Home Marinhas de Guerra Como é o som produzido por um torpedo lançado de submarino?

Como é o som produzido por um torpedo lançado de submarino?

17611
46

Clique no gráfico no final deste post para ouvir o som produzido por um torpedo pesado lançado de um submarino.

A gravação do disparo de torpedo por sonar passivo feita pela Marinha dos EUA inclui sons do lançamento, o fechamento da escotilha do tubo e a explosão do torpedo.

Os torpedos pesados são a principal arma dos submarinos de ataque, porque atingem os navios inimigos nas obras vivas, provocando quase sempre o afundamento do alvo, ao contrário dos mísseis antinavio, que acertam os navios acima da linha d’água.

Ao se aproximarem dos seus alvos, os torpedos podem ser detectados pelos sonares adversários, mas muitas vezes é tarde demais para o acionamento de contra medidas.

Som de torpedo na água
Clique no gráfico para ouvir o som de um torpedo na água
Subscribe
Notify of
guest
46 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
AL
AL
1 ano atrás

Top!!!! Obrigado PN!!!!

Gustavo
Gustavo
1 ano atrás

o barulho aos 10 segundos é o fechamento da escotilha e aos 25 é a explosão? Achei que o barulho da explosão fosse mais curto.
interessante!

Foxtrot
Foxtrot
1 ano atrás

Sabendo a velocidade de propagação do som em águas marinhas e a salinidade do local de disparo (pois acredito que a mesma influencie na velocidade de propagação do som), dá para se calcular a distância do impacto com o alvo.
A MB que possui uma “biblioteca” sonora pode até mesmo identificar o modelo de torpedo rsrsrs!
Vou além, se houvesse som do alvo daria para identificar-ló também.

Marcelo Bardo
Marcelo Bardo
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Show!!!

Theo Gatos
Theo Gatos
1 ano atrás

A gravação foi feita pelo submarino que disparou imagino… Ficaria tão claros sons para o alvo como da escotilha por exemplo? Depende da distância imagino…
.
Muito show post! 👏🏻
.
Sds

Fox-2
Fox-2
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

A embarcação que está sendo atacada só ouviria o som quando seria tarde de mais pra fazer algo, pois um torpedo trafegando à baixa profundidade é tão furtivo que um caça voando baixo.
O som propagaria pra o fundo do mar.

Silas
Silas
1 ano atrás

o som da morte!

LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Pior que isso era na 2ªGM, os caras dentro do submarino ouvindo os ‘pings’ do sonar dos destroyers, rezando p/ não serem detectados e depois vinham as explosões das cargas de profundidade. Essa tensão podia levar muitas horas e vários submarinos chegaram a sofrer ataques de mais de 100 cargas de profundidade. Poucos não viraram os famosos ‘ataúdes de ferro’. Independente da bandeira, temos que ter muito respeito pelo que eles passaram.

Silas
Silas
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Sinistro demais… quando ouvimos num filme é uma coisa, mas saber que é uma gravação real é outra coisa…

USS Montana
USS Montana
1 ano atrás

Se o som fosse o inverso aí que seria mais sinistro, o sonar da “vítima” gravando o torpedo vindo.

Roger
Roger
1 ano atrás

Bem como conheço do tema (pois trabalho na área), esse áudio captado por um sonar, poderia ter muito mais qualidade e sensação mais presente do impacto (de forma mais clara), se algum estúdio de cinema, ou produtora de vídeo (ao fechar contrato com a marinha do seu pais para utilização de submarinos para filmagens ou documentários), realizasse a instalação de um microfone sem fio, com transmissor de alta potência dentro do corpo do torpedo, para captação do som dele, por um receptor dentro do submarino, mas dependendo dos equipamentos eletrônicos dentro do torpedo, poderia haver interferência do transponder dentro do… Read more »

Fox-2
Fox-2
Reply to  Roger
1 ano atrás

Só pela maneira como você dizer, você não trabalho com isso nada !
Continua jogando seu videogame e para de postar lorota….

