Home Aviação Naval China vai embarcar caças stealth FC-31 nos futuros porta-aviões

China vai embarcar caças stealth FC-31 nos futuros porta-aviões

16425
43
Concepção do FC-31 navalizado
Concepção do FC-31 navalizado

Os futuros porta-aviões da China receberão aviões furtivos em seus conveses, provavelmente o caça FC-31 de médio porte, disseram especialistas militares chineses, já que o Exército de Libertação Popular (PLA) está comprando peças furtivas para o fabricante chinês de caças.

O Instituto de Design de Aeronaves de Shenyang precisa de uma unidade fotoelétrica integral para a aquisição de alvos para aeronaves stealth, de acordo com um comunicado divulgado na quinta-feira pelo site weain.mil.cn de aquisição de armas e equipamentos.

O comunicado também informa que a unidade deve ser capaz de operar contra alvos navais e capaz de monitorar a umidade.

A julgar pelos requisitos declarados e rumores anteriores, os observadores militares chineses disseram que as peças mencionadas na aquisição provavelmente serão usadas nos novos caças furtivos baseados em porta-aviões da China, embora o aviso não especifique como as peças serão usadas.

Tendo já desenhado o atual avião de caça naval J-15 da China, o Shenyang Aircraft Design Institute está desenvolvendo um novo avião de combate baseado no FC-31, um insider chinês que pediu para não ser identificado, disse ao Global Times.

O FC-31 é um caça a jato de médio porte de quinta geração, originalmente destinado à exportação. Especialistas militares chineses disseram que o aviso de licitação do PLA sugere que o FC-31 não é mais orientado à exportação, e é destinado ao serviço militar doméstico.

O FC-31 fez o seu voo de estreia pública no Airshow China 2014 em Zhuhai, província de Guangdong, no sul da China, mas ficou relativamente fora do noticiário depois disso.

Caça FC-31 apresentando-se no show aéreo em 2014
Maquete do FC-31
Novas imagens do FC-31 mostram modificações nas derivas, nas asas e no nariz da aeronave

Várias mudanças e atualizações estão sendo feitas no FC-31, permitindo que ele seja usado em um porta-aviões, disse o informante.

O terceiro porta-aviões da China, que foi confirmado estar em construção pela agência de notícias Xinhua em novembro e deve receber uma catapulta eletromagnética, usará o caça furtivo, previu Wang Yunfei, um especialista naval e oficial aposentado da Marinha Chinesa.

O jato monoposto e bimotor expandirá enormemente as capacidades dos grupos de batalha dos porta-aviões chineses, assim como o avião de combate furtivo mais avançado da China, o J-20, para a Força Aérea do PLA, disse o informante anônimo.

“Apenas um caça de quinta geração pode resistir a outro caça de quinta geração em um combate sem estar em desvantagem significativa”, disse ele.

O caça F-35B e o F-35C, de quinta geração fabricados nos EUA, são capazes de operar em porta-aviões, e o Japão está planejando converter seus porta-helicópteros da classe “Izumo” em porta-aviões, equipando-os com F-35Bs importados.

FONTE: Global Times

Subscribe
Notify of
guest
43 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Washington Menezes
1 ano atrás

Um passo após o outro.

Renato Carvalho
1 ano atrás

Vai um longo tempo até conseguirem isso, até lá o F35 reina absoluto em meios embarcados.

Robsonmkt
Reply to  Renato Carvalho
1 ano atrás

Tempo não é problema para eles. Paciência chinesa é uma virtude que eles sabem cultivar.

Chen
Chen
Reply to  Renato Carvalho
1 ano atrás

que longo tempo? o caça está pronto, eles precisam fazer adaptações e entrar em ritmo de fabricação industrial. Pelo que entendi , o cronograma é que esteja pronto pro lançamento do novo PA e será o caça padrão dos PA substituindo todos os J-15.

