Home Noticiário Internacional Rússia vai construir base naval permanente na Síria e cogita bases em...

Rússia vai construir base naval permanente na Síria e cogita bases em outros locais

4057
25
base-de-tartu-na-siria-vista-por-satelite
Base de Tartu na Síria, vista por satélite

Por Andrew Osborn

ClippingNEWS-PAMOSCOU (Reuters) – A Rússia irá construir uma base naval permanente na Síria para ampliar a presença militar em seu aliado mais próximo no Oriente Médio, disse uma autoridade do governo nesta segunda-feira, uma semana depois de Moscou dizer que está cogitando reabrir bases da era soviética no Vietnã e em Cuba.

A medida, anunciada pelo vice-ministro da Defesa russo, Nikolai Pankov, é mais um indício de que a Rússia está intensificando sua atuação na Síria, apesar de uma redução parcial de seus efetivos em março, e mais um sinal de que se prepara para dar apoio para o presidente sírio, Bashar al-Assad, por um longo período.

“Ao fazer isso, a Rússia está não só reforçando seu potencial militar na Síria, mas em todo o Oriente Médio”, disse o senador Igor Morozov, membro da câmara alta do Comitê de Assuntos Internacionais do parlamento russo, à agência de notícias RIA.

Uma análise de dados de rastreamento disponível ao público feita pela Reuters revelou que Moscou vem aumentando continuamente suas forças em solo sírio desde o fracasso de um cessar-fogo no final de setembro, dobrando as linhas de suprimento por ar e mar.

tartu-map

O plano base, que irá incluir a atualização e a expansão de uma instalação naval já existente no porto de Tartus, que Moscou arrenda da Síria, é parte de uma iniciativa para ampliar ou criar uma nova presença militar no exterior.

O jornal Izvestia relatou que Moscou também está conversando sobre a abertura de uma base aérea no Egito, e o diário estatal Rossiskaya Gazeta noticiou que a Rússia querer também bases na Venezuela, Nicarágua, Ilhas Seicheles e Cingapura.

Em atrito com Washington por causa da Síria e da Ucrânia, a Rússia se envolveu em uma verdadeira medição de forças nas últimas semanas, enviando mísseis terra-ar S-300 para Tartus, mísseis de capacidade nuclear para seu encrave europeu de Kaliningrado e intensificando sua força de ataque na Síria.

O Ministério da Defesa russo disse na segunda-feira que os paraquedistas russos participam, pela primeira vez, de exercícios militares em solo egípicio neste mês.

FONTE: Reuters

SAIBA MAIS:

25
Deixe um comentário

avatar
25 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
18 Comment authors
Oswaldo BezerraPatriota Estudiosocarcara_brMauricio R.Juarez Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Leo Neves
Visitante
Leo Neves

Muito disso não vai passar de boato…
A parte da base naval na Síria é verdade, a do Egito vai ficar para 2019, agora essa de base em Cuba, Venezuela é mentira… Eu acho RS

augusto
Visitante
augusto

Egito é aliado dos EUA, apesar da administração Obama ter danificado as relações entre os 2 mas agora vem outro presidente que pode fazer voltar o que era antes. Alem do mais o Egito depende economicamente do AS que também é aliada do EUA. Na minha opinião não sai base me nenhum lugar, desde da invasão russa na Georgia que o governo russo vem dizendo que vai fazer base aqui, base ali mas não faz nada

donitz123
Visitante

augusto 11 de outubro de 2016 at 15:46
.
A libertação da Criméia tornou desnecessária a construção e uma base naval na Abecásia.

Reinaldo Deprera
Visitante
Member
Reinaldo Deprera

Mais pressão em cima de Israel.
Save Ferris!

Jodreski
Visitante
Jodreski

A vontade dos Russos é grande… mas a verba está ficando curta.
.
Assim como aquela vontade de construir os 8 Destroyers da Classe Líder.
.
Eu acredito que muitos os planejamentos Russos vão ficar só no planejamento mesmo, não é falta de capacidade Técnica mas sim de recurso financeiro.

Topol
Visitante

Eu gostaria que a Rússia realmente reativasse algumas de suas bases ultra marinas porém para que isso suceda de forma funcional sua marinha terá que crescer muito em termos de projeção de poder, e isso não acontece do dia para a noite… hoje os Destroyers e cruzadores de maior tonelagem são os poucos Sovremennys, alguns Udaloys anti submarino e 3 cruazadores classe Slava e 1 classe Kirov… muito pouco para uma ambição de controlar bases navais bem distantes de seu território, sem contar a necessidade de navios de apoio logístico e tanquers grandes… o ideal seriam pelo menos mais 8… Read more »

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

Pois é Topol, seria muita base pra pouco navio. Mas acho que as bases da Venezuela e de Cuba podem até sair. O que você acha??
.
Boa noite

Miguel
Visitante
Miguel

Estou com Moscou e não abro, um mundo com mais potências é mais seguro.

Topol
Visitante

Tamandaré, sinceramente acho que não… pelo menos antes de 2020 não… A Rússia está vindo de uma recessão econômica e as prioridades no momento são o fortalecimento de suas posições no oriente médio… Síria, Egito, Irã … Turquia parece que está mudando de lado, vamos ver.

saudações.

EParro
Visitante
EParro

Mas está sobrando esse din din todo por lá? Novos navios, submarinos, aviões, mísseis etc.. Só na Síria, a conta deve estar ficando bem expressiva. Será que terão fôlego?