Roger
Roger
Reply to  Fox-2
1 ano atrás

Para elucidar qualquer dúvida sobre a teoria citada no comentário acima; o equipamento que citei é o mesmo utilizado pelo Laboratório de Dinâmica e Instrumentação (Ladin) da POLI na USP, podem consultar a matéria no link abaixo:
https://jornal.usp.br/ciencias/ciencias-ambientais/tecnologia-da-poli-capta-sons-no-fundo-de-rios-e-mares-para-protecao-ambiental/

JT8D
JT8D
Reply to  Roger
1 ano atrás

Nesse caso os sons são gravados em cartões de memória. Obviamente, num torpedo o cartão de memória explodiria junto com o alvo

Fox-2
Fox-2
Reply to  Roger
1 ano atrás

Mano pelo amor de e, para de falar lorota, você não sabe nem oque vc tá falando !!! Na agua as ondas de radio só propagam por algumas dezenas de metro.
Aqui mesmo no site tem uma materia sobre isso para iniciantes, ta aconcelho estudar sobre o assunto.

Delfim
Delfim
Reply to  Fox-2
1 ano atrás

Minha nossa senhora da concordância verbal, nominal e educação !

JT8D
JT8D
Reply to  Roger
1 ano atrás

Ok, e como o sinal seria transmitido entre o microfone no torpedo e o receptor? Como você trabalha na área, deve saber que ondas de rádio não se propagam na água (com exceção de frequências ultra-baixas)

Roger
Roger
Reply to  JT8D
1 ano atrás

Jt8D Vamos lá, todo microfone sem fio é acoplado em um transmissor, que pode transmitir em duas bandas na frequência de VHF ou UHF, e nele possui uma antena externa para emitir esse sinal (portadora), e do outro lado haveria um receptor (chamado de base) que receberia esse sinal. Mas isso funciona super bem numa condição de campo aberto. Dentro d’agua tudo interfere. Eu creio ser possível implementar isso, mas o alcance do transmissor até o receptor seria muito insatisfatória, pois esses transmissores de microfone sem fio trabalham com potencia menor que 0,5 watt, e isso seria muito pouco em… Read more »

JT8D
JT8D
Reply to  Roger
1 ano atrás

Resumindo, é inviável. É por isso que os torpedos são conectados aos submarinos por cabos ou são completamente autônomos, nunca tem comunicação por radiofreqúência. Mesmo motivo pelo qual submarinos usam sonares e não radares.
Sua ideia só funcionaria se o som captado pelo microfone fosse transmitido via cabo

Guizmo
Guizmo
1 ano atrás

Nos navios de superfície da MB, os reparos triplos de torpedo são anti-navio ou anti-submarino? Há diferença no armamento?

Bosco
Bosco
Reply to  Guizmo
1 ano atrás

Guismo,
São anti-submarinos!
Torpedos anti-navios só os pesados, lançados de TTs de submarinos.

Guizmo
Guizmo
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Valeu Bosco!

Delfim
Delfim
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Foi-se o tempo que destróier chegava perto para disparar torpedo.

Thomaz Alves
Thomaz Alves
1 ano atrás

Muito interessante!

Bosco
Bosco
1 ano atrás

Vale salientar que o Mk-48 é um torpedo com propulsão térmica. Os torpedos elétricos são um pouco mais silenciosos.
E também o modo de lançamento , que tem a ver com o tipo de torpedo e o tipo de tubo. Tem torpedo (elétrico) que sai do tubo por conta própria, não sendo ejetado.
Há torpedos que são ejetados, e pra isso se usa ou o método de ar comprimido ou o hidráulico.

Delfim
Delfim
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Então qual seria a vantagem da propulsão térmica ? E os torpedos que serão usados nos Scorpenes, qual sua propulsão ?

Mk48
Mk48
Reply to  Delfim
1 ano atrás

Delfim, bom dia.

O Torpedo que será usado nos Scorpenes é o F21, francês, de propulsão elétrica por duas hélices e de velocidade de 50 nós.

Delfim
Delfim
Reply to  Mk48
1 ano atrás

Tks.

gordo
gordo
1 ano atrás

Muito interessante, me bateu uma curiosidade de como seria o som de um Shkval. Torcer para os Russos um dia gravarem um disparo.

