Home Conflitos em andamento Destróier USS Mason é atacado novamente

Destróier USS Mason é atacado novamente

5069
73
USS Mason (DDG-87)
USS Mason (DDG-87)

O destróier USS Mason da Marinha dos EUA foi alvo nesta quarta-feira de mais um ataque de mísseis a partir do território no Iêmen controlado pelos rebeldes Houthi alinhados ao Irã, o segundo incidente do tipo nos últimos quatro dias, informaram autoridades dos EUA à Reuters.

O USS Mason, que estava acompanhado do USS Ponce – um navio-doca de transporte anfíbio – disparou salvas defensivas em resposta aos mísseis, nenhum dos quais atingiu o navio ou causou qualquer dano. O navio operava ao norte do estreito Bab al-Mandab Estreito, disseram os funcionários, falando sob condição de anonimato.

A nova tentativa de atacar o destróier da Marinha EUA irá adicionar pressão sobre os militares dos EUA para retaliar, um movimento que representará a primeira ação militar direta americana contra os houthis em conflito no Iêmen. O Pentágono deu a entender na terça-feira que seria possível realizar ataques de retaliação.

Os rebeldes pareceram usar pequenas embarcações como spotters para ajudar a direcionar o ataque de mísseis contra o navio de guerra. Os Estados Unidos também estão investigando a possibilidade de que uma estação de radar sob controle Houthi no Iêmen poderia ter “pintado” o USS Mason, algo que teria ajudado os combatentes Houthi a passar as coordenadas para um ataque, disseram as fontes.

COMUNICADO DO PENTÁGONO SOBRE O ATAQUE

uss-mason-pentagon-statement

map_of_bab-el-mandeb

FONTE: Reuters

Subscribe
Notify of
guest
73 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
ney
ney
4 anos atrás

Lugar de americano é nos estados unidos e não invadindo os países dos outros.

Leandro Costa
Leandro Costa
4 anos atrás

É… vai pro ventilador.

Leandro Costa
Leandro Costa
4 anos atrás

Ney, qual parte de ‘águas internacionais’ você não entendeu?

Juarez
Juarez
4 anos atrás

Prevejo que vai chover forte no Yemen e não serão gotas e chuva…
Falhou de novo, dois a zero para o Aegis.

G abraço

Topol
4 anos atrás

Desculpa para arranjar mais uma guerrinha.. mas são covardes mesmo, só sabem empurrar bêbados da ribanceira, estão em conluio com a Arábia Saudita, o pais que mais financia terroristas depois deles. O pior é que aposto que a mídia dentre em breve começará a chamra os houthis de “terroristas”, ê mundinho hipócrita que nó vivemos, pelamordedeus…

Matheus
Matheus
4 anos atrás

2X0 pro AEGIS Sds!!

Gustavo Borges
4 anos atrás

Mas que porcaria de míssil. Só serve para atacar navios sem proteção e olhe lá.

Mauricio R.
4 anos atrás

A Síria também é o país dos outros.

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
4 anos atrás

ney 12 de outubro de 2016 at 16:53
Americano não invade país de ninguém. Quem gostava disso era a Alemanha nazista, a antiga União Soviética, a Rússia dos Czares, a França de Napoleão, os Francos, os Bárbaros, os Hunos, os Vândalos, os Godos, o Império Romano, os Persas et cetera.
Agora, se você acha que a Califórnia foi invadida, que dirá o nosso Acre.

Save Ferris!

Miguel
Miguel
4 anos atrás

Mais um blefe criado pelos EUA para justificar ataques…..

Juarez
Juarez
4 anos atrás

Alô, alô, iluminados da MB, por gentileza solicitar ao serviços reservados repassar aos “gorditchos do almirantado” os resultados, para que não teimem quando tivermos di din novamente em comprar “prujetu”, sistemas eurobambiláticos faz de conta,ou plug and pay Russos.