Bosco
Bosco
1 ano atrás

A China tá seguindo a cartilha que dá certo. Esse negócio de falar que tem míssil com “zentos” quilômetros de alcance e Mach 10 é muito bonito, mas não resolve. Em ela seguindo o script que a USN já delineou, ela irá conseguir ter melhor resultado a um custo (e não me refiro só a dinheiro) menor. Há de se ter caças stealth operando de porta-aviões, drones stealths, satélites de reconhecimento de diversas categorias, bombardeiros stealths, etc. Um caça naval stealth que consiga adentrar a “bolha” impunemente por tempo adequado poderá permitir que os mísseis super e hipersônicos sejam lançados… Read more »

Andre
Andre
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Exato… mas lá no mundo da Putinlândia falta grana e otimização correta dos recursos (e sobra corrupção) para que eles façam a lição de casa. Tudo que eles fazem ou se propõe a fazer é baseado em super blaster, super fucker, super não sei o que e no fim, não conseguem produzir duas dúzias de T-50 ou construir um porta aviões de proporções medianas com catapulta a vapor!!! Mas quem sabe daqui a 10 anos os russos aprendem com os chineses.

Helio Eduardo
Helio Eduardo
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Bosco, concordo contigo! Para lá das armas ao estilo Estrela da Morte ou Radiação Talarônica (me perdoe a ironia), o que chama a atenção é a preparação da China no campo “convencional”. Nos últimos meses e nas últimas semanas tivemos várias notícias de novos aviões, novos mísseis, novos destróieres, novos NAes, etc, sistema BeiDou e, agorinha, lá no Poder Aéreo, a MOAB na versão Dragão Chinês. Não vejo como uma nação possa estar lançando tamanha quantidade de vetores, armas e sistemas bélicos senão em preparação para um conflito que enxergue próximo. Não digo que será para já o que, na… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Helio Eduardo
1 ano atrás

Helio, Pode ser também que seja muita retórica e propaganda e que a coisa não esteja assim tão fantástica. Essa história de dinheiro sobrando e que nada dá errado não entra na minha cabeça. Quanto à USN enfrentar uma futura marinha chinesa com 6 porta-aviões, eu acho que os americanos já estão se preparando para tal hoje. Insisto que a tecnologia stealth é o divisor de águas e que faz a diferença mesmo contra um porta-aviões, e aí os EUA contam com o F-35 e no futuro, o B-21. Aliado a isso tem os mísseis tipo LRASM e Tomahawk MST,… Read more »

Helio Eduardo
Helio Eduardo
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Obrigado.

Dexter
Dexter
Reply to  Helio Eduardo
1 ano atrás

Relaxe amigo… the Money talks!!!
Nada vai acontecer por enquanto…são muito dependentes um do outro (Chi e Eua)…
Daqui uns 30 anos vai que…..

Helio Eduardo
Helio Eduardo
Reply to  Dexter
1 ano atrás

Dexter, concordo contigo, mas sempre tem um lunático em uma posição chave…. O plano da China é sólido e de longo prazo, mas como se diz shit happens

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Reply to  Helio Eduardo
1 ano atrás

Nenhum dos dois.

Colocar a China no radar NUC pelas redondezas,
Korea e Japão.

Os USA tem bases em ambos.

Dexter
Dexter
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Pq estão investindo em 5g se eles e russos tem o “Raio Desbugulhador” ^ ^ (by Bosco) ???
Agora: informante disse/ especialistas disseram/ observadores militares disseram… tudo lorota!!!
Nada sai de lá sem autorização do PCC de lá.
Toda essa notícia foi autorizada pelo PCC.
Tentam passar essa propaganda, como se fosse vazamento…
SPUTCHING PURO.
Grande Abraço Bosco, e não suma mais rs.

Heli
Heli
1 ano atrás

Ponto fraco desse avião: motores.

