sexta-feira, março 5, 2021

Saab Naval

EUA vão exportar radar Sea Giraffe AMB da Saab

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Radar Sea Giraffe AMB da Saab
Radar Sea Giraffe AMB da Saab

A Saab fornecerá o sistema de radar naval Sea Giraffe AMB à Marinha dos EUA (USN) para um acordo de Vendas Militares Estrangeiras (FMS – Foreign Military Sales) entre os EUA e as Filipinas.

O Sea Giraffe AMB (designado como AN/SPS-77 pela USN) será instalado em duas fragatas da Marinha das Filipinas: BRP Gregorio del Pilar (FF-15) e BRP Ramon Alcaraz (FF-16), ambos ex-cutters classe “Hamilton” da US Coast Guard (USCG). A venda também inclui o 9LV da Saab para controle de radar e exibição para melhor consciência situacional.

“Com o Sea Giraffe AMB atualmente parte de três programas separados da Marinha dos EUA, este contrato fortalece ainda mais a posição da Saab como um fornecedor confiável para a Marinha dos EUA. Estamos orgulhosos de que nosso radar naval atenda aos padrões e necessidades da USN”, afirma Anders Carp, chefe de área de negócios da Saab Surveillance.

O Sea Giraffe AMB oferece vigilância aérea e de superfície em 3D, multi-funções e médio alcance.

A Saab atende o mercado global com produtos, serviços e soluções líderes mundiais em defesa militar e segurança civil. A Saab tem operações e funcionários em todos os continentes do mundo. Através de um pensamento inovador, colaborativo e pragmático, a Saab desenvolve, adota e aprimora novas tecnologias para atender às necessidades de mudança dos clientes.

BRP Gregorio del Pilar
BRP Gregorio del Pilar

FONTE: Saab

- Advertisement -

6 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Walfrido Strobel

Bem que dizem que o lixo de uns é o luxo dos outros, estas 12 Hamilton class da USCG foram construidas a partir de 1965 e estão todas operacionais, 4 ainda nos EUA e as outras 8 foram doadas, estão 2 em Bangladesh, 2 na Nigéria, 3 nas Filipinas e 1 no Vietnam. E os países já estão de olho nas 4 da USCG quando forem doadas.

Gabriel

O SAAB Giraffe é o radar que guia o sistema BAMSE Sueco, seria interessantíssimo em minha opinião dispor do sistema BAMSE para proteção de instalações estratégicas como as Usinas nucleares de Angra , grandes hidrelétricas , as Bases da Marinha e etc.

Tiger 777

Enquanto as Filipinas não permitirem que os EUA, reabram suas bases, ela irá ficar a mercê da China…

Walfrido Strobel

Uma coisa bem vinda é receber apoio dos EUA como os C-130 e fuzis e munição recebidos, outra coisa é os EUA colocar tropas dentro das Filipinas.

Alex Barreto Cypriano

Esse radar deu um monte de problemas nos LCSs. É fato, o lixo de uns é o luxo de outros…

Augusto L

Eu ja li que esse radar colocado num mastro terrestre teria uma alta capacidade de fazer um tracking em misseis de cruzeiro, os misseis europeus de curta-media alcance todos estão usando esse radar. Seria bom o Brasil comprar uns para nossa defesa aérea, pq eu duvido muito que o Saber60 tenho capacidade contra alvos voando baixo e em configuração LO ( baixa observação) Ja li que os RBS 70 da versão mais nova tem como ser operados automática se forem conectados a um radar e se esse radar for o Giraffe, voce teria uma boa defesa de curto alcance ate… Read more »

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

Relembre a entrevista com um comandante de submarino da Marinha do Brasil

Há cerca de 20 anos o Poder Naval Online entrevistou, por meio do colaborador Bruno Fagundes, um comandante de...
- Advertisement -
- Advertisement -