sábado, maio 15, 2021

Saab Naval

Coreia do Sul lança oitavo submarino Type 214

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

south-korea-names-eighth-kss-ii-submarine-lee-beom-seok

O fabricante sul-coreano Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering (DSME) lançou mais um submarino KSS-2 (Type 214) de propulsão diesel-elétrica e independente do ar da Marinha da República da Coreia (RoKN), anunciou a empresa em 8 de novembro.

O Lee Beom-seok de 1.800 toneladas foi lançado no estaleiro da DSME na Ilha Geojedo. O submarino é batizado em homenagem ao general que lutou contra o Japão na colonização da Península Coreana (1910-1945 ) e depois serviu como primeiro-ministro sul-coreano e ministro da Defesa.

O submarino é o terceiro da sua classe construído pela DSME. Outra empresa sul-coreana, a Hyundai Heavy Industries (HHI), lançou os outros cinco submarinos KSS-2 e atualmente está trabalhando no nono submarino da RoKN.

A classe KSS-2 tem um comprimento total de 65 m, boca total de 6,3 m e um calado de casco de 6 m.

O submarino é propulsado por dois motores diesel MTU e células de combustível Siemens de membrana eletrolítica polímera que lhe permitem permanecer submerso por até duas semanas de cada vez, sem precisar usar o esnorquel para recarregar as baterias.

O submarino pode transportar uma tripulação de 40 militares, atingir profundidades de até 400 m e tem uma velocidade máxima debaixo d’água de 20 nós e 12 nós quando na superfície. Ele está equipado com sistemas de sonar montados na proa, flanco e rebocado.

Os KSS-2 podem lançar as minas navais e têm oito tubos de 533 mm para lançar armas como o torpedo pesado Baek Sang Eo (tubarão branco), torpedo pesado de guerra anti-submarino, mísseis anti-navio Harpoon e mísseis de ataque terrestre.

O Lee Beom-seok está programado para ser transferido para a RoKN no primeiro semestre de 2018, disse a empresa, e deverá ser incorporado antes do final desse ano, após testes de avaliação e aceitação.

Um total de nove submarinos KSS-2s devem estar em serviço com a RoKN até 2019. Eles devem ser acompanhados a partir de 2020 por até nove submarinos de 3.000 toneladas KSS-3.

A Coreia do Sul também opera 9 submarinos da classe “Chang Bogo”, Type 209/1200, que deverão receber também uma nova seção no casco com sistema de propulsão AIP.

- Advertisement -

70 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
70 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
_RJ_

AIP nos 209? Isso não nos dá nenhuma idéia?

Lewandowski

Força submarina de respeito também.
.
Sou fã do 214. Pena que o Brasil preferiu o francês.
.
Sds

Tamandaré

São 9 submarinos da classe “Chang Bogo”, Type 209/1200, mais 9 do modelo KSS-2s (entregas finalizando até 2019) e ainda outros 9 KSS-3. Caramba!!! Serão 27 submarinos. É isso mesmo produção?? Ou esses de 3.000 TON devem entrar para substituir os mais antigos que darão baixa?

Dalton

Tamandaré…
.
como o submarino mais antigo foi comissionado em 1993 especula-se que ele deverá ser retirado de serviço antes do primeiro KSS-3 entrar em serviço, após 2023…pelo que já li o desejo da marinha sul coreana é manter uma força permanentemente de 18 submarinos, praticamente o
mesmo número de submarinos almejado pela marinha japonesa…18/20 + 2 treinamento =
20/22.
.
abraços

Fresney

Os nossos futuros Scorpen usarão esnorquel para recarregar as baterias?? Qual será a autonomia dos nossos mergulhados usando as baterias elétricas???? Achei esses coreanos 02 semanas de autonomia muito!!!!!!

Carlos Alberto Soares - Israel

“Lewandowski 26 de novembro de 2016 at 7:16
Força submarina de respeito também.
.
Sou fã do 214. Pena que o Brasil preferiu o francês.”
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Que nada, foi “bola” me$mo e da$ gigante$sca$, muita comi$$ão ou será come$$ão ?