Oganza
Visitante
Member
Oganza

O Mundo está próximo de um crise do tipo “Crise dos Mísseis de Cuba”… depois da desastrosa fala do General Miller, a Rússia está ficando cada vez mais próxima de seu objetivo primário, “se vitimar diante de alguma ação americana” e poder responder a altura de “costas largas”. O pior é que o medo de Trump ganhar pode acelerar os “gatilhos” dentro da esquerda americana.

Hawk
Visitante

Como sempre todo início do século é marcado por uma Grande Guerra…. Estamos em 2016…. A profecia vai se concretizando!

theogatos
Visitante

Olá editores, desculpe a chatice, acho que há um erro de digitação no texto.
.
“…e o diário estatal Rossiskaya Gazeta noticiou que a Rússia querer…” deve ser “que a Rússia QUER” imagino.
.
Sds a todos e parabéns pelo ótimo trabalho de sempre na trilogia!

theogatos
Visitante

Oganza, concordo com seu ponto de vista, mas não haveria uma grande contribuição da “inação” americana sobre alguns imbróglios causados por seus parceiros europeus na região na criação deste status que a Rússia tem tentado se aproveitar? Se aproveitar para fazer o que vc descreveu digo.
.
Quanto à esquerda americana, ao menos o representante nesta corrida eleitoral (Hillary) é menos esquerda do que o que poderia ser (Sanders)…
.
Sds

Oganza
Visitante
Member
Oganza

theogatos, . os valores americanos que fazem a América ser a América começaram a ser corroídos em sua base lá por volta dos anos 20 e 30. O problema aí reside no fato de que os EUA e o Ocidente tem dois inimigos declarados: O projeto Eurasiano (Rússia e China) e o Projeto Islâmico. . O objetivo Russo é aniquilar o ocidente e seu representante (militar) maior, os EUA, da existência e estão se lixando se for uma eliminação física mesmo. . O objetivo/estratégia do Islã é aculturação “violenta”. . A questão é que com os brios morais carcomidos pela… Read more »

João Bosco
Visitante
João Bosco

Acho que o Urso está querendo acordar novamente… É melhor ficar de olho, seguro morreu de velho.

Juarez
Visitante
Juarez

Oganza, Oganza, o nosso amigo senador pelo estado do Arizona não poderia ter perdido a eleição.

G abraço

theogatos
Visitante

Antes de mais nada, obrigado por compartilhar sua visão caro Oganza! . Compartilho de muitas opiniões citadas! A inação foi realmente (e pra mim ainda está sendo) com o avanço do Islã, inclusive em paralelo com demais parceiros ocidentais já que aparentemente a estratégia tem um foco “barulhento” (basicamente terrorismo) e um foco “silencioso” começando a implodir e Europa de dentro pra fora através de imigração e a inação do ocidente como um todo pode custar caro quando for tarde demais… Isso já foi inclusive declarado por clérigos islâmicos como algo planejado e não é acaso. . Sobre o Putin,… Read more »

Oganza
Visitante
Member
Oganza

Pois é caro Juarez,
os americanos não fazem ideia do que está acontecendo e a reação conservadora lá está muito letárgica… o pior é dominação da esquerda fabiana da mídia que entre outra sandices estão boicotando os maiores intelectuais da atualidade, a americana Diana West e Jeff Nyquist.
.
Meu caro, se vc quiser participar de debates realmente fodas sobre o atual estado de coisas visite essa playlist https://www.youtube.com/playlist?list=PL2wuZQFPMbL8HBud9kY-7PIwMT_1BcLxp.
.
Só um detalhe… o organizador dessa maravilhosa bagaça é de Bento Gonçalves, é o Allan dos Santos.
.
Grande Abraço.

theogatos
Visitante

Ótimo, vou me interar mais através do link recomendado. 😉
.
Forte abraço!

Mauricio R.
Visitante

OFF TOPIC…, mas nem tanto!!!!
.
“…está cogitando reabrir bases da era soviética no Vietnã e em Cuba.”
.
Eu somente acho que os russos se esqueceram de combinar antes com os vietnamitas:
.
“We will also not allow any other countries to set up a military base in Vietnam.”
.
(http://alert5.com/2016/10/14/vietnam-says-no-to-russia-presence-at-cam-ranh-bay/)

carcara_br
Visitante
carcara_br

“O objetivo Russo é aniquilar o ocidente e seu representante (militar) maior, os EUA, da existência e estão se lixando se for uma eliminação física mesmo.”
E colocar o comunismo no lugar? Virar um império hegemônico?
Acho que está no espaço-tempo errado do universo…

Oganza
Visitante
Member
Oganza

Carcara_br, E colocar o comunismo no lugar? Não, não existe mais esse papo de comunismo (ao menos como nos foi vendido), isso foi substituído por outra doutrina, a Eurasiana… mas você não deve saber o que é isso. . Virar um império hegemônico? Sim, existem 3 planos globalistas em curso no mundo: O projeto Eurasiano (Rússia e China), Projeto Islâmico e o Projeto Ocidental (Socialista Fabiano)… Nenhum é o bom ou saudável, todos no fim se trata de poder e o fim das liberdades individuais… mas você também não deve saber do que estou falando… . Mas posso lhe passar… Read more »

Patriota Estudioso
Visitante
Patriota Estudioso

1984, de Orwell

Oswaldo Bezerra
Visitante
Oswaldo Bezerra

Putin é de um partido de centro direita e é cristão, ortodóxo, mas cristão.