Home Marinhas de Guerra Fragata Almirante Gorshkov vai ao mar para treinamento de combate

Fragata Almirante Gorshkov vai ao mar para treinamento de combate

6997
11
Almirante Gorshkov
Almirante Gorshkov

É a primeira viagem do navio líder da classe na Frota do Norte da Rússia

MOSCOU, 18 de setembro/TASS/. O navio do projeto 22350, Almirante Gorshkov, que a Marinha Russa incorporou em 28 de julho, deixou a base principal da frota do norte (Severomorsk) para o mar de Barents para treinamento de combate, informou à imprensa o serviço de imprensa da frota.

“O navio vai agir em conjunto com as aeronaves. As armas e equipamentos eletrônicos da fragata serão testados por aviões do regimento aéreo misto da Força Aérea e pela defesa aérea da Frota do Norte”, disse a frota.

A tripulação testará o navio em movimento, realizará testes de sobrevivência e exercícios de comunicação e uma série de exercícios de combate à defesa aérea e antissubmarino.

Esta é a primeira viagem do Almirante Gorshkov na qualidade de um navio da Frota do Norte.

O Almirante Gorshkov chegou a Severomorsk de São Petersburgo em 8 de setembro. É o primeiro navio de superfície da Frota do Norte que transporta mísseis de cruzeiro Kalibr.

FONTE: TASS

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ypojucam
Ypojucam
1 ano atrás

E hoje foi “lançado” ao mar o segundo submarino convencional da classe Lada. Depois do primeiro submarino não ter sido aprovado pela marinha russa por deficiência encontradas, os dois submarinos subsequentes tiveram sua construção paralisada para a devida correção do projeto. Hoje com o lançamento do segundo submarino SSK de quarta geração da classe Lada, o projeto efetivamente se mostra viável e com possibilidade de produção em serie para substituirem os SSK classe Kilo mais antigos. Quanto a Gorshkov, depois de tanto tempo, parece que finalmente as coisas começam a se tornar positivas para a classe ( mas obviamente jamais… Read more »

Vovozao
Vovozao
1 ano atrás

Está fragata é das mesmas que estão sendo construídas para a Índia?? São umas fragatas bonitas e bem armadas.

Almeida
Almeida
Reply to  Vovozao
1 ano atrás

MUITO bem armadas!

Ypojucan
Ypojucan
Reply to  Vovozao
1 ano atrás

Não. As projeto 11356 classe “Talwar” da India são baseadas no projeto 11351 classe “Nerey” ou Krivak III. As novas fragatas indianas que serão construídas para a marinha indiana serão baseadas no projeto 11356P/M que são os navios das classe “Admiral Grigorovich” dos quais a marinha russa opera 3 navios e tem pelo menos outros 2 em construção bem lenta (com mais 1 navio iniciado e constantemente em questão. Ora dizem que é um dos vendidos para a Índia, ora dizem que será terminado para a marinha russa – que poderia até mesmo encomendar outros navios da mesma classe –… Read more »

AL
AL
1 ano atrás

Prezados Editores.

Acho que faltou por esse link no final da matéria que traz muitas informações adicionais:

https://www.naval.com.br/blog/2018/08/08/russia-comissiona-fragata-almirante-gorshkov-project-22350/

Abraço.

Cleber
1 ano atrás

Essa ai mete medo senhores ….Já as 4 corvetinhas que ainda nem saíram do papel …

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
1 ano atrás

Navio da Indocésia tem incêndio grave e afunda esta semana.
O Fast Missile Ship (KCR) KRI Rencong 622 teve um princípio de incendio no momento que ligaram a turbina, com o aumento do fogo logo abaixo dos mísseis C-802 chineses o CMT evacuou rapidamente o navio que depois afundou, não houveram vítimas.
O Rencong é de 1979 e foi constuido na Coreia do Sul, tem 290 tons e 2 motores 2 M504 Diesel, 1.425 hp e 1 turbina GE LM 1500, consegue 40 nós com a turbina.
. https://encrypted-tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTipPoZ68TB13IQUQQRkMYSJWfMlpcxN-qk4Jtq550ByklSCiwDbRt1LyGgYg

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  Walfrido Strobel
1 ano atrás

O KRI Rencong 622 é um Mandau class, qie é um Asheville-class construido na Coreia do Sul, ele é de alumínio e com uma General Electric J79 navalizada, a LM 1500 pegando fogo logo abaixo dos misseis o melhor foi cair fora e evitar uma tragédia maior.
Em incendio de navios de alumínio o fogo fura o piso e passa facilmente ao compartimento superior.
.comment image

Luiz Floriano Alves
1 ano atrás

O alumínio reage com o ferro, em alta temperatura, e ocasionando o efeito de aluminotermia. O calor resultante é muito intenso e destrói tudo sob sua influencia. Por esta razão se estão abandonando os carros de combate (Sheridan e M-113, etc…) e os barcos de combate feitos deste metal.

Dalton
Dalton
Reply to  Luiz Floriano Alves
1 ano atrás

Há vantagens e desvantagens…não à toa um dos 2 modelos de “LCS” da US Navy é
de alumínio, vários estão em construção e novas encomendas foram recentemente feitas
e a US Navy também já recebeu 9 “EPFs”, navios de transporte velozes de alumínio, um
décimo já passou pelas provas de mar e outros 2 encontram-se em construção e deverão
ser entregues em 2019 e 2020 respectivamente.

ScudB
ScudB
1 ano atrás

O que faltou mencionar é o fato que este navio recebeu patente “Rank 1” que automaticamente indica armamento “especial” (nuclear) a bordo.