G abraço

PS Fiquei sabendo que o comandante do Mason mandou uma mensagens aos Houtis que na próxima vai dar uma luzinha de 20Km para eles, só vai ligar o Aegis depois que o míssil percorrer essa distância.

Mauricio R.
4 anos atrás

É o navio militar americano que está sendo atacado, por manter o direito de livre passagem, que os Houthis violaram ao atacarem um navio dos UAE.

Juarez
Juarez
4 anos atrás

E tinha expert em “difesa” alardeando aos quatro ventos que com a instalação de de sistemas Ônix, Yakhont e não sei mais o que na Criméia, a Rússia estaria fechando o mar Negro.
Vão ter que mudar a estratégia……

G abraço

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
4 anos atrás

Esqueci dos que mais gostam. Os Khan da vida kkkk —- Mel dels, alguém mais tem dúvidas de que o Irã é um estado que apoia o terrorismo pelo mundo? hezbolah, Síria, houthi….. — Se o Brasil tivesse só 10% do poder e importância dos EUA e os houthi disparassem um míssil iraniano em um contra-torpedeiro de nossa marinha, não seriam os houthi o nosso alvo, mas Teerã; Alguém duvida disso? Estaríamos todos aqui pedindo por sangue iraniano. Agora, vai os EUA fazer isso…..o que mais tem é gente rancorosa e invejosa nesse mundo amigo. Os cara nem sabe o… Read more »

Dalton
4 anos atrás

Os danos causados ao “Swift” mostram que algo sério está ocorrendo por lá e embora bem mais da metade da população dos EUA segundo pesquisas, queira que o governo pare de apoiar à
Arábia Saudita as coisas não são tão simples e não é apenas o petróleo que está em jogo e sim um possível vácuo de poder que poderia ser criado com o abandono pelos EUA do seu aliado de décadas.
.
Criticar é sempre fácil…mas…nós não temos a menor ideia dos direitos e deveres de uma
“super potência”.

Bardini
4 anos atrás

Uma coisa é certa, não é com duas conversas que esse bicho ai vai pro fundo do mar, nem aquele irmão do Ceará.
.
Será que não vão mandar um amontoado de lanchas para testar as armas Laser que estão no USS Ponce?

João Bosco
João Bosco
4 anos atrás

Esses muçulmanos são meio que malucos… Não podem ver um navio de bandeira do Tio Sam navegando no Golfo Pérsico que querem lançar algum míssil barato neles. Depois reclamam quando eles resolvem entrar na brincadeira e soltam uma bombas na cabeça deles.

Felipe Silva
4 anos atrás

Bardini 12 de outubro de 2016 at 17:36
É a oportunidade perfeita. Não foi à toa que colocaram o sistema num navio que opera nessa região. Agora, creio que não depositarão todas as fichas no novato. Enquanto mísseis RAM e os Hellfire dos Seahawk estiverem em ação pegando no pesado, o Laser terá a chance de mostrar do que ele é capaz no conflito real.

donitz123
4 anos atrás

O SOCOM já opera no Iêmen desde os tempos do ditador Saleh e conduzia operações por lá. Podem ter certeza que já estão reunindo informações para neutralizar a ameaça.

junior
4 anos atrás

Topol – Hipócrita é você, quer dizer que as milícias financiadas pelo Irã não são terroristas mas as financiadas pela Arábia são? Os dois países são ditaduras islâmicas e fazem coisas como executar mulher e gays por apedrejamento.