Carlos Alberto Soares - Israel

QPQ, puta inveja, esses Koreas são bons mesmo muito bons.
Pé nos chão, sem reinventar a roda etc etc etc ….
Por aqui tem que ser Nuc, aquelas b….. francesas, deixa pra lá vai …..
MB falida etc etc etc
Imaginem Itaguaí com uma base e/ou um AMRJ retrofitado pelos chucrutes e nós “fabricando”/montando 209/214 AIP etc etc etc
“A la” Dolphin …..
“…. torpedo pesado de guerra anti-submarino, mísseis anti-navio Harpoon e mísseis de ataque terrestre.”
Não aguento, puta inveja ….
Isso sim é planejamento, os Koreas merecem aplausos.
_____________________

http://www.globalsecurity.org/wmd/world/israel/dolphin.htm

Carlos Alberto Soares - Israel
Bardini

O Brasil compra submarinos franceses.
O Brasil não mantém os pagamentos pelos submarinos franceses.
O Brasil não recebe submarinos franceses
.
Os coreanos compram submarinos alemães.
Os coreanos mantém os pagamentos pelos submarinos alemães.
Os coreanos recebem submarinos alemães.
.
Conclusão: Os submarinos franceses são uma merd@.

John Paul Jones

Que inveja da competência desses chineses …..

Começaram o programa deles na decada de 80 junto com os nossos Classe Tupi construindo 209, nós tinhamos o projeto dos SNAC 1 e SNAC 2 e não levamos para frente na decada de 90, eles continuaram e agora estão concorrendo com a TKMS e exportando submarinos ….

Somos muito incompetentes …., daqui a 10 anos estaremos parados de novo sem fazer nada.

Somos um lixo infelizmente ….

Space Jockey

E nós ? Podemos nos comparar com a Koreia do Sul ? Ou tbm não pode ?

Carlos Alberto Soares

Comentário preso.
Começou, de novo.

Tamandaré

Então é como eu suspeitava Sr. Dalton. rsrsrs
.
Grato pela resposta

Ádson

Fresney, hoje todos subs utilizam snorkel para recarregar as baterias, foi um grande avanço introduzido pelos alemães no final da segunda guerra. É enormemente mais discreto do que emergir, porém, hoje à detecção mesmo que só do discreto snorkel é bem mais fácil. Por isso se desenvolveram sistemas que dão autonomia aos subs sem necessidade do ar da superfície, como exemplo esse sistema de células de combustível da Siemens que dá 14 dias de autonomia, ou o sistema MESMA dos Scorpene que dá 21 dias de autonomia.

Leandro Costa

É, comparar a Coréia do Sul com o Brasil, na minha opinião seria como comparar um elefante com uma formiga. Simplesmente não faz sentido.

IOCA

Space Jockey 26 de novembro de 2016 at 13:02 E nós ? Podemos nos comparar com a Koreia do Sul ? Ou tbm não pode ? . hahahahaha BiNGO Space Jockey! BIngoooo! —x— Bardini 26 de novembro de 2016 at 12:33 . Bardini a CULPA é do RAFALE, naturalmente… —x— Avaliação do caráter de uma Nação: . Adivinhe o que NÃO é o que NÃO é: . Tudo é culpa dos outros + é “proibido” criticar mesmo construtivamente o próprio (só o dos outros é uma jaca, é uma droga, é “xing-ling”) + é “proibido” comparar (afinal você será um… Read more »

OICA

Leandro Costa 26 de novembro de 2016 at 13:31
.
Concordo com o colega! Afinal o Brasil como elefante esmagaria a formiga coreana… (SIC);
.
Agora sério: o colega não “sacou” o “espírito” intrínseco no comentário do Space Jockey 26 de novembro de 2016 at 13:02; por isso que a LETRA MATA e o espírito vivifica!

