Home Divulgação MKS 180: cooperação entre a thyssenkrupp Marine Systems e a German Naval...

MKS 180: cooperação entre a thyssenkrupp Marine Systems e a German Naval Yards

3647
18
MKS 180
MKS 180

A thyssenkrupp Marine Systems e a German Naval Yards Kiel firmaram um acordo de cooperação exclusivo para o processo de licitação do projeto de aquisição de navios de combate multifunção MKS 180 da Marinha Alemã (Deutsche Marine).

Dr. Rolf Wirtz, CEO da thyssenkrupp Marine Systems: “Estamos trazendo nossas décadas de experiência e especialização em construção naval para esta parceria. Vamos fortalecer a oferta da German Naval Yards, especialmente por meio do know-how de nossos engenheiros na integração de sistemas de bordo de todos os tipos e sua experiência com o conceito de uso intensivo, um requisito fundamental para as fragatas MKS 180. Nossa proposta conjunta vai garantir a preservação da construção naval de superfície como uma tecnologia-chave para a Alemanha. A concessão do contrato à German Naval Yards asseguraria empregos não apenas em nossa empresa, mas também em grau significativo em outros fornecedores alemães”.

A German Naval Yards Kiel está participando do processo de licitação da MKS 180 como contratada geral. Com base no acordo de cooperação, se a German Naval Yards Kiel vencer o contrato, a thyssenkrupp Marine Systems realizará uma parte substancial do trabalho de desenvolvimento e engenharia necessário como subcontratada.

Em uma próxima etapa, espera-se que a agência alemã de aquisição de defesa, a BAAINBw, envie aos licitantes restantes no processo de licitação do MKS 180 uma especificação precisa para as embarcações navais e solicite uma oferta final (BAFO). Com base nisso, a thyssenkrupp Marine Systems e a German Naval Yards Kiel vão trabalhar juntas para apresentar uma proposta melhor e convincente. A decisão do processo de licitação não é esperada antes de 2019.

Sobre a thyssenkrupp Marine Systems

A thyssenkrupp Marine Systems é um dos principais fornecedores mundiais de sistemas para submarinos e embarcações navais de superfície. A empresa tem uma história de construção naval que remonta séculos e oferece tecnologias de ponta, inovações e serviços extensos e confiáveis para clientes em todo o mundo.

Sobre a thyssenkrupp Industrial Solutions

A thyssenkrupp Industrial Solutions é um dos principais fornecedores globais de engenharia, construção e manutenção de plantas e sistemas industriais. Com base em mais de 200 anos de experiência, a empresa fornece plantas customizadas e turnkey, além de componentes para indústrias químicas, de fertilizantes, cimento, mineração, siderurgia e energia. Como fornecedor de sistemas para os setores automotivo, aeroespacial e naval, desenvolve soluções altamente especializadas para atender às necessidades específicas de cada cliente. Mais de 21 mil colaboradores em mais de 100 localidades formam uma rede global com um portfólio de tecnologia que garante o máximo de produtividade e melhor relação custo-benefício.

Sobre a thyssenkrupp

A thyssenkrupp é uma empresa industrial diversificada com ampla tradição no mercado de materiais e participação crescente no setor de bens de capital e serviços. Visando sempre o progresso sustentável, a empresa conta com mais de 158.000 colaboradores, em 79 países, que atuam com paixão e experiência tecnológica no desenvolvimento de produtos de alta qualidade, bem como em processos e serviços inteligentes para a indústria. Competência e comprometimento são a base de nosso sucesso. No ano fiscal de 2016/2017, a thyssenkrupp obteve o faturamento global de aproximadamente 41,5 bilhões de euros.

Desenvolvendo negócios no Brasil desde 1837, a thyssenkrupp emprega aproximadamente 8 mil colaboradores em todas as regiões do país nos segmentos automotivo, energia, infraestrutura, mineração, cimento, construção civil, química, petroquímica e defesa.

DIVULGAÇÃO: Ideal H+K Strategies

18
Deixe um comentário

avatar
8 Comment threads
10 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
Burgosmarcelo kiyoCarlos Alberto SoaresAiracobraGabrielBR Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Roberto Silva
Visitante

Um estrangeiro tentando salvar a problemática Thyssen (F125).

A German Naval Yards pertence a um franco-Libanês chamado Iskander Safa.

Isso me lembra um certo empresário de múltiplas nacionalidades (boliviano, colombiano, polonês e
brasileiro) atuante no Brasil.

Espero que a coincidência pare por aqui.

