Home Indústria de Defesa Alemanha autoriza o fornecimento a Israel de mais 3 submarinos classe Dolphin...

Alemanha autoriza o fornecimento a Israel de mais 3 submarinos classe Dolphin II

14529
62

O governo alemão deu autorização para mais um lote de três submarinos classe “Dolphin II” para Israel. Esses novos submarinos devem substituir os três submarinos de primeira geração (Type 800), garantindo que Israel continue dispondo de uma frota de seis submarinos disponíveis no futuro previsível. Os 3 submarinos adicionais custarão 2 bilhões de euros ao governo israelense.

Este segundo lote de submarinos da classe Dolphin II, foi encomendado em meados dos anos 2000 e é praticamente o mesmo que os anteriores adquiridos por Israel. No entanto, eles foram equipados com um plugue adicional de 9 metros de comprimento no casco para acomodar um sistema de propulsão independente da atmosfera (AIP), permitindo que o submarino funcione submerso por períodos muito mais longos do que antes.

O braço mais resistente da tríade nuclear é tipicamente o de base marítima, consistindo de submarinos nucleares, e os submarinos israelenses podem ser equipados com armas nucleares (mísseis de cruzeiro lançados dos tubos de torpedos). Os submarinos podem desaparecer por semanas ou mesmo meses, adotando uma rota de patrulha altamente secreta esperando por ordens para lançar seus mísseis.

A chamada “capacidade de segundo ataque” é construída com base no princípio da dissuasão nuclear e assegura que potenciais inimigos (o Irã parece ser a principal ameaça para Israel) pensem duas vezes antes de atacar, sabendo que os submarinos de Israel estarão disponíveis para realizar ataques de vingança ou retaliação.

A dissuasão nuclear de Israel, baseada no mar, deve permanecer por um tempo, para conter a crescente ameaça do desenvolvimento de energia nuclear no Irã.

INS Tanin, classe Douphin II

FONTE: Navy Recognition

62
Deixe um comentário

avatar
19 Comment threads
43 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
43 Comment authors
mitosoldatFábio de SousaDelfimHMS TIRELESS Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Já estava previsto …..

Ótima aquisição.

Sincero
Visitante
Sincero

Tambores da guerra cada vez mais altos.

Navegante
Visitante
Navegante

“Si vis pacem, para bellum” (Se queres a paz, prepara-te para a guerra), esse ditado faz tanto sentido nos dias atuais quanto no tempo dos romanos, para todas as nações, incluindo nós, uma nação indefesa e despreparada se torna vulnerável para qualquer loucura de um possível vizinho ditador, ou para um inimigo interno, se Israel não estivesse muito bem armada e preparada alguém duvida que o regime iraniano pensaria duas vezes antes de exterminar os judeus daquela terra?

Luiz Monteiro
Visitante

Os argentinos, por mais de uma vez, demonstraram interesse em adquirir os 3 Dolphin I que serão desincorporados a medida em que estes 3 novos Dolphin II entrem em serviço.

Navegante
Visitante
Navegante

É uma boa aquisição, são mais pesados e maiores que o seu antecessor mas são consideravelmente mas ligeiros, é a evolução lógica.

Kemen
Visitante
Kemen

E ainda existe a dúvida de que Israel disponha de armas nucleares, com tantas ameaças próximas e essas encomendas ?

Alessandro H. Vargas
Visitante
Alessandro H. Vargas

A suposta capacidade nuclear israelense já foi admitida pelo PM Bibi…

Bosco
Visitante
Bosco

Praticamente não há dúvidas que Israel tenha armas nucleares (nas formas de mísseis Jericho e bombas aéreas).
A dúvida maior é se há mísseis cruise com ogivas nucleares nos submarinos convencionais israelenses, e em havendo, se são Harpoons adaptados ou mísseis Popeye turbo adaptados.

Kemen
Visitante
Kemen

Acredito que tem algunsdos Popeye armados com pequenas ogivas nucleares.

Alan
Visitante
Alan

Desculpe meu desconhecimento, mas alguém pode me explicar como os misseis são lançados dos tubos de torpedos? Os tubos não ficam embaixo da água mesmo qd os submarinos estão em superfície da água?

Roberto Luiz Bozzo
Visitante
Roberto Luiz Bozzo

Ele é “encapsulado” e lançado como um torpedo; ao atingir a superficie o invólucro se abre liberando o missil:

c1.staticflickr.com/8/7608/16556144957_099605b204_b.jpg

Alan
Visitante
Alan

Obrigado pela resposta Roberto, não sabia como funcionava.