OICA

Space Jockey 26 de novembro de 2016 at 13:02 E nós ? Podemos nos comparar com a Koreia do Sul ? Ou tbm não pode ? . hahahahaha BiNGO Space Jockey! BIngoooo! —x— Bardini 26 de novembro de 2016 at 12:33 . Bardini a CULPA é do RAFALE, naturalmente… —x— Avaliação do caráter de uma Nação: . Adivinhe o que NÃO é o que NÃO é: . Tudo é culpa dos outros + é “proibido” criticar mesmo que construtivamente o próprio (só o dos outros é uma jaca, é uma droga, é “xing-ling”) + é “proibido” comparar (afinal você será… Read more »

Ádson

É pra acabar mesmo.

Fábio Mayer

Até os anos 70, a Coréia do Sul era um país MISERÁVEL. Mas investiu em educação sem ideologia, em inteligência, em mérito, em ajudar quem queria se ajudar, em honestidade e em trabalho. Virou uma potência. Hoje, lá, o povo está nas ruas exigindo a renúncia da presidente porque ela SUPOSTAMENTE ajudou uma amiga em um negócio público. No início dos anos 70 o Brasil era considerado o próximo milagre econômico…

Joao Moita Jr

Oo seja, a situação simplesmente virou ao reverso. Hoje eles são o milagre econômico, e o miseravel é o Brasil.

Ivany Junior

Vamos lançar um filme: como comprar o pior sub-diesel-AIP do mercado, pelo preço mais caro e ainda por cima sem AIP. Um bilhãozinho de euros a unidade, meus amigos. É pra aplaudir de pé!
.
Não vou entrar em detalhes do porque classifico o scorpene tão letal quanto excremento boiando na água (o excremento pode ser mais perigoso, já que transmite doenças), mas aí está uma gestão de verdade, de uma marinha de verdade, de um país de verdade, que tem a costa mais ou menos do tamanho da baiana.
.
Saudações.

Ivany Junior

Sobre o U-214, tem matéria aqui no naval. Bateu o recorde mundial de endurance sem snorkel para um submarino não nuclear (o recorde anterior era de um U-212 da marinha alemã). Apenas 18 dias. 😉

Carlos Alberto Soares-Israel

Ivany Junior
Onde assino ?

Carlos Alberto Soares-Israel

Comentário retido.

Space Jockey

Só por curiosidade, que Marinha seria o elefante ?

José Carlos David

Choremos.

Matheus de Oliveira

O Brasil só vai para frente em assuntos de defesa quando separar Estado de Governo/Política Banânia, enquanto ficarmos refém de conchavos políticos nosso país nunca caminhará com as próprias pernas! No atual momento, acredito que, apenas uma Monarquia Parlamentarista Constitucional pode trazer a glória e dignidade quem tanto queremos para o Brasil! Separa-se os assuntos de defesa para o Imperador, que logicamente, serão tratados como políticas de Estado, dos assuntos de Governo de responsabilidade o Primeiro Ministro como por exemplo: saúde, educação segurança publica e etc…! Aliás, eu me pergunto oque o Brasil fez para merecer tanto desaforo, queremos ser… Read more »

sergio ribamar ferreira

Boa noite a todos. Concordo com todos os comentaristas indignados com a real situação de nossa MB frente aos outros países. De 1984 para cá só decadência. atualmente acentuado analfabetismo funcional mais corrupção(sempre aumentando), ganância mais incompetência mais esquerdismo e traição à Pátria(sempre dinheiro e poder). Triste decadência…..Deus abençoe a todos.

Carlos Alberto Soares - Israel

A NZ vai disponibilizar a partir de 2017 quatro Naus Patrulha de 340 Ton com menos de dez anos de mar, modernos.
Será ? Boa oportunidade ?

kfir

Quanto custou o sub?