Top Gun Sea
Visitante
Top Gun Sea

Que fragata bonita essa MKS 180! Como a Bae Systems já está fora do
Short List é bem provável que a Thyssenkrupp também esteja.

marcelo kiyo
Visitante
marcelo kiyo

Papel e tela de computador aceita tudo …

BrunoFN
Visitante
BrunoFN

Thyssenkrupp estava impedida de participar de qualquer licitação na Alemanha por causa dos custos .. problemas trabalhistas e o fiasco das F-125 .. Com a modernização das F-123 e provável antecipação das ”MKS 180” ( F-126 ) n duvidaria q o Gov alemão (caso a Thyssenkrupp va a falência ) va vender as 4 F-125 , ja q hj ela simplesmente n entrega o q foi projetada e paga pra se fazer … duvido o gov alemão aceitar um produto ”deficitário” .. e tb duvido q vá pagar mais caro ainda pra corrigir os problemas no projeto .. (hj cada… Read more »

rogerio rufini
Visitante
rogerio rufini

não seria não, existe uma pronta, e outra em construção, caso seja quebrado o contrato, as 4 não estariam pronta, e se comenta que a as obras da segunda, estão praticamente parada

Top Gun Sea
Visitante
Top Gun Sea

Estão resolvendo os problemas estruturais, eletrônica e a inclinação a estibordo da primeira fragata para aí sim dar continuidade à conclusão da segunda.

Jr
Visitante
Jr

Eles pararam porque a cabeça de série estava toda bichada, a lógica e o bom senso diz que eles deveriam parar a construção das outras e dar prioridade para corrigir todos os problemas dessa primeira fragata, para só depois recomeçar a construção das outras 3. É exatamente isso que eles estão fazendo

BrunoFN
Visitante
BrunoFN

Existem 2 praticamente prontas ,a q foi devolvida e uma outra q iria iniciar os testes esse ano …e outras 2 em avançado estagio de construção .. a F-125 caso fosse vendida n seria nunca sob especificações atuais da Marinha alemã .. mas sim uma adaptação , aproveitar o casco sob ponto de vista e especificações de um futuro comprador … vejo como uma boa oportunidade .. e sim , esta atualmente tudo prado .. procurando uma solução pro problema .. por isso mesmo me leva a crer q a ”f-125” pode ser descartada e posta a venda

Vovozao
Visitante
Vovozao

Umas sucatas dessas125 fariam certo na MB, quem entende pode informar???? Não sendo de acordo com o planejado, eles podem se desfazer barato, sonhar e a única coisa que não custa nada.

Marcos R.
Visitante
Marcos R.

O navio foi reprovado nas provas de mar, se os alemaes não conseguirem consertar quem vai querer abraçar um abacaxi desses.

BrunoFN
Visitante
BrunoFN

Problema das F-125 pelo visto ( o mais grave ) e o tamanho e ”peso” das ”ilhas” de radar ( a F-125 conta com 2 ) solução provável e retira uma delas ou simplesmente redesenha-las .. bancando o custo de uma nova , a questão ai é.. o gov alemão vai pagar ? .. fora os varios problemas de sistemas de hardware e software .. esse podem ser substituídos por algo mais simples …. provável solução alem de requerer mais custos .. e mt provavel q o navios simplesmente n vai entregar aquilo q foi prometido .. por isso acho… Read more »

Mário Heredia
Visitante
Mário Heredia

Mas sonhar com fragatas mancas???

Bardini
Visitante
Bardini

Uma F125 paga praticamente 2 PPA e ainda é capaz de sobrar troco…

GabrielBR
Visitante
GabrielBR

Essa canoa é furada!

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

“In May 2015, the Organisation for Joint Armament Cooperation (OCCAR) awarded a €3.5bn ($3.89bn) multi-year contract to a consortium of Fincantieri and Finmeccanica (now Leonardo) for the construction of six PPAs, with an option for additional four units and one logistic support ship (LSS). The contract also requires Fincantieri to provide integrated and in-service logistics support for the vessels for a period of ten years. A contract option was executed for the seventh vessel in November 2015, increasing the total contract value to approximately €5.4bn ($5.74bn).” CODAG, Fincantiere ….. vai recomeçar tudo de novo. _______________________________________________________________ O projeto das nossas OPV’s… Read more »

Burgos
Visitante
Burgos

Navio cego,surdo e mudo não presta pra nada e com banda pra boreste (espigão corrido).
Chuta que é macumba !!!
Problema do Governo Alemão/Estaleiro/Engenheiros que construíram isso dai !!!
Só um louco fora da consciência vai oferecer isso dai pra gente !!!
Se não serve pra nada lá muito menos aqui !!!