Dalton
4 anos atrás

Bardini… só um detalhe…o USS Ponce não é mais considerado um LPD , ou navio doca de transporte anfíbio, ele foi convertido em “AFSB(I)” Afloat Forward Staging Base (Interim), anos atrás .algo como Base avançada interina, já que ele será descomissionado no próximo ano e a US Navy já tem um outro tipo de navio que irá ocupar seu lugar junto à V Frota. . Conforme foi divulgado a arma a lazer seria empregada durante cerca de um ano apenas e depois retirada…não acredito que o USS Ponce esteja portanto equipado com ela no momento. . Não que faça muita… Read more »

Bardini
4 anos atrás

Sempre pensei que eram navios irmãos.
Pelo menos pela aparência
.
O Ponce estava em exposição em algum lugar/feira recentemente e, a arma laser estava em exposição.
.
De qualquer forma, é sempre bom ser corrigido.

Bardini
4 anos atrás

Achei: DIMDEX 2016

_RR_
_RR_
4 anos atrás

Topol ( 12 de outubro de 2016 at 17:12 );
.
“…mas são covardes mesmo, só sabem empurrar bêbados da ribanceira…”
.
Não me consta que os russos, ou qualquer um, tenha feito nada muito diferente nos últimos 70 anos…

Topol
4 anos atrás

junior No Iêmen? AS MILÍCIAS ??? que milícias meu caro? que eu saiba o Irã apóia os Houthis xiitas que tomaram o poder do país das mão de um governo que andava de mãos dadas com um grupo terrorista chamado Al Qaeda e com uma Arábia Saudita de direcionamento religioso oposto (sunita) que queria exterminá-los até a última criança… já ouviu falar na Al Qaeda Junior? já né… pois é … é esse mesmo grupo que os EUA “odeiam” e que “combateram” no Afeganistão e no Iraque , mas aqui no Iêmen são vistos como bons moços… na verdade eles… Read more »

Topol
4 anos atrás

RR, não repare meus modos ! rsrsrsss você está parecendo o Deagol, comente o tópico e não os comentários… mas fique a vontade… you is my brother.

Aldo Ghisolfi
4 anos atrás

Não seria melhor ‘you ARE my brother’?

Leandro Costa
Leandro Costa
4 anos atrás

Topol dando faniquitos porque descobriu que o Sistema Internacional é anárquico e regido por realismo político? Chocante!

camargoer"
4 anos atrás

Olá a todos. A hipótese do pentágono divulgar esses ataques para justificar um atáque ao Yemen em uma período pre-eleitoral é verossímil. Acredito que os ataques ocorreram e que provavelmente isso seja muito comum naquela região. Aliás, acho que devem ocorrer muitos incidentes parecidos nos quais os navios não são atingidos e a USN não divulga. Agora, a divulgação de dois “ataques” que não causaram dano ao navio americano a menos de um mês da eleição, pode não ser apenas coincidência.

donitz123
4 anos atrás

Deixo uma dica de leitura. Fala sobre outros países mas fala bastante sobre o Iêmen.
Dirty Wars: The World Is A Battlefield: Jeremy Scahill

junior
4 anos atrás

Topol – Mais hipocrisia! Já vi alguns puxa sacos da Rússia e Assad tratando os Curdos como terroristas porque pretendem pegar território da Síria, os Curdos tentarem retomar seu território é terrorismo mas os Houthis pegando do Iêmen não é, dois pesos e duas medidas. E os Houthis não tomaram o Iêmen, o país está em guerra civil que nem a Síria.

Jacinto Fernandes
Jacinto Fernandes
4 anos atrás

Topol, não existe “etnia houthi”; e nem ela tem 1000 anos. Não sei de onde você tirou essa informação, nem os próprios Houthis afirmam isso. Aliás, os “houthis” não se reconhecem como “houthis”; porque “houthi” é apenas o nome de uma das (muitas) tribos em rebelião. Eles se chamam de “apoiadores de Alá”. Mas a questão envolvendo os houthi é preponderantemente religiosa, e como no islamismo não há distinção entre religião e política, também política. Os houthis, que são xiitas acusavam (com razão) de receber tratamento discriminatório do governo sunita. No fundo a situação no Iemen não é diferente da… Read more »

junior
4 anos atrás

Jacinto Fernandes – Comentário perfeito, além de hipocrisia teve muita mentira que esse “Topol” escreveu!