Delfim
Delfim
Reply to  gordo
1 ano atrás

Eu colocaria no torpedo um alto-falante que tocasse a gargalhada do Coringa nos segundos finais ao se aproximar do alvo. Terror puro.
https://youtu.be/ci_agxmBMao

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Delfim
1 ano atrás

Delfim, se não morressem pelo torpedo, iriam morrer de desespero. Esta foi ótima

willhorv
willhorv
1 ano atrás

Todos lembram do Caçada ao Outubro Vermelho? U571? O Barco? Maré vermelha? ….e aquele então do Sidney Poitier….O Caso Bedford….4 nucs!!!
Entre tantos os torpedos zuniram!!
Eu penso que estas situações são traumáticas, desesperadoras e aterrorizantes!
No mundo militar, quem desenvolver algo que seja eficaz em detectar, identificar, traquear e lançar outro torpedo para “abater” estes peixes vai ser um divisor de águas!

Leonardo
Leonardo
Reply to  willhorv
1 ano atrás

O Barco é maravilhoso, recomendo a todos que não viram o filme, procurar a versão legendada, com som original em alemão.

nonato
nonato
1 ano atrás

Cursos e chineses agradecem pela gravação.

Mk48
Mk48
1 ano atrás

Alguém saberia informar se o sistema SOSUS ainda está funcionando ?

Dalton
Dalton
Reply to  Mk48
1 ano atrás

Ainda está…mas…uma sombra do que era durante a guerra fria, quando os submarinos soviéticos eram numerosos e podiam ser encontrados em vários lugares…muito diferente do que existe hoje.
.
O “SOSUS” aparentemente 3 unidades restantes é complementado pelo “SURTASS” que é
dinâmico estando a bordo de navios enquanto o “SOSUS” é estático.

Mk48
Mk48
Reply to  Dalton
1 ano atrás

Dalton, Baseado na sua resposta (obrigado), fui fazer umas consultas e verifiquei que existe hoje o IUSS (Integrated Undersea Surveillance System) , que é composto pelo “SOSUS” e pelo “SURTASS” que você mencionou. Agora, o mais interessante mesmo foi descobrir que a China também possui, desde 2016, um sistema de vigilância ao estilo do “SOSUS” em funcionamento. É chamado de “Underwater Great Wall” (rsrsrsrsrs). Esse sistema chinês está localizado em dois lugares : Em “Challenger Deep”, na fossa das Marianas e também ao largo da ilha de “Iap”, na Micronésia. Os sensores deste sistema possuem alcance para detectar sons até… Read more »

Épsilon
Épsilon
1 ano atrás

Uma curiosidade interessante o primeiro navio a ser afundado por um torpedo na historia foi um barco turco por um barco russo na Guerra Russo-turca no séc XIX.

Dalton
Dalton
Reply to  Épsilon
1 ano atrás

Verdade, apesar do lançamento ter ocorrido de uma curtíssima distância utilizando torpedos de fabricação britânica.
.
Mais famoso foi o afundamento do USS Housatonic pelo pequeno submarino confederado CSS Hunley em plena guerra civil americana mais de 10 anos antes, apesar de não ser um torpedo com propulsão própria e sim uma carga explosiva colocada na ponta de uma vara e que solta entrou em contacto com o casco do navio.

Épsilon
Épsilon
Reply to  Dalton
1 ano atrás

Bem lembrado eu me lembro a muito tempo de ter lido uma matéria sobre esse fato na Veja senão tô enganado foi uma matéria feita algum tempo depois do Hunley ser encontrado ou restaurado.

Leo Neves
1 ano atrás

Off topic
Aos editores do poder naval , um belo video de um Su-34 lançando um Kh-31 Contra um navio na Rússia.
https://youtu.be/8MjL0KQdFLU

Carlos Cardoso
1 ano atrás

VHF/UHF debaixo d’água? ______________________! Devia dar consultoria praqueles russos e americanos idiotas, que gastam fortunas construindo transmissores VLF e ELF de quase 1MW pra conseguir se comunicar com submarinos, e com uma velocidade baixíssima.

Também seria uma boa vender a tecnologia pros fabricantes de torpedos, assim não teriam mais que usar fios pra se comunicar com eles.

COMENTÁRIO EDITADO. NÃO ESCREVA EM MAIÚSCULAS. MANTENHA O RESPEITO. LEIA AS REGRAS DO BLOG.

https://www.naval.com.br/blog/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
1 ano atrás

Top