUA como citado pelo Luciano, já que os navios da VII Frota, baseados no Japão e/ou enviados da costa oeste dos EUA além de aeronaves baseadas no Japão, a base em Guam os fuzileiros navais estacionados na Austrália, etc, estarem provocando fortes críticas dos chineses aos EUA. . Nem EUA nem Japão irão iniciar uma guerra com a China…os chineses terão que dar o primeiro tiro e se eles resolverem bombardear o Japão haverá uma probabilidade muito grande de americanos e seus familiares… Read more »

Dalton
4 anos atrás

O fato de chineses estarem negociando bases no Atlântico Sul necessariamente não significa bases de apoio para dezenas de navios, aeronaves e tropas. Não há nada do tipo ocorrendo agora e mesmo a marinha chinesa ultrapassando a US Navy em números, ela não será tão grande quanto a US Navy foi no fim da guerra fria por exemplo e boa parte dela será constituída por embarcações “pequenas” muito necessárias para a marinha chinesa, mas, não adequadas para oceanos e tem também a questão que atormenta todas as marinhas do mundo…uma boa parte da marinha chinesa estará sempre em manutenção e… Read more »

Luiz trindade
Luiz trindade
4 anos atrás

Catapulta magnética?!? A US Navy tem nos seus porta-aviões catapulta magnética? Senão tiverem, a China deu uma rasteira nos Yankes heim…

Luciano
Luciano
4 anos atrás

sim, Dalton, mas perceba, os americanos escolheram isso como uma projeção de poder ( ok, o desenrolar histórico da II WW e o pós guerra também tiveram um papel fundamental nisso), espalhando bases, portos, aerodromos e criando alianças com nações importantes nessa visão. No caso, os japoneses tem um histórico de atritos e guerras com os chineses e a geografia nao ajuda, eles estao ali do lado! Quanto civis americanos foram mortos em território americano na II guerra? Sim, nao deixa de serem civis, mas isso atende justamente a um argumento dissuasório como vc bem colocou. … Concordo com vc,… Read more »

Dalton
4 anos atrás

Luciano… como você bem escreveu…os EUA estão longe de tudo e de todos, então a única solução é basear navios e aeronaves em países aliados pois um navio pode levar semanas para chegar ao seu destino e também espera-se que os meios que estejam próximos à uma área contestada possam se aguentar até receberem reforços. . Um exemplo mais recente é dos 4 Arleigh Burkes baseados na que já era compartilhada base de Rota na Espanha…os navios já estando lá economizam nas viagens de transito, portanto menos navios necessários para o rodízio permitindo que mais destroyers possam ser deslocados para… Read more »

Dalton
4 anos atrás

Luiz…

catapultas eletromagnéticas já estão instaladas a bordo do mais recente NAe da US Navy, o futuro USS Gerald Ford que deverá ser recebido pela US Navy antes do fim do ano para
comissionamento nos primeiros meses de 2017.
.
Por ser o primeiro de uma nova classe um tempo maior será necessário para deixa-lo em condições de combate, 2020 ou 2021 ao invés de 2019 caso fosse mais um da classe Nimitz.

EParro
EParro
4 anos atrás

Madmax 23 de setembro de 2016 at 19:22

E parece que os marinheiros usam tênis! O do pacacete vermelho parece estar usando jeans e camisa social.
Sei lá, a vista já não é mais a mesma.

groosp
4 anos atrás

E o HMS Queen Elizabeth sem catapultas…

Luciano
Luciano
4 anos atrás

Os ingleses foram os grande professores no Séc XIX e o século seguinte trouxe as oportunidades para expandir esses pontos de apoio pra além mar!

A China nao se espelha nisso, ao menos para os mares próximos?

bosco123
4 anos atrás

EParro,
Pode ser que o de tênis seja um técnico civil.

_RJ_
4 anos atrás

bosco123 23 de setembro de 2016 at 23:19 É porque os chineses têm a péssima mania de vender porcaria pra nós. Sem falar que eles são ligados a trabalho escravo e são notórios copiadores piratas que sequer se dão ao trabalho de disfarçar suas cópias nem sempre autorizadas.” Bosco, Negocio com chineses há muito tempo, e a verdade não é bem assim. Compro muitos produtos chineses de excelente qualidade, só não são tão baratos (diria que o preço é equivalente a produtos ocidentais). Os importadores brasileiros tem o péssimo hábito de escolher, dentre os produtos chineses (e eles oferecem todas… Read more »

bosco123
4 anos atrás

RJ,
Mas porque não encontramos produtos de péssima qualidade feitos na Suíça, Suécia, Japão, Alemanha, Itália?
Tudo bem que brasileiro gosta de muamba e porcaria mas achamos quem as fabrica para nós e são os chineses.