Ivan da Silveiraa
Ivan da Silveiraa
4 anos atrás

Boa noite Lá vem o Topol com sua a lógica imparcial kkkk Olha a hipocrisia: 1 – Leitura sobre o Iêmen: milícia houthi financiada pelo Irã (ditadura disfarçada) NÃO SÃO terroristas (deram golpe de estado em um país presidencialista, que naquele momento havia marcado eleições para 90 dias). esse grupo terrorista está apenas querendo mudar o “status quo” do Iêmen. 2 – Leitura sobre a Síria: grupos financiados pela Árabia Saudita (e outros) contra o ditador Bashar al-assad que governa desde 1971 SÃO terroristas. Os grupos locais, povo, não tem legitimidade de mudar o “status quo”. 3 – Leitura dele:… Read more »

Topol
4 anos atrás

junior 12 de outubro de 2016 at 19:05 Não sei de que puxa sacos você está falando, se eu estou discutindo com você só posso te repreender pelas asneiras que você mesmo falou não pelas que outros aqui falam… curdos não são terroristas, EU nunca taxei curdos de terroristas e te desafio a provar o contrário… No mais é só isso? me chama de hipócrita duas vezes nem tem argumento para se segurar e ainda vem se apoiando no que o Jacinto escreveu, a junior faça-me o favor…releia meu comentario lá em cima tudo de novo veja se consegue algo… Read more »

Topol
4 anos atrás

Olá Leandro, até hoje você me pareceu um cara sensato… eu não estou descobrindo nada, só estou abrindo os olhos de uns e outros aí… boa noite.

Topol
4 anos atrás

Jacinto Fernandes… Eis aqui um cara que até agora tenho admirado, sabe discutir, tem ideias, é inteligente… parabéns amigo… minha informação está disponível a qualquer um, basta saber que Houthis pertencem à Zaidi ramo do Islã , também conhecido como Fivers, uma seita do Islã quase exclusivamente presente no Iêmen… Os Zaydis compõem cerca de 45 por cento da população, sunitas de 53 por cento, e também existem pequenas minorias de outros grupos xiitas – as comunidades ismaelitas e Twelver. Al-Houthi Zaydis são estimados em cerca de 30 por cento da população, de acordo com Hassan Zaid, secretário-geral do partido… Read more »

JPC3/Deagol
JPC3/Deagol
4 anos atrás

“””rsrsrsss você está parecendo o Deagol, comente o tópico e não os comentários… “””

Aí você pode ficar livre para fazer qualquer afirmação sem evidência ou provas, não é?

Juarez
Juarez
4 anos atrás

Amigos Jacinto, Leandro e Junior, permitam uma sugestão deste velho graxeiro:

Não discutam com pombos, e ainda por cima pombos dos Urais, é perda de tempo, eles vão chutar, cag…e acusar vocês daquilo que eles são, e fazem.
Deletem….

G abraço

Topol
4 anos atrás

Ivan Já conversamos bastante no outro tópico, apesar das opiniões bem conflitantes e um pouco de sarcasmo não me faltou com o respeito portanto minha retribuição para com você será idem… O povo da etnia Houthi não é terrorista, são uma minoria que vinha sendo caçada dentro de seu próprio país que tinha um governo entrelaçado com os falcões wahabitas sunitas desgraçados da Arábia saudita que planejavam empurrá-los até o Mar… eles lançaram sim uma revolução, não tenho nada contra revoluções desde que sejam internas, assuntos dentro do próprio país com seu próprio povo, diferente do que ocorre na Síria…… Read more »

Topol
4 anos atrás

Juarez isso é sinal de fraqueza… discutir é aprender, há uma diferença enorme entre discutir e brigar, coisa que você com essa sua cabecinha não consegue entender, tem que agredir os outros… não dirigi a palavra a sua pessoa, você fica dodói por pura birra ideológica e depois convoca outros a me virarem as costas? se não quiser discutir só leia, para que perder tempo escrevendo um comentario que não serve para nada… voces não se orgulham de discutir em alto nível… pois é, só a metade da galera age assim a outra metade quer fazer panelinha e brincar de… Read more »

Topol
4 anos atrás

Ivan o seu ficou preso na casa do cachorro

Luciano
Luciano
4 anos atrás

Há drones norte-americanos na região?

