Home Indústria de Defesa China começa a construir Littoral Mission Ship (LMS) para a Malásia

China começa a construir Littoral Mission Ship (LMS) para a Malásia

2983
15
Concepção do Littoral Mission Ship (LMS)
Concepção do Littoral Mission Ship (LMS)

WUHAN — A construção de um Littoral Mission Ship (LMS), o primeiro do tipo que a China produzirá para a Malásia, começou na base de Shuangliu da Wuchang Shipbuilding Industry Group Co., Ltd. (“Wuchang Shipbuilding”) sob a China Shipbuilding Industry Co. (CSIC) em Wuhan, capital da província de Hubei, na China central, no dia 31 de julho.

He Jiwu, vice-presidente da CSIC, disse na cerimônia de lançamento para a construção que o Projeto do Littoral Mission Ship é a primeira cooperação entre a China e a Malásia no campo de grandes equipamentos militares e é um projeto de grande importância.

Segundo informes, o contrato do Projeto do Littoral Mission Ship da Malásia foi assinado em 21 de abril de 2017. É um marco importante para as empresas chinesas de comércio militar exportarem grandes equipamentos militares para a Malásia pela primeira vez.

De acordo com o contrato do projeto, a China Shipbuilding & Offshore International Co., Ltd. (CSOC – braço de exportação da CSIC) projetará e construirá quatro Littoral Mission Ship para a Marinha Real da Malásia (RMN) para realizar várias tarefas como patrulha, antiterrorismo, busca e salvamento. e missões de proteção da pesca.

Este tipo de navio de missão litorânea foi projetado pelo 701 Research Institute do CSIC. A Wuchang Shipbuilding será responsável pela construção do primeiro e segundo navios; e o terceiro e o quarto navios serão construídos em conjunto pela Wuchang Shipbuilding e a empresa local de construção naval da Malásia, Boustead Naval Shipyard Sdn Bhd (BNSSB).

Além disso, o Almirante Ahmad Kamarulzaman Badaruddin, da RMN, disse que a Malásia está muito agradecida pela grande força do CSIC no campo de equipamento naval e acredita que o Projeto do Littoral Mission Ship será um sucesso completo.

Littoral Mission Ship (LMS)
Maquete do Littoral Mission Ship (LMS)

FONTE: China Military Online

15
Deixe um comentário

avatar
11 Comment threads
4 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
10 Comment authors
Alex Barreto CyprianoMauricio R.DaltonNunes-NetoBardini Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Top Gun Sea
Visitante
Top Gun Sea

Seria bom se soubéssemos qual o valor e dimensões de cada embarcação para se ter uma ideia de quanto custaria um navio patrulha NPa 500-BR made China.

Top Gun Sea
Visitante
Top Gun Sea

Op’s as dimensões já vi na lista de especificações é bem maior e com mais tonelagem que as NPa 500-BR. Só falta o valor de cada embarcação.

Delfim
Visitante
Delfim

Parece menos armado que nossas patrulhas. E pelo espaço atrás poderia ter um convoo ?

Mauricio R.
Visitante

Veja este:

Independence-class littoral mission vessel

É de Cingapura.

Luiz Floriano Alves
Visitante

No nosso litoral seria adequado se possuísse a capacidade de helicóptero, ainda que médio. Não se pensa em barco sem vetor de asas rotativas. Seja para socorro seja para reconhecimento ou ataque leve a distância. Certamente, como de costume, o prazo de entrega dos chineses é bem reduzido. Não se ouve queixas do nosso barco hidrográfico Made in China. Se fosse dado a um estaleiro, destes que se arrastam por ai, ainda estaríamos rebocando o casco de um lado para outro e procurando os responsáveis pelo negócio.

Vovozao
Visitante
Vovozao

É coincidência ou as nações estão se Armando, vejo só construções de fragatas, porta aviões, navios patrulha. Existe alguma coisa que não estamos conseguindo ver????

Nunes-Neto
Visitante
Nunes-Neto

Não acho que todos nossos navios de patrulha precise ter convoo,mesmo pq não teriamos como colocar um helicoptero por navio, ou toda missão mesmo tendo convoo teriamos um helicopteto disponivel, mas todo distrito naval deveria ter 2 ou 3 navios com essa capacidade.

Luiz Floriano Alves
Visitante

Voozão Não é coincidência. Marte se aproxima em seus ciclos de guerras. Os conflitos por recursos naturais e espaço vital se agravam a cada dia. As migrações se propagam em razão destes conflitos. Todos querem ter o mínimo de força para serem respeitados. Menos nós, claro. Deixamos tudo para a ultima hora. Aquela em que nada mais se pode fazer. E o tempo voa. Temos nos nossos quintais um monstro que se chama Procrastinação. Vamos empurrando tudo para depois. Os prazos se esticam. Os editais são lidos e relidos anulados e refeitos. Só cresce o numero de barcos que vão… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

Como assim “menos nós” ? O Brasil é a maior potência militar da América do Sul…à Argentina por exemplo está muito pior… e quanto aos 3 países da América do Norte, não dá para falar muita coisa sobre Canadá e México . . Naturalmente que as coisas estão acontecendo na Europa por conta da Rússia e na Ásia por conta da China então quem está próximo deles precisa preocupar-se muito mais que nós aqui embaixo, mesmo assim, com frequência vemos notícias de poucos submarinos alemães operacionais ou navios da Royal Navy em igual estado e muitos outros exemplos. . Muitos… Read more »

Mauricio R.
Visitante

Houve um design dinamarquês de navio patrulha usado para proteção a pesca, chamava-se “Havornen” ou HDMS “Havornen”, também conhecido como “Osprey” Type FV 710, comissionado em 1979.
Foram construídos outros 3 deste mesmo design, para a então Birmânia, hoje Myanmar, (“Indaw”; “Inma”; “Inya”).
Este design deslocava entre 385 e 505 ton. e media 50 x 10.5 x 2.8 metros, o que o coloca muito próximo de nossa classe “Macaé”.
E o que o torna interessante para nós????
Era capaz de operar um helicóptero do tamanho e massa do Westland “Lynx”, com convoo e hangar.
Ou uma ideia para um possível substituto dos NPa classe “Bracuí”.

Alex Barreto Cypriano
Visitante
Alex Barreto Cypriano

Como é a propulsão do bote? Na maquete não se vê claramente a ‘chaminé’…

Luiz Floriano Alves
Visitante

Dalton
O Chile está bem melhor do que nós. Sim, tem broncas com vizinhos. Nós poderemos ter tb. Teriamos que estar na frente do Chile, em quantidade e qualidade, já que temos mais fronteiras e zonas econômicas a preservar. Acho….Abço.