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
4 anos atrás

Dalton 24 de setembro de 2016 at 17:53
Onde assino ?
_______________________________________

Combinaram com os Âmis, Ausis, Eurobambis, muitos asiáticos com interesses próprios,
dinastias do médio oriente, outras da áfrica …..
Tá bom …. a China vai dominar o mundo …. Kkkkk ….
Ai solta-se uma única “Bob Nuc”:
NÃO PAGO !
Já era a China ….
Enfia teus papéis dentro dos seus c………….. ruzadores ! rs

Mauro
Mauro
4 anos atrás

Prezados,

Me parece que há um erro no texto. Onde lê-se:

“STOBAR (short take-off and vertical landing)”,

não seria:

“STOBAR ( Short Take-Off But Arrested Recovery)”?

[]s

bosco123
4 anos atrás

Mauro,
Realmente! Erro do texto.

Neudimur e.Fermino
Neudimur e.Fermino
4 anos atrás

Eu importo da China em parceria com um americano e com um Judeu, só digo uma coisa os chinas te mandam oque sua grana pode comprar eles tem lixo e tem coisas de qualidade é só botar os dólar na mesa isso é fato, assim também com EUA, Rússia e outros bota as verdinhas na mesa e vem o tem de melhor.

control
4 anos atrás

Srs Diferente de um certo grande país do hemisfério sul, a China pensa e planeja o seu futuro. Seja por ambicionar ser a maior potência mundial, seja pela necessidade de garantir a sua existência e um razoável bem estar para sua população (no mínimo comida, visto ter experimentado a morte de milhões de fome), a China segue um planejamento de expansão de seu poder militar, aí se incluindo uma marinha de alcance global. Se vai conseguir ou não, só o futuro dirá, porém cabe observar que os chineses tem conseguido cumprir os seus planos. Quanto as bases, o objetivo de… Read more »

Nonato
Nonato
4 anos atrás

🤔

bosco123
4 anos atrás

Control, Mas essa atitude tão louvável e apreciável da China em garantir a sua existência e prover bem estar à sua população ampliando seu poder militar de modo a garantir seus interesses é criticado e condenada quando feita pelos EUA. Engraçado né?? Isso me autoriza a acreditar que quando a China passar os EUA e for a maior potência da Terra “impondo” sua influência em todo o mundo você ficará contra ela já que parece que você aprecia a intenção mas não aprova a conclusão. Quanto aos chineses fabricarem computadores, eles o fazem utilizando a metodologia de controle de qualidade… Read more »

Control
4 anos atrás

Srs Jovem Bosco 1 – É obvio que se a China atingir seus objetivos, e por enquanto ela tem tido sucesso nisso, nós e todos os países sem poder militar suficiente iremos arcar com a conta do bem estar chinês. Hoje o Ocidente conta com o guarda chuva americano, mas tal guarda chuva poderá ficar pequeno e os da periferia ficarão sujeitos ao tempo. É importante lembrar que as relações entre países não são regidas por qualquer valor moral e sim por interesses (há ilusões sobre isto nos países ocidentais, mas são apenas desejos e não realidade). 2 – A… Read more »

Dalton
4 anos atrás

“Eles irão pagar a conta pela falta de visão da geração atual do ocidente.” Control…mas você escreveu logo acima que os EUA estão deslocando o foco de sua atenção para o Pacífico e os EUA são “ocidente” e não apenas isso, mas, atualmente a maior potência militar do planeta. . De fato os EUA estão próximos de terminar o plano de ter 60% de suas forças e o melhor delas no Pacífico e o Japão gradativamente está aumentando suas forças também, mas, exatamente qual é a sua proposta para que nossos filhos e netos não paguem a conta ? .… Read more »

ScudB
ScudB
4 anos atrás

Item 3 dessa listinha é bem interessante 🙂 . É pura verdade e , ao mesmo tempo , é a resposta para maioria das perguntas sobre futuro tecnológico da China no papel de Dominadora do Mundo. Exemplo : assim que eles piratear (ops! queria falar engenhar reversamente :)) a ultima coisa original que ainda sobrar – a China vai começar CRIAR as coisas pioneiras com tecnologias FUNDAMENTAIS próprias e ferramentas ATUALIZADAS próprias? Duvido , se não falar mais forte ainda : as tecnologias fundamentais não acompanham o timeline de desenvolvimento dos produtos finais.E as ferramentas , hoje em dia ,… Read more »

silvio
silvio
4 anos atrás

Bosco,nem aqui no japao se encontra produtos Made in Japan!Em uma materia da tv japa,turistas chineses estavam eufóricos pq pensavam que iriam comprar produtos daqui..mas qd viram que era tudo made in china,quase tiveram um infarto kkkk pra vc ter ideia,tem motos vendidas aqui que vem de fora.china/taiwan,coreia do sul,malasia,etc…qd há os de fabricarão japa,custa muito mais!!E entrando na questao guerra,numa eventual guerra repentina,estamos fritos..ha milhares de chineses aqui,estao se alastrando,como no brasil.Chineses formando familias com japas,etc…

EParro
EParro
4 anos atrás

bosco123 24 de setembro de 2016 at 21:02

Pode ser mesmo Bosco, mas mesmos civis, quando estão numa embarcação militar, não precisam usar trajes adequados?
E mesmo aquele que parece ser marinheiro de ofício, também parece estar de tênis.
Mas, como disse, acho que minha vista já não é mais a mesma.
Saudações.