Ivany Junior

Kfir . Segundo a Wikipedia em inglês, o U-214 custou nesse contrato 330 milhões de dólares, e, os últimos vendidos saíram a menos de 500 milhões de dólares a unidade. O insubmersível brasileiro custou um bilhão de euros a unidade sem o sistema AIP. . Adson . Desafio você a encontrar na internet algum registro de endurance do MESMA com duração, ao menos, de uma semana. Procura ali em cima, na busca, aqui no naval mesmo. Por outro lado, pesquise sobre o insubmersível da Malásia. Existem informações que de 2009 pra cá, os scorpenis malaios ainda não conseguiram mergulhar, e,… Read more »

Leandro Costa

Qual Marinha é o elefante? Nenhuma. Foi apenas um exemplo de comparação díspare. Digo que não podemos nos comparar à Coréia por alguns motivos simples. . Qual a História Sul-Coreana, como é sua economia, e qual sua posição geográfica/geopolítica e qual suas necessidades de Defesa? Totalmente diferentes daquelas do Brasil. . Isso não significa que estou dando aval à atual situação Brasileira, claro. O Brasil teve oportunidade de fazer tudo certo, sem qualquer tipo de pressa em termos de necessidades urgentes de Defesa e não o fez. Muito disso é a falta de um inimigo batendo às portas e infelizmente… Read more »

Dalton

Ivany…
.
o link abaixo é apenas um de vários que encontrei sobre a normalidade dos submarinos malaios inclusive quanto a submergir…houveram problemas depois da longa viagem que os submarinos precisaram fazer a partir da França, jornada feita debaixo da água, mas, foram
corrigidos.
.
http://www.therakyatpost.com/news/2016/04/03/malaysian-submariners-have-far-surpassed-global-underwater-average/
.
abraços

Dalton

Só lembrando que a Coreia do Sul tecnicamente continua em guerra com a Coreia do Norte e os EUA apesar de terem diminuído substancialmente suas forças ainda mantém quase 30000 militares e seus familiares o que não deixa de ser uma forma de dissuasão, fora os inúmeros exercícios, incluindo navais que são executados. . Além de uma ameaça real, Coreia do Norte, uma certa intimidação por parte da China, que não vê com bons olhos uma mesmo hipotética reunificação, uma rejeição ao Japão que é o mais importante aliado dos EUA na região, justamente à aliança militar com os EUA,… Read more »

Leandro Costa

Acho que tal acusação, de que a Coréia do Sul estaria enfatizando demais o aumento de sua Marinha em detrimento das outras forças é injusto. Não sou especialista em Coréia, mas pelo que vejo o Exército Sul-Coreano é moderno, bem equipado, bem treinado, inclusive dotado de equipamentos desenvolvidos e construídos localmente, inclusive com MBT’s de fabricação Sul-Coreana, sendo ainda uma força com bastante mobilidade e, salvo engano, com mais de 200 encomendas do KUH-1, o primeiro helicóptero desenvolvido e fabricado localmente. . Ao mesmo tempo, a ROKAF é muito boa, seguindo pelas mesmas linhas do Exército, aeronaves modernas, que recebem… Read more »

Andromeda1016

A Coréia do sul tem conflitos marítimos com seus vizinhos principalmente o Japão. Há alguns anos atrás quando não tinha força naval de respeito teve de ceder várias concessões ao Japão quando teve de negociar  diversos acordos sobre exploração de recursos naturais navais com este país. Pelas leis internacionais a Coréia tem direito a uma extensão de território naval que possui grandes recursos naturais contudo o Japão contestou esses direitos no passado e para evitar confrontação naval a Coréia permitiu que o Japão explorasse esses recursos  por um tempo limitado. Sem essas concessões o Japão poderia ter usado a força… Read more »

Agnelo Moreira

Boa noite senhores
2 Sub nas Malvinas mobilizaram todo esforço ASW inglês.
Nossos 5 Sub devem dar muito trabalho. Lembro de quando eu estava na escola ainda, quando saiu na Veja, se não me engano, quando um Sub nosso “afundou” um NAe da OTAN. Acho q era o Espanhol. Alguém confirma?
Agora, q 18, como a Coreia do Sul tem, seria impecável, seria.
Espero q a reestruturação das nossas FFAA em estudo nos bote em bons trilhos! A FAB já começou.