Juarez
Juarez
4 anos atrás

Provavelmente.

G abraço

Professor
Professor
4 anos atrás

Reinaldo Deprera 12 de outubro de 2016 at 17:17
ney 12 de outubro de 2016 at 16:53

Agora, se você acha que a Califórnia foi invadida, que dirá o nosso Acre.
.
O Brasil pagou pelo Acre. A Bolívia abria mão do Acre em troca de territórios brasileiros do Estado de Mato Grosso mais a importância de 2 milhões de libras esterlinas e a construção da ferrovia Madeira-Mamoré.
Parabéns à diplomacia brasileira, comandada pelo Barão do Rio Branco, que evitou o derramamento de sangue nessa questão.

MO
MO
Reply to  Professor
4 anos atrás

Acre ??, o Acre não ecziste … fica na 4a dimensão … kkkkk

Tiene trueco para Diez pesos … kkkk

MO
MO
Reply to  Professor
4 anos atrás

Acre ??, o Acre não ecziste … fica na 4a dimensão … kkkkk

Topol
4 anos atrás

Eles tem uma base enorme de drones no Djbouti… de vários tipos

http://www.cavok.com.br/blog/wp-content/uploads/2015/10/Chabelley_2013.October-1000×802.jpg

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
4 anos atrás

1) Li tudo ai pra riba, concordo com 90% do que foi afirmado pelos 90% dos colegas (rs). Juarez, Dalton, Felipe Silva, Junior, Jacinto, Bardini, Silveiraa, Reinaldo, João Bosco …… 2) Discordo de algumas afirmações sobre o tema/tópico, de outra afirmação “comente o tema, não os comentários”, aqui é um fórum de debates sim, inclusive incentivado pelos Editores e considero uma ótima atitude. 3) Estudar mais, salutar ! Rambo 3 ? (Vixi rs). ————————————- 4) Aos Âmis, j á encheram o çaco esses caras do Y, vai e passa a régua, estão vacilando ! Âmis lembre-se: Gal Norman Schwarzkopf, aqui… Read more »

Felipe Silva
4 anos atrás

Carlos Alberto Soares-Israel 12 de outubro de 2016 at 21:55
Também não é tão simples assim. Veja esse artigo postado pelo Donitz. Quase todas as forças regulares locais se uniram aos houthi. Tem cerca de 200k cabeças a serem abatidas. Não é moleza enviar dezenas de milhares de tropas pra combater os terroristas no exterior. Creio que caso ocorra o envolvimento direto dos EUA (Se for o caso), a situação simplifique pro lado saudita.

Aki vrx (Shandow)
Aki vrx (Shandow)
4 anos atrás

https://livedoor.blogimg.jp/ma2221/imgs/7/2/72ea6797.jpg
Agora estou entendendo o porque dos japoneses mandarem escoltas da classe Murasame e Akizuki para operar no golfo de Aden a partir de Djibouti, nas patrulhas anti-pirataria eu não entendia porque era necessário uma escolta deste tipo ir operar nesta região contra piratas…
Pelo jeito as ameaças se tornaram maiores, ate pouco tempo atrás eles mandavam apenas escoltas mais velhas irem operar na região, agora estão mandando escoltas mais novas.
https://www.youtube.com/watch?v=mWNEUMQs3jg
Nesta região opera navios americanos,chineses,italianos,franceses e japoneses escoltando comboios de navios mercantes.