Vovozao
Visitante
Vovozao

30/01/19 – quarta-feira, bdia, cada dia mais Israel e nações vizinhas (Egito, A. Saudita, Irã, Síria), mais bem armadas; enquanto isso, América do Sul as nações cada dia mais desarmadas. Acho que as nossas autoridades que possuem poder de decisão ou são ”cegos” ou ”burros” cada dia que não acreditamos mais perto estamos de alguém querendo ameaçar. Deveríamos estar nos Armando mesmo sendo uma nação de paz, quanto mais armados mais seremos uma nação de paz, todos irão pensar 2 vezes antes de atacar.

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

Sorte nossa, a América do Sul é de relativa paz, com alguns poucos conflitos regionais de fronteira no século passado.
Não existe a menor necessidafe de uma corrida armamentista por estas bandas.

Joao Moita Jr
Visitante
Joao Moita Jr

A nice guerra que deve preocupar o Brasil é a interna, com ao redor de 60000 mortos anuais. E ainda assim, existem aqueles que torcem por uma guerra com a Venezuela.

Diogo de Araujo
Visitante

A verdade é dura, tem gente que não aceita, mas é fato…

Humberto
Visitante
Humberto

Os assassinatos no Brasil tem que ser combatido pela justiça e pelas polícias. O papel das Forças Armadas é outra.

LEONIDAS
Visitante
LEONIDAS

São assuntos absolutamente distintos colega. Sua analogia não poderia ser mais equivocada. Segurança publica não tem relação com Defesa pois neste último quesito não “meliante” é outra Nação. E não investir em Defesa apenas porque não há histórico de guerra recente é o mesmo que só deixar para criar uma Cia de Bombeiros depois que se verificar o inicio de algum incêndio. Outras justificativas absurdas que se ouve por ai é que na America do Sul nossos vizinhos são inofensivos ou pouco armados. Isso seria motivo de tranquilidade se cada continente fosse um planeta o que impediria que nações como… Read more »

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

então o que é o PHM Atlântico, o Guarani, o Gripen, os Scorpenes, os KC-390, os M-109, os M-113, os RBS-70, etc, compras de supermercado?
Israel ou outros países não estão se armando, eles já fazem isto desde que nós descemos das árvores. Estão atualizando o material, trocando por mais modernos.

jose carlos souza sub oficial da reserva remunerad
Visitante

Si vis pacem Para bellum!

Doug385
Visitante

Dizem… que os sauditas também tem lá suas ogivas.

Segatto
Visitante
Segatto

De acordo com algumas fontes, os sauditas pagaram boa parte do programa nuclear paquistanês e em troca possuem algumas ogivas. Assim ela possui armas nucleares sem ter todo o efeito colateral político que desenvolver e testar elas trariam. Vale lembrar que a Arábia Saudita comprou mísseis balísticos de alcance intermediário DF-21 e DF-3 chineses e possui um ramo separado das forças armadas que lida com seus mísseis balísticos.

marcelo kiyo
Visitante
marcelo kiyo

O futuro das Forças Navais mundiais, serão navios-patrulha com cobertura aérea baseados em terra e submarinos; o resto serão alvos.

Joao Moita Jr
Visitante
Joao Moita Jr

“Os 3 submarinos adicionais custarão 2 bilhões de euros ao governo israelense.” Me engana, que eu gosto. O parágrafo correto seria: Os 3 submarinos adicionais custarão 2 bilhões de euros ao governo AMERICANO.

Junior
Visitante
Junior

Nesse caso não, os alemães pagam um pedaço e os Israelenses pagam outro pedaço, foi assim nas fragatas que os Israelenses compraram dos alemães também, o percentual que os alemães tem de pagar em produtos adquiridos pelos israelenses vem diminuindo com o tempo. Lembrando que do dinheiro doado pelos EUA a Israel, este último só pode usar esse dinheiro para a compra de equipamentos americanos

Maia
Visitante
Maia

Não é simples assim. Os judeus são proprietários de grandes conglomerados industriais, comerciais, bélicos e etc. A indústria do cinema americano é em sua esmagadora maioria propriedade de judeus. Pesquise sobre a fundação de Nova Iorque por exemplo, leia sobre Wall Street. Poderia citar inúmeros exemplos. Em um misto de desinformação e ignorância é propagada a ideia de que os EUA sustentam o estado hebreu. Na verdade é quase o contrário disso, grande parte da “renda” americana é provida por judeus. Na indústria da guerra, não poderia ser diferente ou você acha que porque os americanos são bonzinhos eles fornecem… Read more »

teropode
Visitante

E se for pago realmente pelo povo Americano ? Que mal haveria ? Israel é um quinquagésimo segundo estado americano , prestam bons serviços, são uma garantia deque se os árabes fecharem as bases americanas em seus estados , Israel será a cabeça de ponte , ignorar isto é coisa de lobotizado, admiro as incoerências destes lobotizados , vivem com o discurso de que os sionistas criaram o estado judaico para ser uma base militar permanente dos anglo-saxoes na região e depois vem com o mímimi deque armas são custeadas pelo contribuinte americano ,blábláblá se decidam pessoal , se são… Read more »

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

kk
os nossos são melhores, deviam comprar da gente e não da Alemanha.