MO

Linked Seas 1997, NAe Principe de Asturias. S Timbira … “La casa cayo para ustedes”, mas o fatp nao é pegar o “pato” (O NAe) e sim burlar a escolta da Otan

Space Jockey

O MO pode lhe deixar mais esclarecido em detalhes Agnelo, mas era o “Principe de Asturias” eu acho. NO Linked seas exercicio. Li na RFA na época, na verdade ainda tenho a revista no meu rancho.

Agnelo Moreira

Obrigado, camarada

Ivany Junior

Dalton
.
Se voce acha que o negócio que foi entregue em 2009, ser teoricamente reparado em 2016 ao custo adicional de 320 milhões de euros uma coisa normal e boa, tudo bem. Eu preferiria excremento na agua, boiando, para contaminar as tripulações inimigas.
Saudações.

Carlos Alberto Soares - Israel
Alovrx

Cheguei atrasado, estes subs 214 da Coreia do Sul sao um lixo, as baterias pegam fogo, a hélice foi encontrado mais de 100 rachaduras, o sub somente mergulha por 4 dias, a propulsão tem problemas de vibração e emitem 40 decibéis acima do que foi planejado, 2 subs da classe 214 deles pegaram fogo devido a explosões no tanque de armazenamento de hidrogeno. de todos os produzidos apenas 2 unidades estao operacionais com varias restrições…… A classe 209 deles foi parcialmente produzida localmente muitas partes eram importadas da Alemanha a classe 214 deles eles quiseram nacionalizar tudo, dai os problemas… Read more »

Dalton

Ivany… . que houveram problemas não há dúvida, aliás, impressiona a quantidade de notícias ruins seja por falha mecânica, seja por falha da tripulação, que enchem os noticiários sobre navios/submarinos, só achei exagerado seu comentário que os submarinos malaios de procedência francesa não poderiam mergulhar. . Depende muito da fonte que lemos e/ou optamos por acreditar…há quem diga que há muito exagero no que foi publicado sobre os problemas dos submarinos malaios e chilenos…também os problemas dos “214s” gregos e sul coreanos como os comentados pelo Alovrx acima receberam muita atenção da mídia também. . Pessoalmente acredito que ambos os… Read more »

Carlos Alberto Soares - Israel

Alovrx 28 de novembro de 2016 at 5:35
Link com os fatos, é o mínimo.

Carlos Alberto Soares - Israel

Ué:
1) Os Alemães largaram tudo nas mãos dos Koreas, tudo mesmo ?
Sem supervisão etc etc.
2) Qual País produz o ciclo de fabricação/manufatura completa de Sub’s ?
Tudo mesmo ?
Talvez o Urso ? USA ?
_________________

Dalton, help.

Carlos Alberto Soares - Israel

Como ficou aquele probleminha das pecinhas Made in USA do Francélico-BR ?

Carlos Alberto Soares - Israel

Procurei o lixo Korea no PN, não encontrei.
http://www.naval.com.br/blog/2008/06/09/coreia-do-sul-lanca-mais-um-ikl-214/#comments
________________________

Alovrx 28 de novembro de 2016 at 5:35
Pode me indicar os problemas dos Sub’s Alemães Dolphin ?
Os do Tio Jacob é lógico.

Dalton

Carlos… . aparentemente o maior problema dos submarinos alemães construídos na Coreia do Sul foram devido à um péssimo controle de qualidade e peças defeituosas fabricadas lá…submarinos alemães seriam um pouco mais “chatos” de se construir exigindo uma maior perfeição de seus componentes, mas, note que mesmo os EUA sofrem com isso também. . Por exemplo: o USS Minnesota, classe “Virginia” comissionado em setembro de 2013, amargou mais de 2 anos em sua manutenção pós comissionamento devido a peças defeituosas…só recentemente indo para o mar e aparentemente os 2 submarinos subsequentes suspeitos de estarem com o mesmo problema não apresentaram… Read more »

- Publicidade -

Reportagens especiais

Visitamos o USS Clamagore (SS-343), submarino Guppy III

Em nossa visita ao Patriots Point em Charleston, South Carolina, também fomos a bordo do submarino museu USS Clamagore, classe “Guppy III”....
- Advertisement -