Paulo
Paulo
1 ano atrás

A China está trilhando o caminho da União soviética hoje Rússia nos há vimos isso antes, o orgulho precede a queda ditaduras não se sustentam por muito tempo Profa disso e seu pib caindo da qui a alguns anos a China vira mais uma das ditaduras que não deram certo e fato vai deixar de seu uma economia emergente. O país no interior e subdesenvolvido o sistema de saúde e um caos lagunas cidades da China são desenvolvidas o prato que o grosso não passa de vilarejos. A China vive hoje da quebra de patentes principalmente em artigos eletrônicos, sem… Read more »

Gustavo Nunes
Gustavo Nunes
Reply to  Paulo
1 ano atrás

A China é um dos países mais antigos do mundo o modelo de governo atual com um congresso de partido único é o mais democrático que eles tiveram durante toda a sua existência. E durante a maior parte da história a China foi a nação mais rica do mundo e está recuperando o posto agora é difícil comparar a China e seu sistema com outras realidades.

Bosco
Bosco
Reply to  Gustavo Nunes
1 ano atrás

Gustavo,
Essa história de glórias do passado é muito bonito mas se fosse determinante o Egito e a Itália seriam as maiores superpotência da Terra e sabemos que não são.
Na verdade, quanto à China, o comunismo praticamente acabou com qualquer relação que a atual China tinha com a China milenar, portanto, essa nova nação que só por acaso conservou seu velho nome, tem cerca de 70 anos.

Mikhail Bakunin
Mikhail Bakunin
Reply to  Bosco
1 ano atrás

A revolução cultural exterminou qualquer traço que restava da China milenar.

Dexter
Dexter
Reply to  Mikhail Bakunin
1 ano atrás

Perfeito… São povos distintos pela doutrinação….

Humberto
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Complementando a lista, Irã, Mongólia e a Turquia.
Vendo algo mais recente, seria a Inglaterra.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Gustavo Nunes
1 ano atrás

Lembro dos tanques na praça celestial…

Dexter
Dexter
Reply to  Gustavo Nunes
1 ano atrás

As potências Incas, Astecas, Macedônia, Egito e até os Mongóis vão ficar felizes com seu comentário … abraço…

José Carlos David
José Carlos David
Reply to  Dexter
1 ano atrás

Tem a potência tupiniquim, aqui na América do Sul…rsrsrsrs

José Carlos David
José Carlos David
Reply to  Dexter
1 ano atrás

Temos a potência tupiniquim, aqui na América do Sul…!

Alezera
Alezera
1 ano atrás

Alguém sabe que caça russo foi usado para a construção desses caças chineses ?
Porque para chegar no desenvolvimento de um caça de 5 geração assim tão rápido, eles devem ter copiado algum projeto.
É impressionante a capacidade dos chineses de copiar aquilo que da certo em outros paises, ontem estava vendo as imagens do pouso na lua da rover chines, e o foguete é um Soyus pintado de outro cor e escrito em chines, até o Rover é copia de um projeto russo…
Será que o Brasil não conseguiria fazer o mesmo ?

Mikhail Bakunin
Mikhail Bakunin
Reply to  Alezera
1 ano atrás

Eles roubaram terabytes de dados do programa F-35, tem o projeto em mãos, agora é só adaptar às suas capacidades.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Alezera
1 ano atrás

Russo???? Americanos… copiaram dos incompetentes Americanos.

Obs.: Como sempre 🙂

ALEXANDRE
1 ano atrás

Fc(fuc… copy )

Mikhail Bakunin
Mikhail Bakunin
Reply to  ALEXANDRE
1 ano atrás

Praticamente tudo que a China tem foi copiado, mas para quem tomar uma bomba H no lombo faz alguma diferença se ela é fruto de espionagem ou desenvolvimento próprio?