Joao Moita Jr
Visitante
Joao Moita Jr

Ora, agora o Presidente do Brasil é amigão do Netanyahu. Sim sairão negócios, mas no quesito U-Boat conventional a Alemanha não tem igual.

teropode
Visitante

Os nossos ? Vc se está se referindo aos frangos ?

Leonel Testa
Visitante
Leonel Testa

Galante esses subs israelenses sao superiores aos nosso scorpenes ? tecnologicamente falando ?

Navegante
Visitante
Navegante

Boa tarde Leonel, se não me engano eles são mais rápidos, até onde sei eles fazem 25 nós na superfície e o nosso creio que vai fazer uns 20 nós

As profundidades são parecidas 350 / 300 metros

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

E se for um lote de submarinos subsidiados pelo 🇩🇪governo(povo) alemão 🇩🇪, o tio Jacó 🇮🇱 agradece e muito.

aloisio
Visitante
aloisio

horas vivas finalmente um grupo de pessoas inteligentes com comentários construtivos em torno de uma matéria interessante Parabéns a todos. .

JT8D
Visitante
JT8D

É só o assunto envolver os EUA, a Rússia ou a China que o nível despenca novamente

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

mais subs para os Israelenses eu apoio, mas gostaria de saber como eles conseguiriam chegar a costa Iraniana, fui no google e medi a melhor distância do Mar Med. até Teerã e deu 1449Km ou seja perto do limite alegado do Popeye lançado pelos subs, numa outra medição já da costa Turquia vi que dava 1407Km, essa distância toda é um problema, acredito que seja impossível passar pelo Estreito de Bósforo? ótima aquisição de Israel, por mim o Brasil teria comprado subs de prateleira da Alemanha.

Moriah
Visitante
Moriah

a questão é um ataque passando sobre o território turco…seria melhor descer o canal de suez, mar vermelho, golfo de aden e mar da arábia…e aí lançar o ataque.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

mas o canal é dos árabes, e será que eles deixariam mesmo Israel atacar um país muçulmano? apesar de o Irã ser odiado pela maior parte deles, eu acredito que não;

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Israel mandado um recado para os inimigos.

Luiz Floriano Alves
Visitante

Israel só compra equipamento de primeira qualidade e não envolve empreiteiras amigas no negócio. Sabem que os submarinos alemães são os melhores convencionais no mercado. Nosso Tikuna está ai, de prova. Forte e faceiro.Espero….

sub urbano
Visitante
sub urbano

A bomba atomica israelense e tão verdadeira quanto uma nota de 3 reais.

teropode
Visitante

Mas outro dia mesmo vc defendeu a aquisição de armas nucleares pelo Irã dizendo que Israel não tem moral para questionar isto, uma vez que eles possuem armas atômicas, agora fiquei confuso !

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Tão verdadeira como uma nota de 3 reais é a dissuasão iraniana.

Delfim
Visitante
Delfim

Subsídio alemão a Israel é uma das facetas do “Shoah bussiness”.
Não existia Israel à época do Holocausto mas Israel é quem lucra com este. Inclusive é discutível se haveria Estado de Israel sem o Holocausto.

mito
Visitante
mito

Na verdade sem o estado de Israel , não existiria hoje o povo judeu!
No final da segunda guerra antes mesmos dos fornos dos campos de concentração esfriarem , já havia começado nova onde de ” progrons” no leste europeu.
Estado de Israel lucrando é o mesmo que o povo judeu lucrando!
Espero ter ajudado a um melhor entendimento de uma declaração confusa por sua parte.

Fábio de Sousa
Visitante
Fábio de Sousa

Bela aquisição 👍 .

soldat
Visitante
soldat

Kakakak… O governo títere Alemão Autoriza!!!!

1- O governo Alemão não autoriza nada.
2- Israel manda e a Alemanha Faz é simples.
Aguardando o chororooooo dos Pro-Âmis e dos seguidores dos novos Deuses Anunnakis(Israel)
Rsrs…..