segunda-feira, abril 12, 2021

Saab Naval

WEG e Praxis firmam cooperação no consórcio Damen Saab na licitação da Marinha do Brasil

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Sigma 10514 Tamandare - imagem Damen Saab Wilsons
Sigma 10514 Tamandaré – imagem Damen,Saab e Wilson Sons

No dia 13 de dezembro de 2018, a WEG Equipamentos Elétricos e a Praxis Automation Technology, empresa holandesa na área de automação e navegação, assinaram um memorando de entendimento para trabalhar em conjunto com a Damen e Saab na licitação promovida pela Marinha do Brasil para a construção de quatro corvetas classe Tamandaré.

Com o acordo, a Praxis e a WEG serão parceiras no fornecimento do Sistema Integrado de Gerenciamento de Plataforma (IPMS).

A assinatura foi feita nos escritório da Damen Schelde Naval Shipbuilding, na Holanda, e contou com a presença de colaboradores da Damen, SAAB e do parceiro estratégico brasileiro, Wilson Sons Estaleiros.

A Praxis e a WEG possuem um comprovado histórico de cooperação no Brasil, com a instalação de equipamentos em mais de 40 embarcações entregues pela Wilson Sons Estaleiros e projetadas pela Damen, incluindo a construção do primeiro PSV diesel-elétrico do Brasil.

A Praxis desenvolve, fabrica e distribui equipamentos inovadores de automação e navegação, enquanto a WEG é uma empresa brasileira de tecnologia que, entre muitas outras atividades, atua na área de automação industrial.

FONTE: Portos e Navios

- Advertisement -

22 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
22 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
FERNANDO MARTINS

Ótimo. quanto mais cooperação com essa gente, melhor. WEG é top. Vem SAAB.

Burgos

Vai dar Saab na kbeça !!!
Não tenham dúvidas disso !!!

Tomcat4.0

Tbm estou crendo nisso. Até já aprovaram projeto de modernização/adequação do estaleiro Wilson Sons Guarujá 1 pelo FMM no valor de 24 milhões pra melhor atender ao projeto CCT.

Jr

Ainda acho que a tkms é favorita, vamos ver se eles conseguiram convencer o pessoal da MB que foram lá depois da Euronaval

Roberto Bozzo

Também torço pela dupla Damen/Saab, mas a TKMS, pelo projeto apresentado até agora, será um concorrente de peso.

Paulo Costa

Eu vou torcer para Marinha do Brasil escolher a Fincantieri porque o projeto e nacional e no futuro se navios dessa classe forem vendidos pela fincantiere a outros países o dinheiro vem para a MB também …

jose luiz esposito

Quero ver outros países as comprando , um projeto medíocre , precisamos de MEIOS NAVAIS , e não Vitrines de lojas de Comércio de Embarcações !

Robsonmkt

Na verdade é a vitrine de loja de comércio que garante a existência de uma indústria naval de defesa viável pois nenhuma web sustenta somente com encomendas de sua própria Marinha.
E sem uma indústria naval que se sustente, a NB estará sempre dependendo de fornecedores que nem sempre terão boa vontade para atender um cliente eventual e de pequeno volume como é a MB.

Luís Henrique

Eu torço pela TKMS.

Marcelo Bardo

SAAB/DAMEN são a melhor escolha.

Filipe

A Gowind, com a novo proposta de 3 mil Toneladas deve ser a melhor

Davi Pereira

Estou torcendo pela Gowind. Pois, me parece melhor equipada.

Br

Bem que poderiam aproveitar a WEG e adotar uma propulsão híbrida, mesmo aumentando o custo de aquisição, o custo operacional seria bem menor, mas agora já é tarde, não temos tempo para isso.

Bruno

Li hoje na pagina do facebook da SAAB que eles fecharam uma parceria para a construção de partes dos futuros navios na fabrica da AKAER, os caras estão jogando pesado, difícil perder essa!
Pessoal do blog corra atrás da notícia e poste ai, se der eu coloco ela aqui.
Abraço.

OCT

Um estaleiro com tal peso estratégico mais o histórico de construções com as demais empresas do consórcio, pode fazer a diferença.

Marcos10

Eu torço para que a MB escolha o melhor projeto.

Josué Ferreira da silva

A Afincantiery sem dúvida alguma é o melhor projeto, e com certeza será a escolhida.

Josué Ferreira da silva

Só a vinda do ministro da defesa da Itália ao Brasil, e do desenvolvimento social, ao estado de Pernambuco e assinar junto com o governo, várias comperacao de projetos sociais, ambientais, Cultura,e lazer já diz tudo.

Leonardo M.

Muita gente torcendo para time A ou B
Eu só tô torcendo para assinar logo isso

sergio ribamar ferreira

Sr. José Luz . Sei que sua intenção e argumentos são bons(visão de propriedade nacional) .Porém devo lembrá-lo ao prezado que foram décadas de descaso com as Forças Armadas. Por mim teríamos 10 corvetas mais 10 fragatas e 15 submarinos, mais outras belonaves como minagem e varredura. etc Mas depende da MB, MD e dinheiro disponível. Foi um descaso, uma corrupção e desvio de dinheiro público sem precedentes. Daí uma das causas da quebradeira ,( que não é de hoje) de nossa Indústria de Defesa. Sr Robsonmkt possui razão. Peço desculpas, e grande abraço reitero meus respeitos

James Marshall

Quem ”SAAB” logo logo teremos nossas novas escoltas.

- Publicidade -

Guerra Antissubmarino

Doutrina de engajamento da US Navy contra submarinos inimigos

A doutrina de Guerra Antissubmarino (ASW) da US Navy (Marinha dos EUA) prioriza a destruição dos submarinos de um...
- Publicidade -
- Advertisement -