Foxtrot
Foxtrot
1 ano atrás

Como gostam de menosprezar as capacidades chinesa por aqui! Sabe-se muito bem que a China “adquiri” muita tecnologia americana via espionagem e ou meios virtuais, sendo assim esse caça tem ou terá as mesmas ou até maiores capacidades que o F-35. Vide exemplo de inúmeros produtos de defesa chinês copiado e ou criado com engenharia reversa e até mesmo melhorado com tecnologia própria. Rolo somos nós pagando royalties caríssimos para fabricar localmente e sob controle do país produtor algo que poderíamos desenvolver localmente ou por vias próprias ou por engenharia reversa. Aconselho a todos ler a matéria Covertas CCT solução… Read more »

ALEXANDRE
Reply to  Foxtrot
1 ano atrás

Duvido

JPC3
JPC3
Reply to  Foxtrot
1 ano atrás

“””sendo assim esse caça tem ou terá as mesmas ou até maiores capacidades que o F-35″””

Tá bom…

Dexter
Dexter
Reply to  Foxtrot
1 ano atrás

Existe um termo em inglês que se chama EXPERTISE… simples assim…
Posso conseguir a receita do meu padeiro da esquina, mas vou conseguir o pão??? Com certeza não!!!
Mas se eu tentar por 30 anos com a receita em mãos será q consigo??? Talvez sim…mas provavelmente não, Pq eu não desenvolvi a receita apenas tento copiar a parte boa…
Dsclpem esse exemplo simplista… mas ninguém faz pão ou pizza como os mestres fazem….

Eduardo
Eduardo
1 ano atrás

Cópia ou não, é superior a muitos países em qualquer questão militar!

Elton
Elton
Reply to  Eduardo
1 ano atrás

E a gente mendigando conhecimento sobre um avião que nenhum país comprou na época que foi lançado por ser inferior aos seus concorrentes.e somente recentemente achou compradores….Kof…Jas39…kof….

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Eduardo
1 ano atrás

Só que depois aparecem matérias complementares dizendo que a turbina do Hyper Navio não é eficiente, que o avião chines é “stealth” quando visto de frente que os numeros dos quadrantes laterais são ruins, etc, etc, etc.

Mário Alves
Mário Alves
1 ano atrás

Na verdade o F35 ainda tem espaço para melhorias, com o detalhe da demora até ser considerado plenamente operacional. Quando a China colocar seus caças em operação, os EUA já estarão com o projeto do 6a geração bem avançado.

Filipe Prestes
Filipe Prestes
Reply to  Mário Alves
1 ano atrás

Eu acredito que seja por aí mesmo mas me recordo que vejo notícias sobre esse cruzamento de F-22 com F-35 chinês já a bastante tempo. Talvez eles nem demorem tanto tempo (desde 2010, imagino) assim quanto pensamos. para te-los em plena capacidade operacional.

Chen
Chen
Reply to  Mário Alves
1 ano atrás

Isso não vai acontecer a não ser que os EUA liberem os projetos secretos. A China cortou pela metade o tempo de lançamento de novas tecnologias. Diferente dos EUA que mantém o mesmo tempo de maturação de suas tecnologias . O f-35 está confirmado pra durar pelo menos 20 anos e somente agora estão saindo os parâmetros de substituição do f-22. Isso deve refletir no futuro substituto do J-20. Provavelmente quando sair alguma coisa do caça de 6 geração sairá do chinês tbem que sem dúvida será mais próximo da qualidade do caça americano. Se olharmos os produtos chineses e… Read more »

Dexter
Dexter
1 ano atrás

Acho o bicho bem simpático rsrs…
Gosto dele… que sejam bem sucedidos no desenvolvimento.

_RR_
_RR_
1 ano atrás

Amigos,

Penso ser quase certo que este aí substituirá o J-15 até 2040, padronizando a aviação de caça naval da PLANavy.

Seria ainda mais interessante se os chineses se decidissem por padronizar toda a sua força de caça da PLAAF com J-20 e uma variante terrestre do J-31 até a segunda metade da década de 2031. Teriam assim uma força enxuta e racional, com números para fazer escala.

Paulo Costa
Paulo Costa
1 ano atrás

FONTE: Global Times

” O Global Times é um jornal diário tablóide chinês sob os auspícios do jornal People’s Daily, focado em questões internacionais do ponto de vista do governo chinês.”

Resumindo credibilidade zero ….

Johnny Carvalho
Johnny Carvalho
1 ano atrás

Nossa Que Copia!Hehehe